FBI: Gatilho da arma que matou diretora de ‘Rust’ foi acionado, ao contrário do que disse Alec Baldwin

Halyna Hutchins, responsável pela fotografia do longa, morreu na hora

Tiro acidental provocado por Alec Baldwin levou à morte de diretora – Foto: Reprodução Instagram

O FBI conclui que o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set de “Rust”, em outubro passado, foi acionado. A rede de TV ABC teve acesso à investigação, que contraria o depoimento do ator. Ele disse, na época, que não havia puxado o gatilho.

“A arma não poderia ter disparado sem ter o gatilho puxado enquanto os seus componentes internos estavam intactos e funcionais”, disse a polícia, que realizou testes de disparos acidentais com um modelo do revólver usado no acidente, um Long Colt calibre .45.

Numa entrevista concedida à própria ABC em dezembro, o ator foi enfático ao dizer que não havia disparado a arma.

“Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Nunca apontaria a arma para alguém e puxaria o gatilho. Nunca.”

Na ocasião do disparo, Alec estava no set ensaiando uma cena com Halyna e o diretor do longa, Joel Souza. Ela morreu na hora, e Souza ficou ferido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.