iOS 16, MacBooks e chip M2: veja as novidades da Apple no WWDC 2022

Empresa apresenta a nova geração de seus sistemas operacionais no evento para desenvolvedores
Por Bruna Arimathea, Bruno Romani e Guilherme Guerra – O Estado de S. Paulo

Sede da Apple, na Califórnia, recebeu o WWDC 2022, com novidades sobre iOS e MacBooks

Apple revelou nesta segunda-feira, 6, as próximas gerações dos seus sistemas operacionais durante o WWDC, evento anual da companhia dedicado a desenvolvedores. Além do iOS (para iPhone), do macOS (para Mac), do watchOS 9 (para Apple Watch) e do iPadOS 16 (para iPad), a gigante revelou um novo chip para computadores, o M2, e a nova versão do MacBook Air

Durante quase duas horas, acompanhia despejou as novidades durante o evento, que aconteceu de forma parcialmente digital, devido às restrições impostas pela covid-19. Desde 2020, a Apple apresenta vídeos gravados previamente, embora uma plateia limitada acompanhe o evento em um telão na Califórnia, nos Estados Unidos.  Veja tudo o que rolou no evento. 

iOS 16

A primeira novidade apresentada foi a nova configuração da tela de bloqueio do iPhone
A primeira novidade apresentada foi a nova configuração da tela de bloqueio do iPhone

Craig Federighi, vice-presidente de software na Apple, iniciou os trabalhos com as novidades do iOS 16, que mostrou a tela de bloqueio renovada. O ambiente ganhou formas de personalização que vão muito além da possibilidade de escolher uma foto como pano de fundo. Entre as novidades estão possibilidades de editar cores, fontes do mostrador do relógio e a presença de até três widgets. Segundo a Apple, é a maior renovação já feita na tela de bloqueio. A novidade é similar ao que já faz o Apple Watch, que permite customizar a interface do aparelho (as “watchfaces”).

Ainda na tela de bloqueio, todas as notificações poderão ser vistas amontoadas no pé da tela, deixando a região central do display mais livre. Essas notificações poderão ser interativas e, por exemplo, será possível colocar widgets específicos, como o trajeto do Uber até você — tornando possível não desbloquear a tela para visualizar essas informações.

No aplicativo de Mensagens, a Apple tornará possível editar o texto enviado — recurso que o WhatsApp estuda implementar. Será possível marcar as mensagens como não lidas.

Também será possível editar mensagens enviadas no app de conversas da Apple
Também será possível editar mensagens enviadas no app de conversas da Apple

Modo Foco, lançado no ano passado, ganha agora uma atualização para deixar o usuário ainda mais concentrado nos afazeres, com opções de configuração para diferentes tipos de atividade. Em uma das ferramentas, por exemplo, o recurso deixa disponível uma aba com endereços de web apenas relacionado ao trabalho.

Anunciado no ano passado como solução para os tempos de isolamento, o SharePlay (que possibilita consumir conteúdos durante uma chamada no FaceTime, aplicativo de vídeos da Apple) ganha uma tela com apps compatíves com o recurso, em especial serviços de streaming, como Disney+ e Apple Music.

O iOS 16 aprimorou também a ferramenta de ditado, que permite escrever textos a partir da voz. Será possível escrever um texto e continuar por voz ou fazer correções também pela fala, selecionando (com o dedo) a mensagem.

O sistema também torna possível “recortar” automaticamente pessoas e animais de fotos, como um “Photoshop de dedo”. As edições, no entanto, serão feitas dentro do aplicativo de Fotos. A Apple diz que isso se dá ao aprendizado de máquina da empresa, que se torna mais inteligente com o iOS 16.

Além disso, o Apple Pay, sistema de pagamentos por aproximação da companhia, terá a opção de “Pay Later” — similar a um parcelamento. A operação se dá totalmente pelo sistema da Apple, sem terceiros, e deve surgir como um potencial rival para fintechs, as startups de finanças. 

 Apple Pay, sistema de pagamentos por aproximação da companhia, terá uma opção similar a um parcelamento
Apple Pay, sistema de pagamentos por aproximação da companhia, terá uma opção similar a um parcelamento

A Apple também expande os recursos de mapas tridimensionais para outras cidades e países, como Las Vegas (EUA) e a França. No mês passado, o Google anunciou recurso similar, também para poucas regiões.

A Apple continua investindo na área de esportes. Pela tela de bloqueio, será possível acompanhar o desenrolar de partidas sem abrir aplicativos.

Além disso, o serviço de notícias agregadas da companhia (Apple News, indisponível no Brasil) permite criar uma aba de leitura chamada de “Meus Esportes”. Será possível escolher as atividades favoritas do usuário e ler as notícias dos campeonatos, por exemplo – uma iniciativa que corre atrás de sites e aplicativos do tipo. 

No recurso de Compartilhamento Familiar, a Apple concede mais recursos para tutores administrarem contas de crianças. Será possível conceder acesso a determinados tipos de aplicativos (filmes, música e livres, por exemplo) ou aprovar ou recusar o tempo de tela.

Além disso, o sistema permitirá transferir um novo dispositivo para a criança de forma simples, bastando aproximar os aparelhos. O iOS 16 irá resetar o dispositivo com as configurações escolhidas pelos responsáveis.

No iOS 16, o recurso de busca inteligente Spotlight poderá ser acessado no pé da tela. A intenção da Apple é facilitar procuras em buscadores, trazendo resultados com mais rapidez e menos toques de dedo.

Relacionamento abusivo

Para este ano, a companhia anuncia no iOS 16 o recurso de Checagem de Segurança, dedicado a vítimas de relacionamentos abusivos. O recurso facilita a revogação de acessos a pessoas, como amigos e familiares. No exemplo dado, será possível interromper o compartilhamento de localização e o recebimento de mensagens de determinados usuários.

Casa e Carro

Tidos como os setores de menor destaque no ecossistema da Apple, os sistemas de Casa e Carro são dedicados, respectivamente, à casa inteligente e a aos sistemas para automóveis.

A Apple reforçou a parceria com fornecedores e outras gigantes da tecnologia para viabilizar o Matter, projeto de código aberto que permite a integração de diferentes sistemas. A ideia é permitir que usuários possam utilizar diferentes marcas em suas casas, não ficando presos aos sistemas do Google, Amazon ou Apple, por exemplo.

O aplicativo Minha Casa ganhou uma nova interface, mais simplificada e com ícones maiores. para que os blocos sejam facilmente reconhecíveis e mais intuitivos ao usuário.

Já o CarPlay, que conecta o iPhone ao automóvel, ganhou uma nova geração com mais possibilidades de telas. O novo sistema tem velocímetro, controle de temperatura, consumo de combustível e outros indicadores na tela, bem como os antigos tocador de música e mensagens.  

A Apple afirma que o novo sistema foi desenhado em parceria com as montadoras, o que permite que essas companhias insiram diferentes displays nos veículos. É aí que a gigante da tecnologia coloca esses novos indicadores, já que há mais diversidade de telas: quadrangulares, no painel do volante ou, ainda, de ponta a ponta do carro.

Super chip 

M2 é o novo processador da Apple
M2 é o novo processador da Apple

Apesar do destaque para os dispositivos móveis, os computadores da Apple não foram esquecidos na WWDC. 

A companhia apresentou a nova geração de chips de tecnologia ARM desenhados pela empresa, o M2 — sucessor do M1, de 2020. O novo processador, de 20 bilhões de transistores e 5 nanômetros de tamanho (25% mais do que o M1), aprimora a economia de energia e capacidade de processamento da máquina, aumentando sua potência.

Segundo a Apple, o novo chip tem CPU 18% mais rápida e processamento gráfico 35% mais potente do que o M1 — além disso, ele usa somente 25% da energia de rivais com o mesmo número de núcleos em CPU. A CPU conta com 4 núcleos de performance e 4 núcleos de eficiência, enquanto a GPU pode chegar a 10 núcleos. O chip tem suporte à memória integrada de até 24 GB. 

MacBook Air

Apple redesenhou o MacBook Air para o novo chip M2
Apple redesenhou o MacBook Air para o novo chip M2

Um novo MacBook Air foi apresentado, com novo design inspirado no iMac de 24 polegadas apresentado no ano passado. Com chip M2, o laptop vem em quatro novas cores (preto, branco, dourado e azul-marinho) e formato quadrangular.

A máquina traz de volta o carregador de ímã (MagSafe) e entrada do tipo P2 para fones de ouvido (algo que o iPhone não tem desde 2016).

Assim como o novo MacBook Pro (2021), o MacBook Air também possui a “franja” no topo da tela, similar ao Face ID do iPhone 13. Segundo a Apple, essa foi a solução encontrada para manter a câmera e mais espaço de tela.

A Apple afirma que o novo computador é 20% mais rápido que o MacBook Air com chip M1, apresentado em 2020. O computador tem autonomia de 18 horas longe da tomada e, ainda, a máquina tem a possibilidade de carregamento rápido, com 50% de bateria carregada em 30 minutos na tomada.

O laptop começa a ser vendido por US$ 1,2 mil nos Estados Unidos na semana que vem.  Já no Brasil, embora sem data de início das vendas, a máquina sai de R$ 13,3 mil e vai até R$ 26,5 mil na configuração mais potente.

MacBook Pro 

O novo MacBook Pro, apresentado no ano passado, também ganha o M2, sendo 39% mais rápido do que o antecessor com M1. Assim como o modelo Air, a memória RAM pode ser turbinada para até 24 GB. Nos Estados Unidos, será vendido por US$ 1,3 mil a partir da semana que vem. No Brasil, ele custará de R$ 14,5 mil a R$ 26,5 mil, dependendo da configuração. 

macOS Ventura

Na parte de software, o próximo sistema que abastece os computadores da Apple vai se chamar macOS Ventura. Entre as novidades, está o que a empresa batizou de Stage Manager — o recurso permite deixar as janelas abertas “de lado” da tela, focando em um único aplicativo. A funcionalidade também permite formar grupos de diferentes apps.

O Stage Manager é a principal novidade do novo sistema. O recurso permite deixar as janelas minimizadas ao lado da tela, com um único aplicativo aberto no centro. A funcionalidade é uma nova forma de navegação em desktops e tem como objetivo evitar distrações durante tarefas, sem o acúmulo de tarefas e com rápido acesso aos apps abertos. 

O navegador Safari ganha a possibilidade de compartilhar diversas abas com amigos — e o sistema permite saber quais páginas estão sendo lidas por quem. O grupo poderá também criar listas de leituras e iniciar ligações por áudio ou vídeo diretamente do browser.

O aplicativo nativo de e-mail da Apple, o Mail, ganha alguns recursos, como desfazer envio de correios, agendar envios e adicionar lembretes para acompanhar a conversa — similar ao que clientes como Gmail já fazem nos navegadores.

Apostando em privacidade, a Apple deu indícios de como deve ser o seu mundo sem senhas: a empresa desenvolveu o que chama de “chaves-senha” para os dispositivos. Ao logar em sites, o usuário poderá gerar senhas únicas no navegador, armazenadas no próprio dispositivo — nada irá para a nuvem. A autenticação será feita por meio do leitor de digitais (Touch ID) ou de rosto (Face ID). Com criptografia de ponta a ponta, a companhia afirma se tratar de solução mais segura do que muitas autenticação em dois fatores — e garante que funciona com dispositivos com Android e Windows.

Por fim, o macOS Ventura também receberá novidades vistas no iOS, como aplicativo de Mensagens incrementado, recursos de ditado e o “Photoshop de dedo”.

Continuidade

Apple permitirá que a câmera do iPhone atue como uma webcama para os MacBooks
Apple permitirá que a câmera do iPhone atue como uma webcama para os MacBooks

Recurso criado para transferir informações entre dispositivos, o Continuidade foi turbinado: a Apple permitirá que a câmera do iPhone atue como uma webcam para os MacBooks. A façanha será feita sem a utilização de fios, apenas com Bluetooth ligado nos dois aparelhos.

No exemplo mostrado, a transmissão permite utilizar simultaneamente duas lentes do iPhone: a teleobjetiva para focar no rosto do usuário e a ultra-grande-angular para mostrar a mesa em que o usuário está trabalhando — algo útil para quem trabalha com desenhos ou trabalhos artesanais.

Um gancho para prender o smartphone à tela do MacBook será vendido separadamente no final deste ano, diz a Apple.

A Apple também afirma que será possível transferir ligações de FaceTime de um aparelho para o outro (como de um iPhone para um Mac) durante a própria chamada.

watchOS 9 

Com o novo watchOS 9, o relógio inteligente da Apple recebeu novidades, com mais quatro novas “watchfaces” — as interfaces que ficam na tela principal do relógio, por onde o usuário interage com widgets.

O novo sistema traz mudanças no monitoramento de exercícios do usuário. De acordo com a empresa, no modo corrida, alguns novos parâmetros serão registrados, como gasto de energia pelo movimento vertical do corpo e zonas de gasto calórico a partir da frequência cardíaca. Haverá novos modos de personalização de exercícios, além das configurações pré-estabelecidas pelo dispositivo.

De acordo com a empresa, no modo corrida, alguns parâmetros c zonas de gasto calórico a partir da frequência cardíaca estarão disponíveis
De acordo com a empresa, no modo corrida, alguns parâmetros c zonas de gasto calórico a partir da frequência cardíaca estarão disponíveis

Ainda, será possível programar modos de recuperação aliados aos exercícios, pelo qual o dispositivo pode avisar a quantidade de minutos ideal para se exercitar e para a recuperação entre as atividades — será uma ferramenta importante para quem realiza longas séries de exercícios. 

No aplicativo Sono, o watchOS 9 vai identificar os estágios de sono dos usuários, graças ao aprendizado de máquina do sistema. Será possível ver quanto tempo a pessoa passou no REM, por exemplo, além de ter mais informações disponíveis em gráficos por meio de uma tela detalhada.

A Apple criou um aplicativo para administrar os remédios, com lembretes personalizados para cada tipo de medicação. A câmera do iPhone poderá ser utilizada para escanear a embalagem e criar uma tela de alertas automaticamente. O aplicativo de Saúde irá armazenar o histórico de uso.

iPadOS

O novo sistema também incentiva colaborações entre usuários em um mesmo documento ao mesmo tempo
O novo sistema também incentiva colaborações entre usuários em um mesmo documento ao mesmo tempo

Com o novo iPadOS, o tablet da Apple ganha mais recursos que aproximam o aparelho de laptops, e não mais de smartphones. Além das novidades do iOS 16, o novo sistema ganha uma “grande atualização”, disse a companhia na apresentação.

Entre as novidades, o iPad ganha um aplicativo de Tempo (desde 2010, o tablet não possuía este app como nativo do sistema). A calculadora nativa, porém, continua de fora.

O novo sistema também incentiva colaborações entre usuários ao facilitar o compartilhamento de documentos para que um grupo trabalhe simultaneamente em tempo real — similar ao que Google Docs e outros serviços de edição de texto já fazem em um único arquivo.

Free Form será lançado nos próximos meses e permite que um "mural" seja compartilhado para edições simultâneas
Free Form será lançado nos próximos meses e permite que um “mural” seja compartilhado para edições simultâneas

O recurso de colaboração não estará restrito somente aos aplicativos de trabalho. Durante uma chamada de FaceTime, por exemplo, usuários poderão compartilhar telas, como visualizar juntos as abas do navegador Safari.

A Apple irá lançar um novo aplicativo, batizado de Freeform — uma espécie de “lousa coletiva” para compartilhar ideias, pesquisas e referências com outros usuários. O app estará disponível para todos os dispositivos da companhia no fim do ano.

O Stage Manager, apresentado no Mac, também chegará ao iPad, com formato similar. A Apple afirma que essa será a primeira vez que o tablet da empresa terá janelas sobrepostas, permitindo atividades multitarefas. O recurso, porém, estará disponível somente nos tablets com chip M1.

Reveja a apresentação 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.