Aprenda a escolher o sofá ideal para sua sala

Modelo deve ser definido a partir da função que o móvel vai ter no ambiente
CAIQUE ALENCAR – O ESTADO DE S.PAULO

A escolha do estofamento é um detalhe importante que deve ser escolhido com cuidado. Entre as opções estão sofás com molas ou com espumas mais densas, sendo que o melhor é sempre o que traz bem-estar. Foto: Juliano Colodett

São vários tamanhos, cores, tecidos, formatos e, por isso, escolher uma sofá pode ser difícil se ele não tem uma função bem definida pelo dono para exercer dentro de um ambiente. Para não errar na escolha desse grande protagonista das salas de estar, o especialista em sofás da Etna Victor Hugo Guedes, dá algumas dicas para bater o martelo na melhor opção para sua casa. Confira a seguir:

Para quem quer fazer algo mais planejado, existe a alternativa de comprar o sofá em módulos e montá-lo de forma personalizada. Lembrando que devemos prestar atenção se a disposição não vai prejudicar a circulação do ambiente. Foto: Zeca Wittner
O sofá tem que ter a cara do dono e a cor é o principal quesito que vai dar essa identidade à composição do ambiente. Pense em um tom que trabalhe em conjunto com os demais móveis e, ao mesmo tempo, não destoe de todo o resto. Foto: Zeca Wittner
Como complemento, as almofadas são tão importantes quanto o estofamento e elas ganham ainda mais destaque se sofá não tiver encosto ou for mais firme. Nesses casos, elas é que vão dar mais conforto e vale apostar nas mais fofinhas. Foto: Julia Herman
A escolha do estofamento é um detalhe importante que deve ser escolhido com cuidado. Entre as opções estão sofás com molas ou com espumas mais densas, sendo que o melhor é sempre o que traz bem-estar. Foto: Juliano Colodett
Dependendo da função que o sofá vai ter, ainda é possível pensar na opção de um modelo extensível em casos como salas para assistir filmes e séries, por exemplo. Afinal, nada melhor do que poder esticar as pernas enquanto fazemos maratonas. Foto: Julia RIbeiro
O tecido é uma coisa que fica a gosto do freguês. Para escolher o que for mais agradável para quem for usar o sofá, o ideal é que sejam feitos testes. Nessa hora a escolha certa é que for mais confortável. Mas quem tem crianças e animais de estimação deve ficar atento e optar por tecidos mais resistentes. Foto: Feriado Willadino
Como os espaços das casas e apartamentos estão ficando cada vez menores, a primeira coisa a se considerar antes é o tamanho do sofá. Nesse caso, a dica é pensar em qual objetivo ele vai ter e tomar as decisões a partir dele. Foto: Etna
Anúncios

Gucci inaugura pop-up store para sua linha casa em Milão

O espaço temporário vai funcionar na Via Santo Spirito até junho

Gucci inaugura loja temporária exclusiva para sua linha de decoração em Milão (Foto: Divulgação)

Alinha decór da Gucci vai ganhar um espaço todinho só seu: marcando a edição deste ano do famoso Salone de Mobile, em Milão (que acontece de 9 a 14 abril na cidade), a grife abre hoje as portas de uma loja exclusiva para sua linha de decoração.

O espaço, que funcionará na Via Santo Spirito até junho, conta com todas as peças da linha espalhadas por dois andares, com seus ambientes de paredes forradas de papel, seda e vinil – bem ao estilo de Alessandro Michele.

Hub dos últimos lançamentos da linha casa da Gucci, a loja temporária vai contar com peças até então inéditas, como uma cadeira de concha inspirada na Hollywood dos anos 50, novas versões de cadeiras para mesa de jantar e bancos forrados de jacquard. Espere ainda encontrar mesas de metal dobráveis e almofadas em formato de cabeça de gatos, coruja, abelha e borboletas – que se tornaram ícones da estética do diretor-criativo da casa.

Gucci inaugura loja temporária exclusiva para sua linha de decoração em Milão (Foto: Divulgação)

O primeiro andar da loja é pontuado pelas colchas, cobertores e tapetes da Gucci, além de uma mesa de jantar toda montada com a linha de porcelana da casa italiana, que conta também com castiçais, caixas e vasos.

Para celebrar o lançamento, a Gucci atualizou seu aplicativo, que agora conta com uma ferramenta de realidade aumentada que te permite ver como cada peça da coleção ficaria na sua casa. Para te convencer ainda mais!

Este camarim futurista é diferente de tudo que você já viu

Assinado pela designer Patrícia Bustos, ambiente tem como inspiração o universo dos games e o filme “Austin Powers”

Para a criação de seu ambiente na Casa Décor, famosa mostra de decoração em Madri, a designer Patrícia Bastos apostou na memória afetiva da geração millennial ao realizar seu projeto: um vestirário inspirado no universo dos games e da série de filmes “Austin Powers”, clássico dos anos 90.

Sua instalação é um verdadeiro mundo cor de rosa, cheio de volumes, formas arredondadas e padrões geométricos. O mood futurista permeia todo o espaço, que em vários ambientes até se assemelha a uma nave espacial.

Para criar essa sensação “de outro mundo”, a designer apostou na dobradinha dos tons pastel com néon, criando uma combinação inusitada e, ainda assim, bela. Na estrutura, arcos revestidos com azulejos espalham-se pelo ambiente e dividem espaço com janelas holográficas.

Todos os móveis e acessórios foram criados exclusivamente para a instalação, com destaque para o sofá que simula um chiclete e a cuba de pedra com metal que se estende do chão até a altura da pia. 

Estúdio na Austrália é pensado para promover discussões sobre mulheres

Coletivo criativo e feminista Ladies of Leisure abre as portas do LOL Space em Melbourne
POR PAULA JACOB | FOTOS AMELIA STANWIX/DIVULGAÇÃO

Lançada em 2013, a Ladies of Leisure, da diretora criativa Savannah Anand-Sobti e da editora Sally Tabart, nasceu como um veículo criativo para falar sobre assuntos femininos de um jeito nada convencional. Em poucos anos, se tornou uma das comunidades mais expressivas para o feminismo contemporâneo na Austrália, sempre com foco em estimular as pessoas à seguir seus sonhos e paixões, celebrando as forças, fraquezas, sucessos e processos de uma carreira.

Os projetos envolvem a produção de revistas, conteúdos digitais, campanhas publicitárias, workshops, painéis, palestras e eventos com organizações locais para promover o debate sobre o universo feminino. Naturalmente, com as demandas e as oportunidades do duo criativo, a Ladis of Leisure se desenvolveu para um espaço físico. O LOL Space foi pensado para ter workshops, eventos e rodas de conversa com mais frequência e estimular as trocas entre mulheres e simpatizantes do movimento que estejam interessados em compartilhar experiências e conhecimentos em um ambiente seguro para tal.

Localizado no Fitzroy, em Melbourne, o LOL Space tem projeto assinado por Pip Newell, do Curated Spaces, que trouxe uma paleta viva e aconchegante para os ambientes. Os móveis, em sua maioria vindos de segunda mão, preenchem os espaços quase monocromáticos, dentro de uma paleta de rosados e esverdeados que inspira qualquer um. “Nós queríamos que as pessoas se sentissem bem aqui e fosse uma versão física dos objetivos e filosofias da Ladies of Leisure sobre inclusão e acolhimento”, explica a designer de interiores. “A prioridade era trazer a sensação de segurança para a comunidade, só assim é possível ter uma real troca entre as participantes. Além, claro, de estimular a criatividade para os matriculados nos workshops.”

O conteúdo dos workshops foi pensado para além das disciplinas vistas na escola: a ideia é justamente fugir das tradições para inspirar líderes em suas profissões. A agenda fixa foi dividida em dois workshops fixos mensais: This is how we do it (profissionais dão um real panorama sobre a trajetória, com erros e acertos) e Friendship speed dating (conduzida por Savannah e Sally, a sessão visa aumentar as relações de amizade da comunidade).

“A Austrália demorou para acompanhar o feminismo interseccional, que identifica as questões sistêmicas mais amplas que criaram o poder de desequilíbrio em nosso mundo hoje. Temos uma história vergonhosa de racismo, misoginia e transfobia em nosso país que é realmente importante reconhecer”, apontam as sócias, diante do cenário que o LOL Space se torna necessário. “Mas as coisas estão definitivamente começando a mudar aqui e cada vez mais pessoas têm a oportunidade de terem suas vozes ouvidas. Queremos apoiá-los da melhor maneira possível e isso nos dá muita esperança para o futuro!” Inspirador!

Design do mobiliário é a alma deste projeto

Ambientes criados em Belo Horizonte, MG, valorizam peças assinadas
FOTOS JOMAR BRAGANÇA/DIVULGAÇÃO

Neste espaço, um mix precioso: sofá azul e branco Suíta, design Antonio Citterio, carrinho de chá, design Alvar Aalto, luminárias pendentes, design Isamu Noguchi, da Vitra, par de cadeiras (pretas) Mademoiselle, design llmari Tapiovaara, da Artek, par de poltronas Monopod, design Jasper Morrison, e relógio Vitra – em primeiro plano, chaise-longue, design Alvar Aalto, da Artek

O passeio pelo showroom da Inne, em Belo Horizonte, MG, exigia um percurso surpreendente para revelar seu rico conteúdo de design. No portfólio, móveis das poderosas Vitra, Artek e Magis tinham antes foco no mobiliário corporativo. Ao contemplar também o segmento residencial, a loja ganhou visual de impacto no projeto do arquiteto Pedro Lázaro. “Busquei criar atmosferas compatíveis coma forma de viver brasileira, além de mostrar o valor das marcas”, explica o autor.

Mesa Magis, cadeira One design Konstantin Grcic, da Magis, cadeira design Jean Prouvé e cadeira Artek

Ao desenhar espaços propícios tanto para se conectar ao estilo de vida brasileiro quanto para mostrar o valor das grifes europeias, Lázaro mergulhou nos conceitos e valores envolvidos ali, elaborando um diálogo afinado entre elementos e cenários. “A cultura brasileira, múltipla e generosa nas relações interpessoais, inspirou layouts flexíveis e livres, sem rigidez”, afirma. Para arrematar os ambientes, uma potente coleção de arte contemporânea entra em cena, com nomes como Adriana Varejão, Cildo Meireles e Frederico Câmara.

Chaise 43 (ano 1937), design Alvar Aalto, da Artek e tela de Janaina Tschäpe
Sofá Polder, design Hella Jongerius, poltrona design Jean Prouvé, mesa de centro 2002, de aço-carbono, design Pedro Lázaro, e tela El Pueblo se equivoco, de Los Carpinteros

Hortas tecnológicas unem sustentabilidade e praticidade

Tendência máxima para a cozinha, utensílio vem para auxiliar as gerações que se distanciaram dos cultivos na terra
POR PAULA JACOB | FOTOS DIVULGAÇÃO

Muitas coisas se perderam ao longo dos anos e a maior delas, talvez, envolva os afazeres manuais. Contudo, com a volta das fibras naturais, das filosofias de bem-estar e do cultivo de plantas dentro de casa, as gerações mais novas encontram benefícios mas também problemas para conseguir cultivar alimentos orgânicos nas hortas indoor, por exemplo. Com isso, duas novas marcas apostaram nas hortas tecnológicas que auxiliam o morador a cuidar das plantinhas, com facilitadores via aplicativo e tudo o que é necessário dentro de uma simpática caixinha branca, que, além de tudo, ainda apresenta um design fácil de deixar decorando na cozinha. Conheça elas:

Veritable Garden

Marca francesa, destaque na Ambiente 2019, foi idealizada a partir da necessidade de seu fundador de ter sempre à mão hortaliças frescas e saudáveis para as refeições que ele gosta de preparar em casa. A hortinha high-tech tem dois tamanhos e um sistema autossustentável incrível. Ela rega cada espécie na hora certa e na quantidade certa; ilumina com dois focos de luz: um para garantir o sabor e outro para o crescimento da planta; e te avisa via aplicativo quando você precisa fazer a manutenção. O aplicativo da marca ainda mostra quais os benefícios de cada espécie na gastronomia, como são cultivados, como deverão ser tratados e ainda oferece dicas de receitas para usá-las. A marca também lançou recentemente os “packs” com as sementes já embutidas na terrinha específica para o aparelho, que ao serem usadas até o fim, podem ser jogadas no lixo orgânico porque são 100% biodegradáveis.

Mizzle

Inspirados pelas preocupações diante do aquecimento global e da insuficiência de produção de alimentos das grandes empresas, os designers Gökhan Çetinkaya e Deniz Ibanoglu desenvolveram a Mizzle: um aparelho de cozinha aeroponico (técnica que consiste em manterem as plantas suspensas no ar apoiadas pelo ‘colo’ das raízes) inteligente projetado para cultivar pequenos alimentos facilmente em casa. A horta smart vem com três compartimentos: um para a germinação e outros dois expostos à luz para o crescimento do que foi plantado. Quem tiver uma dessas em casa, pode acompanhar todo o processo de crescimento via aplicativo, que avisa quando a água estiver acabando e também contém informações valiosas sobre as diferentes espécies dos pequenos vegetais. A Mizzle foi feita a partir de impressão 3D e finalizada com tinta spray – a ideia do duo é que os consumidores possam comprar as partes separadas e criar uma hortinha modular do tamanho que desejarem.

Estilo maximalista: misturas inusitadas na decoração

Inspirações de combinações improváveis que deram certo
NATÁLIA MARTUCCI I FOTOS BJÖRN WALLANDER, JOANNA MACLENNAN, ARTHUR ROSA, RYANN FORD, FEDERICO TORRA E REPRODUÇÃO

Dimore Studio

Cores intensas, mistura de estampas, materiais e texturas, ousadia e irreverência marca o estilo de decoração no qual não existe monotonia. Confira 8 ambines que mostram como investir no estilo maximalista com muita elegância e personalidade:

Luxo e explendor

O chatêau de Valentino Garavani, próximo a Paris, mistura estampas, texturas e itens de diferentes épocas e procedências.


Mestre das estampas

No quarto de hóspedes dessa casa paulista decorada por Sig Bergamin, o tecido Morhange amarelo envelopa as paredes. Foto Björn Wallander


Inspiração lúdica

Em seu estúdio localizado ao sul de Paris, a designer Nathalie Leté coleciona muitas referências que são pura inspiração: brinquedos vintage, arte, artesanato e suas próprias criações. Foto: Joanna Maclennan


Padronagens múltiplas

Mix de estampas mantendo a paleta cromática em tons azulados marca essa foto produzida pela House of Hackney.


Décor com hitórias

No apartamento da diretora de arte Caroline Schamall, a Carrô, num prédio de 1957 em São Paulo, o mix de elementos é curiosamente kitsch e harmonioso. Cada peça traz histórias, curiosidades e surpresas. A sala de jantar tem mesa e cadeiras originais dos anos 1960, adquiridas em um garimpo, e o aparador-bar é uma aquisição do antigo Hotel Cambridge – sobre ele, quadro bordado comprado num bazar. Foto Arthur Rosa


Fugindo da mesmice

Em sua casa em Austin, no Texas, a cantora Shawn Colvin conseguiu transformar a estante de livros tradicional num espaço original e vibrante, ao misturar a pintura vermelho vibrante a aplicação do papel de parede gôndola, da Cole & Son. Foto Ryann Ford.


Charme vintage

Para o lavado de sua residência-refúgio de verão em Cadiz, na Espanha, o designer de interiores Gaspar Sobrino manteve as portas originais da construção do início do século XX e escolheu cuba e torneira com desenho vintage e papel de parede florido Ralph Lauren.



Elegância com personalidade

Os milaneses do Dimore Studio são mestres em se reinventar e de tempos em tempos mudam a cenografia de sua galeria de design, sempre surpreendendo, com estilo único com pegada vintage-maximalista. Foto Federico Torra