Apple já perdeu 25% do seu valor de mercado em 2022

Apesar de já ter estado em uma trajetória de subida, o valor de capitalização da Apple vem ultimamente descendo. Como cobrimos no mês passado, a petroleira Saudi Aramco tomou o lugar da Maçã como a mais valiosa do mundo em meio à situação atual do mercado.

Agora, tem-se que essa queda da gigante de Cupertino já soma 25% só neste ano, conforme publicou a Bloomberg. São US$764,5 bilhões de perda de valor de mercado, até agora.

Gráfico da Bloomberg que mostra valorização da Apple

Como mostra o gráfico acima, a Apple atingiu o valor de US$1 trilhão em 2018. Então, em 2020, dobrou a capitalização, atingindo a marca de US$2 trilhões. No ano passado, a empresa chegou a US$3 trilhões, mas começou uma trajetória de queda, embora com algumas altas. Agora, a Maçã está perigosamente perto de atingir novamente os US$2 trilhões.

“Da mesma forma que a Apple se beneficiou do mercado em alta estimulado pelo Fed (Federal Reserve, semelhante ao nosso Banco Central), ela irá sofrer na medida em que a baixa taxa de juros e subvenções de alívio quantitativas desaparecem”, disse David Trainer à Bloomberg, diretor executivo da empresa de pesquisa em investimentos New Constructs.

Ou seja, também é importante observar que empresas de tecnologia de uma maneira geral estão sofrendo com a inflação e as altas taxas de juros, os lockdowns, a guerra na Ucrânia, a diminuição na demanda, entre outros fatores. De qualquer modo, a notícia e a situação continuam sendo ruins para a Apple, que registra essa grande perda e não apresenta previsões muito positivas.

De acordo com a Bloomberg, as projeções dos ganhos da Apple no terceiro trimestre foram cortadas em 7,8%. As da receita da empresa, por sua vez, diminuíram em 4,2%. As ações da Maçã, por sua vez, atingiram o nível mais baixo da avaliação de compra de analistas em mais de um ano. Também foi informado que 18,7% da receita de 2021, bem como 30% do lucro geral, adveio de serviços — mostrando a importância dessa área para a empresa.

Algo interessante apontado pelo veículo é o histórico de empresas de tecnologias que sofrem queda no valor de mercado e de ações, relacionando isso com o fato de cada companhia ter sua era. Assim, ao passar do auge, é difícil recuperar níveis anteriormente atingidos, o que muitas vezes sequer ocorre. Foi dado o exemplo da Cisco, cujo valor atual é 46% menor ao do pico atingido no início dos anos 2000.

A verdade é que o mercado está em constante oscilação e a Apple — como todas as empresas — é continuamente posta à prova para se manter no alto patamar do mercado. O possível desenvolvimento de um headset de realidade aumentada/virtual, por exemplo, é um claro sinal de que a empresa tem consciência de que precisa ir além para não ficar mais conhecida pelo passado do que pelo presente.

VIA 9TO5MAC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.