Saiba tudo sobre a Haus Laboratories, nova marca de beleza da Lady Gaga

A cantora e atriz venderá seus cosméticos a partir de setembro na plataforma da Amazon

Lady Gaga (Foto: Divulgação)

Lady Gaga acaba de anunciar mais detalhes da sua muito esperada marca de beleza, a Haus Laboratories. Inspirada nos primeiros anos da cantora como aspirante a artista em Lower Manhattan, quando usava maquiagem de farmácia para criar o que viria a ser sua marca registrada, a Haus oferecerá kits de gloss e lápis de boca, que serão vendidos a partir de setembro na Amazon, com grandes chances de chegar na plataforma brasileira também. 

“Quando eu era jovem, nunca me senti bonita. E, enquanto eu lutava para encontrar uma sensação de beleza interior e exterior, descobri o poder da maquiagem”, disse Lady Gaga, que sempre se posicionou como uma personificação de autenticidade e exclusividade, no seu Instagram. “Eu tenho uma plataforma no mundo. Deus me deu essa voz por uma razão, eu não sei porque, eu me pergunto essa pergunta o tempo todo, mas tenho certeza que não vou colocar uma marca de beleza que vai levar a insegurança e o medo para as pessoas . Isso é sobre libertação”, disse Lady Gaga em entrevista ao Business of Fashion.

Lady Gaga tem muitas ambições para a marca. Seu objetivo final em construir um império de cosméticos está claro pela sua escolha de suas parcerias: Haus Laboratories será a primeira marca de beleza a ser lançada exclusivamente pela Amazon. Mas a decisão não é sem riscos. Ainda que as vendas de cosméticos no site estejam em alta, ainda é preciso se consagrar com um status de destino para compras de produtos de beleza, como a Sephora, ou provar que é possível lançar uma marca de grande visibilidade nesses espaço. 

Anúncios

Clube da escova: salão focado em cabelos DryClub abre as portas no Itaim

Sucesso em Nova York e Londres, salão express para fazer escovas chega a São Paulo
LUIZA SOUZA

Bianca (sentada) e Renata, no DryClub. (Foto: Divulgação)

Sucesso em Nova York e Londres, os dry bars são salões totalmente focados em cabelo: você marca um horário pelo app, chega, lava, escolhe um tipo de escova e sai pronta em menos de uma hora. A boa-nova é que, a partir deste mês, um serviço semelhante estará disponível em terras brasileiras, graças a Renata Merquior e Bianca Latgé, que abrem no Itaim, em São Paulo, o DryClub.

Por lá, onde tudo é rosa–incluindo o babyliss e o secador –, serão oferecidos cinco tipos de escova (R$ 75 cada, o serviço completo) com nomes que homenageiam musas da beauté.

“Aposto que o Messy Kate (o ondulado podrinho de Kate Moss) e a Über Gisele (as ondas naturais da top) serão sucesso”, diz Renata. Amigas da época em que trabalharam na L’Oréal (elas também tiveram um e-commerce de beleza), inauguram a empreitada já com uma linha de produtos capilares que serão usados no salão e também estarão à venda no espaço.

Xampu e condicionador (R$ 49 cada) da linha própria (Foto: Divulgação)

Marcos Costa, expert em beleza, sugere dois looks completos para o inverno

Pele leve, pontos de iluminação e detalhes vibrantes são complementos perfeitos para o inverno

A mudança de estação também pode inspirar novidades no visual. É o que sugere o expert em beleza Marcos Costa que, ao lado do cabeleireiro Renato Campos, de São Paulo, fazem duas propostas distintas para atualizar o look – tanto no corte e na cor do cabelo, quanto na maquiagem.

De fios longos para curtíssimos

(Danilo Apoena/Divulgação)

corte pixie já ganhou o status de clássico. Não à toa, estrelas de Hollywood, como Anne Hathaway e Helen Mirren, já apostaram no estilo. A modelo Lidia Flores ostentava madeixas compridas, mas topou o desafio de um corte mais moderno, com fios bem desfiados. “Ele permite que a mulher vá para algo mais despojado, como na versão do ensaio, ou mais chique – penteando todos os fios com gel, por exemplo. É um curto versátil”, sugere Renato Campos.

(Danilo Apoena/Divulgação)

Make
Para o make, um mix cintilante de marrom com rosa deu dimensão ao olhar. “São tons que dialogam com todos os tipos de pele”, explica Marcos Costa. A boca recebeu uma camada de batom em cor uva com acabamento laqueado.

Ondas como protagonistas

 (Danilo Apoena/Divulgação)

Para valorizar o cabelo da modelo Larissa Sorrentino, Marcos e Renato investiram em um comprimento médio. “As mechas foram desfiadas para que os cachos tomassem mais forma”, diz Renato. Com volume realçado, o toque final ficou por conta das mechas em nuances de caramelo.

 (Danilo Apoena/Divulgação)

Make

Pensando no inverno brasileiro, que não alcança temperaturas tão baixas na maior parte dos estados, Marcos Costa aposta em uma pele leve com complementos glamurosos. “A pálpebra foi esfumada com sombra dourada brilhante e a boca recebeu um batom vermelho”, conta Marcos.

CRÉDITOS
Criação e beleza: Marcos Costa
Cortes e cor: Renato Campos (Ajour Campinas)
Pós-produção: Fujocka

Fernanda Vasconcellos sobre suas sobrancelhas marcantes: “Não faço nem a pau”

Atriz conta que sofre com melasma e diz que hoje talvez não colocasse silicone
RAQUEL PINHEIRO

Fernanda Vasconcellos (Foto: Reprodução Instagram)

Dona de olhos muito claros e sobrancelhas marcantes, emoldurando um rosto de traços delicados, Fernanda Vasconcellos acredita que beleza vai muito além do físico. “Eu me acho bonita quando eu estou de bem comigo. Tudo está ligado quando você trabalha a autoestima para poder falar as coisas que você pensa, por exemplo. Não adianta ser (um movimento) de fora para dentro”, ensina.

Na prática, nem sempre foi assim. Há muitos anos, Fernanda colocou silicone nos seios. “Estava nesse momento de fora para dentro, hoje talvez não fizesse”, diz a atriz de 34 anos. Hoje ela trabalha o interior e, na prática, recorre à sua dermatologista, Denise Barcellos, para cuidar da pele delicada.

Fernanda Vasconcellos (Foto: Reprodução Instagram)

“Ela cuida das minhas sardas e do melasma que eu tenho, para sempre, e que é um saco”, enfatiza. “Minha pele qualquer coisa mancha de sol. Teve uma viagem que eu e o Cássio (Reis, com que está desde 2013) fizemos que foi só praia. Aí voltei e tive que tratar do rosto”, conta a atriz.

Fernanda já fez laser e toma cuidado também com a luz dos estúdios. “É muito forte e queima. Tem que ficar olho porque se você não trata tem que colocar muita maquiagem para esconder aquela mancha”, diz ela, que nunca fez preenchimentos, usa vitamina C e, às vezes, faz uma esfoliação ou limpeza de pele.

Fernanda Vasconcellos (Foto: Reprodução Instagram)

Já os fios, que há alguns anos estão acima dos ombros, ganharam um novo corte com Neandro Ferreira, conhecido pela preferência por fios assimétricos, com um visual mais moderno. “No Rio corto com ele, que não conhecia até a última vez. Em São Paulo, vou na Gil Almeida”, conta Fernanda. Se hoje a cabeleira é toda sua, no passado ela recorreu a mega hair. “A vida inteiro usei muito mega, geralmente mais anelado, para não ter que ficar fritando o meu cabelo no baby-liss”, lembra. “Fiz várias produções com mega e ficava com a cabeça doendo”, diz.

Fernanda ostenta as sobrancelhas cheias muito antes de elas voltarem à moda. Mas avisa: não mexe nos fios. “Detesto fazer a sobrancelha, não faço nem a pau”, avida a atriz de 34 anos. “Ninguém faz e na verdade nem eu faço. Ela vai crescendo e fica de qualquer jeito. Odeio fazer porque tenho muita dor no rosto. Eu ia sofrer se tivesse que afiná-la”, garante.

O look da atriz na vida real casou com com Lígia, sua personagem em Coisa Mais Linda, série da Netflix na qual ela vive uma jovem casada, que sonha com a vida de cantora. “Acabou dando certo”, brinca.

Fernanda Vasconcellos em Coisa Mais Linda (Foto: Reprodução Instagram)

Nina Ricci lança novas fragrâncias

A embalagem continua em formato de maçã, mas assume agora tons pastel e foscos
ANA CAROLINA MOURA (@ANACMOURA)

Les Sorbets de Nina Ricci (Foto: Divulgação)

Tem novidades de perfumes no ar! Os perfumes doces de Nina Ricci, os Les Belles, ganharam uma nova roupagem com a versão dos Les Sorbets, lançados nessa segunda-feira (1), em evento em São Paulo.

Influenciadores e convidados puderam conferir três novas fragrâncias no The Sweet Art Museum, um museu super instagramável com cenários fofos que remetem aos desejos mais doces da infância. Nada mais compatível com os cheirinhos docinhos dos Les Sorbets.
A embalagem continua em formato de maçã, mas assume agora tons pastel e foscos. A ideia remete à sobremesas geladas e bem refrescantes.

Les Sorbets de Nina Ricci (Foto: Divulgação)

O perfume Les Sorbets de Nina traz o limão, satsuma e framboesa com gardênia e jasmim. Já o Les Sorbets de Luna vem aromas do sabor da bergamota e de pera-nashi que se misturam com jasmim, magnólia e peônia. Por fim, a Les Sorbets de Bella traz o toque de tangerina, toranja, ruibarbo e romã verde com geleia de rosas e notas amadeiradas.

Les Sorbets de Nina Ricci (Foto: Divulgação)

Louis Vuitton lança linha de colônias com perfumista francês e artista pop Alex Israel

A label francesa une forças com Jacques Cavallier Belletrud e Alex Israel no lançamento de ‘Les Colognes’, inspirada no lifestyle californiano
Por Ademir Correa

California dream: O multiartista Alex Israel (à esq.) assinou sua primeira colaboração com a Louis Vuitton criando as embalagens e as travel cases das Les Colognes (à dir.) (Foto: divulgação)
California dream: O multiartista Alex Israel (à esq.) assinou sua primeira colaboração com a Louis Vuitton criando as embalagens e as travel cases das Les Colognes (à dir.) (Foto: divulgação)

A Louis Vuitton comandou uma experiência tipicamente californiana para apresentar sua nova linha genderless, a Les Colognes, que aposta no lifestyle da região. O mestre perfumista Jacques Cavallier Belletrud criou três versões de fragrâncias remetendo ao estilo cool e effortless de quem vive um verão eterno – Sun Song, Cactus Garden, Afternoon Swim (esta é a primeira vez que a grife francesa cria nomenclatura em inglês para suas fragrâncias).

Entre os aromas escolhidos para encapsular o american way of life, estão uma mistura fresca de flor de laranjeira, cítricos e almíscar no Sun Song, que busca resgatar a sensação de calor do sol na pele; mate, bergamota e erva-cidreira compõem o ousado Cactus Garden como um frisson de uma floresta tropical; e o trio de cítricos laranja, mexerica e tangerina são os protagonistas do Afternoon Swim – que é como uma onda invadindo o corpo.

California dream (Foto: divulgação)

A vivência teve início no lendário hotel Shutters on The Beach, tradicional pé na areia de Santa Monica com estilo inspirado nos cottages de Cape Cod. Renovado em 2005 pelo designer Michael Smith, que também remodelou a Casa Branca para Obama, tem vista para o estarrecedor pôr do sol do local.

Experimentamos o happy hour no Living Room, com terraço aquecido à beira-mar, e a visão do oceano é daquelas lembranças que permanecem em nossa timeline mental – o hotel fica a apenas cinco minutos do píer. Essa atmosfera tranquila remete ao melhor da Califórnia, onde o luxo está intimamente ligado à sua relação com a natureza e suas cores e à celebração de um lifestyle relax e despretensioso.

California dream: À esq. a obra The Wave; a escultura Desperado que inspirou a embalagem da fragrância Cactus Garden (Foto: divulgação)
California dream: À esq. a obra The Wave; a escultura Desperado que inspirou a embalagem da fragrância Cactus Garden (Foto: divulgação)

Essa paleta fresca de verão também está nos tons dos frascos dos perfumes – criação do designer australiano Marc Newson – e nas embalagens e travel cases criados por Alex Israel, o versátil artista plástico que imprimiu sua linguagem pop multicolorida tipicamente angelena. “Los Angeles é minha casa, um dos lugares que mais conheço e também onde existe esta criatividade intensa que emana e entretém o resto do mundo”, afirma o criador, que se define como “automático, supersônico, hipnótico e funky fresh”. Sua conhecida pintura “Wave” (onda) invade a embalagem do Afternoon Swim – “escolhi essa pintura que fiz para uma sequência do meu filme, o SPF-18. Acredito que as ondas do Oceano Pacífico são centrais na vida dos que moram aqui. Elas ditam o ritmo da cidade”.

O longa Thelma e Louise, clássico road movie de 1991, com Geena Davis e Susan Sarandon, dirigido por Ridley Scott, e a obra Desperado – “uma escultura de bronze que é uma réplica de uma cena do filme e evoca narrativas hollywoodianas”, comenta Israel – foram as inspirações para as imagens do Cactus Garden. Por fim, a escultura Lens (lentes) trouxe o shape necessário para o Sun Song. “Sempre fiquei impressionado com a forma como a Louis Vuitton se relaciona com seus parceiros. E alguns deles estão entre meus favoritos, como Takashi Murakami, Richard Prince, Yayoi Kusama e Jeff Koons”, elogia Israel sobre os encontros anteriores da grife de luxo. “Fiquei surpreso com o que aprendi sobre fragrâncias e a forma de pesquisar cada aroma. Como esta é minha primeira colaboração com a label, senti certa responsabilidade em honrar o trabalho do Jacques com as minhas criações para as embalagens e os acessórios [como os cases de viagem].”

California dream: Lens está na da Sun Song (Foto: divulgação)
California dream: Lens está na da Sun Song (Foto: divulgação)

O ateliê de Israel foi o cenário escolhido para o lançamento desta collab – um imenso estúdio que expõe seus autorretratos, esculturas e também sua paixão por cinema e televisão. O letreiro original do reality show American Idol, por exemplo, rouba a cena em uma das paredes; as poltronas utilizadas pela apresentadora Oprah Winfrey, compradas em um leilão, servem de cenário e hoje são reutilizadas nas entrevistas do As It Lays – vídeos em que ele recebe personalidades da cidade,  como Paris Hilton, Kris Jenner e Meg Ryan, para discutir a cultura pop e que teve sua primeira temporada em 2011 com exibição em sessão especial no Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles.

Outro objeto que desvia o olhar na entrada do local é uma forma onde são cunhadas as estatuetas do Oscar, colocada em uma caixa de vidro – como se adquirisse status de objeto de desejo. Além de uma biblioteca de grandes expoentes da arte, como o livro gigante de David Hockney – que repousa em um pedestal e deve ser manuseado com luvas.UM DIA EM LOS ANGELES

Alex Israel listou seus hot points na cidade – e arredores – que você pode conferir no city guide da LV

California dream: Alex Israel listou seus hot points na cidade (Foto: divulgação)
California dream: Alex Israel listou seus hot points na cidade (Foto: divulgação)

1. Will Rogers State Historic Park
Situado nas montanhas de Santa Monica, o Will Rogers State Historic Park tem trilhas fáceis e moderadas de hiking (uma delas é a Inspiration Point Trail, que aponta para o centro de Los Angeles, de um lado, e para a baía de Santa Mônica, do outro). A propriedade é o antigo rancho de Will Rogers (sucesso nos anos 30 e um dos atores mais bem pagos da época), que se transformou em parque em 1944, logo após a morte do comediante.
parks.ca.gov/willrogers

2. Giorgio Baldi
O Giorgio Baldi é o reduto das estrelas e rota obrigatória dos paparazzi. Cantina tradicional familiar com 25 anos de existência, se destaca pelas pastas feitas in loco. Na dúvida do que pedir, vá de vongoli ala marinara (como entrada) e o panzerotti de ricota e espinafre com cogumelos porcini como prato principal. giorgio-baldi.com

3. Little Beach House Malibu
Um dos clubes privados mais festejados entre os criativos, o Little Beach House fica à beira da praia de Malibu e faz parte das experiências exclusivas para associados do Soho House (e moradores da região). Pedir um negroni e apreciar o mar é o jeito mais cool que você terá para aproveitar seu dia ou noite. sohohouse.com/houses/little-beach-house-malibu

4. Malibu Farm
Primando por ingredientes de produtores locais que vão da horta à mesa, o Malibu Farm se destaca por saladas e sucos que estão entre os preferidos da atriz e empresária de wellness, criadora da marca Goop, Gwyneth Paltrow. A paisagem é uma atração à parte do menu. Ele se localiza no píer de Malibu e você aproveita o almoço com o Oceano Pacífico logo ali. Para tornar a vida ainda mais doce, a dica GQ é investir no cardápio de sobremesas. O bolo de coco e cenoura e o pudim vegano de chia são imperdíveis. malibu-farm.com

5. Chateau Marmont
Situado em West Hollywood, o Chateau Marmont é um dos hotéis mais charmosos e tradicionais da cidade – inaugurado em 1929. A obra dos renomados arquitetos Arnold A. Weitzman e William Douglas Lee foi inspirada em um castelo francês do Vale do Loire (o Château d’Amboise), abrigou as festas da Old Hollywood e já foi locação de filmes como Somewhere, de Sofia Coppola, lançado em 2010. As cenas da piscina com os atores Elle Fanning e Stephen Dorff foram rodadas ali, no pátio do Chateau. chateaumarmont.com

Sephora fecha lojas dos EUA para treinamento em diversidade

Ação ocorre pouco mais de um mês após a cantora SZA relatar que foi vítima de racismo em uma loja na Califórnia

Loja de cosméticos da Sephora na cidade de Washington. Foto: Anna-Rose Gassot/AFP

A marca de cosméticos Sephora fechou suas lojas nos Estados Unidos por uma hora na manhã desta quarta-feira, 5, para sediar “oficinas de inclusão” para seus 16 mil funcionários. A ação ocorre pouco mais de um mês após a cantora SZA relatar que foi vítima de racismo em uma loja na Califórnia.

A varejista de beleza disse que o treinamento esteve em desenvolvimento meses antes do episódio com SZA, o que prejudicou os esforços da empresa para se posicionar como uma defensora da diversidade.

A Sephora, que pediu desculpas à SZA no mês passado, disse que o incidente “reforça porque o pertencimento é agora mais importante do que nunca”.

Além do fechamento das lojas, a empresa disse que também fecharia seus centros de distribuição e o escritório corporativo para as oficinas a fim de discutir o que significa pertencer ao contexto de “identidade de gênero, raça e etnia, habilidades de idade e muito mais”.

A Sephora forneceu poucos detalhes sobre as oficinas, que foram fechadas para o público. A empresa disse que elas seriam seguidas por “futuros momentos de treinamento” para os funcionários, mas não respondeu sobre o que seria ensinado, quem conduziria os workshops e como eles seriam projetados.

A empresa, que pertence ao grupo de luxo Moët Hennessy Louis Vuitton LVMH, coloca a diversidade como parte de sua marca há muito tempo. Há dois anos, a companhia ajudou a lançar a linha Fenty da Rihanna, conhecida por sua gama de bases que variam os tons do marrom claro ao profundo.

Após o caso de racismo denunciado por SZA, Rihanna enviou para a cantora um vale-presente da Fenty. “Vá comprar Fenty Beauty em paz, sis! Com amor, Rihanna”, escreveu ela no bilhete que acompanhou o presente.