Após separação, Miley Cyrus publica reflexão e amigos dizem que casal tinha ‘vários problemas’

Segundo fontes, término era esperado porque os dois não concordavam em ‘coisas fundamentais’

Miley Cyrus e o ex-marido Liam Hemsworth – Kyle Grillot / AFP

Miley Cyrus, 26, se pronunciou publicamente neste domingo (11) pela primeira vez desde que os fãs ficaram sabendo sobre o término de seu casamento com Liam Hemsworth, 29.

Em um texto publicado em seu Instagram, a cantora, que estava casada há oito meses, fez uma reflexão sobre evolução. “Não lute contra a evolução, porque você nunca vai ganhar. Como a montanha em que hoje estou no topo, que já esteve debaixo d’água, ligada à África, a mudança é inevitável. As Dolomitas não foram criadas em uma noite, foi durante milhões de anos que esta beleza magnífica foi formada. Meu pai sempre me disse ‘a natureza nunca se apressa, mas está sempre em tempo’… enche meu coração de paz e de esperança, saber que isso é verdade. Eu fui ensinada a respeitar o planeta e seu processo, e estou comprometida em fazer o mesmo comigo”.

A publicação rendeu elogios de famosos, como Ariana Grande, que comentou “Eu te amo”.

A separação, no entanto, não teria sido tão tranquila quando parece. Em um entrevista à revista norte-americana People, uma fonte próxima ao casal disse que os dois estavam passando por problemas.

“O término não é nada chocante para as pessoas que realmente estão com eles todos os dias. Depois que eles voltaram, todo mundo achou que eles eram esse ‘casal perfeito’, mas eles tinham vários problemas ainda”, disse. “Eles não estavam na mesma página sobre muitas coisas fundamentais que fazem uma relação funcionar. Não foi nada surpreendente”.

A fonte disse ainda que eles estavam tentando fazer o relacionamento dar certo há meses, mas não se sentiam no mesmo nível. 

A agenda dos dois também seria um dos motivos do término. Segundo uma fonte informou ao portal norte-americano E!, Miley está se preparando para sair em turnê, enquanto Liam prefere viver uma vida simples. 

Poucas horas após a divulgação do término, Miley foi vista beijando Kaitlynn Carter, 30, que esteve no reality show da MTV The Hills: New Beginnings e recentemente se divorciou do apresentador Brody Jenner, 35.

As duas estão de férias na região do lago de Como, na Itália, e foram clicadas tomando sol deitadas uma ao lado da outra. Em algumas imagens, elas se beijam. Os registros foram divulgados com exclusividade pelo Entertainment Tonight, da rede americana CBS.

Anúncios

Chris Martin aproveita praia ao lado de ex, Gwyneth Paltrow, e atual, Dakota Johnson

Brad Falchuk, atual marido da atriz de Os Vingadores, também estava presente

Chris Martin aproveita praia ao lado de ex, Gwyneth Paltrow, e atual, Dakota Johnson
Chris Martin aproveita praia ao lado de ex, Gwyneth Paltrow, e atual, Dakota Johnson – Grosby Group

O rompimento de Chris Martin, 42, e Gwyneth Paltrow, 46, não os impediu de serem amigos. O vocalista da banda Coldplay foi fotografado na companhia da ex e da atual, Dakota Johnson, 29, nesta quinta-feira (8). Eles aproveitaram o sol em uma praia dos Hamptons, nos Estados Unidos. 

O atual marido de Paltrow, Brad Falchuk, também estava presente e curtiu o dia ensolarado com a amada e os amigos. Apple, 14, e Moses, 12, fruto do casamento de Paltrow e Martin, não acompanharam os casais.

Especulou-se, no início do ano, que o cantor seria pai pela terceira vez, mas a atriz de Cinquenta Tons de Cinza desmentiu a notícia. O casal reatou recentemente, após rompimento em junho. Eles já estão há dois anos juntos.

Após o término do casamento, há cinco anos, Martin e Paltrow decidiram manter um bom relacionamento. Conforme declaração anterior da atriz, eles estavam destinados a ficar juntos: “Somos amigos, parentes, uma família”. 

Gwyneth se casou em setembro do ano passado com Brad Falchuk, produtor da série American Horror Story. Questionada se deseja ter mais filhos, ela respondeu: “Meu Deus, não. Estou muito velha. É maravilhoso que as mulheres possam ter filhos depois dos 40, mas eu não creio que conseguiria ficar acordada a noite toda, eu não sobreviveria”.

Após sofrer aborto, Milla Jovovich anuncia que está grávida novamente

Atriz falou sobre a ‘mistura de sentimentos’ que sentiu ao descobrir a novidade

Milla Jovovich Foto: Instagram / @millajovovich

A atriz Milla Jovovich, conhecida por seu trabalho na série de filmes Resident Evil, anunciou em seu Instagram que está grávida de mais uma menina na última quarta-feira, 7.

“Após eu ter descoberto que estava grávida 13 semanas atrás, eu tive uma mistura de sentimentos variando entre a completa alegria e um completo terror. Por causa da minha idade e por ter perdido minha última gravidez, eu não queria estar ligada a esse potencial bebê tão rápido”, contou Milla.

Há alguns meses, a atriz relatou ter sofrido um aborto há cerca de dois anos ao fazer um desabafo em seu Instagram após o tema ser alvo de debates nos Estados Unidos por conta de mudanças em leis em Estados como a Geórgia e o Alabama (leia o relato completo de Milla Jovovich aqui).

Segundo a atriz, ao longo dos últimos meses, ela passou por diversos médicos e esperou pelo resultado de diversos exames: “Felizmente estamos limpos e descobrimos que nós seremos abençoados com mais uma menina! De qualquer forma, desejem sorte a mim e à minha bebê.”

Milla já é mãe de outras duas meninas, Ever, 11, e Dashiel, 4, frutos de seu relacionamento com o diretor Paul W. S. Anderson

Confira o anúncio da gravidez de Milla Jovovich abaixo:

Lutando contra esclerose múltipla, Selma Blair descansa em dia de piscina

Com a cabeça raspada, atriz aproveita verão americano em casa

Selma Blair (Foto: Reprodução Instagram)

Selma Blair, que enfrenta uma dura luta contra a esclerose múltipla, tirou um momento de folga para curtir o verão americano na piscina de casa. “Obrigada a vocês. Mãe feliz. Abraços a todos”, disse a atriz, que mostrou um clique de biquíni vermelho e sem os cabelos, resultado do último round de tratamento contra a doença.

Famosa por filmes como Hellboy e Legalmente Loiraa atriz de 47 anos nunciou que tinha recebido o diagnóstico de esclerose múltipla em outubro de 2018. Desde então, ela vem dividindo com os fãs sua rotina convivendo com a doença, que reduziu seus movimentos e a obrigou a usar uma bengala para se locomover.

Mãe de um menino de 8 anos, Arthur, com o ex-marido Jason Bleick, Selma passou há dois meses por um tratamento fora dos Estados Unidos de transplante de células-tronco, segundo o jornal The Daily MailEm recente post na web, ela contou a reação do garoto às mudanças físicas ocasionadas pela doença.

“Ele percebeu minha barriga grande, mas gosta da minha cabeça careca e eu cheiro o xixi do cachorro com meus sentidos de quimio.  Eu chorei. Ele riu. Ele colocou um vídeo de pescaria para mim. Dormimos e acordamos e ele levou isso. Ele é de ouro. Vivo. Feliz. Obrigada universo. Eu chegarei lá. Tenha paciência. Todos nós. Seja gentil. Com nós e os outros. É um sentimento maravilhoso. Obrigada a todos aqui e na minha vida que fizeram isso por mim nos últimos dias. Eu posso fazer isso agora”. afirmou.

Um bate-papo sobre viagens com a atriz Lupita Nyong’o

Vencedora do Oscar, artista queniana fala sobre seu lado turista
Tariro Mzezewa / 2019 / The New York Times

Nyong’o credita sua mãe por sua autoconfiança: “Ela é digna nas coisas que sabe e é digna nas coisas que não sabe”. CreditRoger Kisby for The New York Times

Quando o produtor Simon Fuller procurou Lupita Nyong’o para saber se ela estaria interessada em ser a narradora de seu novo projeto – um documentário sobre vida selvagem dirigido por John Downer –, a atriz queniana nascida no México ficou intrigada, mas, depois de assistir a dois episódios, aceitou o convite.

Nyong’o sabia que esses programas podem ser triviais e repetitivos, contando a mesma história de vida dos animais na natureza. Entretanto, “Serengeti” se destacou pela atenção especial dada a espécimes específicos e seu dia a dia, o que pode incluir brigas dentro do próprio clã, a busca por parceiros e a luta pela sobrevivência quando o inimigo/predador está pronto para atacar.

Filmado em uma reserva na Tanzânia ao longo de dois anos, o programa parece mais uma série dramática do que um documentário, mas é exatamente por isso que chama a atenção. Acompanha a rotina de vários animais do parque, inclusive Kali, uma leoa exilada do próprio bando que luta para criar os filhotes sozinha; Bakari, um babuíno que tenta reconquistar a afeição de uma fêmea que se encantou por um rival; e Zalika, uma hiena que se tornou cabeça do clã muito antes do que esperava. O ator britânico John Boyega é quem narra a versão britânica, que estreou no BBC One este mês.

Ao longo de seis episódios, o público tem a chance de conhecer melhor os animais “de sua própria perspectiva”, como descreve Nyong’o, e se envolver em suas jornadas e experiências, da mesma forma que acaba cativado por personagens humanos de outras séries e filmes.

Com estreia nos EUA marcada para agosto, no Discovery Channel, Nyong’o contou ao “The New York Times” por que aceitou narrar o documentário e quais são seus destinos de viagem favoritos.

P: Tem alguma viagem interessante marcada para breve?
R: Infelizmente, não, mas tenho muita vontade de ir ao Brasil, que não conheço ainda.

P: Para onde você gosta de viajar?
R: Adoro o México e Nova Orleans, e amo meu país. A África Oriental é incrível. A vida inteira fiz safáris e a cada vez a experiência se torna mais grandiosa, mais fascinante, mais maravilhosa. Nunca perde o encanto e nunca é a mesma coisa. Na verdade, o tempo meio que para, porque você acorda cedo e sai somente para observar, procurar, ouvir.

P: Tem alguma coisa imprescindível para as suas viagens?
R: Essa pergunta é difícil. Colírio.

P: Alguma dica de cuidado com a pele nas viagens?
R: Protetor solar é essencial, mas também acho superimportante encontrar produtos que não sejam tóxicos para o mundo em que vivemos. Tenho sempre comigo óleo de calêndula, maravilhoso para queimaduras, arranhões e ferimentos. Tive uma insolação brava e ele me aliviou em apenas uma noite. É sensacional. Acho que é outra coisa que não posso deixar de levar.

P: Há alguma coisa especial que goste de fazer sempre que viaja?
R: Adoro viajar para explorar a natureza. Prefiro lugares como monumentos naturais ou algum lago. Gosto de observar, de uma boa caminhada. Visitei o Grand Canyon há pouco tempo e foi sensacional. Aí está outro lugar que faz a gente se sentir pequenininho. É de dar nó na cabeça. Ajuda a lembrar quanto somos insignificantes.

P: Qual é seu meio de transporte favorito?
R: Adoro trem porque dá para você ver bem o interior – e o barulho que faz, tchug, tchug, tchug. Você vê o mundo ali passando na sua frente, aquela enormidade de terra. É bem pitoresco.

P: O que exatamente a atraiu em “Serengeti”?
R: Depois de ver os dois primeiros episódios, fiquei apaixonada pelo projeto do Simon e já tinha sido fisgada. Foi muito legal porque aprendi muita coisa sobre animais específicos. Você desenvolve uma relação com eles e descobre como funciona a dinâmica da espécie, do clã. É como se vocês criassem uma relação pessoal.

Já assisti a vários documentários desse tipo, mas nunca vi nenhum que tivesse sido narrado por africanos, quanto mais mulheres. Ser as duas coisas e poder contar essa história é legal demais.

P: O que há de diferente nesse documentário em relação aos outros?
R: A novidade aqui é que o público passa muito tempo com “personagens” muito particulares, tem a chance de ver as coisas do ponto de vista do próprio animal, e acho que é por isso que acaba virando uma história sua. E quando digo isso é porque me identifico muito com o que representa e porque significa muito. É uma história inclusiva.

P: O que você diria a alguém que se mostrasse curioso em relação ao documentário, mas que não fosse lá muito chegado em animais, nem conhecesse bem o Serengeti?
R: Cada um na sua, acho. Mas também é superimportante reconhecer que não é a natureza que precisa de nós, mas o contrário.

Príncipe Harry mandou o parabéns mais fofo para Meghan Markle

Meghan Markle está completando 38 anos neste domingo (4/8)
Por Mel Trench

 (Chris Jackson/Getty Images)

Que amor! Neste domingo (04/08), Meghan Markle está completando 38 anos! Merece o mundo, não é? O príncipe Harry resolveu mandar um parabéns superfofo para a duquesa pelo Instagram oficial do casal – e nós morremos de amores com a mensagem! Outros membros da família real britânica também desejaram felicidades à Meg.

“Desejando à Sua Alteza Real, a Duquesa de Sussex, um feliz aniversário. ‘Parabéns para minha esposa incrível. Obrigado por juntar-se a mim nessa aventura!’ – Com amor, H”, escreveu o príncipe. Fofíssimo!

Kate Middleton e príncipe William também aproveitaram a data para mandar uma mensagem: “Desejando um feliz aniversário à Duquesa de Sussex hoje”. Eles escolheram uma foto bem bonitinha dos quatro juntos!

Meghan também recebeu parabéns da própria rainha Elizabeth II, que compartilhou uma publicação com a foto da duquesa e do príncipe Harry de mãos dadas. Já príncipe Charles postou algumas imagens ao lado de Meg e junto com a duquesa de Cornwall, sua esposa

Leitoras fazem fila por cópia da Vogue britânica editada por Meghan Markle

‘Espero que as leitoras se sintam tão inspiradas quanto eu’, disse a duquesa
JAYSON MANSARAY

Leitoras britânicas fazem fila para ter edição da Vogue que foi editada por Meghan Markle SIMON DAWSON / REUTERS

LONDRES – Leitoras entusiastas pela família real britânica fizeram fila nesta sexta-feira (2) para comprar a nova edição da revista Vogue britânica, que teve como editora convidada Meghan Markle, 37,duquesa de Sussex e mulher do príncipe Harry.

Meghan, que teve o primeiro filho em maio, passou sete meses trabalhando com o editor-chefe da Vogue britânica, Edward Enninful, na edição de setembro, que destacou 15 mulheres que ela considera “Forças da Mudança” na capa.

“Eu queria ser uma das primeiras… e estava muito empolgada”, disse Vanessa Forstner, vendedora de carros de luxo de 29 anos que entrou na fila em frente à loja Condé Nast Worldwide News, no centro de Londres.

Sandria Plummer, 55, outra das que esperaram para comprar a revista, disse estar entusiasmada com a diversidade de conteúdos escolhidos por Meghan. “É especial porque a duquesa de Sussex é a editora deste mês e… é uma coisa que só se tem uma vez na vida, é um item de colecionador, então estou empolgada por ter duas cópias agora”, disse.

A duquesa de Sussex, Meghan Markle – Reuters

Meghan Markle disse em um comunicado que tentou direcionar o foco da edição de setembro –normalmente a mais lida do ano– “aos valores, causas e pessoas que causam impacto no mundo hoje”.

A capa da revista conta com figuras como a ativista climática adolescente Greta Thunberg, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Arden, a boxeadora Ramla Ali e a atriz e ativista dos direitos das mulheres Salma Hayek Pinault. “Espero que as leitoras se sintam tão inspiradas quanto eu pelas ‘Forças da Mudança’ que encontrarão nestas páginas”, disse Meghan.

A edição também traz uma “conversa sincera” de Meghan com a ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama e uma entrevista de Harry com a primatóloga Jane Goodall na qual ele debate a “tendência inconsciente” ao racismo.