A Fenty Beauty by Rihanna pode estar lançando batons coloridos

Rihanna está, aos poucos, exibindo novidades instigantes no Instagram.

Sem título.jpgSe o Instagram de Rihanna pode ser um sinal das novidades para esperarmos da Fenty Beauty, nós provavelmente teremos alguns batons coloridos para nos apaixonarmos muito em breve.

Tudo começou com um Insta story, no qual Riri apresentou um batom azul claro dentro de um tubo, ambos com o logo da Fenty Beauty Apesar disso, não existem indícios reais de que esse é o tom que seguirá o lançamento do Stunna Lip Paint e do Gloss Bomb.

Desde o acontecimento, ela não para de postar fotos usando tons coloridos nos lábios e marcado a Fenty Beauty em todos seus posts. No twitter, o fãs já estão sentindo que esse pode ser um primeiro olhar de novas maravilhas da marca. Ansiosas desde já! [ELLE]

Anúncios

Kim Kardashian procura maquiador para sua equipe em novo reality show

A atriz Laverne Cox e o maquiador Mario Devanovic serão jurados do ‘Glam Masters’

LOOK-16_700xKim Kardashian já provou que entende de reality shows, já que está ao ar em Keeping Up With The Kardashians há dez anos, e do mundo da beleza – sua marca, KKW Beauty, bateu recordes de vendas neste ano. Agora, ela juntou suas duas paixões em um novo programa, o Glam Masters, que procura um novo maquiador para a sua equipe de beleza.

No show, que estreia dia 28 de fevereiro e será transmitido no canal norte-americano Lifetime, quatro blogueiros de beleza se enfrentam em cada episódio, e os vencedores irão para a semifinal e final do programa.

A avaliação dos candidatos será feita pelo time formado pelo maquiador oficial de Kim, Mario Dedivanovic, o youtuber de beleza Kandee Johnson, a empresária Zanna Roberts Rassi, fundadora da marca Milk, e a atriz Laverne Cox, de Orange Is The New Black, que também é produtora executiva doreality show.

Marca Fenty Beauty de Rihanna responde fã que diz que tem lábios muito grandes para usar batom vermelho

Diversas mulheres incentivaram a menina a não ligar para opiniões alheias

1512661228293.jpgGrace contou que já usou batons de tons fortes, mas desistiu do visual por conta de comentários maldosos Foto: Instagram/ @n0bleprincess


Desde que Rihanna lançou a sua marca de maquiagens, a Fenty Beauty, a cantora defende o posicionamento da beleza inclusiva. A quantidade de tons de base, que abrangem os mais variados tipos de pele, foi a primeira declaração bem estabelecida da marca sobre diversidade. O lançamento do batom vermelho Stunna também teve uma campanha em cima do tema, prometendo ser uma cor que combina com todas as mulheres.

Porém, o engajamento da Fenty Beauty mostrou que vai além de seus produtos. Na sessão de comentários da divulgação do novo batom, a menina Grace Naa Atswei Boye escreveu que acreditava ter uma boca muito grande para usar o tom. “Eu quero experimentar tanto. Mas já me falaram que vermelho não combina comigo, meus lábios são muito grandes”, disse. Outros fãs da marca logo começaram a respondê-la, com palavras de incentivo para ela usar a cor que preferir. “Sua boca é perfeira, quem te disse isso estava muito enganado! Você deveria experimentar!”, foi um dos comentários. E, então, a conta da marca de maquiagem também escreveu para Grace, dizendo: “Lábios vermelhos são para TODOS!”. Depois, o perfil oficial da Fenty Beauty postou um print da conversa entre as mulheres com a legenda: “A irmandade da Fenty Beauty é real, amamos todas vocês!”.

Em entrevista para o Buzzfeed, Grace confessou que, na realidade, ama batons de tons fortes. “Mas acabei desistindo de usá-los, porque me disseram muitas vezes que não ficavam bem em mim”, explicou. A menina também contou que a equipe da Fenty Beauty já havia a contatado para mandar um batom para ela.

Dicas para facilitar sua vida depilatória neste verão

A depilação com cera ainda é uma das mais comuns no Brasil e, com a proximidade do verão, volta a entrar na agenda das mulheres

rose-quartz-a-cor-do-verao22-10-thumb-570Dicas para facilitar sua vida depilatória neste verão (Foto: Arquivo Vogue)


depilação com cera pode ser um hábito dolorido, mas é dos mais eficazes para uma remoção rápida de pelos indesejados. Saiba como se preparar para as sessões no salão e ainda como manter o resultado por mais tempo com as dicas abaixo.

Mantenha uma rotina
Quem é adepto da depilação com cera sabe que a frequência e regularidade do processo ajudam a melhorar os resultados. Isso porque, quanto mais os pelos são arrancados, mais fracos eles nascem e acabam até sumindo – em alguns casos, vale destacar. E atenção: se você optar por um tratamento a laser, nunca use a cera entre as sessões. Segundo o dermatologista Paul Jarrod Frank, esse tipo de depilação age destruindo o folículo e, quando a cera extrai o pelo, pode causar alterações na sua raiz que dificultam esse processo.

Vá com calma
A depilação, além de remover pelos, retira a camada de células mortas da pele. Por isso, evite o procedimento em áreas que estão sendo tratadas com ácidos – com o o retinóico – ou outros tipos de abrasivos e evite uma lesão incômoda. Também vá com calma na temperatura da cera e evite queimaduras.

Prepare-se
Um dia antes da depilação, experimente esfoliar gentilmente a área. Desse modo, você remove as células mortas que podem obstruir os poros e causar inflamações e pelos encravados. Para isso, experimente produtos com ácido salicílico e buchas suaves, lembrando que essa etapa deve ser gentil com a pele.

Recupere-se
Logo após a depilação, é normal que a pele fique irritada e sensível, mas há como minimizar esses efeitos. Evite abafar a região ou usar roupas muito apertadas e, assim que possível, faça compressas de água fria e leite (não o integral). Essa mistura ajuda a acalmar a pele por causa da temperatura e do ácido láctico. Também é interessante passar um bálsamo de aloe vera.
Mantenha o bom resultado por mais tempo
Nos dias entre sessões – e principalmente logo que os pelos começam a nascer – é possível que alguns pelos encravados apareçam e que a pele fique pipocada. Evite esse efeito com esfoliações leves e com produtos que contenham ácido salicílico, que remove as camadas superficiais da pele e facilita que o pelo nasça sem obstáculos. É importante que a região receba cuidados diários para evitar a obstrução dos poros.

Victoria’s Secret é acusada de plagiar os kits de Pat McGrath, uma das maquiadoras mais influentes do mundo

Embalagens de perfumes da marca de lingerie norte-americana se parecem com kits de Pat McGrath

Sem títuloNeste final da ano, a Victoria’s Secret relançou algumas de suas fragrâncias em tamanho mini, que vêm dentro de embalagens com pingentes, para serem penduradas na árvore de natal.

O que parece ser uma grande ideia, porém, está sendo muito criticado por internautas. Como apontou o perfil Diet Prada, voltado para denunciar plágios na indústria da moda, a embalagem de plástico transparente com paetês coloridos dentro lembra muito a dos kits de maquiagem lançados pela maquiadora Pat McGrath. Até o momento, nem Pat, nem a marca se pronunciaram sobre o assunto.

Issa Rae, da série “Insecure”, estrela campanha da marca de beleza CoverGirl

291117-issarae-covergirl4-444x600Issa Rae foi convidada pela marca de beleza CoverGirl para ser sua nova embaixadora!


Você já assistiu ou ouviu falar da série “Insecure“? Sabia que a atriz Issa Rae, além de protagonista, também é a criadora da produção inspirada na websérie que ela mesma desenvolveu? “The Misadventures of Awkward Black Girl” conta com mais de 23 milhões de assinantes no Youtube! Demais, né?

Lançada em 2016, “Insecure” está garantida pra 3ª temporada e já foi indicada ao Globo de Ouro. Issa é 1ª mulher negra a criar e protagonizar uma série na televisão paga americana – no caso, a gigante HBO – e foi eleita pela revista “Time” como uma das 46 mulheres pioneiras que estão mudando o mundo.

Agora a atriz (e escritora, diretora e produtora) foi convidada pela marca de beleza CoverGirl para ser sua nova embaixadora! Issa é garota-propaganda e também assina uma linha de batons metalizados com 12 cores. Olho nela! Abaixo você confere mais da campanha. [Lilian Pacce]

Por que as mulheres se sentem vulneráveis quando não se depilam?

Uma nova geração de mulheres coloca a depilação na berlinda e discute como isso afeta a relação com seus corpos.

Sem títuloImagem da fotógrafa norte-americana Peyton Fulford. (Peyton Fulford/Divulgação)


Pinçar, raspar, remover, arrancar. Os verbos associados à depilação estão presentes no vocabulário cotidiano de qualquer mulher. O momento de questionamento dos padrões de beleza, no entanto, está abrindo caminhos para que coloquemos em xeque mais esse tabu relacionado ao corpo feminino.

Uma pesquisa de estilo de vida feita pela agência britânica Mintel concluiu que, em 2013, 95% das mulheres entre 16 e 24 anos afirmaram depilar as axilas. Em 2016, esse número caiu para 77%. A conversa sobre depilação – ou a ausência dela – vem rolando desde os anos 1960 e 70, como um símbolo da liberdade hippie e da luta feminista. Ao longo das décadas, artistas como Patti Smith (1977), Madonna (1984) e Julia Roberts (1999) se exibiram publicamente com pelos nas axilas. Se antes as ações eram pontuais, as mídias sociais agora revelam um grupo de jovens das gerações millenial e Z disposto a reavivar a discussão em prol da permanência dos pelos femininos.

08102017-hairy-legs-1Arvida na campanha da Adidas Originals. (Adidas Originals//Por que as mulheres se sentem vulneráveis quando não se depilam?/Divulgação)


É o caso da artista sueca Arvida Byström, 26 anos, uma espécie de infuencer dos pelos corporais. “A feminilidade é, em grande parte, um conceito criado por nossa cultura e temos medo de quebrar os padrões relacionados a ele. Mas acho que todos podem ser femininos ou fazer coisas femininas”, escreve ela em seu Instagram, que conquistou 225 mil seguidores graças ao seu trabalho fotográfico focado em repensar o olhar sobre a mulher. Recentemente, Arvida se viu em meio a uma polêmica que lhe rendeu tanto apoio quanto ameaças de violência sexual simplesmente pelo fato de ela ter posado numa campanha da Adidas Originals com a perna não depilada.

Outro nome internacional em defesa dos pelos femininos é a fotógrafa norte-americana Peyton Fulford, 22 anos. “Fotografando meus amigos, tento documentar como é entrar em contato com perspectivas mais abrangentes sobre a própria identidade, a beleza e os papéis de gênero através das roupas, dos cabelos ou da postura”, conta à ELLE.

No Brasil, Luiza Junqueira, youtuber de 24 anos, que comanda o canal Tá, Querida, tem levantado boas discussões relacionadas ao corpo feminino. Entre seus vídeos, os que falam sobre sua decisão de parar de se depilar há dois anos são os mais acessados da rede. Ela conta que enfrenta diariamente reações críticas toda vez que levanta o braço para se segurar no ônibus ou no metrô. “O fato de o meu pelo incomodar tanto só mostra que o patriarcado está aqui. A gente vive o machismo e precisamos discutir isso. Percebi assim a importância e a força de eu não me depilar.”

Sem títuloDesfile da Proenza Schouler mostra modelo com sobrancelhas não depiladas (Agência Fotosite/Agência Fotosite)


Junto com a tendência da não-depilação, aparecem cosméticos como óleos e cremes para amaciar os fios e manter os poros limpos, de marcas como a Fur, a queridinha de Emma Watson. A novidade reforça a quebra de estigmas que Luiza, Arvida e Peyton defendem. De forma acessível, elas pensam sobre as origens e os signifcados dos sentimentos de inadequação e vulnerabilidade que surgem quando não nos depilamos. E essa reflexão está a um clique de distância. [Julia Mello]

Sem títuloSophia Hadjipantele. (Instagram/Reprodução)