Apartamento de praia tem decoração contemporânea e boas soluções de marcenaria

ekko
As cores neutras criam uma atmosfera acolhedora e atemporal, com móveis Artefacto, tapete Trama Casa, piso da Ekko Revestimentos e revestimento de parede da Orlean (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)

O apartamento de 600 m² com vista maravilhosa para a praia de São Conrado é o refúgio de uma família carioca que mora no exterior. Quando vêm ao Brasil, é lá que o casal de executivos e seus quatro filhos aproveitam o Rio de Janeiro. Por ser um lar temporário, eles buscavam um espaço prático e acolhedor para curtir as férias com máximo conforto. Desejo atendido pela arquiteta Roberta Devisate, que já fez reformas de outros três imóveis da família. “A casa de temporada do Rio de Janeiro é a que mais tem mais a identidade deles. Por ele ser um alto executivo, eles estão sempre de mudança. É aqui, no entanto, que todos se sentem em casa”, conta.

O ponto de partida foi criar ambientes integrados para receber os amigos. Mas, ao derrubar as paredes, algumas colunas apareceram no meio do caminho. A solução foi criar portas e nichos de marcenaria ao redor para escondê-las. O pilar central, por exemplo, deixou de ser um problema ao comportar o suporte para o bufê do jantar.

Cores neutras

Para as paredes e móveis, a arquiteta escolheu tons suaves em busca de uma atmosfera acolhedora e atemporal. A escada foi artesanalmente executada em peroba maciça e adornada com um biombo metálico que vai até o teto do segundo andar, com desenho inspirado nos famosos móbiles do escultor Alexander Calder.

Decoração dos quartos das crianças

No mesmo andar está o quarto dos filhos mais velhos, que têm 15 e 17 anos. Eles dividem o mesmo espaço, mas também querem privacidade. A solução foi instalar um painel de marcenaria com proteção acústica, que virou uma porta de correr que isola ou integra os dois ambientes, dependendo da vontade do dia. O quarto do caçula recebeu bancadas e estantes em tom de cinza, contrastando com o vigor de laranjas e pretos. A poltrona Skate, de Zanini de Zanine, deu um toque lúdico ao ambiente.

Área de lazer com vista para a praia

O mar é a estrela principal do último andar. Até a questão cromática foi pensada para que tivesse poucos tons que competissem com a natureza. Com o aval do condomínio, o guarda-corpo tradicional deu lugar a paredes de vidro, que não atrapalham o visual para o oceano. Tudo para que os convidados aproveitem a vista privilegiada em 180 graus, que pode ser admirada desde a cozinha gourmet, do SPA ou de um mergulho na piscina. [Teresa Raquel Bastos]

 (Foto:  )O biombo de metal, desenhado por Roberta Devisate e executado por Mariane Santos, decora a lateral da escada artesanal, feita de peroba pela Marcenaria Eman. Os bancos rústicos são da Artefacto (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
 (Foto:  )O banheiro foi revestido com tecido colorido da Orean e piso da Ekko Revestimentos (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
 (Foto:  )A cozinha gourmet é ideal para receber os amigos e familiares. As cadeiras da bancada são da Artefacto e o o piso de porcelanato cimentício é da Ekko Revestimentos (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
 (Foto:  )Os bancos de tronco da Tora Brasil trazem charme à área de lazer. O porcelanato antiderrapante da Ekko Revestimentos ajuda a evitar acidentes, junto com o granito apicoado da Royal Marmoraria. A piscina é toda revestida com pedra Hijau da Palimanan. As chaises Breton garantem o descanso sob o sol do Rio de Janeiro (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
 (Foto:  )A cozinha foi equipada com móveis da Florense, piso de porcelanato da Ekko Revestimentos, bancos, da Artefacto. As paredes receberam revestimento de pastilhas de vidro artesanal, também da Ekko revestimentos. A luz vem das luminárias da Lumini (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
 (Foto:  )O quarto dos adolescentes é dividido pela porta de correr de marcenaria, criada pela S Correa Luz. O piso segue o padrão de madeira, com réguas de PVC da Orlean (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
 (Foto:  )O quarto do caçula ganhou toque lúdico com a poltrona Skate, assinada por Zanini de Zanine. As estruturas de madeira são da marcenaria S Correa Luz (Foto: MCA Estúdio/Divulgação)
Anúncios

Visita guiada: apartamento com estilo escandinavo decorado para o Natal

01-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natal

A blogueira de design de interiores Svenja Bruecker divide com o namorado um apartamento com aproximadamente 120 metros quadrados em um prédio antigo no coração de Viena, Áustria.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
02-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalEles se apaixonaram pelo piso espinha de peixe em todos os ambientes, pelas paredes com 4 metros de altura e pelas grandes portas e janelas com maçanetas originais de bronze.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
03-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalTodo branco e banhado por luz natural, o apartamento tem um décor com inspiração escandinava.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
04-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalA moradora mesclou peças vintage, clássicos do design e elementos boho divertidos.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
05-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalUma bancada de trabalho antiga, por exemplo, é usada como mesa no cantinho do café.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
06-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalA mesa de jantar, que os moradores também usam como mesa de trabalho, foi pintada de branco.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
07-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalOutro projeto de faça você mesmo é o sofá de pallets ao lado da lareira.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
08-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalA moradora fotografou o apartamento decorado para o Natal, para o site Apartment Therapy.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy

Inspiração do dia: cantinho com tons fendi e verde

casaclaudia-663-117-ed-2.jpeg

A delicada chaise (Finish) reúne os tons fendi e verde, que predominam no Espaço Deca, das arquitetas Márcia e Manu Müller para a Casa Cor Rio 2016. Painéis de vidro interagem com a paisagem. O piso de porcelanato fosco (Ekko), que imita a textura de pedra, e a mesa com base de concreto conferem um toque rústico.

Inspiração do dia: sala de leitura neutra com toques de cor

1-inspiracao-do-dia-sala-de-leitura-neutra-com-toques-de-cor.jpeg

A antiga residência de estilo neocolonial do historiador e médico Oswaldo Cabral recebe a Casa Cor Santa Catarina, que chega ao fim no próximo domingo (04). Um dos ambientes em destaque na mostra é a Sala de Leitura criada pela arquiteta Priscila Koch. Com base neutra, as cores do ano eleitas pela Pantone – rosa quartzo e azul serenity – ganham destaque e dão aconchego ao espaço. O trabalho de marcenaria garantiu um aspecto moderno com toques clássicos, para que o ambiente combinasse com a arquitetura da casa. Os acabamentos usados pela arquiteta têm cor clara e textura natural e são da Sayerlack.2-inspiracao-do-dia-sala-de-leitura-neutra-com-toques-de-cor.jpeg

Confira a decoração de Natal do último ano dos Obama na Casa Branca

whitesEm seu último ano na presidência, a família Obama caprichou na tradicional decoração de Natal da Casa Branca. Sob o tema ‘O Presente das Festas’, vários ambientes celebram motivos diferentes, como a educação, a reflexão, a família, os amigos, a saúde e o serviço militar.

Alex Wong | Equipa | Getty Images
03-decor-natal-ultimo-ano-obama-casa-brancaPara começar, mais de oito mil laços e fitas enfeitam o corredor East Hallway na decoração assinada majoritariamente pela Rafanelli Events. Para trazer o espírito natalino, 92 voluntários de todo o país trabalharam no projeto, que utilizou somente 10% de produtos e materiais novos.

Alex Wong | Equipa | Getty Images
04-decor-natal-ultimo-ano-obama-casa-brancaNo Blue Room, a árvore de Natal da Casa Branca 5,8 metros de altura e conta com ornamentos que refletem a união do país, doados por cidadãos e por membros do serviço militar. Nela, a fita  mostra os dizeres do preâmbulo da Constituição americana.

Alex Wong | Equipa | Getty Images
01-decor-natal-ultimo-ano-obama-casa-brancaMisturando o histórico à novidade, um dos pontos altos do décor da Casa Branca é a sala de jantar State Dining Room, que recebeu 56 casas de biscoito de gengibre, representando cada um dos estados americanos, feitas com mais de 200 mil peças de Lego.

Alex Wong | Equipa | Getty Images
06-decor-natal-ultimo-ano-obama-casa-brancaCom diferentes cores, arquitetura e detalhes, levou 500 horas e um time de sete voluntários para montar as casinhas. Ali também fica a The White House Gingerbread House, casa de biscoito de gengibre tradicional. Aparecendo todos os anos, desta vez a construção contou com 68 quilos de biscoito, nove quilos de glacé e outros nove quilos de peças de açúcar esculpido.

Alex Wong | Equipa | Getty Images
05-decor-natal-ultimo-ano-obama-casa-brancaFonte: White House

Inspiração do dia: sala de estar com cores suaves pronta para o Natal

loiraA arquiteta Lee Talbot vive com seu marido e três filhos em uma casa na costa sul da Austrália. Os interiores foram pintados de branco, dando um tom moderno e claro ao lar. No Natal, os ambientes ganham vida. Na sala de estar, o pinheiro é o grande destaque e foi enfeitado com algumas penas, ornamentos de papel (origamis) e estrelas. Tons de rosa nos papéis de presente e outros enfeites dão uma atmosfera alegre. E as almofadas complementam com cores suaves o cômodo.
Fonte: Inside Out

Com apenas quarto e sala, apartamento tem decoração clean e ambientes espaçosos

sala-living-biblioteca-estante-livros-marcenaria-sofa-tapete-mesa-de-centro
O espaço para leitura foi um dos pedidos do morador. Aliado à sustentabilidade, o arquiteto Francisco Viana aproveitou as portas de correr da antiga varanda para fechar o móvel que abriga os livros. Mesa de centro Chuva, assinada por Leo Romano, à venda na Arquivo Contemporâneo. Piso cimentício, modelo Paris branco, da Castelatto (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )

Lar carioca com alma francesa. Não há melhor definição para esse apartamento de 120 m², no bairro da Gávea, na zona sul do Rio de Janeiro. O morador, um psicanalista de 70 anos, morou em Paris por muitos anos e trouxe na bagagem de volta ao Brasil peças de alto valor afetivo que ganharam destaque na decoração.

O desafio de renovar o ninho coube ao arquiteto Francisco Viana. Na planta original, três quartos, uma sala estreita e uma pequena varanda. Para criar um ambiente espaçoso para receber, o profissional optou por uma obra transformadora e, logo, cheia de quebra-quebra. O morador fez uma única exigência: uma área adequada para leitura e abrigo para os inúmeros livros.

Destaque para a área social
A reforma durou oito meses e todos os ambientes foram reconfigurados. O lar ganhou uma sala ampla integrada ao escritório que pode ser transformado em quarto de hóspedes, graças a uma porta retrátil instalada no local. E a varanda também foi incorporada ao living.

A cozinha, um outro destaque do lar, foi integrada à copa e à área de serviços, o que garantiu continuidade visual ao espaço. O antigo piso da sala de lambris de madeira angelim ganhou nova função ao revestir paredes na cozinha.

Na decoração, o ar é contemporâneo e rico em referências à história do morador. A mesa de trabalho, as cadeiras de estilo camponês francês datadas do século XIX, a mesa de centro e o sofá dos anos 1970 são alguns dos móveis que o acompanharam na mudança para o Brasil.

A paleta de cores escolhida por Francisco traz tons escuros e sóbrios. “Optei por amplas superfícies claras e frias, naturalmente aquecidas pela presença forte da madeira e couro”, conta o profissional. Algumas tons mais vivos em luminárias e obras de arte marcam o projeto. [Julyana Oliveira]

Poltrona Angelina, assinada por  Hans Wegner, à venda na Arquivo Contemporâneo. Sofá Trento da Way Design. Almofadas confeccionadas pela Trama Casa com tecidos à venda na Ipanema Kravet (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )Poltrona Angelina, assinada por Hans Wegner, à venda na Arquivo Contemporâneo. Sofá Trento da Way Design. Almofadas confeccionadas pela Trama Casa com tecidos à venda na Ipanema Kravet (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação)
No ambiente do escritório, um antigo buffet do cliente foi usado para fazer a base fechada da estante entre o sofá e a bancada de trabalho. Cadeira de escritório com rodinhas, modelo Sherlock, assinada por Etel Carmona para a loja Arquivo Contemporâneo. O (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )No ambiente do escritório, um antigo buffet do cliente foi usado para fazer a base fechada da estante entre o sofá e a bancada de trabalho. Cadeira de escritório com rodinhas, modelo Sherlock, assinada por Etel Carmona para a loja Arquivo Contemporâneo. Os tapetes orientais iranianos fazem parte do acervo do morador (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )
Na passagem da sala de leitura para o living, a antiga escrivaninha francesa separa os ambientes visualmente. O móvel veio junto com o morador de Paris (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )Na passagem da sala de leitura para o living, a antiga escrivaninha francesa separa os ambientes visualmente. O móvel veio junto com o morador de Paris (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )
O sofá Mole assinado por Sergio Rodrigues já pertencia ao cliente. Assim como a mesa de centro, que originalmente era um móvel de jantar de fazendo mineira e teve a altura adaptada para este projeto. Tapete de algodão, modelo Chenille, à venda na Nani Chi (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )O sofá Mole, assinado por Sergio Rodrigues, já pertencia ao cliente. Assim como a mesa de centro, que originalmente era de jantar e foi adaptada para este projeto. Tapete de algodão, modelo Chenille, à venda na Nani Chinelatto. Chaise longue Yung assinada por Etel Carmona e banco de madeira (sob a janela) assinado por Aristeu Pires, ambos à venda na Arquivo Contemporâneo (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )
A mesa de jantar já pertencia ao acervo do morador. Cadeiras de jantar, modelo Sofia, à venda na Way Design  (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )A mesa de jantar já pertencia ao acervo do morador. Cadeiras de jantar, modelo Sofia, à venda na Way Design. Pendente à venda na Lumini (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )
Na cozinha foi criada uma área para refeições rápidas, onde uma gaveta se transforma em mesa. Armários em laminado preto, à venda na Favo, e bancadas em granito preto foram escolhidos pela praticidade e pelo visual sofisticado, minimalista. As paredes foram revestidas em lambris de madeira angelim natural encerado, que na planta original era o piso da sala. Banqueta alta Easy assinada por Jader Almeida para Arquivo Contemporâneo (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )A cozinha recebeu uma área para refeições rápidas. Armários em laminado preto, à venda na Favo, e bancadas em granito preto foram escolhidos pela praticidade e pelo visual sofisticado, minimalista. As paredes foram revestidas em lambris de madeira angelim, que, na planta original, estavam no piso da sala. Banqueta alta Easy, assinada por Jader Almeida, para Arquivo Contemporâneo (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )
Na suíte, os criados-mudos, que já pertenciam ao morador, ganharam luminárias de mesa, modelo Piccolo, da Lumini. A cabeceira da cama, em tecido Ipanema Kravet, e as cortinas de linho da Empório Beraldin, foram desenhadas pelo arquiteto e executadas pela  (Foto: Juliano Colodeti - MCA Estúdio/Divulgação )Na suíte, os criados-mudos, que já pertenciam ao morador, ganharam luminárias de mesa, modelo Piccolo, da Lumini. A cabeceira da cama, em tecido Ipanema Kravet, e as cortinas de linho da Empório Beraldin, foram desenhadas pelo arquiteto e executadas pela Trama Casa. Roupa de cama da Trousseau (Foto: Juliano Colodeti – MCA Estúdio/Divulgação )