Paredes brancas e detalhes modernos renovam casa em Seattle

Sem muito gasto ou dificuldades, Katie Hackworth transformou a estrutura histórica em um lar original
Texto Carol Scolforo I Fotos: Belathée Photography/ Divulgação

casa-katie-kackworth-014Em Seattle, Washington, nos Estados Unidos, a reforma desta casa surpreende pela autenticidade. Não foi preciso investir ou alterá-la demais. Com alguns toques certeiros, uma camada de design e detalhes modernos, a designer Katie Hackworth deu o upgrade para que ela ganhasse magnetismo. Esse, afinal, era o desejo do morador: preservar a história da residência.

A transição entre o que é histórico e o que é moderno segue caminho sutil. Para isso, as paredes foram mantidas brancas, sem mudanças abruptas, a fim de que a casa esteja sempre pronta para evoluir.

Às vezes cabe a um detalhe simples, como um elefante dourado no lavabo, para revolucionar poeticamente o cenário.

Ou o tapete com estampas de grafismos, ou ainda a luminária de Serge Mouille, que se mostram alguns dos toques modernos do repertório da designer.

O senso de humor é outra importante adição, explica Katie. “De mente aberta, os clientes nunca se mostraram tão sérios. Sua coleção de fine art e as combinações gerais de cor, estampas e texturas dizem isso”. Assim, ela tem liberdade para brincar com peças mais inesperadas. Para Katie, essa é a palavra: o inesperado.

Anúncios

Décor do dia: sala de estar une a delicadeza do rosa aos tons terrosos

Texturas e uma combinação de cores que aquecem qualquer ambiente
Por Amanda Sequin

d3f111f6bf6d4e249f10a357d2603d38Se são várias as tendências de cores que se fortificaram em 2018, com certeza os tons terrosos estão entre as principais. Nesta sala de estar, assinada pela H&M, eles inclusive se juntam ao rosa numa versão bem clarinha – mais uma vez apontando para as nuances lavadas e aquareladas, outra paleta que vem forte no décor.

A madeira clara presente no piso e que emoldura as janelas, somada ao tapete e sofá off-white, dá o pontapé inicial para os detalhes de cor. A poltrona em vermelho terroso se destaca ao fundo e outras nuances mais suaves se prolongam nas almofadas. O rosa claro também se aplica por ali e em pequenos objetos, resultando em uma combinação aconchegante, repleta de tecidos com toque macio. Luminárias douradas e outros acessórios com acabamento fosco finalizam o visual sofisticado!

Décor do dia: tons terrosos e artesanato na sala de estar

Resgate da decoração ancestral deixa espaço ainda mais colorido
Por Paula Jacob I Fotos: Christian Maldonado/ Divulgação

decor-do-dia-19-08-2018-2Marcelo Rosenbaum sempre fala sobre a importância do resgate ancestral como contato com a nossa própria história – e por que não investir em objetos artesanais para decorar a casa? Neste espaço criado por Juliana Pippi para a Casa Pronta fica evidente o uso das raízes brasileiras para a concepção de interiores. Começando pela cor terrosa (tinta Gruta, da Suvinil), que preenche todas as paredes. Ela ressalta não só os boiseries, mas as plantas pendentes e a cômoda de palha natural e bambu. Sobre ela, a decoração mistura cestaria de vime de Nicole Tomazi, vasos da Dpot Objetos, luminária Nord, de Fernando Prado para a Lumini, e colar usado como instalação de parede de Eva Soban.

decor-do-dia-19-08-2018-1As tramas também aparecem na poltrona de Guilherme Wentz para a Saccaro e na almofada azul da Codex Home. A brincadeira com os tons terrosos não para por aí: Juliana optou por um tapete de tear da designer chinesa Yu Li Min para a By Kamy como ponto chave para harmonizar esse décor. “É legal perceber como um tapete é capaz de valorizar ambientes, sejam eles internos ou mesmo uma varanda. É ele que arremata o ambiente e no caso deste projeto, o tapete faz o link entre as cores usadas em todo o projeto. E quem disse que tapete tem que se liso e de uma cor só? Essa explosão de cores traz irreverência e vida a todo o ambiente”, explica Juliana Pippi à Casa Vogue. Anotou a dica?decor-do-dia-19-08-2018-3

Décor do dia: tons neutros na sala de estar

Tramas de vime e cashmere trazem aconchego para a área comum
Por Paula Jacob I Foto: Reprodução

d7c3a0d612a5e21754672a60fd0730efTransformar a sala de estar no coração da casa poder ser uma tarefa complicada. Isso porque, muitas vezes, temos que lidar com espaço, pensar na acomodação de pessoas e, claro, no conforto de todos. Este ambiente criado pela Lotta Agaton é um ótimo exemplo de aproveitamento elegante de espaço. Os tons neutros na sala de estar permitem a versatilidade caso o proprietário queira mudar a decoração eventualmente ou pontuar com objetos coloridos no futuro. Aqui, as texturas do vime e da manta de cashmere sobre o sofá off white imprimem acolhimento, afinal este é o espaço onde recebemos as pessoas e à nós mesmos quando chegamos em casa.

O aproveitamento do pé-direito alto é feito com maestria: note a luminária pendente e as enormes cortinas que parecem dançar nas janelas protuberantes da construção antiga. A madeira surge nas cadeiras e o mármore na mesa de centro, tudo ornando perfeitamente. Os livros no suporte lateral de madeira, os vasos de vidro e o pequeno banquinho deixam o espaço mais cool. Invista!

Elemento da arquitetura clássica, os arcos estão com tudo na decoração

Eles viraram tendência novamente nos projetos de arquitetura, design de interiores e mobiliário
Por Natália Martucci I Fotos: Reprodução

Um dos ícones da arquitetura, os arcos nascem com função prática estrutural e seduzem por sua forma simples e elegante. Foram durante milhares de anos a estrutura base de muitas construções, das catedrais góticas aos antigos viadutos romanos. Apesar da arquitetura atual ter encontrado outros meios de suporte, o arco continua muito usado e instantaneamente reconhecido. Se tornaram referência visual para muitos de nós, agora resgatada com novos olhares por aquitetos e designers. A seguir, reunidos alguns belos exemplos!

Arquitetônicos
arches-boulogne-by-antonini-darmon-yellowtrace-06

Este projeto do escritório Antonini Darmon em Paris é de 2016, e fica numa área onde existia uma fábrica de automóveis desativada. Tendo a área liberada, foi solicitado a 7 escritórios que projetassem 7 prédios residênciais. O uso do concreto branco foi o elemento de conexão formal entre os projetos.

Ilusão de ótica

45355 (1)O estúdio russo Crosby Studios usa bastante o elemento em seus projetos. Nesse apartamento em Moscou ele aparece em divertido desenho com direito a ilusão de ótica e delimita a separação entre a cozinha preta e branca e a copa em tons pastel.

Neo-vintage

d0164badc29bd72378af65289acfb365

Nesse banheiro todo rosa, os arcos complementam o efeito cenográfico e criam nichos funcionais com delicadeza formal.

Inspiração

gallery-inspired-melbourne-apartment-renovation-by-boardgrove-architects-yellowtrace-09

Localizado em Melborne, esse apartamento foi reformado pelo escritório Boardgrove de modo a otimizar a entrada de luz natural e a circulação. Optaram por fugir do estereótipo de cozinha americana, criando um espaço de alimentação inspirado no visual das galerias de arte. Optaram por usar três elementos: o balcão de Corian abriga a pia, a porta de metal arqueada esconde a geladeira e, no nicho em forma de arco, estão cooktop e forno. Nos corredores, os arquitetos adicionaram uma prateleira de apoio para arte, livros e outros objetos.

Poético

arch-wall-house-by-naf-architect-and-design-yellowtrace-56.jpg

Essas duas casas foram projetadas pelo escritório japonês Naf Architect & Design como moradia de três gerações de uma mesma família: em uma mora a avó e, na outra, um casal com um filho. Apesar de diferentes no tamanho e altura, as nomeadas Arch Wall House ao se unirem criam um arco central.

Múltiplos

casacor2018_lc3a9o-shehtman_fotos-denilson-machado-12

Projeto de Leo Shehtman , a Casa Arcos explora esse elemento nos detalhes decorativos, móveis e até nos cobogós.

Metafísico

notoostudio-peinture-surrealiste-de-chirico-huskdesignblog1-600x849

Inspirado na estética do artista italiano De Chirico, esse ambiente foi feito em 3D pelo Notoostudio para a loja americana Matter Made. A cadeira que aparece na imagem, trazendo o elemento arquitetônico para o design de mobiliário, se chama Pudica e é do designer brasileiro Pedro Paulo Venzon.

Nicho

visuel-projet-bruxelles-maison-5_1

Nesse projeto de Pierre Yovanovitch em Bruxelas, os arcos aparecem na parede, como nicho para escultura e no formato das pernas da mesa de centro.

Sustentável

zero-waste-bistro-finnish-design-new-york-city-usa_dezeen_2364_col_4-852x1278_1No projeto de Linda Bergrothdo para o Zero Waste Bistro, restaurante pop-up com desperdício zero feito pelo Instituto Cultural Finlandês durante a Design Week de Nova York, os arcos aparecem feitos com material plástico reaproveitado. O projeto visa mostrar como o lixo produzido pelo homem pode virar objeto de desejo ou até mesmo obra de arte em forma de design e comida.

Objetos de vime e madeira decoram apartamento preto e branco em Nova York

Residência da designer Laura Aviva também funciona como escritório para o seu estúdio L’aviva Home
Por Paula Jacob I Fotos: Divulgação

Sem título
 A designer Laura Aviva

A busca por elementos feitos à mão não é novidade, principalmente para os que vivem em países como o Brasil, recheados de história ancestral calcada na manufatura de objetos decorativos. E esse resgate de algo tão importante para a formação cultural de um povo que move a designer norte-americana Laura Aviva à manter o seu estúdio, L’aviva Home, ativo em Nova York, fomentando este mercado. Não seria diferente, portanto, que sua morada refletisse esse gosto pessoal. Os objetos manuais são os principais elementos do décor de seu apartamento preto e branco.

Localizado na Grand St., entre a Lafayette e a Crosby, em pleno SoHo – bairro que, inclusive, se tornou um hot spot para o design em NY -, sua casa precisava ter espaço o suficiente para abrigar também sua empreitada. Sim, Laura vive e trabalha neste híbrido de home office que exalta elegância e praticidade.

Os largos corredores e a sala de estar permitiram essa flexibilidade, algo bem comum na era dos millennials. Na área comum, Laura optou por colocar uma grande mesa de jantar, que funciona como base para o seu dia a dia de trabalho, ao lado das três funcionárias, Allyson Keenan, Jess Falconieri e Alanna Dore.

Por ali, a cozinha integrada permite o conforto de ter à mesa as refeições caseiras  preparadas pela moradora (basta acompanhá-la pelos stories do Instagram para pegar dicas de receitas) tanto para os horários de trabalho quanto para os happy hours que gosta de marcar com outros designers e entusiastas da área.

Caso Laura ou sua equipe precisem de privacidade para reuniões, telefonemas ou até mesmo um descanso, a sala de estar se faz o local perfeito para esses momentos. A porta de vidro com hastes de aço serve como divisória, sem quebrar a fluidez visual do loft.

Na decoração, é impossível não reparar os objetos de vime, latão e tantos outros materiais dos quais Laura tanto aprecia. Isso porque a pintura clássica, usando o jogo de preto e branco nas paredes e piso, realça as cores dos itens. O quê oriental, os prints botânicos e as plantas complementam o mood. Um lugar perfeito para trabalhar e viver.

Décor do dia: biblioteca com tons escuros e livros virados

Projeto do escritório Pipkorn & Kilpatrick contrasta o grafite com os terrosos
Por Paula jacob I Fotos: Martina Gemmola/ Divulgação

6db820_c18ff7a483f349629874615959b6c1ebmv2.jpgCom as baixas temperaturas, nada mais acolhedor do que um ambiente de leitura. Aqui, a biblioteca com tons escuros e livros virados assinada pelo escritório Pipkorn & Kilpatrick faz parte de uma casa australiana. A construção é de 1900, por isso as cornijas de gesso se tornam tão importantes para manter a identidade histórica do espaço. Dessa forma, as arquitetas escolheram uma cor ousada, mas complementar com essa atmosfera quase bucólica.

House Living Room Ideas Luxury 338 best aphrochic color crush black images on pinterest livingO grafite marca e realça a presença da lareira, ladeada por duas estantes de madeira clara. Nelas, os livros foram colocados com a lombada para trás, dando um efeito visual uniforme e uma certa textura para o décor. A escolha do tapete claro tira qualquer efeito sombrio do ambiente, complementado com móveis vintage e espelho recortado.