Objetos antigos contam histórias neste apartamento modernista

aptosPor Amanda Sequin; Fotos Divulgação
Gravuras do século 19 compradas em um antiquário chinês, esculturas arrematadas em Nova York, objetos encontrados de Cingapura… Não é preciso muito para perceber que quem mora neste apartamento de 320 m² é apaixonado por colecionar e viajar. E fez questão de ter um espaço adequado para exibir suas recordações, sempre em constante mutação.

A unidade adquirida há dois anos em Higienópolis, São Paulo, passou por uma reforma cuidadosa comandada pelo arquiteto Luciano Dalla Marta. Tudo para adaptar suas configurações, típicas de um edifício modernista do final dos anos 1960, aos desejos atuais do proprietário – mas sem perder o valor histórico da época e seus elementos mais marcantes.

 Um detalhe importante e preservado foram as boiseries, originalmente executadas por discípulos de artesãos do Liceu de Artes e Ofícios. O painel foi laqueado de cinza, tom que prevalece em todos os ambientes e destaca as peças queridas do morador, caso da poltrona vintage em veludo rose belga.

Foram seis meses para realizar mudanças no layout, integrando ambientes e dando novos usos a outros. Salas de almoço e jantar, por exemplo, existiam separadamente, e agora ganharam múltiplas funções, podendo ser usadas juntas.

Mais outros quatro meses e a decoração foi finalizada, exibindo com a devida relevância os objetos vintage. Acompanhando a mesa de refeições em madeira imbuia escura, desenho do arquiteto, está a preciosa coleção de cadeiras de Jorge Zalszupin. Outras peças de décadas anteriores, com autores desconhecidos, foram garimpadas e dispostas pela casa, mas nada impede que outras mais atuais, como a poltrona com estofado turquesa de Jader Almeida, figurem por ali em harmonia.

Além das peças adquiridas em viagens, vasos étnicos, muranos e obras de arte raras estão apoiadas no aparador e nas paredes, com molduras em diversos tamanhos e tons. Como não se surpreender com o desenho de Candido Portinari, posicionado entre as prateleiras do escritório e o croqui de Oscar Niemeyer, com dedicatória pessoal ao morador? São detalhes preciosos que fazem deste um lar único e de muita personalidade.

Anúncios

Inspiração do dia: cantinho de leitura próximo ao jardim

1-inspiracao-do-dia-cantinho-de-leitura-proximo-ao-jardim

Esta casa na tradicional aldeia de Sant Mori, na Espanha, era usada apenas no verão, mas recebeu uma reforma do escritório Mesura, transformando-se em um espaço funcional e confortável para ser usado o ano todo. A planta foi adaptada para aproveitar ao máximo as áreas externas e integrar os ambientes. Por isso, grandes janelas e portas de vidro se fazem presentes e deixam a casa bem iluminada. Um cantinho para leitura e relaxamento foi criado com acesso direto ao quintal. No décor, presença de elementos rústicos e cores neutras mantém o clima da cidadezinha em que a casa está instalada.2-inspiracao-do-dia-cantinho-de-leitura-proximo-ao-jardim.jpeg

Nichos e armários customizados aproveitam o espaço neste apê em Tel Aviv

nichos-e-armarios-customizados-aproveitam-o-espaco-neste-ape-em-tel-aviv

Na reforma do apartamento de 165 metros quadrados em Tel Aviv, Israel, o escritório RUST Architects apostou em armários customizados e marcenaria inteligente, que maximizam a capacidade de armazenamento dos espaços.

Reprodução | Gidon Levin | Decoist
02-nichos-e-armarios-customizados-aproveitam-o-espaco-neste-ape-em-tel-avivPara isso, o estúdio utilizou o espaço vertical, com prateleiras suspensas no teto, muitos nichos e algumas unidades para esconder equipamentos.

Reprodução | Gidon Levin | Decoist
03-nichos-e-armarios-customizados-aproveitam-o-espaco-neste-ape-em-tel-avivNa sala de estar, por exemplo, o volume em preto esconde a sala de TV e conta com vários armários.

Reprodução | Gidon Levin | Decoist
04-nichos-e-armarios-customizados-aproveitam-o-espaco-neste-ape-em-tel-avivJá no canto de leitura junto à janela, o móvel com portas amarelas também oferece espaço para guardar coisas.

Reprodução | Gidon Levin | Decoist
05-nichos-e-armarios-customizados-aproveitam-o-espaco-neste-ape-em-tel-avivReprodução | Gidon Levin | Decoist06-nichos-e-armarios-customizados-aproveitam-o-espaco-neste-ape-em-tel-avivFonte: Decoist

Inspiração do dia: sala de casa na praia com referências africanas

1-inspiracao-do-dia-sala-de-casa-na-praia-com-referencias-africanas

Nesta casa de praia em Guecá, São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, há muitas referências africanas. Os proprietários, que utilizam a casa nos momentos de lazer, são angolanos e pediram para o escritório AR Arquitetura & Design uma casa grande e confortável para receber amigos e familiares com privacidade. A sala do imóvel é ampla, tem 85 metros quadrados e muitas áreas de convivência e para relaxar. O piso é de cerâmica e as portas e janelas de madeira. O décor foi inspirado na cultura africana e tem muitas peças trazidas de viagens pelos próprios proprietários. Há abundância de materiais naturais como madeira, vime e couro. Tons de laranja trazem alegria ao ambiente.

Produtora de conteúdo criativo ganha reforma total

mnma_fotor10Elementos ligados ao cinema foram o ponto de partida para o projeto de interiores da produtora de cinema IGC – InGoodCompany@. Com reforma conduzida pelos arquitetos André Pepato e Mariana Schmidt, do MNMA Studio, o imóvel de 90 m² em São Paulo adotou a amplitude espacial máxima – conferindo neutralidade ao espaço com o uso do branco – de tal forma a reverberar o próprio usuário e os objetos inseridos nesse contexto como força estética.

“Acreditamos que a arquitetura ultrapassa a simples resposta em termos de conforto material e sobretudo cumpre melhor a sua função maior quando não se torna uma atividade individual”, dizem André e Mariana, que antes de criarem o próprio estúdio colaboraram com escritórios de renome como Studio MK27, FGMF, UNA e Jacobsen.

No projeto de reforma da IGC o trabalho com a luz foi a premissa mais relevante. A luminária que circula pelo ambiente principal foi feita sob medida e surge tanto para atender necessidades técnicas como também para preservar e valorizar a forma da laje aparente, através de uma iluminação indireta e sutil. Na sala envidraçada a caixa suspensa forma uma segunda luminária, além de conter parte do sistema de ar condicionado. Também desenhadas sob medida especialmente para a obra, as mesas de trabalho , além de sua funcionalidade técnica, são inspiradas nos moduladores de Le Corbusier – apropriados nas icônicas “três tabelas”, vitais em sets de filmagem.

Além disso, construiu-se um bloco hidráulico solto da laje. A estética do artista Jean Raynaud e seu sistema de grid serviram de inspiração para conceber o banheiro e conjugar volumetrias. [Marcos Zeitoune ]

Fotos: André Klotz / Divulgação

Inspiração do dia: cozinha e sala de jantar integradas e iluminadas

1-inspiracao-do-dia-cozinha-e-sala-de-jantar-integradas-e-iluminadas

A esposa do arquiteto Neil Dusheiko queria que seus pais vivessem perto deles, no norte de Londres. Encontraram uma construção que estava um pouco úmida e escura. Dusheiko reformou a casa de seu sogro, transformando a construção típica vitoriana em uma casa galeria muito confortável e arejada. O piso térreo foi estendido para que a cozinha se tornasse mais espaçosa. Sobre o cômodo, há uma fileira de claraboias que ilumina o local. Em uma das paredes, uma estante enorme de madeira foi construída para abrigar objetos de cerâmica, vidros e quadros emoldurados. Ao fundo, janelas e portas de vidro dão acesso ao jardim. As mudanças dão à casa um tom leve, moderno, mas muito pessoal. [Mariana Conte]

Fonte: Dezeen

Inspiração do dia: cabana industrial cheia de conforto

01 (7).jpeg

Reportagem Visual e Texto: Simone Raitzik
Na área externa da Casa Cor Rio 2016, o arquiteto Duda Porto montou uma cabana que fica pronta em apenas dois meses. Uma ótima forma de ampliar a casa de campo, a construção pode funcionar como anexo para receber hóspedes. Cinza, preto e madeira desenham o interior da cabana, criando uma base elegante. A bancada, ao fundo, ganhou uma pintura que imita a textura cimentícia. O mesmo lambri de finas lâminas de ipê forra as paredes e o teto. Esse recurso traz uma gostosa sensação de aconchego. 02-inspiracao-do-dia-cabana-industrial-cheia-conforto