App Rewind permitirá pesquisar toda a sua atividade no Mac

Você já realizou algum trabalho ou mesmo se reuniu em algum aplicativo de videoconferência, mas esqueceu de anotar alguma informação importante? Pois um grupo de engenheiros se juntou para criar um app que facilitará “voltar no tempo” para encontrar informações relevantes no seu Mac.

Chamado de “o mecanismo de busca da sua vida”, o app Rewind utiliza todo o poder proporcionado pelo Apple Silicon para encontrar em seu Mac “qualquer coisa que você tenha visto, dito ou ouvido” — sim, é extremamente bizarro e, ao mesmo tempo, superinteressante.

Quando iniciado, o app exibe uma aba com uma linha do tempo e uma barra de busca. Na linha do tempo, você vê todos os apps que usou durante todo o dia, podendo navegar e ver o que exatamente você estava lendo, ouvindo ou vendo naquele momento.

Já com a ajuda da barra de busca, você pode buscar por termos específico e todos os resultados aparecerão na tela, independentemente se o tal termo foi visto num vídeo, num documento de email ou mesmo durante uma videoconferência (quando compartilham a tela no chat).

O app foi criado pelo desenvolvedor Dan Siroker e uma equipe de engenheiros de grandes empresas como Spotify e Twitter. Ele tem como base o Scribe, um bot que grava reuniões e as torna pesquisáveis ​​e compartilháveis. É possível, então, compactar dados brutos de gravação em até 3.750 vezes, permitindo que você armazene horas de gravações de áudio e vídeo em seu dispositivo para que você pode pesquisá-lo de volta mais tarde.

Os criadores afirmam que o aplicativo não requer nenhuma integração com a nuvem e armazena tudo localmente, mantendo sua privacidade. Isso é possível graças ao Apple Silicon, que permite transformar 10,5GB de dados brutos de gravação em apenas 2,8MB — e o Rewind promete que, mesmo o menor disco rígido que a Apple oferece, “pode armazenar anos de gravação”.

O Rewind não armazena só o que está na tela. Com o reconhecimento de fala automatizado, ele também pode detectar coisas que você disse e ouviu, gravando tudo para que “você nunca precise se preocupar em perder esse conteúdo novamente”.

A ideia de ter tudo acessível para pesquisarmos é, realmente, ótima! Entretanto, é possível imaginar cenários caóticos, como ter o Mac e/ou os dados roubados — ou mesmo se o dispositivo for detido por algum problema legal e os dados serem usados como provas contra o dono. 👀

Por enquanto, o grupo conseguiu angariar cerca de US$10 milhões e estão permitindo que interessados se cadastrem no site para obterem acesso antecipado.

Será que o app que tem como premissa registrar cada pequena ação dos usuários vai para frente? George Orwell se remexendo no túmulo… 👁

VIA IMORE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.