A moda agora é usar top cropped por cima de tudo

top-por-cima
Usar o top por cima da blusa virou lugar comum nos looks do dia (Foto: Reprodução / Instagram)

O look em camadas pode ser uma tendência do inverno, porém, as últimas semanas de moda provaram que existe espaço para usar mais de duas peças de roupa em qualquer época do ano. Principalmente em vista do look anos 1990 que vem conquistando o mundo fashion.

Dentro desse clima vintage, usar tops por cima de blusas se tornou uma constante no cenário da moda, criando um novo estilo mais despojado e com um quê elegante. A ideia é colocar tops cropped por cima de camisetas e malhas, por exemplo, como uma forma de dar um up na produção.

Thassia Naves incorporou o visual ao seu guarda-roupa (Foto: Rerpdoução/Instagram)Thassia Naves incorporou o visual ao seu guarda-roupa (Foto: Reprodução/Instagram)

Por isso, é possível criar diversos tipos de looks com essa ideia. A blogueira Thassia Naves , por exemplo, é uma fã da combinação e se mostrou uma verdadeira representante do visual. Para ela, vale combinar blusas estampadas e mais soltinhas com tops no estilo bandagem e mais chiques e elegantes.

Até mesmo para um dia mais relax, é possível encarar o visual usando uma combinação de top de renda, por exemplo, com camisetas listradas e peças mais despojadas.

Tops de renda casam bem com camisetas (Foto: Imaxtree)Tops de renda casam bem com camisetas (Foto: Imaxtree)

Os tops de renda transparente foram um queridinho para essas produções e se tornaram um ponto mais chamativo em look bastante simples e minimalistas. Assim como, no street style, as camisas as campeãs dos looks em camadas, sendo combinadas com tops cropped listrados, lisos e de texturas variadas, como o couro.

Na hora de combinar, o ideal é optar por uma camisa ou blusa mais comprida e deixar a peça por cima da parte de baixo: ou seja, não colocar a camiseta por dentro da calça ou saia, para criar um efeito mais marcante e brincar com a ideia de uma das peças ser mais justa e a outra, mais soltinha no corpo. [Marie Claire]

Os vencedores do CFDA/Vogue Fashion Fund 2016

ge ttyimages-621679326.jpg
Steven Kolb, Diane von Furstenberg, a dupla da Brock Collection e Anna Wintour (Foto: Getty Images)

Realizada na noite desta segunda-feira (07.11), em Nova York, a 13ª edição do CFDA /Vogue Fashion Fund Awards, evento anual que premia novos e promissores talentos da moda norte-americana, teve como vencedor Laura Vassar e Kristopher Brock, da Brock Collection – além de levar US$400 mil (cerca de R$1.280mi) para ser investido em sua marca, o duo também recebe um ano de acompanhamento do painel de experts do CFDA/VFF.

Na segunda e terceira colocações, com o prêmio de US$150 mil (cerca de R$480mil) cada, ficaram Stirling Barrett da Krewe du Optic e Adam Selman.

Além das três grifes premiadas, os outros sete talentos emergentes que batalharam pelo prêmio em dinheiro para impulsionar suas marcas foram os finalistas Area, Chloe Gosselin, Ji Oh, Morgan Lane, NewbarK, Rochambeau e Stampdla.

Lily-Rose Depp na Vogue UK de dezembro

lily-rose-depp-vogue-2016_1
Lily-Rose Depp (Foto: Reprodução/ Vogue Uk)

Lily-Rose Depp é a estrela da Vogue britânica de dezembro. A atriz de 17 anos foi fotografada por Bruce Weber para sua primeira capa da publicação, que teve styling de Joe McKenna.

Lily-Rose Depp  (Foto: Reprodução/Vogue UK)Na entrevista que acompanha o editorial, a filha de Johnny Depp e Vanessa Paradis contou ter crescido com muita liberdade em casa. “Meus pais não eram muito rígidos. Eles sempre confiaram em mim para ser independente e tomar minhas próprias decisões. Realmente não tinha nada contra o que eu me rebelar”, disse.
Lily-Rose Depp  (Foto: Reprodução/ Vogue Uk)“Sempre me senti mais velha do que a idade que tenho. Sempre passei muito tempo perto de adultos, e me identifico mais com eles”, contou em entrevista.
Lily-Rose Depp (Foto: Reprodução/Vogue UK)Sobre o assédio dos paparazzi, Lily-Rose disse que, apesar de ter crescido acostumada aos cliques indiscretos, só agora a coisa piorou. “Faz pouco tempo que eles passaram a se interessar pelas coisas banais que eu faço”, revelou, lembrando o “flagra” recente em uma cafeteria. “Geralmente dá pra identificá-los nas moitas”.
Lily-Rose Depp (Foto: Reprodução/Vogue UK)Confira ao longo da página alguns dos cliques assinados pelo top fotógrafo e estrelados pela atriz e modelo em ascensão.
Lily-Rose Depp (Foto: Reprodução/Vogue UK)
Lily-Rose Depp (Foto: Reprodução/Vogue UK)
Lily-Rose Depp  (Foto: Reprodução/ Vogue Uk)
Lily-Rose Depp  (Foto: Reprodução)
Lily-Rose Depp  (Foto: Reprodução)

Meghan Markle: tudo sobre o estilo da nova namorada do príncipe Harry

meghan-1.jpg
Meghan Markle é conhecida pelo seu papel como Rachel em Suits (Foto: Reprodução/Instagram)

O mundo das celebridades ficou em frenesi com a notícia de que, supostamente, o príncipe Harry estava com um novo amor: a atriz Meghan Markle, conhecida pelo seu papel como Rachel Zane na série de televisão Suits.

Porém, além de (ainda supostamente) ser a nova namorada do príncipe mais cobiçado do mundo, Meghan tem um currículo de peso. Fora o trabalho como atriz, ela mantém um site de lifestyle, chamado The Tig, assina uma coleção de roupas pela marca Reitmans e é uma embaixadora da ONU. E, tudo isso, mantendo um estilo sempre impecável e muito invejável.

As peças de alfaiataria dominam o closet de Meghan (Foto: Getty Images)As peças de alfaiataria dominam o closet de Meghan (Foto: Getty Images)

Apesar de ser fã de um visual mais despojado e bastante low-key, isto é, discreto e confortável, Meghan tem um carinho especial pelas peças de alfaiataria, e é constantemente vista em conjuntos de terninhos (mesmo que em versões mais ousadas, com shorts), saias lápis e blazers.

A atriz gosta de um visual monocromático e minimalista, mas já foi vista entrando de cabeça na onda dos looks metálicos, com vestidos curtinhos e de mangas em tons de prata e vermelho metálico.

Os tons metálicos também tem espaço no visual da estrela da televisão (Foto: Getty Images)Os tons metálicos também tem espaço no visual da estrela da televisão (Foto: Getty Images)

Fora isso, porém, as estampas e as cores muito chamativas passam longe do guarda-roupa de Meghan, que prefere os tons sóbrios e peças lisas, apenas com detalhe sque sejam interessantes (como botões dourados) e um corte de roupa impecável.

Longe do trabalho, o visual confortável e despojado é a marca registrada de Meghan (Foto: Reprodução/Instagram)Longe do trabalho, o visual confortável e despojado é a marca registrada de Meghan (Foto: Reprodução/Instagram)

Nas horas vagas, as produções ultra confortáveis e que passam longe dos saltos altos e das peças justas são a regra no closet da atriz. A calça jeans e os sapatos flats, como sapatilhas ou mocassins, são queridinhos da sua moda mais relax, assim como as camisas e camisetas mais soltinhas no corpo. [Marie Clarie]

Bordado de linha cai no gosto das noivas

na-linha-certa-1
À esquerda, vestido de zibeline com tule bordado (R$ 29.980) Martha Medeiros. À direita, vestido de organza (R$ 9.500) Candy Brown (Foto: Bruna Castanheira)

Sejam elas renascença, chantilly ou soutache, as rendas sempre foram onipresentes nos altares. Mas outro trabalho manual vem desbancando esse protagonismo por aqui: o bordado de linha. Velha conhecida dos estilistas, a técnica é uma alternativa luxuosa para quem quer investir em vestidos one of a kind – os modelos de renda, por sua vez, vêm sendo copiados à exaustão.

na-linha-certa-2Vestido de organza, Nanna Martinez para White Hall. (Foto: Bruna Castanheira)

Foi a possibilidade de criar texturas e motivos ao gosto da noiva, como arabescos, flores e geometrias (usando apenas a linha e/ou materiais como cristais, vidrilhos e miçangas), que transformou o bordado de linha em hit. Mas essa opção nem sempre exclui por completo do visual a renda: agora, o material ganha funções nada óbvias, fazendo as vezes de forro do vestido ou sendo recortado e reaplicado sobre a peça. Podendo ser utilizado das mais diferentes maneiras, o bordado de linha permite que os estilistas soltem a imaginação.

“Posso fazer um vestido inteiramente bordado com pagode chinês, por exemplo, ou com borboletas, laços. São desenhos que de outra forma seriam impossíveis de executar”, explica o paulista Sandro Barros, que conta com duas equipes (uma em Belo Horizonte e outra em Porto Alegre), além do time de seu ateliê em São Paulo, dedicadas apenas a esse tipo de ornamentação.

Responsável pelo look bridal de nove entre dez it-girls, ele aplicou esse trabalho sobre o vestido da musa fitness Carol Buffara, com forro nude e arabescos bordados, quando ela subiu ao altar, no Rio de Janeiro, em dezembro passado – em 2012, Sandro já havia recorrido à técnica para criar o look de outra noiva super fotografada, a blogger Lala Rudge, que apostou num modelo de zibeline com bordados de flores em tons claros de rosa, verde e azul, uma “ousadia” para uma peça de linhas clássicas, inspirada no vestido de sua avó Maricy.

Vestido de tule, Sandro Barros (Foto: Bruna Castanheira)Vestido de tule, Sandro Barros (Foto: Bruna Castanheira)

Representante da nova geração de estilistas especializados em noivas e moda festa, Lucas Anderi investiu em bordados de linha que formavam arabescos para adornar os vestidos de sua nova coleção, inspirada no Oriente e apresentada em abril passado, em São Paulo. Segundo ele, a técnica possui diversos estágios e exige muita experiência.

“Posso usar diferentes materiais, como vidrilho e miçanga. Primeiro, monto um longo fio com eles, como se fosse um grande colar. Em seguida faço o desenho na modelagem. O cuidado deve ser extremo já que o bordado é feito pelo avesso e cada fio é costurado um a um”, ressalta.

À esquerda, vestido de organza com aplicações de flores bordadas em linha de seda (R$12.500) Candy Brown. À direita, vestido de tule com aplicações bordadas de linha de seda (R$ 13.400) Emannuelle Junqueira (Foto: Bruna Castanheira)À esquerda, vestido de organza com aplicações de flores bordadas em linha de seda (R$12.500) Candy Brown. À direita, vestido de tule com aplicações bordadas de linha de seda (R$ 13.400) Emannuelle Junqueira (Foto: Bruna Castanheira)

Quem optar pela técnica deve ter em mente que tecidos muito delicados não suportam bem esse tipo de bordado, mas existem tules mais encorpados, por exemplo, nos quais eles podem ser aplicados sem medo. Se você não se imagina caminhando rumo ao altar sob um mar de rendas, eis uma boa saída. [Vinicius Alencar]

Caiu na rede! Alessandra Ambrósio posa de biquíni em praia em Dubai

alessandra

Alessandra Ambrósio posou de biquíni em uma praia em Dubai e exibiu sua barriga chapada. A modelo brasileira postou na madrugada desta segunda-feira, 7, em seu perfil no Instagram uma foto em que aparece mostrando sua boa forma. O post rendeu elogios à top. Fãs chamaram Alessandra de “perfeita”, “deusa”, “sexy”, “linda” e “rainha”. E ela é tudo isso, não é mesmo?

Revival glam: o ultrabrilhante está de volta

revival-glam-1.jpg
1. Saint Laurent R$ 6.500 2. Labellamafia R$ 129 3. Bo.Bô R$ 648 4. Charlotte Olympia US$ 925 (Foto: Zee Nunes/Arquivo Vogue e Flavio Battaiola (Stills))

Opte por shapes sequinhos e pontos de violeta para modernizar peças ultrabrilhantes graças a fios de lurex, cristais e glitter.
Confira ao longo desta página uma seleção da Vogue de acessórios e peças de roupas para adotar já esta tendência que é a cara do verão 2017!

1. Gucci R$ 7.670 2. Swarovski R$ 1.650 3. Dolce & Gabbana R$ 3.400 4. Emiliana R$ 245 5. Cris Capoani R$ 1.980 6. Tiffany & Co. R$ 42 mil 7. Juliana Jabour R$ 848 8. Morena Rosa R$ 980 (Foto: Zee Nunes/Arquivo Vogue e Flavio Battaiola (Stills))1. Gucci R$ 7.670 2. Swarovski R$ 1.650 3. Dolce & Gabbana R$ 3.400 4. Emiliana R$ 245 5. Cris Capoani R$ 1.980 6. Tiffany & Co. R$ 42 mil 7. Juliana Jabour R$ 848 8. Morena Rosa R$ 980 (Foto: Zee Nunes/Arquivo Vogue e Flavio Battaiola (Stills))