Willow | A magia retorna em trailer da série do Disney+

Produção serve como sequência do filme de 1988
CAIO COLETTI

Prepare-se para voltar ao mundo mágico de WillowDisney+ revelou hoje (26) o primeiro trailer da série de TV que continua a história do clássico de fantasia de 1988 – confira acima.

Warwick Davis, de volta ao papel que originou no filme, faz a narração da prévia: “Há um equilíbrio entre todas as coisas: luz e sombra, bondade e maldade. Quando esse equilíbrio é desfeito, o universo se corrige“.

Ruby Cruz (Mare of Easttown), Erin Kellyman (Falcão e o Soldado Invernal) e Tony Revolori (Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa) estão entre os novatos do elenco.

Jonathan Kasdan (Han Solo: Uma História Star Wars) serve como showrunner da série, que estreia em 30 de novembro no Disney+.

Obi-Wan Kenobi | Lucasfilm alertou atriz Moses Ingram sobre possíveis ataques racistas

Atriz está no elenco da nova série do Disney+
PEDRO HENRIQUE RIBEIRO

A atriz Moses Ingram diz que foi alertada pela Lucasfilm sobre possíveis ataques racistas por fãs da franquia Star Wars após a escalação dela para a série Obi-Wan Kenoobi. Antes dela, John Boyega e Kelly Marie Train sofreram com trolls e hate nas redes sociais.

“Foi algo que a Lucasfilm realmente disse: ‘Isso [racismo] é uma coisa que, infelizmente, provavelmente acontecerá. Mas estamos aqui para ajudá-la; você pode nos avisar quando isso acontecer’”, disse Ingram em entrevista ao The Independent

Em 2017, a página dedicada à Marie Train na Wookiepedia – site especializado na franquia – foi alterada com vários ataques racistas contra a atriz de ascendência asiática.

Na série, Ingram interpretará a Inquisidor Reva, um capanga sensível à força que serve ao Grande Inquisidor. O trabalho dela é seguir o rastro do Jedi fugitivo. No currículo da atriz estão obras como O Gambito da RainhaA Tragédia de McBeth e Ambulância – Um Dia de Crime.

Obi-Wan Kenobi terá Ewan McGregor retornando ao papel principal, além de Hayden Christensen interpretando Anakin Skywalker. A série estreia em 27 de maio no Disney+.

‘Sem Limites’: série com Rodrigo Santoro ganha primeiro trailer

Ator brasileiro é o explorador Fernão de Magalhães em produção histórica com Álvaro Morte, o professor de ‘La Casa de Papel’, que estreia em 8 de julho

O cartaz de Sem Limites (Foto: Divulgação / Amazon Prime Video)
O cartaz de Sem Limites (Foto: Divulgação / Amazon Prime Video)

Rodrigo Santoro e Álvaro Morte, o professor de La Casa de Papel, são as estrelas de Sem Limites, série da Amazon Prime Video que ganhou trailer e cartaz oficiais nesta terça-feira (24). Na trama que estreia em 8 de julho, eles são, respectivamente, Fernão de Magalhães e Juan Sebastián Elcano, exploradores da primeira viagem de barco ao redor do mundo já concluída, coincidindo com a celebração do 500º aniversário da expedição.

“O que esses homens realizaram foi absolutamente extraordinário. Uma missão quase impossível e que acabou mudando a história da humanidade, provando que a Terra era realmente redonda. Magalhães é um personagem extremamente interessante, que, à primeira vista, pode parecer apenas um aventureiro corajoso e destemido, mas, na verdade, está cheio de conflitos e de contradições”, já contou Rodrigo.

Liderados pelo português Fernão de Magalhães (Rodrigo Santoro), 239 marinheiros partiram de Sanlúcar de Barrameda (Cádiz, Espanha) em 20 de agosto de 1519. Três anos depois, apenas 18 marinheiros retornaram – gravemente doentes devido à fome – no único navio que resistiu à viagem, capitaneado pelo velejador espanhol Juan Sebastián Elcano (Álvaro Morte).

Eles percorreram 14.460 léguas, rumo ao oeste, completando a circunavegação do mundo; uma missão quase impossível que buscava encontrar um novo caminho para as “ilhas das especiarias” e que acabou mudando a história da humanidade ao provar que a Terra é redonda. Essa façanha transformou para sempre o comércio, a economia, a astronomia e o conhecimento do planeta, sendo considerada uma das maiores conquistas da história da humanidade.

Rodrigo Santoro em  Sem Limites (Foto: Divulgação / Amazon Prime Video)
Rodrigo Santoro em Sem Limites (Foto: Divulgação / Amazon Prime Video)

A superprodução dirigida por Simon West (de Lara Croft: Tomb Raider) conta essa história épica de um grupo de marinheiros em uma viagem ao desconhecido, em seis episódios de 40 minutos cada, filmados entre a Espanha e a República Dominicana. Além de Santoro e Morte, o elenco também inclui Sergio Peris-Mencheta (Captão Cartagena), Adrián Lastra (Captão Mendoza), Carlos Cuevas (Martino), Pepón Nieto (Father Bartolomé), Raúl Tejón (Gómez de Espinosa), Gonçalo Diniz (Duarte Barrosa), Manuel Morón (Cardenal Fonseca) e Bárbara Goenaga (Beatriz).

A produção da série ocorreu no País Basco e Navarra nas localidades de Azkoitia, Azkorri, Lazkao, Olite e na Catedral de Pamplona, bem como em Sevilha, Huelva e Madrid, antes de se mudar para a República Dominicana.

‘Sem Limites’, nova série da Amazon Prime Video com Rodrigo Santoro e Álvaro Morte, tem trailer, data de estreia e cartaz divulgado. Foto: Amazon Prime Video
Rodrigo Santoro em Sem Limites (Foto: Divulgação / Amazon Prime Video)
Rodrigo Santoro em Sem Limites (Foto: Divulgação / Amazon Prime Video)

Premiado em Sundance e Berlim, Klondike: A Guerra na Ucrânia chega ao streaming a partir de 25 de maio

Filme de Maryna Er Gorbach tem a região de Donbas como cenário, e aborda o começo da guerra em 2014

KLONDIKE: A GUERRA NA UCRÂNIA, de Maryna Er Gorbach, estreia nas plataformas de streaming. Longa poderá ser visto a partir de 25 de maio no Now e a partir de 3 de junho no Petra Belas Artes à La Carte em Super Lançamentos.

Sobre o filme

Poucos filmes têm tanta atualidade como KLONDIKE: A GUERRA NA UCRÂNIA, de Maryna Er Gorbach, ganhadora do Prêmio de Direção para filmes estrangeiros no Festival de Sundance e que também levou o Prêmio do Júri Ecumênico, no Festival de Berlim deste ano. O filme tem como cenário a fronteira entre Ucrânia e Rússia, e aborda os conflitos na região a partir do ponto de vista dos ucranianos.

Embora a trama seja situada em 2014, seus eventos reverberam até hoje com a guerra na Ucrânia em andamento. No filme, Irka (Oksana Cherkashyna) e Tolik (Sergey Shadrin) vivem em Donetsk, nas proximidades da fronteira entre o país e a Rússia, um território em disputa no começo da Guerra em Donbas. O casal aguarda o nascimento do primeiro filho, quando é abatido por mísseis o avião de um voo civil, que cai na região, matando quase 300 pessoas, o que só fez aumentar a tensão e deixando um rastro de tristeza e luto.

Tolik é pressionado por seus amigos separatistas pró-Rússia a se juntar a eles, enquanto o irmão de Irka suspeita que o casal esteja traindo o próprio país. Enquanto a angústia é crescente, a jovem se nega a deixar sua casa, mesmo quando o vilarejo onde vivem é capturado pelas forças armadas. Tentando reaproximar seu marido e seu irmão, a protagonista pede que eles unam forças para reconstruir sua casa, que foi destruída num bombardeio.

Nascida na Ucrânia e radicada em Istambul, Er Gorbach disse, em entrevista ao jornal alemão Zeit, que se lembra muito bem do fatídico 17 de julho de 2014, dia do ataque ao avião, pois é seu aniversário. “Eu fiquei o tempo todo procurando anúncios oficiais sobre a queda da nave, e ninguém foi responsabilizado pelo lançamento dos mísseis. Passaram-se anos, e, praticamente, nada aconteceu. Foi quando percebi: se algo dessa magnitude não é punido, quem se interessará pelo sofrimento do povo de Donbas?

Ela conta que, em 2014, ninguém esperava uma guerra, e hoje, as pessoas recebem avisos para não sair de casa, e ficar com as janelas fechadas. “A guerra hoje é chamada por seu nome. A imprensa internacional não duvida mais disso. Em meados de fevereiro, era diferente. Falava-se num ‘conflito’ entre a Rússia e a Ucrânia”. 

A diretora, que também assina o roteiro e a montagem, destaca o papel fundamental das mulheres na resistência ao conflito, e, por isso, o longa é dedicado a elas. “O instinto de sobrevivência de Irka é maior na guerra. E essa mensagem me fez dedicar o filme a elas. Num sentido mais amplo, também quer dizer: Não há soldado ou matador sem mãe. Há sempre uma mulher por trás deles. Não creio que nenhum homem lutaria por seus valores, por si mesmo. Os homens que lutam na Ucrânia buscam suas forças no fato de terem mães, esposas, filhas.”

Além dos prêmios em Sundance e Berlim, KLONDIKE: A GUERRA NA UCRÂNIA também foi muito bem recebido pela crítica. A Variety destaca a direção firme de Er Gorbach que não faz concessões. “Conflitos, pessoas e políticos são retratados por uma câmera serena, num filme que traz uma visão da guerra em andamento”. Alissa Wilkinson escreve na revista Vox que o longa “é um lembrete de que mesmo nos tempos mais precários, a coisas da vida precisam seguir em frente – e que o peso de uma guerra na vida das pessoas comuns é incomensurável”. 

Sinopse

Em 2014, no momento em que começa a Guerra em Donbas, o casal de ucranianos Irka e Tolik vive na região da fronteira entre seu país e a Rússia. Ela está grávida, e se recusa a abandonar sua casa, mesmo quando seu vilarejo é tomado pelas forças armadas. Tudo fica ainda mais complicado quando um avião civil é abatido e cai na região.

Ficha Técnica

Direção: Maryna Er Gorbach

Roteiro: Maryna Er Gorbach

Produção:  Svyatoslav Bulakovskiy, Mehmet Bahadir ErMaryna Er Gorbach

Elenco: Oxana Cherkashyna, Sergey Shadrin, Oleg Scherbina, Oleg Shevchuk, Artur Aramyan, Evgenij Efremov

Direção de Fotografia: Svyatoslav Bulakovskiy

Trilha Sonora: Zviad Mgebry 

Montagem: Maryna Er Gorbach

Gênero: drama, guerra

País: Ucrânia, Turquia

Ano: 2022

Duração: 100 min.

Viver Ahsoka exige muito fisicamente, diz Rosario Dawson

Atriz diz que odeia treinar, mas que malharia todo dia pela ex-jedi
NICO GARÓFALO

Estrela de AhsokaRosario Dawson definiu a ex-jedi como o papel mais fisicamente exigente de sua carreira. Em entrevista à Vanity Fair, a atriz afirmou que a personagem “não se cansa” e que, embora não ela não goste de treinar no dia a dia, ela “malharia diariamente” para poder dar vida à protagonista.

Não posso interpretá-la como uma humana. Ela é uma alienígena incansável. É precisa. Uma mestra. É um desafio para mim chegar e demonstrar isso”, contou Dawson, que tem trabalhado para entregar um retrato que honre o legado de Ahsoka. “Sou muito fã dela e não quero assistir e ficar tipo ‘cara, a mão da Ahsoka tá tremendo um pouco aqui”.

Ahsoka, obviamente, é centrada em Ahsoka Tano (Rosario Dawson), personagem que fez sua primeira aparição live-action na segunda temporada de The Mandalorian, no ano passado. A produção terá roteiro de Dave Filoni, criador da personagem-título, que estreou na franquia de George Lucas na animação The Clone Wars.

Além de Dawson, Ahsoka contará também com Hayden ChristensenMary Elizabeth WinsteadNatasha Liu Bordizzo Ivanna Sakhno.

Ainda não há previsão de estreia.

Stranger Things: Veja os primeiros oito minutos da 4ª temporada

Novo ano será “a maior temporada da série”, somando mais de 13 horas de conteúdo
EDUARDO PEREIRA

Netflix divulgou, em seu site oficial, um perfil mais detalhado do que os fãs de Stranger Things podem esperar da quarta temporada da série, em termos de quantidade de conteúdo. Nele, além de detalhar por que o novo ano será “a maior temporada de Stranger Things de todos os tempos”, a plataforma de streaming ainda liberou os até então inéditos primeiros oitos minutos do episódio inicial. Assista acima.

A quarta temporada, que começa a chegar à plataforma de streaming em 27 de maio, contará com nove episódios de durações estendidas que somarão um total de quase 13 horas de conteúdo inédito da franquia. Ela será lançada em duas partes, com a primeira (em sete episódios) chegando na data supracitada e uma segunda (com dois, somando entre si quatro horas de duração) em 1º de Julho.

Em ainda maiores detalhes, a Netflix especificou a duração dos episódios sete, oito e nove do novo ano de Stranger Things: 1h38, 1h25 e quase 2h30, respectivamente.

Sobre a trama do novo ano, a plataforma resumiu: “Na última vez em que encontramos nossos residentes favoritos de Hawkins, eles haviam seguido caminhos separados, depois da batalha de Starcourt. Quando nós os reencontramos, seis meses depois, nosso heróis Mike (Finn Wolfhard), Will (Noah Schnapp), Eleven (Millie Bobby Brown), Dustin (Gaten Matarazzoe Lucas (Caleb McLaughlinprecisam encontrar uma forma de acabar com o Mundo Invertido enquanto navegam os altos e baixos do colegial. Mas a ação não se resume a Hawkins, com drama acontecendo na Rússia, Califórnia e em outros lugares. Ei, ninguém disse que seria fácil ser um matador de demônios“.

‘Heartstopper’ é renovada para mais duas temporadas

Série da Netflix baseada em HQ teen LGBTQIAP+ chegou ao top 10 de 54 países

Vida longa a Nick e Charlie. “Heartstopper“, série da Netflix baseada nos quadrinhos da inglesa Alice Oseman sobre a história de amor dos dois adolescentes, terá mais duas temporadas. A notícia foi confirmada pela plataforma nesta sexta-feira.

Alice continua como roteirista da produção. Ela apareceu numa postagem das redes sociais da plataforma segurando um desenho do casal com os dizeres “mais duas temporadas”. A série foi um sucesso de crítica e público, entrando no top dez de 54 países. No ranking global, chegou ao quinto lugar entre as produções em inglês mais assistidas.

Mulher-Hulk | Jennifer se transforma pela primeira vez em trailer

Série estreia em agosto, no Disney+
PEDRO HENRIQUE RIBEIRO

She-Hulk: Attorney at Law, an Original series from Marvel Studios, starts streaming August 17 on @DisneyPlus. #SheHulk

A série Mulher-Hulk: Defensora de Heróis ganhou seu primeiro trailer completo nesta terça-feira (17). No vídeo, Bruce Banner (Mark Ruffalo) transforma sua prima Jennifer em Mulher-Hulk.

Tatiana Maslany, conhecida por Orphan Black, será a protagonista, e Mark Ruffalo voltará a viver o Hulk na produção. Renée Elise Goldsberry (Hamilton) e Tim Roth, que viveu o vilão Abominável em O Incrível Hulk (2008), também estarão na trama.

A série também ganhou um novo pôster.

Já a atriz Jameela Jamil será a vilã Titânia. Nos quadrinhos, Titânia era Mary MacPherran, uma garota pequena e fraca que, após ser acidentalmente transportada para o Mundo de Batalha das Guerras Secretas ao lado da melhor amiga, Marsha Rosenberg, se alia ao Doutor Destino para ganhar poderes.

A série do Disney+ também já contratou Kat Coiro como diretora e produtora executiva. Com grande bagagem televisiva, a cineasta comandou episódios de grandes séries como Brooklyn Nine-Nine e Disque Amiga Para Matar. A série tem estreia prevista para 17 de agosto, no Disney+.

Em momento delicado, Netflix demite 150 funcionários nos EUA

Corte de funcionários afeta também outros países e é parte de um plano de redução de gastos na empresa

Netflix criou modelo de negócio novo para consumir filmes e séries na internet
Netflix criou modelo de negócio novo para consumir filmes e séries na internet

A Netflix tem sentido o peso do relatório financeiro ruim, registrado nos três primeiros meses de 2022. Após demitir funcionários do Tudum, site de conteúdos sobre séries da empresa, a companhia confirmou o corte de 150 pessoas nesta terça-feira, 17. A informação foi revelada pelo site americano Deadline

De acordo com o site, os funcionários receberam o comunicado para deixar seus cargos, frente a crise que a empresa está enfrentando. Pela primeira vez em mais de uma década, o serviço de streaming perdeu usuários e registrou números fracos no balanço financeiro. 

No total, a empresa registrou uma queda de 200 mil assinantes na plataforma, número que reflete a suspensão do serviço de streaming na Rússia, por conta da guerra, e a competição de mercado com outros serviços, como Disney+, por exemplo.

“Como explicamos, nosso crescimento de receita mais lento significa que também estamos tendo que diminuir nosso crescimento de custos como empresa. Infelizmente, estamos demitindo cerca de 150 funcionários hoje, a maioria dos EUA”, disse um porta-voz da Netflix em comunicado ao Deadline. “Essas mudanças são impulsionadas principalmente pelas necessidades de negócios e não pelo desempenho individual, o que as torna especialmente difíceis, pois nenhum de nós quer dizer adeus a esses grandes colegas. Estamos trabalhando duro para apoiá-los nessa transição muito difícil”.

Os cortes também podem ter afetado funcionários de outros países, afirmou o Deadline. Em contato com a reportagem, a Netflix ainda não informou se algum colaborador no Brasil foi demitido. Nos EUA, as demissões representam cerca de 2% da força de trabalho da empresa no país. 

Ainda, várias áreas teriam sido atingidas, como criação, séries e filmes. Os níveis dos cargos também foi sortido: desde assistentes até diretores de divisões, como conteúdo — uma parte grande e importante na empresa — tiveram cortes nesta semana. 

Nos dias seguintes ao balanço financeiro, a queda das ações da Netflix na Bolsa de Valores americana representou mais de um terço da sua avaliação. Foi o maior declínio das ações da empresa em quase duas décadas. 

Estratégias

Com as ações despencando, a Netflix deve ampliar as opções de planos de assinatura para usuários nos próximos meses, afirmou o presidente da gigante do streaming, Reed Hastings, em conferência com investidores nesta terça-feira, 19. Segundo o executivo, os modelos devem ser de menor custo e baseados em anúncios pagos, em formato similar ao que fazem canais de televisão tradicionais.

“Aqueles que acompanham a Netflix sabem que sou contra a complexidade da publicidade e um grande fã da simplicidade das assinaturas”, declarou Hastings, também fundador da gigante junto com Ted Sarandos. “Mas sou mais fã ainda da escolha do consumidor. Faz muito sentido permitir aos clientes que eles escolham um modelo mais barato, se eles são tolerantes a anúncios.”

Segundo a companhia, os planos devem ser apresentados ao mercado em um ou dois anos, representando uma “animadora oportunidade para nós”. A Netflix garante que será a responsável por publicar os anúncios, e não usar serviços de terceiros, que podem comprometer a privacidade dos usuários.

Outra alternativa para a empresa pode ser ceder ao movimento de transmissão ao vivo. A Netflix recusou a possibilidade de ter um streaming em tempo real no ano passado, quando passou a ter uma divisão de jogos para celular. Agora, a proposta pode ser reconsiderada frente aos concorrentes diretos que já oferecem o serviço./COM REUTERS