Paraíso dos minimalistas: Muji abre seu terceiro hotel em Ginza, no Japão

No mesmo endereço, a marca também inaugura sua maior loja, com cinco andares e mais de 7.000 produtos
Por BÁRBARA ÖBERG

Um dos quartos do Muji Hotel em Ginza (Foto: Divulgação)

Os fãs da gigante oriental de design Muji, que oferece objetos variados, como roupas, artigos para viagem, utensílios domésticos, itens de papelaria e móveis, já têm um ponto de parada obrigatória quando passarem por Tóquio, no Japão.

A marca acaba de abrir sua maior loja entre os seus 990 endereços pelo mundo. Nos 4.000 metros quadrados de espaço, do térreo até o sexto andar, estão espalhadas gôndolas recheadas com mais de 7.000 produtos que levam a assinatura da Muji. Opções gastronômicas, como padaria e restaurante, além de uma galeria de arte, também ficam alojadas no prédio. 

A visita não acaba por aí, nos outros cinco andares, a Muji abriu uma terceira unidade da sua rede de hóteis (os outros dois funcionam em Pequim e Xangai).

Muji Hotel Ginza (Foto: Divulgação)

O empreendimento é inaugurado com 79 quartos decorados com produtos Muji. De colchões confortáveis, toalhas felpudas, pijamas super leves a luzes de LED e hidratante, os espaços oferecem o design minimalista e discreto da marca, pisos de carvalho, tatames e paredes de barro.

Muji Hotel Ginza (Foto: Divulgação)

Febre na Europa, a empresa ficou conhecida por vender artigos de estilo minimalista, em cores serenas, e privilegiando as matérias-primas naturais e recicladas. Além disso, também é uma da precursora do movimento no-brand (“sem marca”, em português). Ou seja, nenhum item tem logos ou etiquetas com o nome da marca.

Muji Hotel Ginza (Foto: Divulgação)

Os quartos são acolhedores, funcionais e se parecem mais com pequenos apartamentos de Tóquio do que quartos de hotel, apesar de seu tamanho relativamente modesto. 

Anúncios

Lifestyle I 10 projetos de cozinhas funcionais para você se inspirar

A seleção a seguir traz 10 cozinhas incríveis de diferentes tamanhos, cores e funcionalidades. Os projetos são assinados por diferentes arquitetos e reunidos pelo site Viva Decora –especialista em decoração.
Confira abaixo e inspire-se!  [Daniela Barbosa]
1. OusadaEsqueça o branco, preto ou cinza. O charme desta cozinha está no armário amarelo que dá vida ao ambiente. O projeto foi assinado por Claudia Pecego.

2. EleganteJá neste projeto do escritório Bladihaus Arquitetura, o preto traz elegância ao ambiente. As banquetas amarelas também chamam atenção.

3. ModernaNa cozinha assinada por Cristina Bozian, o tamanho, a iluminação e a disposição dos eletrodomésticos chamam a atenção. O ambiente ideal para receber amigos.

4. HarmônicaJá nesta cozinha projetada pela arquiteta Belissa Corral, a combinação do branco com azul traz harmonia ao ambiente.

5. SofisticadaJá o projeto do escritório Lamego Mancini Arquitetura mistura o laranja com cores mais neutras. O cooktop instalado no meio da cozinha é outro diferencial do projeto.

6. RústicaMesmo com pouco espaço, esta cozinha assinada pelo escritório Carla Cuono Arquitetura e Interiores é puro glamour. A instalação elétrica os tijolos visíveis dão charme ao espaço.

7. FuncionalAqui a cozinha e a sala de janta parecem mais um único cômodo da casa graças a uma porta de correr que une os dois ambientes. O projeto é da arquiteta Carolina Rocco e ideal para quem gosta de cozinhar na companhia de outras pessoas.

8. CompactaNesta cozinha, todo o espaço foi muito bem aproveitado com todos os eletrodomésticos instalados em armários específicos.  Carlos Rossi é o responsável pelo projeto.

9. EspaçosaJá neste projeto, uma mesa de jantar que acomoda até oito pessoas é o grande diferencial.  Bruno Carvalho é o responsável pelo projeto.

10. ClássicaPara quem não gosta de muita ousadia, este projeto de Paula Gambier é simplesmente inspirador. As prateleiras para acomodar as panelas são um grande diferencial desta cozinha.

11 salas minimalistas e elegantes

salas-minimalistas

Poucos elementos, cores neutras e linhas retas marcam as salas apresentadas nesta seleção. São ambientes inspirados na estética minimalista, tão admirada mundo afora. Em uma época de bombardeio de informações a todo momento, ambientes com essa atmosfera de paz, propícia para relaxar, tem atraído cada vez mais admiradores. Inspire-se na elegância dessas propostas. [Marcela Marcasso]

Texturas naturais

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

O design de interiores desta casa, criada pelo escritório Ramon Esteve, foi baseado em conceitos de simplicidade, mas com materiais nobres. A paleta de cores equilibra tons claros e naturais com a madeira. O resultado se apresenta em completa harmonia com a natureza ao redor.

Com vista para Nova York

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

Para decorar esta sala, a proprietária garimpou brechós e mercados de pulga em busca de peças antigas. A mistura de temporalidades e estilos acabou por integrar-se harmoniosamente com as paredes e o piso envelhecidos pelo tempo. O objetivo não era que a mobília se destacasse, mas sim que criasse camadas de cor.

Preto e branco

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

A designer de interiores Katty Schiebeck apostou no efeito da união dos dois tons contrastantes, os únicos usados na decoração. Mármores e madeiras escuras aparecem como protagonistas. Além de definir esta sala, os materiais garantem, com suas texturas e brilhos, o estilo sofisticado e minimalista desejado para a obra.

Iluminação abundante

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

Neste outro ambiente, assinado por Katty Schiebeck, a entrada de luz natural foi explorada ao máximo. Por isso, a orientação da sala se deu de acordo com as amplas aberturas, que deixam a luminosidade mergulhar no imóvel, criando a impressão de ambientes mais espaçosos. A paleta preta e branca domina o espaço e ganhou um charmoso complemento: a tela em tom azul.

A lareira é o destaque

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

A horizontalidade da lareira neste ambiente desperta um instinto natural de acolhimento. No sentido contrário, o mobiliário e acabamentos formam um conjunto de cores escuras e linhas sóbrias, que denota uma urbanidade universal. Projeto do escritório Archi-Tectonics e dos arquitetos Ana Sotrel e Brooks Atwood.

Poucos e bons

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

Neste projeto limpíssimo de Isay Weinfeld, peças essenciais desenham um dos cantos do living, como uma edição especial da chaise Togo, da Ligne Roset – releitura do estilista Paul Smith em homenagem aos 40 anos da peça. Ao lado, sobre a mesa lateral One Shape, da mesma marca, objeto de Elsa Peretti e obra de Iran do Espírito Santo, de vidro espelhado, no piso.

Atmosfera despojada

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

O hotel boutique Lloyd’s Inn, com projeto do escritório multidisciplinar FARM, um décor minimal em todos os ambientes. Os profissionais eliminaram ao máximo ornamentações e simbolismos. Suítes e espaços de convívio são imaculadamente brancos ou revestidos com materiais crus, como madeira e concreto.

Jogo de tapetes

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

A luz natural entra à vontade nesta sala, desenhada pelo estúdio Casa 14, e reflete na pintura branca que recobre piso, paredes e teto. Dois tapetes, um claro e outro escuro, delimitam áreas distintas no livings. De um lado, um banco horizontal de madeira e uma poltrona de couro no tom caramelo aquecem o décor. Do outro, a dupla de poltronas, que puxam para o preto, evoca o ar de contemporaneidade.

Ao estilo francês

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

No coração de Paris, este apartamento, assinado pelo o designer francês Guillaume Alan, as cores se resumem em preto, branco, prata e cinza, criando um degradê etéreo, que se espalha pelas poltronas, tapete e lareira. A inspiração para a decoração foi o classicismo francês tradicional, com ares contemporâneos, graças às linhas absolutamente puras e dotadas de uma simplicidade que encanta os olhos.

Influência da Bauhaus

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

A decoração proposta pelos profissionais do estúdio Paritzki & Liani Architects nesta sala aposta em poucos móveis que dialogam entre si à beira do minimalismo. Para isso, não faltam ícones modernos, como a poltrona de madeira desenhada por Norman Cherner. À frente delas, está a cadeira CH07, também de madeira, criada por Hans J. Wegner.

Para a natureza brilhar

11 salas minimalistas e elegantes (Foto: Divulgação)

Minimalista, a decoração desta sala, assinada pela designer sueca Cecilia Dupire, possui itens essenciais e com design de linhas simples para que a beleza do entorno receba todas as atenções. No mobiliário, o sofá é de Piero Lissoni para a grife B&B Italia e as mesas laterais retangulares vieram da The Conran Shop. Pranchas de carvalho no piso criam sensação de amplitude.

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes

cozinhas-com-ilha

Este apartamento ganhou uma cozinha integrada para acomodar o casal de moradores. As vigas descascadas e tubulações aparentes revelam o clima industrial do ambiente. A bancada de cimento queimado recebeu uma mesa acoplada coberta de laca amarela e cadeiras de vários modelos. Projeto da Mestisso Arquitetura.

Ilha com pastilhas

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Com um décor de estilo contemporâneo esta cozinha, projetada pelo escritório HAO Design, ganhou uma ilha revestida de pastilhas pretas, de onde sai uma mesa de madeira clara. Os armários azuis ficam ao lado, complementando o ambiente. O conjunto de três pendentes de concreto brinca com a paleta de cores, em que predominam tons sóbrios.

Juntas e misturadas

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Integradas, as salas de estar, jantar e cozinha se mantém clássicas, com o décor todo em preto e branco — quebrado apenas pelos tons de madeira clara nas banquetas, cadeiras e poltronas. Do piso ao teto (e o pé direito desta casa é bem alto), a janela é um rasgo na parede lateral e faz com que a luz natural alcance todos os cantinhos do living. Destaque para a ilha em um tom carbono, onde está acoplada a pia.

Para chefs exigentes

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Superequipada, esta cozinha conta com uma ilha equipada com cooktop e duas coifas sobre ela. Os armários de carvalho emolduram mais eletrodomésticos à disposição do morador. Dois móveis quebram a sobriedade do ambiente: o armário verde claro (à direita) e o carrinho auxiliar amarelo vibrante.

Atmosfera clean

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Esta cozinha usou uma base simples e pontuou a decoração com escolhas vibrantes. A começar pelos pendentes cor de cobre, que levam a assinatura de Tom Dixon. Na parede ao lado, uma tela pontua cor no ambiente claro, enquanto, sob a bancada, um trio de banquetas industriais pintadas de amarelo injetam energia moderada no cômodo.

Tons escuros

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

De ar sóbrio e elegante, este ambiente tem projeto da designer de interiores Noura Van Dijk. Os componentes da cozinha apostam em diferentes tons de marrom. A estética clean, de linhas retas, ganha complementos interessantes na forma de peças de design arrojado: é o caso das cadeiras e da luminária de teto Birdie, do designer alemão Ingo Maurer.

Visual descomplicado

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Tons claros de madeira na estrutura da ilha e na bancada ao fundo fazem esta cozinha parecer mais ampla. No mesmo material, prateleiras deixam tudo à mão e organizado. A pia ocupa o centro da cozinha, posicionada estrategicamente em frente ao fogão, em vez de estar acoplada à parede. Nas laterais, luminárias articuladas iluminam indiretamente – no caso de um jantar, por exemplo, basta acendê-las para tornar o clima aconchegante.

Com uma mesa generosa

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Esta cozinha exibe um visual imponente e acolhedor, com espaço generoso para armários, prateleiras e painéis. A horta centralizada na mesa favorece o cuidado com a saúde e ainda possibilita que o chef tenha sempre à mão temperos frescos. O grande destaque fica para a ilha gourmet, que reserva espaço especial para os utensílios.

Ilha de madeira

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Nesta cozinha, os armários brancos, ao fundo, contrastam com a pedra escura aplicada como tampo da pia. Para garantir um ambiente claro, optou-se pelo branco também no piso e nas paredes. A madeira na ilha central traz sensação de aconchego aos convidados, complementada pelas cadeiras em tom de marrom.

Simples e prática

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Assinada pelo escritório Galeazzo Design, esta cozinha tem estilo contemporâneo e minimalista. O fogão é envolto por uma ilha, que serve como separação entre os ambientes. É lá que o morador prepara suas receitas de olho no papo que está acontecendo na sala.

Sem complicação

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Além de oferecer espaço para até quatro pessoas durante refeições, a ilha central projetada pelos arquitetos do Damilanostudio, é ideal para se preparar desde um simples sanduíche até o mais sofisticado banquete. O cooktop surge quase imperceptível sob a coifa metálica, ao lado da pia. Ao fundo, a bancada de louças complementa a funcionalidade para tarefas diárias.

Perfeita para reuniões

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Nesta cozinha, assinada pelo arquiteto Nildo José, o frontão espelhado é o grande destaque. Além de ampliar, o reflexo integra quem lava a louça ou prepara as comidas. O cooktop, no mesmo nível da bancada, também proporciona o convívio entre o cozinheiro e os convidados.

Versátil e colorida

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

Criada pelo escritório Arkitito, esta cozinha brinca com as cores. O amarelo vibrante da bancada contrasta com a madeira, presente na ilha, mesa e armários. Na ilha, cooktop e coifa garantem conforto ao cozinheiro, que conta com bastante espaço para preparar os alimentos. Destaque para a bela luminária sobre a mesa.

Centro das atenções

Cozinhas com ilha: 14 ambientes equipados e aconchegantes (Foto: Divulgação)

No meio do living, esta ilha logo demonstra qual é o espaço mais importante deste projeto, assinado pela arquiteta Juliana Pippi. Equipada com adega, cooktop e coifa, ela ainda conta com uma horta para deixar os temperos sempre à mão. Os pendentes se encarregam da iluminação indireta e aconchegante. [Angelina Marcasso]

Coleção de móveis de David Bowie vai a leilão

colecao-de-moveis-de-david-bowieO astro era um ávido colecionador de obras do designer italiano Ettore Sottsass e do extinto grupo Memphis, com base em Milão
Uma extensa coleção de móveis italianos que pertenceu ao astro David Bowie vai a leilão em Londres. O cantor era um ávido colecionador de obras do designer italiano Ettore Sottsass e do extinto grupo Memphis, que tinha base em Milão.

Reprodução | Dezeen
Luminária Super Lamp de Martine BedinLuminária Super Lamp de Martine Bedin

Reprodução | Dezeen
Estante Carlton de Ettore SottsassEstante Carlton de Ettore Sottsass
Ao longo dos anos, Bowie adquiriu mais de 100 peças, incluindo algumas icônicas como a luminária Super Lamp, de Martine Bedin e a estante Carlton de Ettore Sottsass.

Reprodução | Dezeen
Teelfone Enorme de Ettore Sottsass, 1986Teelfone Enorme de Ettore Sottsass, 1986
Algumas dessas peças serão vendidas em um leilão no Sotheby’s em Londres no dia 11 de novembro de 2016.

Reprodução | Dezeen
Gabinete D'Antibes by George J. Sowden, 1981Gabinete D’Antibes by George J. Sowden, 1981
Os itens de menor valor começarão com lances de 60 libras, já a estante Carlton, está estimada em 7 mil libras.

Reprodução | Dezeen
Cadeiras de Michele de Lucchi, 1983Cadeiras de Michele de Lucchi, 1983
A chefe de design do século XX do Sotheby’s disse que os trabalhos produzidos pela vanguardista Memphis, conduzidos por Ettore Sottsass, não poderiam ter encontrado uma audiência mais receptiva e sintonizada do que David Bowie. “Quando você olha para uma peça de design da Memphis, você vê sua irreverência, um caleidoscópio de formas e padrões com cores contrastantes e vibrantes que têm tudo para não funcionar, mas que se encaixam perfeitamente”, completa.

Reprodução | Dezeen
Relógio Metropole de George J. Sowden, 1982Relógio Metropole de George J. Sowden, 1982
Este leilão será o terceiro a apresentar coleções de Bowie, desde sua morte prematura, em janeiro deste ano. Os dois primeiros, também previstos para novembro, irão focar em suas coleções de arte contemporânea.

Reprodução | Dezeen
Luminária Don' Table Lamp de Ettore Sottsass, 1977Luminária Don’ Table Lamp de Ettore Sottsass, 1977
Nascido e criado no sul de Londres, Bowie estudou arte, música e design antes de embarcar em uma carreira profissional, como músico, em 1963. Ele foi conhecido por seus alter ego – como o andrógino Ziggy Stardust, Aladdin Sane e Thin White Duke – e recebeu uma grande retrospectiva no Museu Victoria and Albert, em Londres e também no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo. Após sua morte, foi lançado o álbum Blackstar.

Reprodução | Dezeen
Estante Adesso Pèro de Ettore Sottsass, 1992Estante Adesso Pèro de Ettore Sottsass, 1992

Fonte: Dezeen

Estampas têxteis nos móveis Kartell por Lapo Elkann

kartell-tamanho

Lapo Elkann levou os tecidos das roupas para a superfície dos móveis na sua coleção com a Kartell || Créditos: Reprodução
As peças icônicas da Kartell – empresa italiana de itens de decoração – ganharam toques especiais pelas mãos de Lapo Elkann, um dos herdeiros da Fiat. Ele reinterpretou alguns móveis, como mesas e cadeiras de Philippe Starck, com exclusividade para a semana de design Milão deste ano. A coleção em edição limitada traz padronagens têxteis, tais como quadriculado, listras, tartan e o famoso pied de coq. As peças estão disponíveis na flagship da Kartell em Milão.

A nova linha de azulejos de Barber & Osgerby

barber-osgerby-mutina-1-1024x731.jpg

De seu estúdio em Londres, os designers Barber & Osgerby criaram uma coleção de azulejos com estampa geométrica em parceria com a empresa italiana Mutina.

Intitulada Puzzle, a coleção tem diferentes desenhos que quando combinado criam composições únicas.

Os desenhos de semicírculo, triângulo e retângulo estampam os azulejos quadrados e quando combinados criam padrões geométricos que lembram um mapa abstrato. Isso influenciou a escolha dos nomes para as oito cores disponíveis.

Cada modelo ganhou o nome de uma ilha europeia. As cores mais neutras representam as ilhas do norte, como Faroe, Gotland e Aland. Já os tons mais quentes foram associados às ilhas mediterrâneas de Creta, Milos e Murano. [Arkpad]