Após deixar a Apple, Ian Goodfellow retorna ao Google

Ian Goodfellow

Há pouco dias, noticiamos a saída de Ian Goodfellow da Apple. Então diretor de aprendizado de máquina (machine learning, ou ML) da empresa, ele havia deixado o Google em 2019 e se tornado um dos maiores nomes da Maçã na área.

Seu descontentamento com a política de retorno aos trabalhos presenciais na empresa, no entanto, o fez pedir demissão. Em uma nota enviada aos seus colegas, Goodfellow afirmou que “acredita fortemente que mais flexibilidade seria a melhor política” para o retorno da sua equipe aos escritórios.

Na época, havia ficado claro que a decisão de deixar a Apple não se deu por causa de algum convite de outra empresa, mas (obviamente) isso não significava que nenhuma companhia deixaria de o fazer após a decisão ser concretizada.

E um convite chegou mais cedo do que muita gente imaginava, tendo vindo justamente da Alphabet, a empresa-mãe do Google. De acordo com Mark Gurman (da Bloomberg), Goodfellow está de malas prontas para a DeepMind, empresa especializada em aprendizado de máquina comprada pelo Google em 2014.

A mudança de Goodfellow para Mountain View representa uma perda enorme à Apple, visto que ele é tido como um dos maiores nomes no que se refere a ML atualmente. Para a Alphabet, por sua vez, trata-se de um grande ganho, principalmente num momento em que há um investimento cada vez maior no setor por lá.

Embora Gurman tenha cravado o retorno do profissional, a DeepMind se recusou a comentar a contratação. Segundo o jornalista, Goodfellow ainda não começou no novo (ou seria antigo?) trabalho. [MacMagazine]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.