Décor do dia: tons claros no cantinho musical

Estante da sala de estar foi pensada para guardar discos de vinil e dispor os aparelhos de som
POR PAULA JACOB | FOTOS DIVULGAÇÃO

Tem uma coleção de discos e não sabe como usá-los na decoração? Veja, por exemplo, esta sala de estar decorada em tons claros: parte da estante foi pensada para os vinis, levando em consideração a altura deles. Sobre os nichos, a parte mais aberta serve para guardar os equipamentos de som e o toca discos, com design minimalista. Sobre as caixinhas de som, uma pequena prateleira cruza essa abertura, onde o morador pode colocar os discos que mais gosta com as capas viradas, integrando-os na decoração da sala. A parte superior ficou reservada para objetos pequenos, com vasos de plantas e livros inspiracionais. A coordenação de cores como o coral, o marrom, o rosa claro e o branco fornece uma calmaria visual incrível. O pufe em laranja mais intenso salta aos olhos e traz um ponto de cor forte para o espaço claro. Uma decoração musical nada convencional!

Anúncios

Hortas tecnológicas unem sustentabilidade e praticidade

Tendência máxima para a cozinha, utensílio vem para auxiliar as gerações que se distanciaram dos cultivos na terra
POR PAULA JACOB | FOTOS DIVULGAÇÃO

Muitas coisas se perderam ao longo dos anos e a maior delas, talvez, envolva os afazeres manuais. Contudo, com a volta das fibras naturais, das filosofias de bem-estar e do cultivo de plantas dentro de casa, as gerações mais novas encontram benefícios mas também problemas para conseguir cultivar alimentos orgânicos nas hortas indoor, por exemplo. Com isso, duas novas marcas apostaram nas hortas tecnológicas que auxiliam o morador a cuidar das plantinhas, com facilitadores via aplicativo e tudo o que é necessário dentro de uma simpática caixinha branca, que, além de tudo, ainda apresenta um design fácil de deixar decorando na cozinha. Conheça elas:

Veritable Garden

Marca francesa, destaque na Ambiente 2019, foi idealizada a partir da necessidade de seu fundador de ter sempre à mão hortaliças frescas e saudáveis para as refeições que ele gosta de preparar em casa. A hortinha high-tech tem dois tamanhos e um sistema autossustentável incrível. Ela rega cada espécie na hora certa e na quantidade certa; ilumina com dois focos de luz: um para garantir o sabor e outro para o crescimento da planta; e te avisa via aplicativo quando você precisa fazer a manutenção. O aplicativo da marca ainda mostra quais os benefícios de cada espécie na gastronomia, como são cultivados, como deverão ser tratados e ainda oferece dicas de receitas para usá-las. A marca também lançou recentemente os “packs” com as sementes já embutidas na terrinha específica para o aparelho, que ao serem usadas até o fim, podem ser jogadas no lixo orgânico porque são 100% biodegradáveis.

Mizzle

Inspirados pelas preocupações diante do aquecimento global e da insuficiência de produção de alimentos das grandes empresas, os designers Gökhan Çetinkaya e Deniz Ibanoglu desenvolveram a Mizzle: um aparelho de cozinha aeroponico (técnica que consiste em manterem as plantas suspensas no ar apoiadas pelo ‘colo’ das raízes) inteligente projetado para cultivar pequenos alimentos facilmente em casa. A horta smart vem com três compartimentos: um para a germinação e outros dois expostos à luz para o crescimento do que foi plantado. Quem tiver uma dessas em casa, pode acompanhar todo o processo de crescimento via aplicativo, que avisa quando a água estiver acabando e também contém informações valiosas sobre as diferentes espécies dos pequenos vegetais. A Mizzle foi feita a partir de impressão 3D e finalizada com tinta spray – a ideia do duo é que os consumidores possam comprar as partes separadas e criar uma hortinha modular do tamanho que desejarem.

Tons claros de madeira compõem décor aconchegante em São Paulo

A arquiteta Fernanda Marques se guia pelo desejo de integração total expresso pelos moradores, e por sua sensibilidade, para criar este apartamento
FOTOS FERNANDO GUERRA/DIVULGAÇÃO

Portas pivotantes integram ou separam o home theater do living, que conta com piso de travertino romano extra PÉROLA MÁRMORES e painéis de carvalho-americano AG MOVELARIA, onde se vê uma tela de James Kudo, nota-se, ao fundo, mesa de centro de mármore concebida pela arquiteta, mesa lateral FAKASACA e tapete BOTTEH HANDMADE RUGS

Diante do desejo dos moradores de ter um lar totalmente integrado, incluindo o terraço, Fernanda Marques não teve dúvida: tirou proveito de soluções criativas, como as portas pivotantes, para alcançar o objetivo. Aliadas à conexão entre os espaços, as obras de arte foram essenciais na reforma deste apartamento de 500 m², no bairro de Higienópolis, em São Paulo. “Trabalhar em meio à arte é um prazer. Foi bastante motivador neste caso – definitivamente eu estava bem acompanhada”, ri. Entre as “boas companhias”, estão Artur Lescher, Laura Vinci, Estela Sokol, Marcia Xavier, Bettina Vaz, Guilherme Dable e James Kudo.

Ao fundo, mesa de centro de mármore concebida pela arquiteta, mesa lateral FAKASACA e tapete BOTTEH HANDMADE RUGS

O visual limpo, as cores sóbrias e o teto revestido de madeira clara são os pontos altos, bem como o mobiliário repleto de assinaturas internacionais e o posicionamento estratégico de cada obra. Não é à toa, seus projetos ganham prêmios, como este, vencedor do IF Awards 2018. “Temos um gosto pelo minimalismo, temperado por uma sensibilidade extra, cultivada ao longo de décadas de contato como jeito brasileiro de morar.”

Rodeando a mesa, cadeiras Softshell VITRA e, sobre elas, luminária VIBIA
No detalhe do living, destaque para a poltrona de Jean-Marie Massaud para B&B Italia, na CASUAL MÓVEIS

Décor do dia: tons claros no hall de entrada

Rosa e texturas naturais são convidativas para o espaço
POR PAULA JACOB | FOTO @HOUSEOFSOSS

Nada mais incrível do que chegar em casa e ser recebido por um hall de entrada inspirador, certo? Este espaço em tons claros, criado por Kaylee Sossamon, é um bom exemplo de como aproveitar o vão da escada da melhor forma. A estante de ferro modular forma uma espécie de aparador, que recebe luminárias de vime e quadros com ilustrações delicadas – por ali, é possível deixar chaves e outros adereços ao chegar em casa. As fibras naturais se repetem no tapete redondo, cobrindo parte do piso de madeira. Na parede ao fundo, a geometria e o rosa dos quadros se repetem na pintura bicolor. Os livros viradosdeixam tudo na mesma paleta e dão o tom romântico ao ambiente.

Décor do dia: tapete colorido transforma sala de estar

Objeto decorativo é destaque na decoração minimalista
POR PAULA JACOB | FOTOS DIVULGAÇÃO


Usar tapete na decoração faz toda a diferença – mas nem todo mundo tem consciência disso. Olhe, por exemplo, esta sala decorada pelo escritório InForm Design, na Austrália: a sobriedade e o minimalismo das formas dos objetos e móveis que ali dividem espaço poderia ficar sem graça ou cair no “mais do mesmo” se não fosse o tapete geométrico em tons de azul cobrindo o piso de madeira. A peça, que se estende por toda a largura do sofá cinza claro e ultrapassa os limites do living, ainda conecta o ambiente com a cozinha e a sala de jantar abertas, formando uma área social iluminada e convidativa. 

Décor do dia: estrutura amarela destaca cama em apartamento integrado

Moradora precisava de um espaço para o quarto em lar totalmente integrado
POR PAULA JACOB | FOTOS CARTELLE DESIGN/DIVULGAÇÃO

Não é porque o apartamento é pequeno que ele não vai ter estilo! O escritório Cartelle Design trouxe uma alma contemporânea para este lar em Moscou, na Rússia. A moradora, uma jovem mulher, optou por deixar todos os ambientes totalmente integrados, para, assim, aproveitar a luz natural que adentra pelas enormes janelas. Para destacar da decoração preta e para delimitar o espaço da cama, o escritório planejou uma estrutura amarela viva que forma um cubo incrível dentro do décor industrial. Por ali, uma mesa de centro quadrada e uma ilustração de panda complementam a intervenção divertida. A janela de vidro faz a divisória com o banheiro, permitindo ventilação no ambiente. A parede de tijolinhos cinza contrasta perfeitamente com o teto de cimento aparente. Formas arredondadas implementam na geometria minimalista. 

Décor do dia: cantinho de leitura com parede e estante azuis

Um bloco de cor enche de personalidade a decoração deste espaço perfeito para ler um livro e relaxar
POR MARIANA CONTE | FOTOS MAURA MELLO

A decoração deste cantinho de leitura nasceu com o desejo de uma estante com bastante espaço para livros e um ambiente com muita personalidade. Como o espaço era bem iluminado, foi possível investir num tom mais escuro, o azul marinho. “Criamos um bloco de cor. A da parede, que foi escolhida primeiro, se confunde com a da marcenaria. Fizemos uma série de provas de cor para chegar no tom exato da laca. E também pintamos a janela”, explica Ana Luiza Luzzi, do escritório Luzzi e Franceschi, responsável pelo projeto.

O piso original foi mantido e a parede oposta à da estante foi descascada resultando nos tijolos aparentes. Como a construção era bastante antiga, algumas dificuldades apareceram pelo caminho, como a impossibilidade da instalação do ar condicionado, que geraria muita quebradeira. “Decidimos procurar um ventilador que não atrapalhasse a estética do projeto e encontramos esse modelo em cobre”, conta Ana Luiza. O décor ganhou, então, um toque industrial, com a adição de tomadas e tubos aparentes e outros detalhes também em cobre.

Para equilibrar, os outros elementos ganharam tons mais neutros e peças de valor sentimental da moradora foram adicionadas à decoração, como os quadros e gravuras