Bilheteria EUA: Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, Os Caras Malvados, Sonic 2: O Filme, Animais Fantásticos, Everything Everywhere All at Once

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura soma US$ 185MI no final de semana de estreia nos EUA

Como já era esperado, Doutor Estranho no Multiverso da Loucura foi o líder absoluto na bilheteria norte-americana neste final de semana: a sequência comandada pelo diretor Sam Raimi somou US$ 185 milhões. Embora seja um resultado notável, ainda assim ele foi um pouco abaixo das expectativas, que estimavam US$ 202 milhões depois da sólida abertura na sexta-feira (6) de US$ 90 milhões.

Os Caras Malvados, que comandara o ranking nas duas últimas semanas, caiu para o segundo lugar. A animação fez mais US$ 9,77 milhões, totalizando US$ 57,57 milhões no mercado norte-americano.

Fechando o Top 3 está Sonic 2: O Filme. Na sua quinta semana em cartaz, o longa arrecadou US$ 6,2 milhões. Desde que estreou, a sequência já somou US$ 169,9 milhões.

Em quarto, Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore US$ 3.95.

Everything Everywhere All at Once com US$ 3.32, ficou em quinto.

Jean-Baptiste Courtier for Madame Figaro with Olivia Weile Ottosen

Photographer: Jean-Baptiste Courtier. Fashion Stylist: Julie Gillet. Hair Stylist: Martyn Foss Calder. Makeup Artist: Tiina Rovainen. Model: Olivia Weile Ottosen.

Killing Eve | Sandra Oh revela que originalmente final seria outro

Atenção: spoilers a seguir!
MARIANA CANHISARES

Sandra Oh (Eve) e Judie Comer (Villanelle)

[Atenção: spoilers da última temporada de Killing Eve abaixo]

Depois de quatro temporadas, Killing Eve chegou ao fim com um episódio bastante divisivo. Isso porque quem torcia para ver a investigadora finalmente ao lado de Villanelle como um casal, na realidade assistiu à morte da assassina. Em entrevista ao Deadline, porém, a atriz Sandra Oh revelou que originalmente quem morreria seria Eve.

Oh contou que sentou com a chefe dos roteiristas Laura Neal para discutir o final da série em 2020, e sugeriu que ela matasse Eve. “Achei que seria o final mais forte e interessante. […] Sentia que emocionalmente era o lugar onde ela já estava. Eve estava mais niilista, e pensamos ‘vamos continuar nessa linha, mergulhar nisso'”.

No entanto, com a pandemia, o plano foi alterado. “Eles vieram para mim e disseram ‘não podemos fazer isso. Precisamos mudar… Eve precisa viver’“. A atriz entende a decisão e disse que sua colega de trabalho, Jodie Comer, também compreendeu. “Eve é o nosso ponto de entrada nesse mundo. Ela é a nossa mulher comum. Então seria bastante deprimente se ela morresse”.

Killing Eve acompanhava o jogo de gato e rato entre uma detetive e uma serial killer. A série é transmitida no Brasil pelo Globoplay.

Maternar é… três mães mostram sua maneiras de exercer a maternidade

Existem muitas maneiras de exercer a maternidade. Aqui, três mães mostram seu estilo e posam ao lado dos filhos para celebrar essa relação tão íntima quanto universal
Alice Ferraz

ctv-il3-220426 pb fhits 0868
Mara, Sheila, Felisberta e Lara   Foto: Pedro Bodick

Mara veste vestido Teodora Oshima, R$ 1.748,50, e joias Swarovski, R$ 885 (cada). Sheila veste vestido Teodora Oshima, R$ 2.426, e joias Swarovski, R$ 1.250. Felisberta veste vestido Teodora Oshima, R$ 1.280, e pulseira Swarovski, R$ 2.300. Lara veste vestido Teodora Oshima, R$ 2.800, e joias Swarovski, R$ 885 (cada).


Existem muitas maneiras de exercer a maternidade. Aqui, três mães mostram seu estilo e posam ao lado dos filhos para celebrar essa relação tão íntima quanto universal. A direção criativa é da Fhits e Marilene Ramos; as fotos são de Pedro Bodick; e o styling é de Aneco Oblangata.

ctv-efi-220426 pb fhits 1050
Mara, Sheila, Felisberta e Lara   Foto: Pedro Bodick

Lara veste camisa, R$ 1.400, e short, R$ 1.200, ambos Misci; joias Swarovski, R$ 885 (cada); e bota Chanel vintage. Felisberta veste camiseta, R$ 460, e saia de tricô (peça de desfile), ambos Misci; e sandália de couro Paula Torres, R$ 898. Sheila veste vestido, R$ 2.200, e calça, R$ 790, ambos Misci; e salto acervo Oblangata. Mara veste top, R$ 1.180, saia, R$ 1.200, e óculos, R$ 1.020, tudo Misci; joias Swarovski R$ 885 (cada); e salto Prada vintage.

ctv-xzu-220426 pb fhits 0747
A modelo Felisberta Gomes  Foto: Pedro Bodick

Felisberta Gomes usa vestido Teodora Oshima, R$ 1.280.

ctv-ib2-220426 pb fhits 0491
A modelo Rosa Foto: Pedro Bodick

Rosa veste camisa Misci, R$ 1.240.

ctv-hgi-220426 pb fhits 0622
As modelos Rosa e RomiFoto: Pedro Bodick

Rosa veste vestido Cris Barros, R$ 2.472, e joias Palone Design, R$ 120. Romi veste vestido, R$ 1.950, e camisa, R$ 1.160, ambos Misci; brincos Nart Studio, R$ 690; colar acervo Oblangata e cadeira Airon Martin.

ctv-th9-220426 pb fhits 0529
As modelos Rosa e RomiFoto: Pedro Bodick

Rosa veste camisa de algodão, R$ 1.240, e bermuda, R$ 730, ambas Misci; e joias acervo Oblangata. Romi veste vestido Flavia Aranha, R$ 2.286, brinco, R$ 1.680, e anel de unha Gansho, R$ 249, ambos Paola Vilas; e relógio acervo Oblangata.

ctv-su1-220426 pb fhits 0322
Ismênia e BenícioFoto: Pedro Bodick

Ismênia veste blazer, R$ 2.300, e saia, R$ 1.400, ambos Misci; joias acervo Oblangata; e scarpin Paula Torres, R$ 980.

ctv-hsh-220426 pb fhits 0167
Ismênia  Foto: Pedro Bodick

Ismênia veste blazer, R$ 2.300, e saia, R$ 1.400, ambos Misci; joias acervo Oblangata; e scarpin Paula Torres, R$ 980. Benício veste jaqueta Reserva Mini, R$ 699, camisa, R$ 70, calça, R$ 80, ambas Hering Kids; e tênis Nike, R$ 899.

ctv-59a-220426 pb fhits 0255
Ismênia e Benício Foto: Pedro Bodick

Beleza: Renato Mardonis 

Assistente de Styling: Dani Moraes 

Assistente de Fotografia: Gabriel Yoneya 

Assistente de Beleza: Jéssica Queiroz 

Videomaker: Caio Ciuccio 

Tratamento de Imagem: Guilherme Nocera Garcia

Palianytsia, um projeto de apoio a marcas de moda ucranianas durante a guerra

por Anna Barr

Voluntários ucranianos lançaram o projeto, que visa ajudar as empresas de moda locais.Desde que a Rússia invadiu nosso país, a maioria das marcas de moda parou de funcionar temporariamente. As pessoas ficam sem emprego (e algumas sem casa), tentando sobreviver à guerra. O poder de compra da nossa população diminuiu muito. É por isso que a Palianytsia decidiu apresentar as marcas ucranianas ao mundo: as pessoas podem ajudar a Ucrânia simplesmente comprando seus itens de moda.

Em seu site, eles coletaram todas as marcas que ainda têm acesso às suas coleções e podem enviar itens para todo o mundo. Tudo em um só lugar.

O nome do projeto vem após a palavra de verificação ‘palianytsia’, que é difícil de pronunciar para os ocupantes russos. Os ucranianos pedem aos soldados para soletrarem a palavra para verificar se são russos. ‘Palianytsia’ é o nome do pão tradicional na Ucrânia (você pode ver a imagem acima).
O site traz marcas conhecidas, como Ksenia Schnaider, que conquistou a comunidade fashion com seu jeans ecológico, junto com os novos nomes. A Bibliotheque Nationale e a Nebesite requalificaram seus estúdios para costurar coletes à prova de balas e outras necessidades para soldados; Siyai, SO e muitas outras marcas agora doam parte dos lucros para o exército e ajuda humanitária. Todos precisam de apoio financeiro.

“ O mundo já sabe o quão talentosos são os designers do nosso país: May Musk, Bella Hadid e Rihanna usaram roupas ucranianas. Agora é a hora de o mundo apoiar as empresas de moda e a economia da Ucrânia. Ao comprar roupas de marcas ucranianas, você ajuda as pessoas a salvar empregos e marcas a pagar impostos ao orçamento do Estado, o que garante o pagamento de pensões e apoio financeiro aos segmentos mais vulneráveis ​​da sociedade durante a guerra ”, afirmam Masha e Lisa, autoras do projeto.

Antes de a Rússia invadir a Ucrânia, Lisa era editora de moda no BURO Ucrânia. Masha manteve seu emprego como gerente na construtora e se prepara para reconstruir o país após a guerra. Enquanto isso, ela ajuda as empresas de moda ucranianas a sobreviver.

Visite palianytsia.co para descobrir marcas de moda ucranianas.