Economista Lisa Cook será a primeira negra no conselho de diretores do Fed

Nomeação da economista para o banco central americano foi aprovada em uma votação apertada no Senado dos EUA
Associated Press

A economista Lisa Cook; ela foi conselheira da equipe de transição do presidente Joe Biden sobre a política regulatória do Fed e dos bancos.  Foto: Ken Cedeno/Reuters – 03/02/2022

WASHINGTON – O Senado dos Estados Unidos confirmou nesta terça-feira, 10, a indicação da economista Lisa Cook para servir no conselho de governadores do Federal Reserve (Fed), tornando-a a primeira mulher negra a ocupar o posto nos 108 anos de história do banco central americano. 

Sua aprovação ocorreu em uma votação apertada de 51 a 50, com a vice-presidente Kamala Harris dando o voto decisivo. Os republicanos do Senado argumentaram que Lisa  Cook não é qualificada para o cargo, dizendo que não tem experiência suficiente com política de taxas de juros. 

Eles também disseram que seu depoimento ao Comitê Bancário do Senado sugeriu que ela não estava suficientemente comprometida com o combate à inflação, que está atingindo as máximas de quatro décadas.

Cook tem doutorado em economia pela Universidade da Califórnia, Berkeley, e é professora de economia e relações internacionais na Universidade do Estado de Michigan desde 2005. 

Ela também foi economista do Conselho de Assessores Econômicos da Casa Branca de 2011 a 2012 e foi conselheira da equipe de transição do presidente Joe Biden sobre a política regulatória do Fed e dos bancos. Algumas de suas pesquisas mais conhecidas se concentraram no impacto de linchamentos e violência racial na inovação afro-americana.

Cook é apenas a segunda dos cinco indicados de Biden para o Fed a obter a confirmação do Senado. As nomeações de Biden para o Fed enfrentam um nível incomum de oposição partidária, dada a história do banco central americano como uma agência independente que busca permanecer acima da política.

Alguns críticos alegam, no entanto, que o Fed contribuiu para o aumento do escrutínio ao expandir sua atuação para uma ampla gama de questões nos últimos anos, como o papel das mudanças climáticas na estabilidade financeira e nas disparidades raciais no emprego.

Biden pediu ao Senado na terça-feira que aprove seus indicados, enquanto o Fed busca combater a inflação. “Nunca interferirei no Fed”, disse Biden. “O Fed deve fazer seu trabalho e fará seu trabalho, estou convencido.”

O presidente do Fed, Jerome Powell, continua ocupando o cargo interinamente após o término de seu mandato em fevereiro. Ele foi aprovado pelo Comitê Bancário do Senado por uma votação quase unânime em março, mas ainda precisa da aprovação do plenário.

O governador do Fed, Lael Brainard, foi confirmado pelo plenário há duas semanas para o influente cargo de vice-presidente do Fed por 52 a 43 votos. Philip Jefferson, professor de economia e reitor do Davidson College, na Carolina do Norte, também foi indicado por Biden para um cargo de governador e foi aprovado por unanimidade pelo Comitê de Finanças. Se confirmado pelo plenário, ele pode se tornar o quarto homem negro a servir no conselho do Fed. 

Biden também nomeou Michael Barr, ex-funcionário do Departamento do Tesouro, para ser o principal regulador bancário do Fed, depois que uma escolha anterior, Sarah Bloom Raskin, enfrentou oposição do senador democrata da Virgínia Ocidental Joe Manchin.

Cook, Jefferson e Barr se juntariam a Brainard como nomeados democratas para o Fed. No entanto, a maioria dos economistas espera que o Fed continue em seu caminho de altas acentuadas de juros este ano. 

Weinsanto | Spring Summer 2022 | Full Show

Weinsanto | Spring Summer 2022 by Victor Weinsanto | Full Fashion Show in High Definition. (Widescreen – Exclusive Video/1080p – PFW/Paris Fashion Week) #Weinsanto #PFW #SS22

‘Acho ridículo venderem vivência falsa’, diz especialista sobre tênis estropiado de dez mil reais da grife de luxo Balenciaga

Grife Balenciaga lançou modelos destruídos por dez mil reais. ‘É retrato do apocalipse’, comenta o consultor de moda Fábio Monnerat
Por O GLOBO

Tênis Balenciaga: dez mil reais — Foto: Reprodução

O Paris sneaker, lançado pela grife de luxo Balenciaga, vem provocando polêmicas por onde pisa. Disponível em duas versões, o modelo mule custa US$ 495 (cerca de R$ 2,6 mil) e o de cano alto, US$ 1,8 (cerca de R$ 10 mil). O tênis é rasgado, detonado, sujo. Destruído, enfim.

Nas redes sociais, o lançamento provocou reações indignadas e opiniões bem-humoradas. Comentários como “rico compra cada coisa” e “eu tenho quatro aqui em casa” se espalharam como pólvora.

Tênis Balenciaga: modelo mule — Foto: Reprodução

Mas o que pensam os especialistas? Para o consultor de moda Fábio Monnerat, o lançamento é, antes de mais nada, “uma grande jogada de marketing”. “Acho genial”, elogia. “A moda precisa gerar impacto. E o mercado anda tão morno. Quando a gente olha algo diferente, para o bem ou para o mal, isso provoca reações”, avalia. Para Fábio, o modelo destruído é retrato do tempo presente. “Do apocalipse. Reflete o momento de Guerra na Ucrânia, pandemia e aquecimento global.”

O designer Maxime Perelmuter considera a peça “uma obra de arte”. “Poderia ter sido feita pela Adriana Varejão”, diz o diretor criativo da Mr. Cat. “A edição limitada, o feito à mão e o customizado são pilares dessa história. Não dá para esperar por algo que não seja muito bem acabado”, afirma. Para ele, o movimento já estava no ar. “Tenho visto uma galera no Instagram customizando tênis. A Balenciaga potencializou uma tendência que já existe”, avalia

Já o stylist Rogério S não gosta nem um pouco da ideia. “Acho ridículo venderem uma vivência falsa, considero uma piada de mau gosto”, opina. “Os zumbis endinheirados da moda é que vão comprar.”

Jean Paul Gaultier x Lotta Volkova

Jean Paul Gaultier x Lotta Volkova
Source: fashion.jeanpaulgaultier.com
Published: May 2022

In this picture: Kendall BaisdenMica Kendall
Credits for this picture: Johnny Dufort (Photographer), Lotta Volkova (Fashion Editor/Stylist), Gary Gill (Hair Stylist), Inge Grognard (Makeup Artist), Gary Card (Set Designer), Sylvie Vacca (Manicurist)

All people in this campaign:

Johnny Dufort – Photographer Lotta Volkova – Fashion Editor/Stylist Gary Gill – Hair Stylist Inge Grognard – Makeup Artist Gary Card – Set Designer Sylvie Vacca – Manicurist Anyiel Majok – Model Kendall Baisden – Model Mica Kendall – Model Tanya Churbanova – Model

In this picture: Kendall BaisdenMica Kendall
Credits for this picture: Johnny Dufort (Photographer), Lotta Volkova (Fashion Editor/Stylist), Gary Gill (Hair Stylist), Inge Grognard (Makeup Artist), Gary Card (Set Designer), Sylvie Vacca (Manicurist)
In this picture: Anyiel MajokKendall BaisdenMica KendallTanya Churbanova
Credits for this picture: Johnny Dufort (Photographer), Lotta Volkova (Fashion Editor/Stylist), Gary Gill (Hair Stylist), Inge Grognard (Makeup Artist), Gary Card (Set Designer), Sylvie Vacca (Manicurist)
In this picture: Kendall BaisdenMica Kendall
Credits for this picture: Johnny Dufort (Photographer), Lotta Volkova (Fashion Editor/Stylist), Gary Gill (Hair Stylist), Inge Grognard (Makeup Artist), Gary Card (Set Designer), Sylvie Vacca (Manicurist)
In this picture: Mica Kendall
Credits for this picture: Johnny Dufort (Photographer), Lotta Volkova (Fashion Editor/Stylist), Gary Gill (Hair Stylist), Inge Grognard (Makeup Artist), Gary Card (Set Designer), Sylvie Vacca (Manicurist)

Harry Styles – As It Was (Behind The Scenes)

Behind The Scenes Video for “As It Was” by Harry Styles. Harry’s new album “Harry’s House” out May 20th. Pre-save / Pre-add the album here: https://hstyles.co.uk

Conheça a Mastodon, rede social que cresceu após Musk comprar o Twitter

Logo do Mastodon, rede social federada que faz parte do Fediverso, uma rede descentralizada e interligada de servidores operados de maneira independente – Reprodução

SÃO PAULO – A compra do Twitter por Elon Musk, no final de abril, pode ter gerado uma corrida a outra rede social menos conhecida e sem fins lucrativos: o Mastodon.

A plataforma, criada em 2016, permite a publicação de vídeos, fotos e textos de até 500 caracteres em uma linha do tempo que pode ser visitada por outros usuários, um modo de funcionamento bastante semelhante ao do Twitter.

O fundador e CEO do Mastodon, Eugen Rochko, vem publicando números do crescimento da sua plataforma desde 22 de abril, uma semana após a oferta de US$ 43 bilhões pelo gigante da internet.

“O número de usuários ativos mensais do Mastodon aumentou em 84.597 desde a divulgação da história da compra do Twitter”, afirmou ele na sua própria rede, em uma publicação de 27 de abril. Dois dias depois, os novos usuários ativos desde o fim de março já estavam em 176 mil.

Ao todo, a rede tem quase 3 milhões de usuários —500 mil deles ativos. No seu último balanço, o Twitter disse ter 217 milhões de usuários ativos.

No Google, a busca por “mastodon” (em português, mastodonte, um animal pré-histórico da família dos mamutes) teve um pico entre os dias 24 e 30 de abril.

Tamanho furor acontece porque a compra dividiu os usuários. O próprio criador da plataforma alternativa disse que uma das coisas que o motivaram a olhar para mídias descentralizadas em 2016 foi “o boato de que um controverso bilionário poderia comprar o Twitter”.

Musk, que se descreve como um absolutista da liberdade de expressão, planeja fechar o capital do Twitter para implementar as mudanças que deseja, o que inclui a revisão das políticas de moderação de conteúdo.

No Brasil, enquanto bolsonaristas celebravam a compra e ganhavam milhares de seguidores —fenômeno visto como inautêntico por analistas—, críticos de Musk lamentavam a notícia e cogitavam abandonar a plataforma.

Embora as redes sejam parecidas, há duas diferenças que podem ter pesado na escolha dos novos usuários: o Mastodon é federado e escrito em código aberto.

Por estar em código aberto, todos podem ver e baixar a “receita” do site, ou seja, as instruções que fazem a rede social ser como é. Ser federado significa que a plataforma compartilha parte do código com outras redes sociais também federadas, garantindo a interlocução entre elas.

Na prática, ao se cadastrar, o usuário deve escolher um servidor —serviço que mantém um site no ar. Seu nome de usuário fica vinculado aquele grupo, chamado de “instância”. São espécies de comunidades temáticas (brasileira, LGBT ou liberal, por exemplo) criadas por moderadores que querem abrir um espaço de debate.

Cada instância tem regras próprias, ou seja, o usuário tem mais poder na rede. A masto.donte.com.br, por exemplo, uma comunidade brasileira, veta discursos preconceituosos, linguagem violenta, apologia a governos totalitários e desinformação intencional.

“Conheci o Mastodon lá pra abril de 2017, numa das crises do Twitter”, afirma Renato Cerqueira, um dos fundadores da instância. “Na época, eu estava saindo do Facebook por discordar do tratamento de dados.”

Na opinião dele, o fato de ser federada muda a relação do usuário com a rede. A maioria dos servidores, diz, são menores, o que facilita o trabalho dos coordenadores das instâncias e dá mais agilidade nas respostas.

“A moderação é mais próxima e problemas tendem a ser resolvidos mais rapidamente”, afirma. “Pelo mesmo motivo, é mais fácil isolar servidores problemáticos. Servidores de extrema-direita, por exemplo, existem, mas são banidos pela maior parte dos servidores da federação e ficam isolados numa bolha própria.”

O código aberto permite ainda outros tipos de customização das instâncias. Algumas delas bloqueiam o envio de mensagens para usuários de outras instâncias, ou permitem a edição de textos em negrito ou itálico, por exemplo.

Nos últimos dias, o Mastodon ficou lento após o aumento de acessos. “Novamente estou trabalhando para arrumar isso. Por favor sejam pacientes”, afirmou Eugen Rochko na sua criação.

Tutorials | Piano V – Overview

Lena shows you around the stunning physical modeling innovation of Piano V, bringing authentic piano sound and mechanical behavior to life in virtual form like never before. 12 models, enhanced sound sculpting, detailed customization – the only virtual piano instrument you’ll ever need.

Lena mostra a você a impressionante inovação de modelagem física do Piano V, dando vida ao som autêntico do piano e ao comportamento mecânico em forma virtual como nunca antes. 12 modelos, escultura de som aprimorada, personalização detalhada – o único instrumento de piano virtual que você precisará.

V Collection 9 By Arturia, JUST KEEPS GETTING BETTER.

Chapters

0:00 Intro 1:00 What’s in it? 3:20 First idea

4:13 Prophet VS V patches 4:50 Pad 6:00 CS-80 Update

7:30 SQ-80 8:17 Drums 9:55 Main Idea

10:23 Augmented 17:44 Piano 19:35 Maschine and Korg MS-20

Coleção FILA X ÁRIES “VELA NERA”

por Gabriel Córdoba Acosta

Semanas após a Fila comemorar seu 110º aniversário com a Y/Project, projetando uma série de peças com o toque de assinatura de Glenn Martens (fundador e diretor criativo da Y/P), a gigante do esporte anunciou sua colaboração com a marca de streetwear de luxo, Aries .

Apelidada de “Vela Nera”, a coleção unissex Fila x Aries combina uma abordagem italiana ao detalhamento com homenagens visuais ao mito de Teseu e Minotauro e apresenta uma seleção de roupas esportivas com tecidos especiais inspirados no mundo da vela e da logomania.

Alfaiataria de luxo com gráficos relacionados à mitologia grega, agasalhos de nylon e roupas de banho com padrões de mármore grego é praticamente o que compõe esta cápsula.

Fila x Aries já está disponível e você pode comprar algumas cápsulas clicando aqui .