Luzia | Clássico da literatura, Luzia-Homem ganha versão em quadrinhos

HQ de Zé Wellington e Débora Santos adapta Luzia-Homem, de Domingos Olímpio
GABRIEL AVILA

Editora Draco anunciou o lançamento de Luzia, HQ que adapta Luzia-Homem, clássico da literatura escrito por Domingos Olímpio. Com roteiro de Zé Wellington (Cangaço Overdrive) e Débora Santos (Gringo Love), o quadrinho acompanha a jornada da personagem-título durante a Grande Seca que atingiu o sertão do Ceará no final do Século XIX.

Leia a sinopse: “A protagonista Luzia é uma mulher que sofre preconceito de outros retirantes e o assédio de um soldado justamente por ter músculos fortes, força incomparável e características masculinizadas. Mesmo nesse clima desfavorável, a determinada jovem vê florescer uma nova amizade e também um grande amor”.

Lojas de quadrinhos do Brasil se unem em campanha de apoio; saiba como ajudar
Apoiado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, o quadrinho tem 96 páginas em preto e branco e já está à venda no site da Editora Draco. Confira uma prévia abaixo:

Emilia Clarke anuncia lançamento da própria HQ ‘MOM: Mother of Madness’

A minissérie, ‘MOM: Mother of Madness’, será lançada em três edições pela Image Comics a partir de 21 de julho.

Emilia Clarke, de 34 anos, anunciou em seu Instagram nesta quarta-feira (21) que criou a própria história em quadrinhos. A minissérie, MOM: Mother of Madness, será lançada em três edições pela Image Comics a partir de 21 de julho.

O título é uma referência ao seu papel na séries Game Of Thrones, em que ela viveu Daenerys Targaryen, a Mãe dos Dragões.

Clarke descreve a história em quadrinhos como uma mistura no estilo Deadpool de “muita bobagem” e humor irônico, combinada com uma sensibilidade feminista muito atual “explorada em uma atmosfera de extremo gênero”.

Starlight | Filme que adapta HQ de Mark Millar terá direção de Joe Cornish

Produção do 20th Century Studios ainda não tem lançamento definido
GABRIEL AVILA

Starlight, filme que adapta HQ de Mark Millar (Kick-Ass) e Goran Parlov (Justiceiro), ganhou seu diretor. De acordo com o The Wrap, o longa será dirigido e escrito por Joe Cornish, conhecido por comandar Ataque ao Prédio e co-escrever filmes como Homem-Formiga As Aventuras de Tintim.

Lançada em 2014, a HQ de Starlight conta a história de Duke McQueen, um herói do espaço que retorna à Terra após salvar o universo. Curiosamente, ninguém acredita em seus feitos incríveis e 35 anos depois McQueen acaba requisitado para uma última aventura nas estrelas. O filme ainda não tem data de estreia definida.

A mais recente adaptação de HQs de Mark Millar é O Legado de Júpiter, que vai ganhar uma série na Netflix em maio. 

JoJo’s Bizarre Adventure | Anime de Stone Ocean, parte 6 do mangá, é confirmado

Teaser revela a protagonista Jolyne Cujoh, a filha de Jotaro Kujo
ARTHUR ELOI

Stone Ocean, a parte seis do mangá de JoJo’s Bizarre Adventure, enfim será adaptada em anime. O arco, originalmente publicado entre 1999 e 2003 no Japão, se passa em 2011 e é liderado por Jolyne Cujoh, a filha de Jotaro Kujo – o protagonista do arco Stardust Crusaders. Veja o anúncio acima.

No vídeo, é possível ouvir um trecho da voz de Jolyne, que será interpretada por Ai Fairouz no idioma original. A atriz falou sobre sua escalação, dizendo ser grande fã da franquia: “Não consigo viver sem JoJo’s Bizarre Adventure, afinal foi o que me inspirou a me tornar uma dubladora profissional. Fiquei sem palavras quando descobri que iria participar da série”, falou. “Chorei muito já que foi o momento em que meus sonhos, os quais corri atrás pelos últimos 12 anos, finalmente se realizaram. Amo e admiro Jolyne como uma personagem, sua natureza bela e forte me deram força durante a minha época de colégio, então sou muito grata pela oportunidade.

Criado em 1987 por Hirohiko AkariJoJo’s Bizarre Adventure conta com mais de 127 volumes publicados nas revistas Shonen Jump e Ultra Jump e já foi adaptado em animes para a TV e para o cinema, além de um filme live-action lançado pela Warner no Japão. A revista já vendeu mais de 100 milhões de cópias desde seu lançamento.

Ainda não há previsão de estreia para Stone Ocean. No Brasil, JoJo’s Bizarre Adventure é transmitida pela Crunchyroll.

Zack Snyder revela arte de Jim Lee baseada no Snyder Cut de Liga da Justiça

Ilustração com Mulher-Maravilha, Aquaman e Caçador de Marte servirá como capa variante da HQ

Faltando apenas um mês para o lançamento de Zack Snyder’s Justice League, popularmente chamado de Snyder CutZack Snyder revelou uma arte de Jim Lee inspirada no longa. A ilustração, que traz a Mulher-Maravilha de Gal Gadot e o Aquaman de Jason Momoa acompanhados do Caçador de Marte de Harry Lennix, será publicada como uma capa variante do gibi de Liga da Justiça publicado pela DC – confira acima,

Já Lee revelou a versão colorida da capa, que ilustrará a edição 59 do atual volume do título:

O Snyder Cut de Liga da Justiça foi uma reivindicação dos fãs, que continuaram pedindo pela versão original do longa depois que Snyder deixou o projeto. O diretor confirmou anteriormente que a produção será um filme com 4h de duração – não uma minissérie – e que não terá cenas pós-créditos.

Zack Snyder’s Justice League está programado para chegar à HBO Max em 18 de março. Em suas redes sociais, Snyder revelou que seu corte do filme chegará no mesmo dia aos países que ainda não têm acesso ao serviço.

DC anuncia revista mensal de Yara Flor como Moça-Maravilha

Joëlle Jones assinará roteiro e arte da série

DC Comics anunciou nesta quarta-feira (3) que Yara Flor, a Mulher-Maravilha apresentada em Future State, ganhará uma série mensal regular. A revista mostrará a heroína ainda como Moça-Maravilha e, assim como as HQs que a apresentaram, terá roteiro e arte de Joëlle Jones. A personagem também usará o título em uma série live-action produzida pela CW – saiba mais.

A história trará uma jovem Yara deixando a pequena cidade em que foi criada no estado norte-americano de Idaho para investigar suas origens no Brasil – confira o prévia da primeira edição:

Antes da estreia da série regular, a revista ganhará um teaser em Infinite Frontier #0, que será lançada em 2 março.

Yara será a quarta heroína a usar o manto de Moça-Maravilha: a primeira foi a própria Diana/Mulher-Maravilha, que usava o nome na infância; em 1965, o título foi assumido por Donna Troy, que anos depois seria uma das fundadoras dos Novos Titãs; por fim, Cassie Sandsmark, que apareceu pela primeira vez em 1996, se juntaria a Robin, Impulso e Superboy para formar a Justiça Jovem.

Moça-Maravilha chegará às bancas norte-americanas em 18 de maio.

Angola Janga, de Marcelo D’Salete, é finalista de prêmio de diversidade

Quadrinho brasileiro concorre ao McDuffie Award com outros quatro finalistas
NICOLAOS GARÓFALO

Vencedora dos prêmios Jabuti e HQ Mix, Angola Janga está entre os cinco finalistas do McDuffie Award for Diversity in Comics, prêmio internacional que celebra a diversidade nos quadrinhos. A obra de Marcelo D’Salete conta a história do quilombo dos Palmares, um dos maiores e mais importantes da história do Brasil, conhecido como um dos grandes símbolos da resistência contra a escravidão na época do Império (via Comics Beat).

Cena do quadrinho ‘Angola Janga’, de Marcelo D’Salete (Foto: Reprodução)

O quadrinho publicado pela Veneta concorre contra They Called Us Enemies, de George TakeiJustin EisingerSteven Scott e Harmony BeckerExcellence, de Brandon Thomas e Khary RandolphFrom Truth With Truth, de Lawrence Lindell, e Iyanu: Child of Wonder, de Roye Okupe Godwin Akpan.

Os vencedores serão anunciados em fevereiro.

Guardiões da Galáxia: Senhor das Estrelas é bissexual, revela Marvel

Nos cinemas, o personagem é interpretado por Chris Pratt, que já esteve envolvido em polêmicas relacionadas à comunidade LGBTQ nos Estados Unidos
By Ygor Palopoli  

O Senhor das Estrelas é bissexual, conforme revelado em HQ da Marvel. Imagem: Montagem|Bruno Yonezawa

Atualmente tido como um dos personagens mais carismáticos da Marvel, Peter Quill — o Senhor das Estrelas — foi revelado como bissexual na última edição da HQ de Guardiões da Galáxia, lançada neste mês de dezembro. A questão foi trazida à tona após Peter se envolver em um triângulo amoroso no enredo.

Na edição, o Senhor das Estrelas vai parar em um planeta chamado Morinus, onde acaba se envolvendo com o casal Aradia e Mors. Mesmo apaixonado por Gamora, ele não consegue controlar o que sente pelo casal e decide tornar Morinus sua nova casa, mantendo o relacionamento poliamoroso. Encerrando — até então — a questão sobre retornar ou não para seu lar, ele responde apenas: “Minha casa são vocês”.

A edição tem roteiro de Al Ewing, que tem o costume de explorar mais o interior dos personagens, tendo recentemente escrito uma cena de beijo entre Hércules e Marvel Boy. Ainda não se sabe se a sexualidade do personagem também será refletida nas próximas adaptações cinematográficas de Guardiões da Galáxia.

O que se sabe, no entanto, é que Chris Pratt, intérprete de Peter Quill nos cinemas, recentemente se envolveu em uma polêmica por participar de uma igreja constantemente acusada de segregar a comunidade LGBTQ. Ele até mesmo chegou a discutir com o ator Elliot Page, dizendo que as acusações eram falsas e que sua igreja abre as portas para todos.

DC Comics anuncia que novo Batman dos quadrinhos será negro

Novo vigilante da franquia é filho do ex-empresário de Bruce Wayne, Lucius Fox

Tim Fox, o próximo Batman dos quadrinhos Foto: Reprodução/Twitter da DC

SÃO PAULO — A partir de janeiro, o mundo dos quadrinhos terá, oficialmente, um Batman negro. Batizado de Tim Fox, o personagem vai estrelar a série “Future state: The next Batman”, escrita por John Ridley — roteirista vencedor do Oscar por “12 anos de escravidão”.

Fox é filho distante de Lucius Fox, ex-gerente de negócios de Bruce Wayne apresentado nos quadrinhos em 1979. A história se passa em uma versão futurística de Gotham, controlada pelo vilão Magistrado. Todos os vigilantes são considerados criminosos, e o Batman (Wayne) foi morto. Até que surge um novo para salvar a cidade.

Em entrevista ao “New York Times”, Ridley comemorou que seu trabalho agora será melhor apreciado pelos filhos. “Eles me apoiam, mas claro que eles preferem assistir a ‘Pantera Negra’ do que ’12 anos de escravidão’, vamos ser honestos”, disse.

“Poder escrever o próximo Batman, e meus filhos sabendo que ele será negro, não importa se o resto do mundo odiar, mas eu terei meu público e eles já estão amando”, completou.

A primeira aparição de Fox como Batman será numa pacote de quatro edições de “Future state”, que sairá em janeiro nos Estados Unidos.