Atriz latina Jennifer Esposito faz desabafo para denunciar racismo em Hollywood: “Perdi 5 papéis no último mês por não ser branca o suficiente”

Jennifer Esposito criticou diretores de elenco nas redes sociais por não darem a ela chance de mostrar talento

1423727754sp5_1.jpg
Jennifer Esposito em ‘Blue Bloods’ (Foto: Divulgação)

A ex-estrela de ‘NCIS’ Jennifer Esposito decidiu se abrir nas redes sociais sobre suas reuniões com diretores de elenco, dizendo que no mês passado ela perdeu cinco papéis por não ser “branca o suficiente”. “Tenho uma pergunta para meus amigos atores”, ela começou em um post no Facebook. “Já foi totalmente bloqueado por diretores de elenco?”.

Em resposta aos comentários, a atriz ítalo-americana resmungou: “Não conseguir um emprego é uma coisa, mas nem mesmo ser permitido em uma sala para ter uma oportunidade é outra”. Esposito, cuja grande chance veio em 1997, quando ela se juntou ao elenco da comédia de Michael J. Fox, ‘Spin City’ por duas temporadas, acrescentou: “Não é o trabalho deles te dar pelo menos uma chance? A chance de ler antes que alguém diga que você não é a pessoa certa! Como você disse, especialmente pessoas no ramo há anos e anos”.

Ela lembrou que, quando começou como atriz, ela foi escalada para uma peça contracenando com Marisa Tomei. Esposito lembra-se de Tomei dizendo-lhe para mudar seu sobrenome. Em retrospecto, ela disse que pensa que Tomei estava “10000% certo”, já que ela tem lutado para conseguir trabalho. “No último mês me disseram que eu não era branca o suficiente para 5 projetos diferentes. Como isso ainda está acontecendo ou é permitido?”, lamentou Esposito. “Isso simplesmente não é certo”.

Anúncios

Asia Argento fez acordo após ser acusada de assediar menor de idade, diz jornal The New York Times

Uma das líderes do movimento #MeToo, a atriz teria pago R$ 1,5 milhão a ator como indenização

asia argento
Asia Argento’s #MeToo Speech at Cannes 2018

A atriz italiana Asia Argento, uma das primeiras mulheres a acusar publicamente o ex-produtor Harvey Weinstein de estupro, teria comprado o silêncio de um homem que a acusa de assédio sexual. De acordo com o jornal The New York Times, o caso aconteceu em 2013 e a suposta vítima tinha 17 anos na época da agressão.

A publicação descobriu que o advogado do ator Jimmy Bennett mandou uma carta para Asia em novembro de 2017 relatando o caso, alegando que o assédio teria sido um evento traumático para o ator e interferido em sua carreira artística. A atriz pagou a quantia de US$ 380 mil (cerca de R$ 1,5 milhão) em abril de 2018 para evitar um processo.

Asia-Argento-Jimmy-Bennett-1011359-500x500.jpg
Asia Argento postou uma foto de si mesma abraçando Jimmy Bennett, então com 17 anos, em 9 de maio de 2013, no hotel onde ela é acusada de agredi-lo sexualmente (Foto: Instagram)

Não há maiores detalhes sobre as circunstâncias do assédio, Bennett e Asia – então com 37 anos – teriam se encontrado em um hotel na Califórnia onde a agressão aconteceu. Uma selfie dos dois juntos no hotel foi incluída na carta como prova do encontro. A idade de consentimento na Califórnia é de 18 anos, o que configura o caso como estupro de vulnerável.

“Nos próximos dias, Jimmy vai continuar a fazer o que ele vinha fazendo nos últimos meses e anos, focar na sua carreira musical”, disse Gordon K. Sattro, advogado de Bennett, ao jornal. Os representantes de Asia Argento não comentaram o caso.

Atualizado: A atriz e diretora italiana Asia Argento foi uma das primeiras mulheres no ramo do cinema a acusar publicamente o produtor Harvey Weinstein de agressão sexual. Ela se tornou uma figura de liderança no movimento #MeToo. Seu namorado, o astro da culinária Anthony Bourdain, se juntou à luta.

Mas nos meses que se seguiram às revelações sobre Weinstein em outubro do ano passado, Argento concordou em pagar US$ 380 mil (cerca de 1,5 milhão de reais) para seu próprio acusador: Jimmy Bennett, um jovem ator e músico que disse ter sido abusado sexualmente por ela em um quarto de hotel na Califórnia quando ele tinha apenas 17 anos. Ela tinha 37 anos.

Essa alegação e o subsequente acordo de pagamentos são apresentados em documentos entre os advogados de Argento e Bennett, um ex-ator infantil que uma vez interpretou seu filho em um filme. Os documentos, que foram publicados peloThe New York Times, que os recebeu por email anônimo, incluem uma selfie de 9 de maio de 2013, dos dois deitados na cama. Como parte do acordo, Bennett, agora com 22 anos, deu a foto e seus direitos autorais a Argento, agora com 42 anos. Três pessoas familiarizadas com o caso disseram que os documentos eram autênticos.

Bennett, que mora em Los Angeles, não concordou em ser entrevistado, disse seu advogado, Gordon K. Sattro. “Nos próximos dias”, escreveu o Sr. Sattro em um email, “Jimmy continuará fazendo o que vem fazendo nos últimos meses e anos, concentrando-se em sua música”. Em uma carta de abril endereçada à Sra. Argento confirmando os detalhes finais do acordo e definindo um cronograma de pagamentos, a advogada de Asia, Carrie Goldberg caracteriza o dinheiro como “ajuda ao Sr. Bennett”.

“Esperamos que nada disso aconteça com você novamente”, escreveu Carrie Goldberg. “Você é um artista poderoso e inspirador e é uma condição miserável da vida que você vive entre pessoas de merda que têm se aproveitado tanto de suas forças quanto de suas fraquezas”. Mas para Bennett, que quando era ator infantil encantou Harrison Ford e Bruce Willis e ganhou o apelido de “Jimmy Two-Takes” porque ele raramente errava suas falas, o encontro no quarto de hotel em 2013 foi algo que levou a uma espiral de problemas emocionais.

Argento, que mora em Roma, posteriormente procurou a advogada Carrie Goldberg para lidar com o caso. A notificação de Bennett pedia US$ 3,5 milhões em danos pela imposição intencional de sofrimento emocional, perda de salário, assédio e agressão. Bennett ganhava mais de US$ 2,7 milhões nos cinco anos anteriores ao assédio de Argento, mas sua renda caiu para uma média de US$ 60 mil por ano, o que ele atribui ao trauma que se seguiu ao encontro sexual com a atriz, seu advogado escreve no processo.

Em outubro, um mês antes de Bennett enviar o pedido de dinheiro, o New Yorker publicou um artigo de Ronan Farrow que incluía Argento entre 13 mulheres que acusaram Harvey Weinstein de assédio e estupro. Argento, cujo pai, Dario Argento, é um conhecido diretor de filmes de terror italianos, começou sua carreira de atriz ainda criança. Ela ganhou dois prêmios David di Donatello, o equivalente italiano do Oscar, e dirigiu filmes, escreveu um romance e gravou músicas.

Asia Argento, que é divorciada e tem dois filhos, foi mentora e figura materna de Jimmy Bennett, diz o documento. “A impressão de Jimmy sobre essa situação é que o relacionamento entre mãe e filho floresceu a partir de sua experiência no set juntos”, escreveu o advogado. Jimmy Bennett começou a atuar aos 6 anos, quando foi escalado para um comercial. Ele passou a aparecer em dezenas de outros comerciais e garantiu papéis em vários programas de televisão. Sua carreira cinematográfica começou em 2003 com ‘A Creche do Papai’, estrelado por Eddie Murphy.

Bennett tinha 7 anos quando foi escalado para ‘Maldito Coração’, um filme de 2004 que Argento dirigiu, estrelou e ajudou a escrever. O roteiro, baseado em um livro do escritor pseudônimo JT LeRoy, retrata a relação cruel entre uma prostituta viciada em drogas interpretada por Asia Argento e seu filho, interpretado por Jimmy Bennett e outros dois jovens atores. A personagem de Argento veste seu filho como uma menina para atrair homens, e o garoto é estuprado.

Em entrevistas e postagens sociais subsequentes entre os dois ao longo dos anos, eles se referiram como mãe e filho. Em 9 de maio de 2013, o dia em que se encontraram no seu quarto no Ritz-Carlton em Marina del Rey, Califórnia, ela postou no Instagram: “Esperando meu filho perdido há muito tempo meu amor @jimmymbennett em #marinadelrey fumando cigarros como se não houvesse amanhã”. Jimmy Bennett respondeu: “Estou quase lá! :)”.

O documento apresenta o relato de Jimmy Bennett: “a Sra. Argento pediu que um membro da família fosse embora para que ela pudesse ficar sozinha com o ator. Deu-lhe álcool para beber e mostrou-lhe uma série de anotações que escrevera para ele em papel timbrado do hotel. Então ela o beijou, empurrou-o para a cama, tirou as calças e fez sexo oral. Ela subiu em cima dele e os dois tiveram relações sexuais”, diz o documento. Ela então pediu a ele para tirar várias fotos.

Mais tarde, naquele mesmo dia, ela postou um close de seus rostos no Instagram com a legenda “O dia mais feliz da minha vida com @jimmymbennett xox”, e adicionou que “jimmy vai estar no meu próximo filme e isso é um fato”. Esse post e outros foram incluídos no processo, junto com três fotos aparentemente tiradas por Jimmy que retratam ele e Asia Argento na cama. Um mês depois, em 8 de junho, ele enviou a Asia Argento uma mensagem no Twitter, “Miss you momma!!!!”, que incluía uma foto de uma pulseira gravada que ela havia lhe dado para comemorar o filme (sua conta no Twitter foi recentemente fechada).

No acordo entre Asia Argento e Jimmy Bennett, ela concordou em pagar US$ 380.000 ao longo de um ano e meio, começando com um pagamento inicial de US$ 200.000 que foi feito em abril, de acordo com uma carta à Asia Argento em que sua advogada, Carrie Goldberg, delineou os termos do acordo. O acordo não impede que qualquer das partes o discuta. Na carta, Goldberg explicou que a lei da Califórnia não permite acordos de confidencialidade em contratos civis envolvendo os tipos de alegações feitas pelo Sr. Bennett. Nenhuma das partes quis comentar a reportagem do NY Times.

Bilheteria EUA: Podres de Ricos, Megatubarão, 22 Milhas, Alpha, Missão: Impossível – Efeito Fallout

Filme estrelado por elenco asiático tem a melhor abertura para uma comédia romântica em três anos

1534413040522
Podres de Ricos 

A grande estreia desse fim de semana nos EUA foi Podres de Ricos (Crazy Rich Asians), comédia romântica estrelada por um elenco de origem asiátiaca que teve a melhor abertura dos últimos três anos para um filme do gênero.

O longa dirigido por Jon M. Chu fez US$ 25,2 milhões no fim de semana e já soma US$ 34 milhões em cinco dias em exibição. O filme também teve a melhor abertura de 2018 para uma comédia.

Já na sua segunda semana em exibição, Megatubarão teve uma queda de 53,4% na arrecadação, somando US$ 21,2 milhões e chegando a um total de US$ 83,8 milhões. Graças a filmes como Podres de Ricos e Megatubarão, a bilheteria norte-americana de agosto já cresceu 17% em relação ao ano passado.

As outras duas estreias da semana, 22 Milhas Alpha, nao tiveram bons desempenhos. Estrelado por Mark Wahlberg22 Milhas ficou abaixo das espectativas do estúdio, chegando na terceira posição com US$ 13,6 milhões. Já Alpha recebeu boas críticas, mas não agradou o grande público. O filme ficou empatado na quarta posição com Missão: Impossível – Efeito Fallout, somando U$ 10,5 milhões.

O Último Sharknado | Novo trailer tem Tubarão contra T-Rex

Filme estreia em 19 de agosto no SyFy

O Último Sharknado: Já Estava na Hora ganhou um novo trailer. O vídeo, último filme da franquia trash prepara para embate entre tubarões e dinossauros.

“Tudo está perdido, ou será que não? Fin se aventura nos poderes de viagem no tempo dos Sharknados para salvar o mundo e ressuscitar sua família. Nesta jornada, Fin luta contra nazistas, dinossauros, cavaleiros, e até passeia com a Arca de Noé. Desta vez, a questão não será como impedir sharknados, mas quando”, diz a sinopse oficial.

O novo capítulo contará com o retorno de Fin Shepard (Ian Ziering), April Wexler (Tara Reid) e Nova (Cassie Scerbo), do longa original.

Os cinco filmes anteriores da franquia Sharknado estão disponíveis no catálogo da Netflix. [Natália Bridi]

Scarlett Johansson lidera lista da ‘Forbes’ de atrizes mais bem pagas

Por receber US$ 40,5 milhões a estrela ficou em primeiro lugar na pesquisa anual da revista; Angelina Jolie é o segundo lugar com US$ 28 milhões
Lisa Richwine, Reuters

Scarlett+Johansson+Los+Angeles+Global+Premiere+EXN-6IA8gSJl
A atriz Scarlett Johansson em 2018

LOS ANGELES – O papel de Scarlett Johansson como a super-heroína Viúva Negra fez com que a atriz fosse catapultada nesta quinta-feira, 16, ao topo da lista anual da Forbesde atrizes mais bem pagas, ficando à frente de Angelina Jolie.

Johansson, de 33 anos, recebeu US$ 40,5 milhões em ganhos antes de impostos de 1º de junho de 2017 a 1º de junho de 2018, quadruplicando sua renda em relação ao ano anterior, de acordo com cálculos da Forbes.

Ela interpretou a Viúva Negra no sucesso Vingadores: Guerra Infinita e vai voltar ao papel para a sequência em 2019 do filme da Marvel, propriedade da Walt Disney.

Jolie, de 43 anos, ganhou US$ 28 milhões, em grande parte graças ao pagamento do filme Malévola 2, previsto para ser lançado em 2020.

Jennifer Aniston, de 49 anos e que ainda recebe renda residual da série Friends, da década de 1990, ficou em terceiro lugar, com US$ 19,5 milhões. Ela também recebeu dinheiro de propagandas de produtos, incluindo a linha Smartwater, da Coca-Cola, e a linha Aveeno, da Johnson & Johnson’s.

Jennifer Lawrence, de 28 anos e estrela dos filmes de desempenho abaixo do esperado Mãe! e Operação Red Sparrow, ficou em quarto lugar na lista da Forbes, com ganhos por seu papel na franquia X-Men e contrato com a marca francesa Christian Dior. A renda de US$ 18 milhões da atriz foi US$ 6 milhões menor em relação ao ano anterior.

Em quinto lugar, Reese Witherspoon, de 42 anos, recebeu US$ 16,5 milhões.

Também no top 10 estão Mila Kunis, Cate Blanchett, Melissa McCarthy e Gal Gadot.

John Travolta e Olivia Newton-John comemoram 40 anos de ‘Grease’

Os dois se reuniram em evento para marcar o sucesso de musical lançado em 1978

1534439018422
John Travolta e Olivia Newton-John em comemoração de ‘Grease’. Foto: REUTERS/Mario Anzuoni

Os atores John Travolta e Olivia Newton-John se reuniram em Beverly Hills, na Califórnia, para celebrar os 40 anos de lançamento do filme Grease – Nos Tempos da Brilhantina. O musical fez um tremendo sucesso no final dos anos 1970, arrecadando mais de R$ 1,5 bilhão com exibições ao redor do mundo.

“Eu me sinto grata por ter feito parte disso e por ter trabalhado com ele [Travolta]. Nós ficamos amigos desde então”, Olivia contou à People, acrescentando que o ator também a apoiou quando ela descobriu um câncer de mama em 1992. “Quando você compartilha esse tipo de sucesso meteórico – e nada foi capaz de superar isso – você compartilha um vínculo”, explica Travolta.

Em Grease, a dupla interpreta os jovens Sandy e Danny, um casal que luta para permanecer junto apesar das diferenças sociais e obstáculos do ensino médio.

1534439018423
Elenco de ‘Grease’ comemora 40 anos do musical de sucesso. Foto: Mark RALSTON / AFP

Diretor de ‘Deadpool 2’ explica como escolheu música de Celine Dion que virou hit

David Leitch diz que testou vários artistas e faixa se encaixou

O diretor de “Deadpool 2”, David Leitch, revelou como a música “Ashes” foi escolhida para os créditos de abertura do filme do herói.

Ela não foi feita especialmente para a megaprodução, mas escolhida por ele por representar bem a transição entre a morte de Vanessa, mulher do protagonista, e Wade se adaptar à vida sem ela.

“Estávamos testando várias músicas e as pessoas da Columbia Records acharam que uma delas poderia ser um sucesso”, explicou Leitch na edição comentada do filme. “Quando ouvi, eu pensei: ‘É a temática de muitos personagens do filme. Perder tudo e, espero, algo lindo pode sair disso”, completou.

O diretor chegou a cogitar outros nomes, como Adele, que venceu o Oscar com “Skyfall” do filme James Bond.

Ryan Reynolds, que interpreta o herói, achou que Celine seria perfeita por ser canadense como ele e por “cantar muito”.

Leitch dirigiu o videoclipe de “Ashes” para o filme, com Ryan Reynolds dançando vestido como Deadpool e usando saltos altos.

“Celine não gravava uma música para um filme há um bom tempo e achamos que seria perfeito”, disse o roteirista Rhett Reese.