Clara Amfo Discovers The Art of Making Diamonds From The Sky | The Extra Mile | BMW

Ever since launching her eponymous brand nearly a decade ago, Anabela Chan’s aim has been to make jewellery in a more ethical and eco-conscious way.

“I wanted to create beautiful, red-carpet worthy fine jewellery using laboratory-grown gemstones, rather than mined gemstones,” she tells Clara Amfo in the latest episode of BMW and British Vogue’s The Extra Mile series. “A lot of people thought I was crazy at the time.”

Fast-forward to today, and Chan, in collaboration with SkyDiamond, is also now working to incorporate “sky diamonds”, made from carbon dioxide taken from the atmosphere, into her designs. “For me, that is where the excitement is,” the jewellery designer says. “There is no end to what is possible with science and innovation.”

Desde o lançamento de sua marca homônima há quase uma década, o objetivo de Anabela Chan tem sido fazer joias de uma maneira mais ética e ecológica.

“Eu queria criar belas joias dignas de tapete vermelho usando pedras preciosas cultivadas em laboratório, em vez de pedras preciosas extraídas”, ela diz a Clara Amfo no último episódio da série The Extra Mile da BMW e da Vogue britânica. “Muitas pessoas pensaram que eu era louco na época.”

Avançando para hoje, Chan, em colaboração com a SkyDiamond, também está trabalhando para incorporar “diamantes do céu”, feitos de dióxido de carbono retirado da atmosfera, em seus projetos. “Para mim, é aí que está a emoção”, diz o designer de joias. “Não há fim para o que é possível com ciência e inovação.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.