Criadores de ‘South Park’ pedem desculpas irônicas à China após polêmica sobre episódios

‘Nós também amamos o dinheiro mais do que a liberdade’, dizem em comunicado
JILL SERJEANT
JOSH HORWITZ

Episódio South Park ‘Band in China’ critica censura e governo ditatorial; série foi banida do país – Reprodução/southpark.cc.com

Os criadores da série de animação satírica “South Park” emitiram um “pedido de desculpas” irônico à China depois de episódios do programa ficarem indisponíveis em alguns sites chineses.

Lançado em 2 de outubro, o episódio “Banda na China” criticou as políticas chinesas pela falta de liberdade de expressão, além dos esforços de Hollywood para moldar seus conteúdos de cinema e televisão nos últimos anos para evitar incomodar os censores do vasto mercado chinês.

“Como a NBA, damos as boas-vindas aos censores chineses em nossos lares e nossos corações. Nós também amamos o dinheiro mais do que a liberdade”, escreveram Trey Parker e Matt Stone, os criadores da atração irreverente do canal a cabo Comedy Central, em uma postagem no Twitter intitulada “Pedido de desculpas Oficial à China”.

“Vida longa ao grande Partido Comunista da China! Que a colheita de sorgo deste outono seja abundante! Estamos bem agora, China?”, acrescentaram Parker e Stone.

Uma pesquisa da Reuters na internet mostrou que o iQiyi e o Youku Tudou, dois sites de streaming de vídeo chineses, listam episódios de “South Park” entre os disponíveis, mas que estes não foram exibidos quando solicitados.

Buscas pelo nome do programa no Baidu Tieba, um fórum online popular, e no Douban, site popular de avaliação de filmes, não produziram nenhum resultado.

Os porta-vozes de Youku Tudou, iQiyi e Baidu não responderam de imediato a pedidos de comentário. A Agência de Ciberespaço da China, que supervisiona a governança da internet, não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

O comunicado de “South Park” veio na esteira de uma polêmica na China e nos Estados Unidos devido a um tuíte do gerente-geral do Houston Rockets, que ele apagou rapidamente, em apoio aos protestos pró-democracia em Hong Kong. A liga norte-americana de basquete NBA formou um grande público e um negócio florescente na China.

A longeva série “South Park” é um dos maiores e mais controversos sucessos do Comedy Central e gira em torno das desventuras de quatro alunos desbocados do ensino primário.

No episódio no cerne da disputa mais recente, o personagem Randy Marsh é preso depois de tentar contrabandear maconha para a China.

Na prisão, ele conhece dois prisioneiros chineses chamados Ursinho Puff e Leitãozinho, que são submetidos a trabalho forçado e doutrinação.

REUTERS

Anúncios

Julia Goldani Telles, a Whitney de ‘The affair’ estrelará ‘The girlfriend experience’

GABRIELA ANTUNES

Julia Goldani Telles (Foto: Divulgação / Starz)

Julia Goldani Telles, a Whitney de “The affair“, foi escalada para viver a protagonista da terceira temporada de “The girlfriend experience“, série de antologia do Starz exibida no Brasil pela Fox Premium. Famosa nos EUA, a atriz é filha de uma brasileira e morou no Rio de Janeiro quando era criança.

Julia Goldani Telles interpretará Iris, uma jovem neurocientista que é atraída para o mundo da ‘Girlfriend experience’, termo em inglês usado em referência à prostituição de luxo. A nova leva de episódios será ambientada em Londres e terá como pano de fundo a cena tecnológica da capital inglesa. Os clientes de Iris farão com que ela experimente sensações até então desconhecidas, mas ela irá se questionar se está sendo guiada pelo livre-arbítrio ou controlada por algo maior que ela.

A antologia foi criada por Steven Soderbergh e é baseada em seu filme de 2009. Anja Marquardt está escrevendo os roteiros e irá dirigir a nova temporada.

Enquanto “The girlfriend experience” não estreia, Julia Goldani Telles pode ser vista na última temporada de “The affair“, que está sendo exibida pelo Showtime.

Marvel, Pixar e clássicos: Amazon fecha acordo com Disney e incorpora títulos da empresa ao catálogo

Entre os filmes e séries que chegam ao Prime Video, estão ‘Vingadores: Ultimato’, ‘American Horror Story’ e a nova versão de ‘O Rei Leão’; confira a lista
Thaís Ferraz – O Estado De S.Paulo

Cena do filme ‘Vingadores: Ultimato’, com Robert Downey Jr. Foto: Marvel

A Amazon vai incorporar dezenas de produções da Disney ao catálogo do seu serviço de streaming, o Prime Video. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 1, e o período do acordo está limitado a um ano.

Entre os títulos que entrarão no catálogo da Amazon, estão sucessos recentes de bilheteria, como Vingadores: Ultimato e Capitã Marvel, além de novas versões de clássicos da Disney em live-action, como O Rei Leão e Aladdin.

Títulos da Pixar também estão no acordo. O Prime Video contará, por exemplo, com Os Incríveis e Vida de Inseto. Algumas séries também chegarão ao catálogo: entre elas, estão Grey’s Anatomy, American Horror Story e How I Met Your Mother.

As produções entram no catálogo a partir desta terça-feira e ficarão disponíveis até setembro de 2020. Com a previsão da chegada da plataforma Disney+ à América Latina, provavelmente no segundo semestre de 2020, a empresa deve deixar de licenciar os títulos a terceiros.

Confira a lista de títulos da Disney que chegarão ao Amazon Prime Video

  • Capitã Marvel;
  • Vingadores: Ultimato;
  • Homem de Ferro;
  • Thor: O Mundo Sombrio;
  • Doutor Estranho;
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2;
  • O Rei Leão;
  • Aladdin;
  • O Retorno de Mary Poppins;
  • O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos;
  • A Bela e a Fera;
  • Malévola;
  • Malévola: Dona do Mal;
  • WiFi Ralph – Quebrando a Internet;
  • Operação Big Hero;
  • Enrolados;
  • Toy Story 1 a 4;
  • Zootopia;
  • Moana;
  • A Princesa e o Sapo;
  • Lilo & Stitch;
  • Grey’s Anatomy (todas as temporadas);
  • The Walking Dead (todas as temporadas);
  • American Horror Story (todas as temporadas);
  • How I Met Your Mother (todas as temporadas).

Crise nas Infinitas Terras | Tom Welling conhece Lois e Clark do Arrowverso

Estrela de Smallvile participará do novo crossover das séries da DC
GABRIEL AVILA

Tom Welling, Elizabeth Tulloch, Tyler Hoechlin

Elizabeth Tulloch, atriz que interpreta Lois Lane na série Supergirl, divulgou uma foto de bastidores ao lado de Tyler Hoechlin, que interpreta o Superman na produção, e Tom Welling, que viveu o Homem de Aço no seriado Smallvile. O encontro aconteceu durante as gravações de Crise nas Infinitas Terras, novo crossover de séries de TV da DC Comics. Confira abaixo:

Na trama da Crise nas Infinitas Terras nos quadrinhos, o Antimonitor quer acabar com os multiversos (já apresentados e explorados nas séries) e o Monitor reúne os heróis para impedir a ação. Ainda não há detalhes sobre como será a história na TV, mas a apresentação do Monitor e o teaser citando que “mundos vão morrer” indicam que o caminho será parecido.

O crossover Crise nas Infinitas Terras envolverá cinco séries da CW: Arrow, The Flash, Supergirl, Batwoman e Legends Of TomorrowAlém disso, também marcará a entrada de Raio Negro no Arrowverse.

‘Stranger Things’ é renovada e vai para a quarta temporada

Sucesso da série fez com que seus criadores, os irmãos Duffer, fossem contratados pela Netflix

Da esquerda para a direita: Noah Schnapp (Will), Finn Wolfhard (Mike), Millie Bobby Brown (Eleven), Sadie Sink (Max) e Caleb McLaughlin (Lucas), durante cena da 3ª temporada da série Stranger Things. Foto: Netflix/ Divulgação

Stranger Things, uma das séries de maior sucesso da Netflix, foi renovada para a sua quarta temporada. Além da novidade, a empresa de streaming também assinou um contrato com os irmãos Duffer, atuais criadores e showrunners da série, para o desenvolvimento de outros tipos de conteúdos para a plataforma.

“Os irmãos Duffer cativaram espectadores em todo o mundo com Stranger Things e estamos muito felizes em expandir nossa relação com eles para trazerem sua vivaz imaginação para outros filmes e séries que nossos assinantes vão amar”, disse Ted Sarandos, Chefe de Conteúdo da Netflix.

“Desde a primeira reunião de apresentação até o lançamento de Stranger Things 3, toda a equipe da Netflix foi sensacional, nos dando o apoio, a orientação e a liberdade criativa que sempre sonhamos”, comentaram os irmãos Duffer. “Mal podemos esperar para contar muitas outras histórias juntos – começando, é claro, com uma viagem de volta ao Mundo Invertido” finalizam.

A série, que mostra as desventuras de um jovem grupo de amigos em uma pequena cidade de Indiana durante os anos 1980, já foi indicada a mais de cinquenta prêmios, dentre eles: o EmmyGlobo de OuroGrammySAG, BAFTA e People’s Choice Awards. Ainda não há uma data de estreia prevista.

Veja abaixo o teaser da 4ª temporada de Stranger Things.

Jim Parsons fará nova série de Ryan Murphy

GABRIELA ANTUNES

Jim Parsons (Foto: Monica Almeida / REUTERS)

Depois de viver o nerd Sheldon nas 12 temporadas de “The Big Bang Theory“, Jim Parsons já tem um novo trabalho na TV. Ele fará “Hollywood“, um dos projetos de Ryan Murphy para a Netflix.

A sinopse da série, que será protagonizada por Darren Criss, está sendo mantida em segredo, mas o autor descreveu a atração como  “uma carta de amor para a Era de Ouro de Tinseltown”. Já Criss divulgou que “Hollywood” será ambientada na década de 1940 e está prevista para estrear em maio de 2020.

Dylan McDermott, Samara Weaving, Maude Apatow, Joe Mantello, Laura Harrier e Jake Picking também foram confirmados no elenco, que já contava com Jeremy Pope, David Corenswet, Patti LuPone e Holland Taylor.

Em entrevista recente, Murphy revelou que está preparando vários projetos para o serviço de streaming, com o qual tem um contrato de exclusividade. Entre eles estão: uma adaptação de dez episódios de “A Chorus Line”, famoso musical da Broadway; uma série sobre o designer Halston, estrelada por Ewan McGregor; um documentário sobre Andy Warhol; e um projeto sobre Marlene Dietrich, que será protagonizado por Jessica Lange.

Netflix lança trailer e confirma fim de “BoJack Horseman” na 6ª temporada

Último ano do seriado será dividido em duas partes que estreiam em outubro e janeiro
Matheus Fiore

A série de animação “BoJack Horseman” é um dos grandes sucessos da Netflix quando se fala em obras feitas para o público adulto. O seriado, que conta com nomes como Will Arnett, Alison Brie e Aaron Paul em seu elenco, já possui cinco temporadas e acaba de anunciar duas novidades.

A primeira é a divulgação do trailer do sexto ano do programa, a segunda é a confirmação de que a próxima temporada será também a última. A temporada terá 16 episódios divididos em duas partes, com a primeira delas tendo lançamento confirmado para o fim de outubro e a segunda programada para o fim de janeiro.

O encerramento foi confirmado algumas semanas após a confirmação do fim de outra série da Netflix, “Grace and Frankie”, que se tornará, com seus 94 episódios distribuídos ao longo de sete temporadas, a maior série original da história da plataforma. O principal serviço de streaming do planeta tem dado fim a várias de suas produções originais, abrindo caminho tanto para a compra dos direitos de séries consagradas – algo importante diante da chegada de fortes concorrentes como o Disney+ –, quanto para a criação de novas obras.

Recentemente, por exemplo, a Netflix começou um projeto bastante semelhante ao próprio “BoJack Horseman”, a série adulta “Tuca & Bertie”, que começou a ser exibida em maio de 2019. A intenção é manter o mesmo público com séries que, por serem novas, possam conquistar novas audiências, além de não terem os custos de manter o caro elenco de uma série já consagrada.