Com ajuda de Elon Musk, Tom Cruise pode ser o primeiro ator a gravar filme no espaço

Longa da Universal terá direção de Doug Liman e contará com cenas gravadas na Estação Espacial Internacional

Elon Musk e Tom Cruise colaboram para um primeiro longa-metragem filmado no espaço

Tom Cruise está prestes a se perpetuar entre as estrelas: o ator poderá ser o primeiro a gravar cenas no espaço sideral, no próximo filme do cineasta Doug Liman (“Identidade Bourne”), com quem trabalhou em “No Limite Do Amanhã”. A dupla afirmou que entrou em contato com a Universal Pictures para tirar do papel o projeto pioneiro, que foi apresentado pela primeira vez em 2020, mas foi interrompido pela pandemia, segundo a BBC News.

Donna Langley, presidente do Universal Filmed Entertainment Group, revelou que a maior parte do filme será filmada na Terra e o clímax terá o personagem do astro de Hollywood conduzindo um foguete até a Estação Espacial Internacional. A executiva também detalhou que Cruise “viverá um homem azarado que pode ser a única pessoa apta a salvar a Terra”, e disse que está esperançosa de que o ator se torne “o primeiro civil a fazer uma caminhada espacial fora da Estação Espacial”.

O projeto, ainda em desenvolvimento, deve contar com a ajuda da Nasa e do bilionário Elon Musk, presidente da Tesla e da SpaceX.

O desafio é muito bem-vindo pelo ator, conhecido por suas cenas de ação (muitas vezes sem dublê), com destaque para as sagas de “Missão impossível” e “Top Gun”, que teve sua sequência lançada neste ano e se tornou sucesso de bilheteria, com uma arrecadação que já ultrapassa US$ 1,4 bilhão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.