Conheça a cozinha de três chefs britânicos

Já desejou veproduzida pela marca Miele, os espaços de três cozinheiros britânicos são apresentados.

Anna Hansen

Reprodução | Dezeen

2-cozinha-de-tres-chefs-britanicosNa cozinha da chef Anna Hansen, do restaurante The Modern Pantry, em Londres, uma ilha com bancada branca e madeira clara é destaque. Nela, há pia, fogão elétrico e a gás. O projeto foi criado com a ajuda da tia arquiteta. A estrutura da ilha comporta três banquetas e alguns nichos que guardam livros de cozinha e o que mais for necessário. No filme, Anna explica que sua tia está acostumada a trabalhar com espaços pequenos e fazer bom proveito de cada centímetro dos ambientes.
Reprodução | Dezeen
1-cozinha-de-tres-chefs-britanicosEm sua cozinha, o espaço ao redor da ilha é importante para que ela possa tirar e colocar as comidas dentro do forno e levar de um lugar ao outro sem o perigo de bater em alguém. Um verde claro foi escolhido para cobrir a parede e, no piso, uma geometria em forma de espinha de peixe. Um quadro negro na parede em cima do forno, logo atrás da ilha, serve para anotação de ideias e portas de correr de vidro permitem que luz natural em abundância invada o espaço.
Monica Galetti

Reprodução | Dezeen
3-cozinha-de-tres-chefs-britanicosMonica Galetti, jurada do Master Chef e dona do restaurante Mere, em Londres, queria uma cozinha aberta que permitisse que ela olhasse a filha pequena e a cachorra brincarem do lado de fora enquanto ela cozinhasse. A grande ilha no centro do ambiente permite que a chef desempenhe várias tarefas ao mesmo tempo, é prática e funcional.

O espaço amplo permite que ela teste receitas, receba amigos e ainda conta com uma máquina de café, adega e três fornos diferentes. A paleta de cores é neutra, com cinzas e branco. A presença de uma claraboia e de portas de vidro dobráveis, permite que o espaço se encha de luz.

Sven-Hanson Britt

Reprodução | Dezeen

4-cozinha-de-tres-chefs-britanicosA cozinha de Sven-Hanson Britt, proprietário do Hardley Hill Farm, está localizada no canto do cômodo principal da casa. É uma área pequena, fazendo com que a eficiência do espaço seja a prioridade. Todos os equipamentos e aparelhos cabem nos armários e gabinetes.

Para o ambiente parecer maior, os armários da cozinha são todos brancos, assim como as paredes. Há também uma pequena ilha no centro com espaço para armazenar utensílios.

Miele é uma empresa alemã familiar, fundada em 1899, que fabrica aparelhos domésticos premium e equipamentos comerciais. Todos os aparelhos da marca são testados para durarem cerca de 20 anos. [Mariana Conte]
Fonte: Dezeen

Anúncios

Arquiteta Patricia Anastassiadis ganha prêmio de arquitetura

150821_hilton_barra_1400.jpg

Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)

O projeto do hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro, executado pelo escritório Anastassiadis Arquitetos, foi o vencedor na categoria Hotelaria Interiores, na 13ª edição do Prêmio de Arquitetura Corporativa, organizado pela Flex Eventos. O evento, que premia trabalhos de arquitetura de todo o país, recebeu mais de 1,2 mil inscrições.

Esse é o 22º hotel projetado pelo escritório Anastassiadis Arquitetos no Brasil. “O projeto do Hilton foi idealizado para trazer a atmosfera da orla marítima aos hóspedes e visitantes. As obras de arte, somadas às peças assinadas e com design diferenciado, compõem um ambiente com muitas referências à água, ao ar e à luz, traduzindo a leveza do clima da cidade” explica Patricia.

Localizado na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, o empreendimento abriga em suas instalações mais de 300 obras de arte, com exemplares que vão de Burle Marx a Iole de Freitas. Destaque para a instalação de sete metros em vídeo de Daisy Xavier. As cores e texturas da natureza carioca estão presentes em todo o projeto.

patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)
patricia-anastassiadis-hotel-hilton (Foto: Divulgação)Hotel Hilton Barra, no Rio de Janeiro. Projeto do escritório Anastassiadis Arquitetos (Foto: Divulgação)

Visita guiada: casa pré-fabricada cheia de conforto no Japão

10Após lançar cabanas minimalistas pré-fabricadas, a marca japonesa Mujiapostou novamente na tendência da arquitetura pré-pronta e montou a Wood House. Em Okazaki, no Japão, a casa funciona como um showroom completamente decorado da marca e foi pensado com muito cuidado.

A construção foi projetada para promover um conforto de ventilação, temperatura e luz por toda a moradia, construída com muita madeira e panos de vidro. As soluções de organização são outro ponto alto da Wood House.

Reprodução | Design Boom
01-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoTradicional no Japão, o uso da madeira aqueceu os ambientes e complementou a base branca, eleita para o projeto, e a luz natural abundante.

Reprodução | Design Boom
02-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoNa sala de jantar, o minimalismo também pode ser observado, assim como a integração dos espaços. Em vez de cadeiras, a mesa conta com bancos para acomodar os moradores e convidados.

Reprodução | Design Boom
03-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoNa cozinha, o metal foi priorizado e reveste bancada e armário. Atrás de portas de correr foscas, a geladeira fica encaixada em uma estante metálica toda compartimentada.

Reprodução | Design Boom
04-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoEm formato de caixa, a casa foi projetada ao redor de um átrio que ocupa do chão ao teto, promovendo uma conexão com o exterior e boa circulação de ar e incidência de luz natural.

Reprodução | Design Boom
05-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoO formato também permite uma liberdade maior na configuração dos ambientes, que pode ser montada livremente por cada morador. A sala, ‘separada’ do jantar e da cozinha pela escada, pode ser integrada à varanda, que percorre a lateral da casa nos dois pavimentos, por meio de portas de correr.

Reprodução | Design Boom
06-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoAo lado do sofá neutro com almofadas estampadas, combinado com um tapete verde, rack e mesa de centro, outra grande estante – desta vez em madeira – organiza os pertences dos futuros moradores. A madeira também percorre o teto, criando um efeito diferenciado e aconchegante.

Reprodução | Design Boom
07-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoNo andar de cima, as tiras de madeira continuam pelas paredes e teto. À esquerda, a varanda pode novamente ser integrada por meio de portas de correr. Ao lado do vão da escada, o escritório foi montado.

Reprodução | Design Boom
08-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoInteiramente de madeira, o home office é cercado por armários baixos em formato de ‘L’. Ali, uma grande mesa de reunião convida também crianças a dividirem o mesmo espaço que os pais.

Reprodução | Design Boom
09-casa-pre-fabricada-cheia-de-conforto-no-japaoO quarto, amplo, se divide em três áreas: a cama, o estar e o closet. Este último, estruturado com as mesmas portas foscas e metal vistos na cozinha, armários compartimentam e organizam as roupas e acessórios.

Fonte: Design Boom

Inspiração do dia: cozinha em tons neutros mistura madeira e mármore

01-1Tons claros predominam nesta cozinha que tem paredes e armários brancos. As cores neutras são complementadas por mobiliário e piso de madeira clara – que ainda dão um tom rústico ao ambiente. O toque especial fica por conta do mármore que está presente na bancada da ilha e de toda a superfície da área da pia. Louças de vidro e de cerâmica à vista e uma mini-adega integrada ao espaço dão ainda mais charme ao ambiente organizado, suave e elegante.

Reprodução | Desire to Inspire
2-inspiracao-do-dia-cozinha-em-tons-neutros-mistura-madeira-e-marmore

Reprodução | Desire to Inspire
3-inspiracao-do-dia-cozinha-em-tons-neutros-mistura-madeira-e-marmore

Reprodução | Desire to Inspire
4-inspiracao-do-dia-cozinha-em-tons-neutros-mistura-madeira-e-marmoreFonte: Desire to Inspire

Visita guiada: apê eclético combina memórias a peças novas

julia_ribeiro.jpeg

A vida de um arquiteto é cheia de cores, materiais variados e inúmeras referências –  e na hora de projetar sua própria casa, Rodrigo Cunha empregou tudo isso em um apê eclético e confortável, cheio de individualidade.

Com 120 metros quadrados, o espaço é todo voltado para a descontração. Na sala, um tapete com hexágonos, geometria tendência na decoração, delimita um estar confortável. Seus azuis, brancos e cinzas dão o tom para esta área, a começar pelas poltronas brancas.

Julia Ribeiro
11-apartamento-Rodrigo-Cunha-cortinas

Na janela, cortinas feitas de tecido, madeira, velcro e fitas pretas pairam sobre uma plataforma que abriga diversos livros em nichos. Sobre esta, um futon azul e almofadas de formas e cores diferentes.

Julia Ribeiro
04-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-sala

Uma prateleira branca estreita reúne quadros com figuras icônicas, de Salvador Dalí até fotos da série The Little Black Jacket, em que Karl Lagerfeld e Carine Roitfeld revisitam a jaqueta clássica da Chanel.  Ao lado, uma parede de lousa com mensagens de amigos e a senha do Wi-Fi – elementos essenciais para quem gosta de receber visitas.

Julia Ribeiro
05-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-sala-TV

Em outro canto da sala duas cabeças de animais coloridas foram arranjadas na parede, ao lado de uma árvore e da cadeira Moleca, de Sérgio Rodrigues – esta última um refúgio de conforto para trabalhar, se inspirar ou apenas relaxar.

Julia Ribeiro
03-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-detalhe-bar

Antes de entrar na cozinha, as visitas podem fazer uma parada no bar que acompanha um quadro com pisca-piscas e uma cristaleira que Rodrigo possui desde que mudou para São Paulo.

Julia Ribeiro
02-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-cristaleira-e-bar

A cristaleira é um dos exemplos de como a história das peças é parte integrante do estilo do arquiteto. “Costumo misturar sempre peças novas com peças que têm alguma memória para mim”, revela.

Julia Ribeiro
06-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-cozinha-com-passadeira

A aparência moderninha do décor se torna bem diferente na cozinha: ali, o cinza das paredes da sala é substituído por um verde discreto. Uma mesa de vidro com passadeira florida traz um clima de conforto tradicional, junto a uma fruteira.

Julia Ribeiro
07-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-cozinha-verde

Ao lado da geladeira metálica repleta de imãs, muitos de viagens, um aparador branco reúne máquina de café, temperos, copos e enfeites. Uma pintura de Frida Kahlo observa o espaço da prateleira com cerâmicas coloridas.

Julia Ribeiro
09-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-quarto-com-pallets

Um frigobar vermelho que faz as vezes de mesinha no quarto. Diversas figuras colecionáveis e divertidas foram posicionadas nos pallets da cabeceira da cama.

Julia Ribeiro
08-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-canto-de-plantas

É impossível deixar de notar a forte presença de verde por todo o espaço. “Sempre morei em casa e em São Paulo sentia falta de plantas, pois aqui morei só em apartamento”, conta Rodrigo. Os vasos espalhados pelos ambientes, das flores até as suculentas, foram a forma que o arquiteto encontrou de trazer a natureza para o lar. [Casa Claudia]

Julia Ribeiro
10-apartamento-eclético-Rodrigo-Cunha-cuidando-das-plantas

Visita guiada: família troca cidade grande por casa de fazenda

01-1O casal Josh e Katie McCullocks morava em uma grande casa na cidade de Oklahoma, nos Estados Unidos. Porém, após seu filho mais novo passar por uma cirurgia de risco, eles tomaram uma decisão: se mudar para o interior, em uma casa menor, faria com que eles aproveitassem mais da vida e pudessem conhecer coisas novas juntos.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
02-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaAssim, venderam a casa grande e se mudaram para Arcadia, uma cidadezinha com 247 habitantes. O novo lar, com 92 metros quadrados, foi construído por Josh e seu pai, que se tornou seu vizinho – e enquanto a residência não ficava pronta, casal e crianças moraram em um trailer!

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
06-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaPara Josh e Katie, a cozinha é o ambiente mais importante da casa. As refeições são feitas ali, na ilha que serve de mesa de jantar e abriga tanto o microondas, quando a lava louças.

Os gabinetes foram feitos à mão pelo pai de Josh, acompanhados pelo tampo de quartzo preto. Para combinar, os subway tiles revestem a parede e receberam rejunte escuro. O lustre também é uma obra de faça você mesmo: duas luminárias da IKEA foram desmontadas e combinadas a um cano preto, do tipo usado em tubulação de gás!

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
05-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaTendência no design, as prateleiras abertas fizeram com que a família precisasse descartar algumas das peças de louça que possuiam, mantendo só o que valia a pena ser exposto.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
07-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaA maior parte dos móveis da antiga casa foi vendida e substituída por modelos menores, como cadeiras da IKEA e um sofá da loja Home Decorators Collection. Pedras artificiais formam a lareira. O guarda-corpo da escada é outra peça cheia de engenhosidade: o material usado é um painel de arame específico para fazendas! Inicialmente, a ideia de Josh era fazê-lo com cordas – mas isso não seria muito seguro para os pequenos.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
08-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaO quarto do casal fica no segundo andar, junto ao home office, formando uma espécie de loft. Uma bandeira americana paira na parede, fazendo as vezes de quadro e cortina. As mesinhas de cabeceira são suspensas, para permitir as aberturas das gavetas da cama.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
09-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaUma mesa pequenina, herança de família de Josh, está em um dos cantos.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
10-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaDo outro, um banco cheio de gavetas para abrigar a as roupas do casal.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
11-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaOs quatro membros da família dividem esse banheiro de aparência clássica. Os gabinetes foram feitos pelo pai de Josh e o espelho de moldura dourada combina perfeitamente com a parede azul.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
12-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaKaleb, irmão de Josh, ajudou-o a construir os beliches no quarto dos meninos. Quando pequenos Josh e Kaleb dormiam em camas assim, e queriam que as crianças tivessem as mesmas experiências e memórias de infância ao dividir o quarto. As camas possuem pequenas prateleiras, nichos e gavetões para os tesouros escondidos dos dois irmãos.

Annie Schlechter
colagem-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaNo quintal, os quatro criam patos, galinhas, porquinhos e perus.

Reprodução | Country Living | Annie Schlechter
04-visita-guiada-família-troca-cidade-grande-por-casa-de-fazendaA área externa possui uma varanda de 800 metros quadrados, quase do tamanho da casa, com um balanço em formato de L também feito por Josh. As almofadas foram feitas com o estofado do trailer Airstream que a família ocupou antes de se mudar definitivamente!

Inspiração do dia: sala de leitura elegante e minimalista

inspiracao-do-dia-sala-de-leitura-elegante

Nesta sala de leitura do arquiteto mineiro Pedro Felix, os tons pastel e o minimalismo evidenciam o estilo escandinavo.
O ambiente, apresentado na Casa Cor Minas 2016, traz uma atmosfera leve e bastante aconchegante, com uma lareira no espaço. Uma seleção de obras de arte faz conjunto com mobiliário de grandes nomes como Sergio Rodrigues e Jader Almeida.
Uma das paredes conta com iluminação em fitas de LED e tela tensionada criando um efeito uniforme e ideal para leitura.

Daniel Mansur
3-inspiração-do-dia-sala-de-leitura-elegante

Daniel Mansur
2-inspiração-do-dia-sala-de-leitura-elegante

Daniel Mansur
4-inspiração-do-dia-sala-de-leitura-elegante