Apple Music Awards premia Billie Eilish, Lizzo e Lil Nas X na sua 1ª edição

O que os artistas Billie EilishLizzo e Lil Nas X têm em comum? Além de grandes hits, eles são agora os primeiros vencedores do Apple Music Awards, uma nova premiação musical oferecida pela Maçã.

O Apple Music Awards possui cinco categorias: Artista do AnoArtista Revelação do AnoCompositor do AnoMelhor Álbum do Ano e Música do Ano. Os vencedores das três primeiras são selecionados pela equipe editorial do Apple Music, que filtram os artistas “verdadeiramente apaixonados pelo seu ofício”.

Enquanto isso, os vencedores das duas últimas categorias são definidos a partir de dados de streaming e refletem o que os usuários do Apple Music ouviram (repetidamente) em 2019.

Confira todos os vencedores do Apple Music Awards deste ano:

A Apple, é claro, não faria uma premiação sem um… prêmio (e que fosse à altura do design e da qualidade dos seus produtos).

Prêmio do Apple Music Awards

Sendo assim, o Apple Music Award propriamente dito é feito de um disco de silício, produzido a partir do mesmo processo que dá origem aos microprocessadores dos iPhones e iPads. Essa peça é envolta por duas partes de um vidro polido e inserida num corpo de alumínio usinado e anodizado.

A Maçã celebrará a primeira edição do Apple Music Awards com uma performance exclusiva de Billie Eilish no Steve Jobs Theater, no Apple Park. O evento será transmitido ao vivo em todo o mundo amanhã (4/12), às 23h30 (pelo horário de Brasília), através do site da Apple (e provavelmente também via Apple TVs).

Eis o que a empresa diz sobre a novidade:

Os melhores e mais ousados músicos de 2019 merecem uma homenagem tão inovadora e criativa quanto eles: apresentamos a todos o Apple Music Award. Construído a partir das mesmas peças de silício moldadas à laser que alimentam os microprocessadores da Apple, esta premiação representa um agradecimento exclusivo aos artistas e suas criações, que geraram novas tendências e conquistaram o público o ano todo. Parabéns ao primeiro grupo de vencedores nas cinco categorias: a adolescente prodígio e seu indispensável colaborador que usaram a ansiedade como inspiração para o álbum se tornar um fenômeno global; uma estrela de rap e soul que redefiniu os termos e a imagem do estrelato pop; além do vídeo caseiro que se tornou uma sensação viral na internet e nada menos que um dos maiores singles de todos os tempos. Confira os primeiros vencedores do Apple Music Award, explore suas músicas e histórias e volte em 4 de dezembro às 23h30 (horário de Brasília) para uma apresentação ao vivo direto do Steve Jobs Theater, na Califórnia, com o nosso Artista do Ano.

A empresa informa que o acervo do Apple Music é composto hoje por mais de 60 milhões de faixas. [MacMagazine]

Da produção de tecnologia ao showbusiness: as fronteiras da Apple

A multinacional norte-americana está pronta para brigar com Netflix, Amazon e Disney na indústria do entretenimento e do streaming
John Koblin, The New York Times

A Apple mudou o seu foco para a criação de conteúdo, e não apenas de produtos. O diretor executivo Tim Cook, em outubro. Foto: Angela Weiss/Agence France-Press

Depois de tudo – dos bilhões gastos, dos acordos com o Big Bird (Sesame Street), Oprah e Steven Spielberg, a demissão de um produtor fundamental, o sigilo – chegou o momento. A Apple está pronta para brigar com NetflixAmazon e Disney na indústria do entretenimento cada vez mais repleta de atores.

A gigante da tecnologia fez o seu ingresso formal no showbusiness no dia 28 de outubro com uma estreia, sem limite de gastos, no Lincoln Center, em Nova York, de The Morning Show, uma série ambientada no universo da televisão com estrelas do calibre de Reese Witherspoon e Jennifer Aniston. Com a Apple TV Plus, ao vivo no dia 1º de novembro, a gigante do Vale do Silício mudou o seu foco  para a produção de conteúdo em lugar de criar apenas produtos tecnológicos. O serviço de streaming custa US$ 5 ao mês ou será gratuito durante um ano na compra de um novo dispositivo da Apple.

Dirigida pelos veteranos executivos de Hollywood Zack Van Amburg e Jamie Erlicht, a Apple TV Plus convidou Oprah Winfrey, J.J. Abrams,  M. Night Shyamalan e Spielberg entre outros.

Em grande parte, isto é decorrência do sucesso de The Morning Show, que ancora a primeira série de programas de streaming e de filmes da companhia. A Apple pagou cerca de US$ 240 milhões por um acordo de duas temporadas, com 20 episódios. As primeiras críticas que chegaram à internet foram discordantes.

Além desta, outras séries da Apple incluem Dickinson, estrelada por Hailee Steinfeld no papel da poetisa Emily Dickinson; See, um épico fantástico interpretado por Jason Momoa que se passa em um futuro em que todos ficaram cegos; e um drama no espaço, For All Mankind, criado com a colaboração de Ronald D. Moore. A Apple tem também programas de streaming para crianças, como uma nova versão animada de Peanuts (Minduim).

‘Estilo Hollywood’

A companhia optou por assumir o estilo Hollywood por uma razão. Com a queda das vendas de iPhones, a multinacional buscou outras maneiras de gerar receita. Lançou inclusive um cartão de crédito e um serviço de videogames por assinatura.

A Apple entra no  negócio do entretenimento em um momento em que as concorrentes da área de tecnologia, como Netflix, Amazon e Hulu, desfrutam de uma considerável vantagem na criação de produtos de streaming originais. Além disso, ela enfrentará uma forte concorrência da Walt Disney Company, da unidade Warner Media da AT&T e da NBCUniversal. A Disney Plus, que oferece dezenas de anos de filmes e programas, foi lançada no dia 12 de novembro. O serviço de streaming Peacock da NBCUniversal e a HBO Max da AT&T estarão prontas no próximo ano.

Ao contrário das concorrentes, a Apple não terá o luxo de poder explorar uma ampla biblioteca de programações. Mas os clientes da marca poderão usar o aplicativo Apple TV para clicar em um episódio de Succession, da HBO, ou selecionar entre Showtime ou Hulu, se forem assinantes destes serviços.

“Nós sempre nos preocupamos com os originais e com a nossa possibilidade de ajudar o cliente a descobrir o outro produto da biblioteca que existe no mundo e existe em todos estes outros espaços de maneira desagregada”, explicou Van Amburg.

Lançamentos semanais

A Apple não se comprometeu com o modelo de assistir a um programa atrás do outro. Seus dramas em geral pularão alguns episódios antes de adotar um horário semanal. Os executivos do entretenimento da companhia sugeriram que lançamentos semanais criam um burburinho consistente ao contrário das séries da Netflix.

The Morning Show é de enorme importância para a Apple. Três dias depois de conseguir o emprego em 2017, Erlicht disse que se deu conta do tom certo. “Nós soubemos imediatamente que era o que queríamos”, afirmou.

Seguiu-se uma dura batalha com diversos candidatos, como Netflix e Showtime. Pouco depois de apresentar o roteiro, o criador de The Morning Show, Jay Carson, foi demitido. “A negociação não foi fácil”, continuou Erlicht no palco do Lincoln Center. “Na realidade, não direi que o programa foi o que eu definiria como fácil. Mas os grandes nunca são.” / TRADUÇÃO DE ANNA CAPOVILLA

Netflix: o que chega ao streaming em dezembro

Séries ‘The Witcher’, ‘Apache: A vida de Carlos Tevez’ e a quinta temporada de ‘Fuller House’ estão entre as novidades; ‘Dois Papas’, de Fernando Meirelles, também

The Witcher
Cena da série ‘The Witcher’, uma das estreias de dezembro da Netflix  Foto: Netflix

Netflix divulgou a lista de lançamentos para a plataforma em dezembro de 2019. Entre os destaques, estão a série The Witcher e o filme Dois Papas, dirigido por Fernando Meirelles, que chegam ao streaming no mesmo dia, 20.

Veja abaixo a lista completa de atrações com as sinopses fornecidas pela plataforma.

Séries

  • Você: Temporada 2 (26/12/2019)

Joe se esconde da ex em Los Angeles. Será que ele vai conseguir encarar o passado e começar de novo, desta vez com a mulher certa

  • The Witcher (20/12/2019)

O bruxo e caçador de monstros Geralt de Rívia luta para achar seu lugar em um mundo onde as pessoas são muitas vezes piores do que as feras.

  • Perdidos no Espaço: Temporada 2 (24/12/2019)

A família Robinson continua perdida no espaço, na luta para sobreviver e escapar dos perigos à volta.

  • Apocalipse V (05/12/2019)

Uma antiga doença transforma pessoas em vampiros e põe em risco a grande amizade de um médico. Dos quadrinhos de Jonathan Maberry e Alan Robinson.

  • O Escolhido: Temporada 2 (06/12/2019)

Multidões chegam a Aguazul em busca de cura. Os médicos voltam à região, e a história do Escolhido desperta o interesse da imprensa.

  • Apache: A vida de Carlos Tevez (05/12/2019)

A série traz a história do ídolo corintiano Carlos Tévez, da sua infância difícil na Argentina ao estrelato nos gramados internacionais.

  • Virgin River (06/12/2019)

Para recomeçar a vida, uma enfermeira troca Los Angeles por uma cidadezinha remota e se surpreende com o que (e com quem) encontra no novo endereço.

  • Fuller House: Temporada 5 (06/12/2019)

Em casa com o novo bebê, Jimmy e Steph mergulham no mundo das fraldas e mamadeiras. E não faltará gente para ajudar.

  • Colony: Temporada 3 (01/12/2019)

Depois de deixar a Colônia, Will e Kate descobrem que se adaptar à típica vida familiar é muito mais difícil do que imaginavam.

  • Mágica para a Humanidade: Temporada 2 (04/12/2019) 

Hilário e sensível, Justin Willman impressiona pessoas comuns com truques de mágica de cair o queixo.

  • Natal em 3 por 4 (06/12/2019)

Quatro irmãs. Três épocas diferentes. E muitos segredos e dramas familiares, sempre no dia do Natal.

  • The Rap Game: Temporada 1 (01/12/2019) 

Orientados por astros do hip-hop e do R&B, jovens letristas de 12 a 16 anos competem pela chance de assinar um contrato com o selo de Jermaine Dupri.

  • A Rainha do Sul: Temporada 3 (01/12/2019)

Finalmente livre para construir o próprio império, Teresa precisa enfrentar velhos e novos inimigos que ameaçam seus sonhos e sua vida.

  • 60 Dias Infiltrados na Prisão: Temporada 1 (01/12/2019)

Para tentar combater a corrupção e o crime em uma penitenciária de Indiana (Estados Unidos), civis são recrutados e infiltrados na prisão para obter informações.

  • Eastsiders: Temporada 4 (01/12/2019)

Jeremy e Derrick enfrentam problemas no amor. Thom e Cal avaliam a relação. Ian sonha em ter seu próprio selo.

Filmes

  • Esquadrão 6 (13/12/2019) 

Eles foram escolhidos a dedo por seu enigmático líder para forjar a própria morte, apagar o passado e mudar o futuro lutando contra o crime.

  • História de um Casamento (06/12/2019) 

Com Scarlett Johansson e Adam Driver, o filme de Noah Baumbach é um olhar sensível sobre um casamento que acaba e uma família que permanece unida.

  • Dois Papas (20/12/2019) 

O filme de Fernando Meirelles retrata o papa Bento XVI e o futuro papa Francisco em um dos momentos mais dramáticos da história da Igreja.

  • O Príncipe do Natal: O Bebê Real (05/12/2019) 

Aldovia ganha um presente de Natal inesquecível: um bebê real. A rainha Amber precisa encontrar um tratado de paz desaparecido.

  • Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo (03/12/2019) 

Prestes a fazer 30 anos, Jesus traz uma visita para conhecer a família. Um especial de Natal tão incorreto só poderia ser do Porta dos Fundos.

  • Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal (05/12/2019)

Liz se apaixona por Ted Bundy e, durante anos, se recusa a acreditar na verdade sobre seus crimes. Drama baseado em fatos reais. Com Zac Efron.

  • Passageiros (01/12/2019)

Ao acordar de sua hibernação décadas antes do previsto, o único passageiro de uma jornada interplanetária enfrenta um dilema. Com Jennifer Lawrence e Chris Pratt.

  • Manchester à beira-mar (15/12/2019) 

Com a morte de seu irmão, um zelador se torna o responsável pelo sobrinho e volta para sua cidade natal. O drama rendeu o Oscar de Melhor Ator a Casey Affleck.

  • Corra! (15/12/2019)

Em uma relação inter-racial, um jovem afro-americano aceita passar o fim de semana na casa dos pais da namorada e aos poucos percebe que a família esconde alguns segredos. O filme ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original.

  • A Chegada (24/12/2019)

Quando naves alienígenas aterrisam na Terra, uma linguista é recrutada pelo exército para tentar se comunicar com os alienígenas e descobrir se eles representam uma ameaça. Com Amy Adams.

  • O Zoológico de Varsóvia (15/12/2019)

Depois da invasão da Polônia por forças alemãs, zeladores do zoológico de Varsóvia se aliam à resistência para salvar judeus dos horrores do nazismo.

  • Homem-Aranha 3 (01/12/2019)

Aparentemente invencível, o Homem-Aranha enfrenta uma nova safra de vilões no terceiro filme da série de sucessos de bilheteria.

  • Transformers: O Último Cavaleiro (09/12/2019)

Com Optimus sob a influência de Quintessa, Cade Yeager precisa se unir a um grupo de Autobots para tentar evitar a destruição da Terra.

  • Negação (15/12/2019)

Neste filme baseado em fatos reais, um historiador americano acusado de difamação precisa provar no tribunal que o Holocausto realmente ocorreu. Com Rachel Weisz.

  • Dragão Vermelho (16/12/2019)

Antecedendo os acontecimentos de “Silêncio dos Inocentes”, Edward Norton é o ex-agente do FBI Will Graham, que quase foi uma das vítimas de Hannibal Lecter.

  • Entrevista com o Vampiro (01/12/2019)

Neste filme baseado no romance de Anne Rice, o vampiro Lestat narra suas experiências a um jovem jornalista. Com Tom Cruise, Brad Pitt e grande elenco.

  • Cegos, Surdos e Loucos (01/12/2019)

Wally é cego e Dave é surdo. Quando um homem é assassinado em frente à banca de jornal onde trabalham, a polícia resolve prender essa dupla inusitada.

  • Debi & Lóide – Dois Idiotas em Apuros (01/12/2019)

Uma dupla de amigos totalmente sem noção atravessa o país para devolver uma mala cheia de dinheiro a seu dono. Com Jim Carrey e Jeff Daniels.

  • Resident Evil 5 – Retribuição (01/12/2019)

Quando um vírus mortal começa a transformar pessoas comuns em legiões de mortos-vivos, a humanidade tem uma única esperança: Alice.

  • Resident Evil: O Último Capítulo (15/12/2019)

Alice tenta chegar a Raccoon City para obter um antiviral, mas o Dr. Isaacs, a Umbrella Corp. e hordas de zumbis violentos estão em seu caminho.

  • Scarface (16/12/2019)

Neste clássico de Brian De Palma, Al Pacino é Tony Montana, o chefe do tráfico de cocaína cujos inimigos e ego crescem na mesma proporção de seu império.

  • Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (16/12/2019)

Jim Carrey e Kate Winslet estrelam este sucesso de público e crítica sobre um casal que decide apagar da memória todo o seu relacionamento através de um novo tratamento.

  • Eu os declaro Marido… e Larry (16/12/2019)

Para que seus filhos sejam beneficiários do seguro de vida, o viúvo Larry pede que seu amigo Chuck se passe por seu marido, e os dois se envolvem em muita confusão. Com Adam Sandler, Kevin James e Jessica Biel.

Documentários e Especiais

  • O Assassino Confesso (06/12/2019) 

Julgado por assassinato, Henry Lee Lucas confessa centenas de mortes. Mas o que é verdade em seu relato? Essa série documental tenta descobrir.

  • Don’t F**k With Cats: Uma Caçada Online (18/12/2019) 

Ele quebrou a regra número 1 da internet: “não mexa com os gatos”. E virou alvo da maior caçada online da história, retratada nesta série documental.

  • O Barato de Iacanga (16/12/2019) 

Documentário retrata o antológico Festival de Águas Claras, que levou ao palco nomes como Gilberto Gil, Luiz Gonzaga, João Gilberto e Raul Seixas.

  • Guerra em 24 Horas: Ford x Ferrari (03/12/2019)

Os arquirrivais Henry Ford II, da Ford Motor, e Enzo Ferrari travam a mais épica batalha da história do automobilismo nas pistas de Les Mans, na França.

  • O Universo: Temporada 1 (01/12/2019) 

Embarque em uma jornada pelas galáxias e explore fenômenos extraterrestres com esta série que revela os grandes segredos do universo.

  • Meu Tricolor de Aço (16/12/2019) 

Este documentário de Glauber Filho retrata a trajetória de vitórias e derrotas do Fortaleza Esporte Clube, time que completou 100 anos em 2018.

  • Michelle Wolf: Joke Show (10/12/2019) 

A comediante Michelle Wolf arranca risos da plateia de Nova York em seu especial de stand-up de 2019.

  • Kevin Hart: Don’t F**k This Up (27/12/2019) 

A série documental acompanha as andanças do comediante Kevin Hart na turnê do show Irresponsible.

  • Astronomy Club: The Sketch Show (06/12/2019) 

A comédia de esquetes traz o Astronomy Club, a primeira equipe interna totalmente negra do Upright Citizens Brigade Theatre. 

  • Jack Whitehall: Christmas With My Father (12/12/2019) 

Jack Whitehall tenta fazer o pai durão e careta entrar no espírito natalino neste especial de fim de ano.

  • Casos Arquivados: Temporada 1 (01/12/2019) 

Investigadores recorrem à ciência forense e à psicologia para re-examinar casos arquivados.

  • Tiffany Haddish: Black Mitzvah (03/12/2019) 

No aniversário de 40 anos, Tiffany Haddish sobe ao palco para um especial repleto de música, dança e reflexões picantes sobre o universo feminino.

  • John Mulaney & The Sack Lunch Bunch (24/12/2019) 

No especial de variedades, John Mulaney e seus jovens companheiros abordam temas adultos com muito humor.

  • The Degenerates: Temporada 2 (31/12/2019) 

Chega à segunda temporada a série de stand-up dedicada ao lado grosseiro e libidinoso do humor.

Crianças e Família 

  • Spirit – Cavalgando Livre: Natal com Spirit (06/12/2019) 

Lucky e sua turma precisam encarar uma tempestade de neve e outros contratempos para chegar em casa para o Natal.

  • Reunião de Família – Natal Especial (09/12/2019) 

M’Dear e suas irmãs dão duro para organizar uma apresentação de canto para um evento na igreja. O avô ensina uma lição valiosa.

  • Velozes & Furiosos – Espiões do Asfalto (26/12/2019) 

Um grupo de adolescentes se infiltra nas corridas de carro controladas por uma organização criminosa que quer dominar o mundo. 

  • LEGO Batman: O Filme (23/12/2019)

Com Gotham ameaçada por um grupo de lendários vilões, o sempre solitário Batman precisa aprender a trabalhar em equipe para salvar a cidade.

  • My Little Pony: O Melhor Presente de Todos (01/12/2019)

É hora do amigo secreto dos pôneis! Eles fazem o sorteio e depois saem em busca dos presentes perfeitos para cada um.

  • DC Super Hero Girls: Temporada 1 (01/12/2019)

A vida na escola não é fácil nem para jovens super-heroínas. Mulher-Maravilha, Supergirl, Batgirl e toda a turma encaram vilões, lições e… crushes!

  • #TeamKaylie: Parte 2 (02/12/2019)

Kaylie e os Porcos-Espinhos estão prontos para mais aventuras e confusões em uma nova temporada cheia de glamour e poeira.

  • Sonic Boom: Temporada 2 (20/12/2019)

Sonic está de volta como você nunca viu nesta temporada cheia de monstros, invenções bizarras e ameaças do arqui-inimigo Dr. Eggman.

  • Alexa e Katie: Temporada 3 (30/12/2019) 

Na terceira temporada da série adolescente, Alexa tenta deixar o câncer para trás, e Katie precisa de todo apoio que conseguir da melhor amiga.

  • Sonic X: Chaos & Shadow Sagas (01/12/2019)

Nesta série de animação baseada no popular videogame, as aventuras de Sonic ficam ainda mais emocionantes com uma batalha épica e um antigo segredo revelado.

  • Sonic X: Chaos Emerald Saga (01/12/2019)

O diabólico Dr. Eggman finalmente consegue a esmeralda do caos que lhe faltava para dominar o mundo, mas Sonic coloca em ação um plano ousado para detê-lo.

  • Sonic X: New World Saga (01/12/2019)

Sonic se infiltra na base do maligno Dr. Eggman na tentativa de proteger a sétima esmeralda do caos e salvar os amigos Cream e Cheese.

  • Sonic X: Egg Moon & Emerl & Homebound Saga (01/12/2019)

Na quinta temporada da série de animação baseada no icônico videogame, Sonic tenta recuperar as esmeraldas do caos liberadas no espaço.

Anime

  • Teasing Master Takagi-san: Temporada 2 (06/12/2019) 

No novo ano na escola, Nishikata ainda tenta se dar melhor que Takagi – e continua colecionando fracasso após fracasso.

  • Saiki Kusuo no Psi-nan: Reativado (30/12/2019) 

Kusuo e seus amigos estão de volta para mais confusões paranormais. Se a vida dele já era um desastre, vai ficar ainda pior.

  • Carole e Tuesday: Parte 2 (24/12/2019) 

A fama traz novos desafios a Carole e Tuesday. Afinal, o mercado da música em Marte não é fácil. Para piorar, Angela não vai facilitar as coisas. 

  • Your Name (06/12/2019) 

Uma entediada garota do campo começa a acordar no corpo de um garoto da cidade que tem a vida empolgante com que ela sempre sonhou.

  • No Game No Life: Temporada 1 (01/12/2019) 

Na temporada 1, dois gamers reclusos entram em uma realidade alternativa onde testam suas habilidades nos jogos contra feras e outros seres.

  • Psycho-Pass (15/12/2019) 

Em um futuro em que a tecnologia detecta o potencial criminal das pessoas, uma policial novata persegue o último bandido capaz de enganar o sistema.

  • Psycho-Pass 2 (15/12/2019) 

Uma policial tenta fazer justiça em um futuro em que o governo recorre a cálculos matemáticos para determinar o potencial criminal de cada um.

Spotify anuncia a própria premiação musical

Plataforma de música estreia o Spotify Awards em 2020, durante cerimônia na Cidade do México

Spotify Awards ganha edição em março de 2020

A plataforma de streaming Spotify vai fazer pela primeira vez uma premiação musical. O Spotify Awards está marcado para 5 de março de 2020, na Cidade do México, escolhida por ser considerada a “capital mundial do streaming”, já que a cidade é a que conta com mais ouvintes do serviço no mundo, à frente de capitais como Londres e Paris. Em comunicado, a empresa informou que padrões e hábitos dos usuários “ajudarão a determinar as categorias, finalistas e vencedores dos prêmios do Spotify Awards, fornecendo uma verdadeira reflexão do que os fãs estão ouvindo”.

O Spotify Awards deve ser transmitido para os países de língua espanhola pelo canal de televisão TNT. Durante o terceiro trimestre de 2019, o total de usuários ativos mensais do Spotify cresceu 30%, segundo a revista Variety. 

Confira o vídeo que apresenta a premiação:

Disney gasta menos que o esperado em serviço de streaming

O Disney+ será lançado inicialmente nos Estados Unidos na próxima terça-feira, 12; empresa vai rivalizar com a Netflix
Por Agências – Reuters

O serviço de streaming da Disney chegará ao Brasil em 2020

Dias antes de lançar seu serviço de streaming Disney+ nos Estados Unidos, a Disney divulgou nesta quinta-feira, 7, seu balanço do último trimestre. O relatório mostra que a empresa gastou menos do que o esperado no seu serviço de streaming, que vai chegar ao mercado competindo com a Netflix.  Além disso, os populares parques temáticos da Walt Disney e um remake do filme O Rei Leão impulsionaram os lucros para além das metas de Wall Street. 

“Estamos fazendo uma grande declaração sobre o futuro da mídia e do entretenimento e nossa capacidade contínua de prosperar nesta nova era”, disse o presidente executivo da Disney, Bob Iger, a analistas em uma teleconferência. 

O Disney+ será lançado inicialmente nos Estados Unidos, Canadá e Holanda no dia 12 de novembro. Em 19 de novembro, estreará na Austrália e na Nova Zelândia, seguido por vários países da Europa Ocidental em 31 de março, disse Iger.

Buscando um amplo público de todas as idades, o Disney+ oferecerá uma biblioteca de programas de TV e filmes da Disney, da Pixar, da Marvel, da franquia Star Wars e do National Geographic, além da programação original, como a nova série de High School Musical e um remake de A Dama e o Vagabundo. O serviço custará US$ 7 por mês, menos que os US$ 13 do plano mais popular da Netflix. O Disney+ deve chegar ao Brasil em 2020, mas ainda não há data e preço definidos.

Excluindo itens, a Disney lucrou US$ 1,07  por ação no trimestre encerrado em setembro, acima da média estimada por analistas de US$ 0,95, segundo dados da Refinitiv. A receita total aumentou 34%, para US$ 19,10 bilhões, superando a estimativa média dos analistas de US$ 19,05 bilhões. A unidade direta ao consumidor e a internacional da Disney, que também inclui ESPN + e Hulu, registrou um prejuízo operacional de US$ 740 milhões, acima dos US$ 340 milhões do ano anterior, mas menos que os US$ 900 milhões previstos pela Disney.

Apple TV+: conheça o serviço de streaming da Apple que estreia nesta sexta

Plataforma da Apple chega à guerra dos streamings com preço competitivo e um ano de assinatura grátis para quem comprar novos dispositivos da empresa
Por Ana Luiza de Carvalho – O Estado de S. Paulo

Jennifer Aniston, CEO da Apple, Tim Cook e Reese Witherspoon na Première do seriado “The Morning Show” em Josie Robertson Plaza and David Geffen Hall do Lincoln Center for the Performing Arts, em Nova York

A Apple TV+ (lê-se Apple TV Plus), novo serviço de streaming da Apple, está sendo lançado nesta sexta-feira, 1º de novembro. A nova plataforma é mais uma competidora na chamada guerra dos streamings, que tem nomes de peso como Netflix e Amazon Prime Video e, em breve, serviços como Disney+ e HBO Max

Em questão de valores, a Apple TV está no páreo com o Amazon Prime Video, que também custa US$ 4,99 nos EUA. Aqui no Brasil, os dois serviços custam R$ 10 por mês. O Disney+, por exemplo, terá assinatura de US$ 7, ligeiramente acima dos concorrentes. Já o pacote mais popular da Netflix sai por US$ 13 lá fora – aqui no Brasil, o mínimo é de R$ 21,90. Saiba sobre o que vai ter na Apple TV Plus e como assinar:

Quando a Apple TV Plus chega ao Brasil

A data de lançamento da Apple TV+ no Brasil e nos Estados Unidos é 1º de novembro.

Quanto custa a assinatura da Apple TV+

No Brasil, a Apple TV+ sai por R$ 9,90. Já nos Estados Unidos, a assinatura custa US$ 4,99. O período de teste é de sete dias, ao contrário de concorrentes como Netflix que oferecem trinta dias gratuitos aos novos usuários. 

Quem comprar um novo dispositivo da Apple, como iPhone, iPad, iPod Touch, Mac ou Apple TV, ganha um ano de assinatura gratuita. O plano possui a função família e pode ser utilizado por até seis pessoas.

O que vai ter na Apple TV+

A Apple alocou US$ 1 bilhão para a criação de conteúdo original, incluindo gigantes como a apresentadora Oprah Winfrey e o roteirista Steven Spielberg. A plataforma estreia já com produções como The Elephant QueenDickinson For All Mankind. Confira outros dos conteúdos disponíveis na Apple TV+: 

The Morning Show

A série original é produzida pelas atrizes Jennifer Aniston e Reese Witherspoon. Jennifer Aniston interpreta Alex Levy, apresentadora de um programa matutino que denúncias de abuso sexual contra seu companheiro de trabalho Mitch Kessler (Steve Carell).

Snoopy no Espaço

Na animação, o beagle Snoopy aceita um convite da NASA e realiza o sonho de ser um astronauta, ao lado do companheiro Woodstock. O conteúdo comemora os cinquenta anos da expedição Apollo 11, que levou o homem a pisar na Lua pela primeira vez. 

Onde acessar a Apple TV+

O streaming pode ser utilizado no aplicativo Apple TV (já instalado de fábrica nos dispositivos da empresa) e em alguns modelos de Smart TVs da Samsung. O serviço também está disponível online pelo site da Apple TV.

HBO Max: conheça o novo serviço de streaming e quando ele chega ao Brasil

Prevista para chegar ao mercado americano em maio de 2020, plataforma terá assinatura mensal de US$ 15, mais cara que Netflix e Disney+; catálogo inclui séries como Friends, Doctor Who e South Park
Por Ana Luiza de Carvalho – O Estado de S. Paulo

HBO Max: novo serviço só deve chegar ao Brasil em 2021

A operadora americana AT&T anunciou na última terça-feira, 29, uma nova versão para o serviço de streaming da HBO. Chamado de HBO Max, o serviço estreará nos Estados Unidos em maio de 2020. O anúncio foi feito durante um evento para investidores da WarnerMedia, onde a empresa também revelou que a HBO encomendou uma nova série de Game of Thrones, chamda House of the Dragon.

A diferença entre o HBO Max e o atual serviço da empresa, o HBO Go, é que a nova plataforma vai incorporar as produções da Warner, comprada pela operadora americana AT&T no ano passado – o que inclui séries como Friends e South Park. A expectativa da empresa é que o HBO Max tenha de 75 a 90 milhões de assinantes até 2025, convertendo pelo menos 30 milhões de assinantes para a HBO apenas nos Estados Unidos. Já a concorrente Disney+, por exemplo, espera entre 60 a 90 milhões de assinantes até 2024. 

Saiba mais sobre o HBO Max e quando o serviço chega ao Brasil:

Quando o HBO Max chega ao Brasil

Ainda não há data certa para a estreia do HBO Max no Brasil, mas, de acordo com a empresa, o serviço deve chegar a América Latina a partir de 2021.

Quanto custa a assinatura do HBO Max

Embora ainda não se saiba o preço do serviço no Brasil, a HBO Max no exterior terá um preço um pouco mais salgado que de concorrentes. A assinatura mensal do serviço será de US$ 15.

É a mais cara do mercado americano: a Apple TV+, por exemplo, que estreia neste próximo dia 1º de novembro, custará US$ 5 ao mês. Enquanto isso, a Disney+, que começa a funcionar no próximo dia 12, terá planos a partir de US$ 7.  Já o pacote mais popular da veterana Netflix está em US$ 13. Haverá possibilidade de migração de plano para assinantes do HBO Now, serviço de conteúdo disponibilizado para assinantes do canal HBO.

O que vai ter no HBO Max

Além do conteúdo HBO e das marcas irmãs Warner Bros., TBS e Cartoon Network., a HBO Max terá cerca de 30 produções originais, como Run e  Lovecraft Country. O streaming também dará acesso a podcasts, como os que a HBO produziu inspirados na série de TV Chernobyl.

Também estão no catálogo clássicos séries como Friends, Doctor WhoSouth Park e Rick and Morty, bem como filmes da DC Comics – a expectativa é de que o sucesso de bilheteria Coringa, estrelado por Joaquin Phoenix, esterá no serviço. 

Assim como concorrentes, a plataforma deve funcionar sem anúncios – pelo menos até 2021, data em que a possibilidade é admitida pela empresa.

O serviço terá possibilidade de múltiplos perfis, incluindo restritos para crianças, com recomendação de conteúdos. Com a possibilidade de perfis compartilhados, as recomendações não ficam restritas a um ou outro usuário da conta familiar.

Onde acessar o HBO Max

O HBO Max poderá ser acessado por aplicativos para celulares Android e iOS, bem como no computador e em Smart TVs. O serviço também permitirá que os usuários baixem seus programas e filmes favoritos para assistir quando não tiverem conexão de internet.