Mostra Modernos Eternos reúne expoentes da arquitetura nacional

Quinta edição do evento em São Paulo acontece de 22 de agosto a 2 de setembro
Fotos: Romulo Fialdini

sig_14
Ambiente assinado por Sig Bergamin (Foto: Romulo Fialdini)

Móveis e objetos de design atual, vintage e de antiquários, além de obras de arte, compõem os 10 ambientes assinados por expoentes da arquitetura nacional especialmente para a mostra Modernos Eternos, que faz parte da programação do DW! São Paulo Design Weekend.

luciana_1
Ambiente assinado por Luciana Teperman para a mostra Modernos Eternos (Foto: Romulo Fialdini)

A quinta edição paulistana do evento acontece de 22 de agosto a 2 de setembro com a proposta de reunir uma cuidadosa seleção de peças que serão colocadas à venda imediatamente para o público do evento.

Os espaços criados para esta edição da Modernos Eternos levam a assinatura de Ana Maria Vieira Santos, Dado Castello Branco, David Bastos, Gustavo Neves, In House, Luciana Teperman, Marco Aurélio Viterbo, Murilo Lomas, Sig Bergamin e Wesley Lemos.

“Trabalhamos com a reutilização de peças de valor eterno e a utilização de materiais de montagem recicláveis, descartando qualquer geração de resíduos”, explica Sergio Zobaran, idealizador da mostra boutique ao lado de Maria di Pace.

MODERNOS ETERNOS
Studio 689 – Ugo di Pace. Al. Gabriel Monteiro da Silva, 689, Jardim Europa, São Paulo. De 22 de agosto a 2 de setembro. Segunda a domingo, das 13h às 20h. R$ 40.

Anúncios

Décor do dia: sala de estar une a delicadeza do rosa aos tons terrosos

Texturas e uma combinação de cores que aquecem qualquer ambiente
Por Amanda Sequin

d3f111f6bf6d4e249f10a357d2603d38Se são várias as tendências de cores que se fortificaram em 2018, com certeza os tons terrosos estão entre as principais. Nesta sala de estar, assinada pela H&M, eles inclusive se juntam ao rosa numa versão bem clarinha – mais uma vez apontando para as nuances lavadas e aquareladas, outra paleta que vem forte no décor.

A madeira clara presente no piso e que emoldura as janelas, somada ao tapete e sofá off-white, dá o pontapé inicial para os detalhes de cor. A poltrona em vermelho terroso se destaca ao fundo e outras nuances mais suaves se prolongam nas almofadas. O rosa claro também se aplica por ali e em pequenos objetos, resultando em uma combinação aconchegante, repleta de tecidos com toque macio. Luminárias douradas e outros acessórios com acabamento fosco finalizam o visual sofisticado!

Décor do dia: tons terrosos e artesanato na sala de estar

Resgate da decoração ancestral deixa espaço ainda mais colorido
Por Paula Jacob I Fotos: Christian Maldonado/ Divulgação

decor-do-dia-19-08-2018-2Marcelo Rosenbaum sempre fala sobre a importância do resgate ancestral como contato com a nossa própria história – e por que não investir em objetos artesanais para decorar a casa? Neste espaço criado por Juliana Pippi para a Casa Pronta fica evidente o uso das raízes brasileiras para a concepção de interiores. Começando pela cor terrosa (tinta Gruta, da Suvinil), que preenche todas as paredes. Ela ressalta não só os boiseries, mas as plantas pendentes e a cômoda de palha natural e bambu. Sobre ela, a decoração mistura cestaria de vime de Nicole Tomazi, vasos da Dpot Objetos, luminária Nord, de Fernando Prado para a Lumini, e colar usado como instalação de parede de Eva Soban.

decor-do-dia-19-08-2018-1As tramas também aparecem na poltrona de Guilherme Wentz para a Saccaro e na almofada azul da Codex Home. A brincadeira com os tons terrosos não para por aí: Juliana optou por um tapete de tear da designer chinesa Yu Li Min para a By Kamy como ponto chave para harmonizar esse décor. “É legal perceber como um tapete é capaz de valorizar ambientes, sejam eles internos ou mesmo uma varanda. É ele que arremata o ambiente e no caso deste projeto, o tapete faz o link entre as cores usadas em todo o projeto. E quem disse que tapete tem que se liso e de uma cor só? Essa explosão de cores traz irreverência e vida a todo o ambiente”, explica Juliana Pippi à Casa Vogue. Anotou a dica?decor-do-dia-19-08-2018-3

Décor do dia: tons neutros na sala de estar

Tramas de vime e cashmere trazem aconchego para a área comum
Por Paula Jacob I Foto: Reprodução

d7c3a0d612a5e21754672a60fd0730efTransformar a sala de estar no coração da casa poder ser uma tarefa complicada. Isso porque, muitas vezes, temos que lidar com espaço, pensar na acomodação de pessoas e, claro, no conforto de todos. Este ambiente criado pela Lotta Agaton é um ótimo exemplo de aproveitamento elegante de espaço. Os tons neutros na sala de estar permitem a versatilidade caso o proprietário queira mudar a decoração eventualmente ou pontuar com objetos coloridos no futuro. Aqui, as texturas do vime e da manta de cashmere sobre o sofá off white imprimem acolhimento, afinal este é o espaço onde recebemos as pessoas e à nós mesmos quando chegamos em casa.

O aproveitamento do pé-direito alto é feito com maestria: note a luminária pendente e as enormes cortinas que parecem dançar nas janelas protuberantes da construção antiga. A madeira surge nas cadeiras e o mármore na mesa de centro, tudo ornando perfeitamente. Os livros no suporte lateral de madeira, os vasos de vidro e o pequeno banquinho deixam o espaço mais cool. Invista!

Décor do dia: biblioteca com tons escuros e livros virados

Projeto do escritório Pipkorn & Kilpatrick contrasta o grafite com os terrosos
Por Paula jacob I Fotos: Martina Gemmola/ Divulgação

6db820_c18ff7a483f349629874615959b6c1ebmv2.jpgCom as baixas temperaturas, nada mais acolhedor do que um ambiente de leitura. Aqui, a biblioteca com tons escuros e livros virados assinada pelo escritório Pipkorn & Kilpatrick faz parte de uma casa australiana. A construção é de 1900, por isso as cornijas de gesso se tornam tão importantes para manter a identidade histórica do espaço. Dessa forma, as arquitetas escolheram uma cor ousada, mas complementar com essa atmosfera quase bucólica.

House Living Room Ideas Luxury 338 best aphrochic color crush black images on pinterest livingO grafite marca e realça a presença da lareira, ladeada por duas estantes de madeira clara. Nelas, os livros foram colocados com a lombada para trás, dando um efeito visual uniforme e uma certa textura para o décor. A escolha do tapete claro tira qualquer efeito sombrio do ambiente, complementado com móveis vintage e espelho recortado.

As 10 lojas mais lindas do mundo

Conheça destinos deslumbrantes para visitar e para seguir no Instagram
Por Michell Lott I Fotos: Paula Flynn/ Divulgação

5-petersham_nurseries_03
Petersham Nurseries, London
@petershamnurseries

Que atire a primeira pedra aquele viajante ou turista que não goste de parar em uma bela loja pelo caminho e perder alguns minutos escolhendo objetos com uma aura mágica, dificilmente encontráveis em sua terra natal. Acontece que lojas também podem contar, através dos objetos, um pouco da história de seus arredores – e também podem se tornar pontos turísticos para os mais consumistas ou mesmo para aqueles que adoram postar fotos lindas no feed do Instagram.

Quem sabe muito bem disso é Paula Flynn, dona do site The Shopkeepers, que também possui um perfil no Instagram com cerca de 100k seguidores. Depois de trabalhar como designer em Londres, Paris e NY para marcas como Chloe, Karl Lagerfeld e Gab, ela se tornou consutora freelancer para marcas. No meio do caminho, ela compartilha em The ShopKeepers, as lojas mais encantadoras ao redor do mundo, sejam elas grandes boutiques de marcas internacionais ou portinholas bucólicas em pequenas cidades da Europa. Abaixo, a pedido da Casa Vogue, ela compartilha as 10 lojas mais lindas do mundo! Se elas não tiverem no seu radar de viagens, dá para, pelo menos, seguir no Instagram e se programar para conhecê-las o quanto antes.

John Derian, NY
@johnderiancompany
1-john_derian_011-john_derian_03


La Mercerie, Nova York
@lamerceriecafe
2-la_mercerie


The Shop at Bluebird, Londres
@theshopatbluebird
3-bluebird_01


egg, London
@eggtrading
4-egg


Petersham Nurseries, London
@petershamnurseries
5-petersham_nurseries_02


Merci, Paris
@merciparis
6-merci


The Garden, Dublin, Irlanda
@shopthegarden
10-_the_garden_0210-_the_garden_01


Red Chair, Hudson, Nova York
@redchair_hudson
7-red_chair_047-red_chair_02


Casa González & González, Madri
@gonzalezygonzalezstore
9-casa_gonzalez_01


A Vida Portuguesa, Lisboa
@avidaportuguesa
8-a_vida_portuguesa_018-a_vida_portuguesa_03

Vai trabalhar em casa? Veja como criar um home office básico

IMG_1715-620x350
Um cantinho sem uso da casa pode se transformar em um charmoso home office (foto: arquivo pessoal)

Para quem pensa ou começará a fazer home office, muitas vezes há o desafio de criar um ambiente “caseiro” no qual é possível trabalhar sem interrupções e da maneira mais confortável possível. Portanto, é importante investir em um mobiliário ou marcenaria planejada para que o espaço seja exclusivamente destinado para este fim e você consiga manter uma agenda como se estivesse trabalhando fora. 

Para quem não possui um cômodo extra na residência para montar um pequeno escritório, existe a possibilidade de transformar um cantinho – seja ele no quarto, na sala de TV, na dependência de serviço e até mesmo no final do corredor. O primeiro passo é estudar a planta baixa e verificar qual parte da casa está sendo menos aproveitada e pudesse receber este tipo de instalação sem agredir visualmente ou de forma funcional o que está ao seu redor. 

Para montar um home office pequeno e básico, é preciso pensar em uma pequena mesa com pelo menos uma gaveta, uma poltrona ou cadeira com rodinhas (lembre-se que você precisará de ao menos 70 cm de área na parte de trás para se sentar e se levantar), um armário suspenso sobre a bancada e ao menos duas estantes abaixo dele para objetos de uso recorrente, como papel e documentos, e uma impressora se necessária. 

14785111786056.jpg
Deixe sempre o ambiente setorizado e organizado para evitar distrações (foto: Pixabay)

Depois de ter feito o rascunho do mobiliário, chegou a hora de verificar a instalação elétrica do local. Leve em consideração ao menos três tomadas: uma baixa, outra dupla na altura da mesa e mais uma no nível da estante. Não se esqueça da linha telefônica, se for o caso. A iluminação focal também é importante: avalie o uso de uma lâmpada branca com temperatura de aproximadamente 4.000K.

Mantenha o local setorizado com todos os itens necessários para que você não precise buscar em outros cantos da casa e se distraia com alguma função. Fazer home office pode ser o melhor dos mundos para fugir do trânsito e estar no aconchego do lar, mas é preciso disciplina e organização para que a empreitada dê certo. [Anelisa Lopes – @a81_design]