Cérebro mostra I.A. em Recife futurista; confira detalhes da HQ

A VillaLux lança este mês Cérebro, publicação escrita por Eron Villar com desenhos de Carlos Eduardo Cunha.

cerebro_cover
Modus Operandi

A publicação se passa no Recife em um futuro fictício e apresenta a história do projeto Cérebro, um experimento neurotecnológico desenvolvido por uma Coordenação Especial formada pelas várias polícias internacionais.

O programa recruta agentes e soldados para serem treinados por I.As (inteligências artificiais) no intuito de desenvolver suas capacidades motoras e intelectuais acima da média dos seres humanos, aumentando sua sensibilidade, inteligência, reflexo e perspicácia. Rone e Vitor são os primeiros agentes a irem a campo, após um ano de treinamento intenso e cuidadoso. Sua determinação e destreza despertam muita intriga dentro da própria organização.

Nesta primeira edição, Modus Operandi, veremos essa dupla desvendar um caso de tráfico de drogas, que a princípio, parece ser apenas mais um cartel, mas trata-se do desenvolvimento de uma droga “perfeita”. Reflexão, inteligência e muita ação permeiam as 24 páginas de história. [Fábio de Souza Gomes]

Anúncios

Superman ganha mini-animação para divulgar novas HQs

A DC Comics divulgou o comercial criado para divulgar a fase de Brian Michael Bendis em Superman e Action Comics. Confira:

O primeiro trabalho do autor foi lançado em Action Comics #1000. Depois ele trabalhou na minissérie de seis partes chamada Man of Steel e, agora, começará a escrever a HQ solo do herói e a Action Comics, com o lançamento da nova Superman #1 Action #1001.

Artista curitibano Butcher Billy faz ilustrações sobre a série Black Mirror para a Netflix

Foi uma frustração profissional que fez Billy Mariano abandonar a carreira de designer para se tornar Butcher Billy.

15242580275ada54eba635c_1524258027_3x2_md.jpg
Ilustrações de Butcher Billy sobre episódios da série Black Mirror

Cansado da rotina de agências publicitárias, o curitibano começou a fazer ilustrações em suas horas vagas e a postá-las na internet. Foi pelo Twitter que o roteirista inglês Charlie Brooker, criador da série Black Mirror, descobriu suas obras.

“Tão bom! Vou ter que encomendar impressões disso – como posso fazer isso?”, disse.

Não só as obras foram impressas como outras foram encomendadas para fazer parte do cenário de episódios da série.

“Eu trazia muitos elementos da cultura pop mas não sabia que estava criando uma arte. Descobri quando as pessoas começaram a nomear assim”, diz Billy.

Seu reconhecimento, no entanto, é mais estrangeiro que nacional. O artista já foi convidado a participar de exposições em cidades como Londres, Lisboa, Chicaco e Dubai, mas ainda não recebeu convites para expor no Brasil.

“Minhas referências também são muito internacionais. Gosto de Tim Burton, Tarantino, Andy Warhol, Bokowski, David Bowie…”, conta. Seu próprio nome artístico foi inspirado no seu tataravô, um açougueiro irlandês que tinha o apelido de “The Butcher” por participar de confrontos na Guerra da Independência da Irlanda, em 1919, empunhando cutelos.

“Eu não me inspiro só em desenhistas. Gosto de cruzar vários universos. Fui desenvolvendo esse estilo visual e conceitual de misturar ficção e realidade, clássico e contemporâneo, quadrinhos, games, música. É a isso que me dedico agora”, diz. [Serafina]

Heróis da DC se juntam com heroína porto-riquenha para ajudar na reconstrução de Porto Rico

Revista criada pelo roteirista Edgardo Miranda-Rodríguez espera angariar fundos para instituições da ilha

Sem título.jpg
Uma super heroína porto-riquenha irá se juntar aos heróis da DC para ajudar na reconstrução de Porto Rico Foto: Twitter/@MrEdgardoNYC

Um grupo de artistas e roteiristas de quadrinhos norte-americanos e porto-riquenhos se juntaram para criar a antologia Ricanstruction, organizada pelo roteirista Edgardo Miranda-Rodriguez como forma de angariar fundos para a reconstrução de Porto Rico após os devastadores furacões que passaram pela ilha caribenha em 2017.

Serão mais de cem histórias que terão como personagem principal a La Borinqueña, uma super heroína porto-riquenha criada por Rodríguez e que faz sucesso na internet com a comunidade boricua. Nas tramas, a personagem irá se juntar aos personagens clássicos da DC como Mulher Maravilha, Batman e Super-Homem para ajudar na reconstrução da ilha caribenha.

Sem título.jpgSegundo o jornal The New York Times, a editora cedeu os direitos de uso dos personagens sem custos para Rodriguez como forma de trazer visibilidade ao projeto. Com histórias criadas por veteranos da indústria como Gail Simone, Greg Pak e Reggie Hudlin até pessoas sem envolvimento com quadrinhos, como a atriz Rosario Dawson, Rodriguez pretende mostrar aspectos desconhecidos da cultura porto-riquenha ao público.

Hit-Girl | “Quero que a HQ seja uma versão f–did* de Tintim”, afirma Mark Millar

Publicação foi lançada esta semana nos EUA

DPLZMBZW0AAOQyZMark Millar lança nessa semana nos EUA a segunda fase de sua reformulação da franquia Kick-Ass com a nova HQ focada em Hit-Girl. Segundo o criador da personagem, a inspiração principal da HQ foi As Aventuras de Tintim (Via CBR).

“Para mim, essencialmente, é uma versão f*did… de Tintin. Lembro de ser criança na Escócia e olhar para as minhas graphic novels de Tintin e Asterix e ver como eles se passavam em outros países e realizavam uma enorme coleção. É exatamente isso que estou preparando aqui. É uma história de quatro partes, com escritores e desenhistas de primeira classe, cada um em um país”, explicou.

A aventura de Millar com Ricardo Lopez Ortiz levará a heroína para Colômbia. Kevin Smithlevará a garota para Hollywood, o brasileiro Rafael Albuquerque fará uma aventura em Roma e outros nomes devem ser confirmados em breve. “Quero que isso dure três ou mais anos e tenha nove diferentes graphic novels em diferentes países”, completou.

Na primeira HQ, uma mãe procura vingança por conta da morte de sua criança e convoca a Hit-Girl para destruir os assassinos, mas a garota tem planos ainda maiores ao redor do mundo. [Fábio de Souza Gomes]

Mega-eventos da DC Comics lideram vendas de quadrinhos em dezembro nos EUA

Doomsday Clock e Dark Nights: Metal ficaram com as primeiras posições

c2cd4ab564079cc769ba2aabf839f64e.jpg
 Doomsday Clock by Gary Frank

Diamond Comics Distributors divulgou os quadrinhos mais vendidos do mês de dezembro nos EUA. A liderança ficou com os dois grandes eventos da DC Comics, com destaque para Doomsday Clock, publicação que mostra o encontro entre a Liga da Justiça e Watchmen.

A segunda posição ficou com o Dark Nights: Metal, publicação que mostra versões sombrias do Homem-Morcego. A editora ficou ainda com a quarta e a quinta posição, com Batman #36 Batman #37.

Marvel aparece pela primeira vez na terceira colocação com o retorno da versão adulta de Jean Grey em Phoenix Resurrection: The Returno of Jean Grey. Destaque, também, para os quadrinhos do Homem-Aranha, que aparecem na sétima e décima posições. Confira a lista:

1 – Doomsday Clock #2
2 – Dark Nights: Metal #4
3 – Phoenix Resurrection: The Returno f Jean Grey #1
4 – Batman #36
5 – Batman #37
6 – Batman: White Kinght #3
7 – Amazing Spider-Man/ Venom: Venom Inc.
8 – Marvel Two-In-One #1
9 – Hawkman Found #1
10 – Amazing Spider-Man #792

Stan Lee é acusado de abuso e assédio sexual por enfermeiras, diz tabloide ‘Daily Mail’

Segundo o ‘Daily Mail’, o criador do ‘Homem-Aranha’ e outros heróis teria apalpado as funcionárias e pedido sexo oral durante banho.

081f3b144aa24fe57ce9148213f03a37e6cbf952_00
Stan Lee (Foto: Reuters/Mario Anzuoni)

Stan Lee está sendo acusado de assédio e abuso sexual por enfermeiras que trabalharam em sua casa em Hollywood. As informações são do tabloide “Daily Mail”.

Segundo a publicação, o criador da Marvel teria apalpado e assediado diversas jovens enfermeiras contratadas para cuidar dele.

O lendário artista de 95 anos – criador de “Homem-Aranha”, “Hulk”, “Homem de Ferro”, “Quarteto Fantástico” e “Thor” -, teria exigido sexo oral durante o banho e caminhava nu pela mansão.

A empresa, que costuma atender a diversas celebridades, estaria em uma disputa legal contra Lee. Mas a polícia ainda não registrou nenhuma queixa legal contra ele.

O advogado de Lee conversou com o “Daily Mail” e negou categoricamente as “falsas e desprezíveis” acusações e disse que tem total intenção de limpar seu “estelar bom nome” e seu “caráter impecável”.

O advogado ainda sugere que acusações são parte de uma extorsão. “O senhor Lee não será extorquido nem chantageado, e não vai pagar qualquer dinheiro a ninguém, pois não fez absolutamente nada de errado”, informou o representante.

Uma fonte do jornal que tem conhecimento da situação afirmou que “Stan Lee é um velho homem que aparentemente perdeu a noção da realidade. Ele parece não se importar com o que as pessoas pensam dele, ele está perdendo o filtro”.