Elon Musk tem ‘mau pressentimento’, pausa contratações na Tesla e planeja demitir 10% dos funcionários

Percentual equivale a aproximadamente 10 mil pessoas. Bilionário toma decisão em meio a perspectiva de desaceleração no crescimento da economia americana
Por Bloomberg — São Francisco

Elon Musk no tapete vermelho do Met Gala, em NY acompanhado de sua mãe, a modelo e influenciadora digital Maye MuskAFP/2-5-2022

O dono da Tesla, Elon Musk, disse que a fabricante de carros elétricos precisa demitir aproximadamente 10% da equipe, porque ele tem um “enorme mau pressentimento” sobre a economia, em um e-mail a que a Reuters teve acesso e citado pela Bloomberg. Na mesma semana, outro e-mail atribuído ao bilionário circulou nas redes sociais, cujo texto era enfático ao dizer à equipe executiva da Tesla que quem não retornasse ao trabalho presencial poderia ir embora.

A mensagem, intitulada “pausem as contratações no mundo todo”, foi enviada aos executivos da Tesla nesta quinta-feira, de acordo com a reportagem.

A Tesla, que possui fábricas nos Estados Unidos, na China e na Alemanha, emprega por volta de 99.290 pessoas em todo o mundo. Então, o corte de 10% dos funcionários equivale a aproximadamente 10 mil pessoas.

A filial em Austin, no Texas, chegou a cortar a força de trabalho em 7% – mais de 300 empregos – no começo de 2019.

As ações da Tesla caíram em 4,8% no começo da manhã na Bolsa de Nova York e devem impactar todo o mercado americano. Representantes da empresa não responderam a um pedido de posicionamento sobre o assunto feito nesta sexta-feira.

A ansiedade da economia global acerca do impacto da onda de Covid-19 na China e os lockdowns em Xangai, onde a Tesla possui uma fábrica, também pesaram na decisão de Musk.

A decisão acontece em meio a um momento turbulento vivido por Musk e pela fabricante de carros elétricos. As ações da Tesla despencaram 22% desde que o bilionário anunciou o acordo para a compra do Twitter.

Queda nas vendas

Analistas disseram nesta quinta-feira que a queda nas vendas de carros novos nos EUA está alimentando temores de uma possível recessão.

Ainda nesta semana, Musk gerou um debate ao dizer aos executivos da empresa que poderiam ir embora caso não quisessem retornar ao trabalho presencial.

“Quanto mais alto seu cargo, mais visível deve ser a sua presença”, escreveu o empresário, certificando-se de que os funcionários deveriam “ficar nos escritórios por pelo menos 40 horas semanais”.

“É por isso que eu ‘morava’ na fábrica. Assim, aqueles na linha de produção me veriam trabalhando junto com eles. Se eu não tivesse feito isso, a Tesla teria falido há muito tempo”, disse Musk.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.