Brasileira Zenvia, que conecta empresas a clientes, prepara IPO de meio bilhão na Nasdaq

Por Rennan Setti

Cássio Bobsin, fundador e CEO da Zenvia | Divulgação

A brasileira Zenvia, candidata a “unicórnio” que conecta empresas a clientes por meio de ferramentas como SMS e WhatsApp, está preparando um IPO na Nasdaq. A companhia protocolou prospecto na SEC (Securities and Exchange Commission) nesta sexta-feira.

De acordo com o documento, o objetivo da companhia é levantar até US$ 100 milhões, ou mais de meio bilhão de reais. A oferta de ações está sendo coordenada por Goldman Sachs, Morgan Stanley, Itaú BBA, UBS, Bradesco BBI e XP Investimentos. 

Sediada em São Paulo, a Zenvia nasceu em 2003 em Porto Alegre como uma solução de comunicação via SMS entre empresas e clientes, mas evoluiu para uma plataforma com outras ferramentas, como voz, chat e WhatsApp. No mês passado, a companhia anunciou fusão com a DI, cujos softwares digitalizam operações do varejo, bancos e seguradoras.

No ano passado, a Zenvia faturou R$ 492,5 milhões, um salto de 28% frente a 2019. Segundo o prospecto, a companhia tem 9,5 mil clientes ativos.

A companhia foi fundada pelo cientista da computação Cássio Bobsin, que é o CEO e também fundou a aceleradora WOW Startups. 

Em janeiro do ano passado, a companhia recebeu aporte de US$ 54 milhões em rodada liderada pela gestora Oria Capital, que já era investidora desde 2014. Também nesse ano, o BNDES aportou R$ 35,5 milhões na start-up. 

Introducing Microsoft Surface Laptop 4

Faça tudo isso com design elegante, velocidade e bateria excepcionalmente longa no Surface Laptop 4. Abra sem esforço com um dedo, entre no fluxo em segundos e faça seu melhor trabalho na brilhante tela sensível ao toque PixelSense ™. Conecte-se à câmera HD integrada e aos microfones Studio e envolva-se com áudio Dolby Atmos® envolvente. Personalize com uma escolha de dois grandes processadores, dois tamanhos e acabamentos de teclado, além de quatro cores ricas, incluindo o novo Ice Blue. Organize-se, atualize-se e crie sua criatividade com o Microsoft 365 e, em seguida, relaxe com seu programa ou jogo favorito, tudo no Surface Laptop 4.

Apple Fitness+ adiciona exercícios para grávidas, pessoas idosas e mais

Boas novidades no serviço — mas, por enquanto, nada de uma expansão para novos países

Apple Fitness+ ganhou hoje a sua primeira grande expansão de exercícios após sua introdução, em dezembro passado.

As novidades incluem novos exercícios voltados especificamente para mulheres grávidas e pessoas idosas, bem como vários novos exercícios de ioga, treinamento de intervalo de alta intensidade (HIIT) e força para iniciantes. Segundo a Apple, esses exercícios são projetados para ajudar usuários a criar confiança malhando, não importando o nível de condicionamento físico.

Exercícios para grávidas

Falando especificamente sobre os exercícios para grávidas, são dez novos focados em força, core e mindful cooldown. Eles são liderados pela professora e futura mãe, Betina Gozo.

Betina Gozo

Os treinos são de dez minutos, projetados para acomodar qualquer estágio da gravidez e qualquer nível de condicionamento físico, e incluem dicas para modificar exercícios usando um travesseiro para conforto à medida que o corpo muda. Esses treinos podem ser feitos por conta própria ou misturados com exercícios semanais do Fitness+, usando as modificações mostradas na série.

Exercícios para pessoas idosas

Já os exercícios para pessoas idosas ajudam usuários a se manterem ativos em qualquer idade com foco em força, flexibilidade, equilíbrio, coordenação e mobilidade. Liderada pela treinadora Molly Fox, a série inclui oito exercícios nos quais Molly é acompanhada por “alunos” que demonstram os exercícios de força, ioga, HIIT e dança.

Molly Fox

Muitos dos treinos são feitos com um haltere leve ou apenas peso corporal; outros mostram modificações com uma cadeira ou contra a parede. Os treinos têm dez minutos e podem ser feitos por conta própria ou com outros treinos do Fitness+, usando as modificações que os usuários aprendem neste programa quando necessário.

Mais professoras e exercícios

A equipe de treinadores do Fitness+ também está se expandindo: temos uma nova professora de ioga e de mindful cooldownJonelle Lewis, e uma nova de HIIT, Anja Garcia.

Jonelle Lewis

Jonelle pratica ioga há mais de 15 anos e tem sido professora, mentora e educadora de outros professores de ioga nos últimos sete anos.

Anja Garcia

Anja, por sua vez, já dava aulas na plataforma em treinos de remo; agora, usuários poderão fazer as aulas dela também em exercícios de gravidez e HIIT. São mais de 15 anos de experiência ensinando em academias e online — além de também ser mãe e enfermeira pediátrica em uma unidade de terapia intensiva.

Hora de Caminhar (Time to Walk)

Já Hora de Caminhar ganhou histórias inspiradoras, fotos e algumas das músicas preferidas de Jane Fonda (atriz, produtora, autora e ativista) — em comemoração ao Dia da Terra.

A Hora de Caminhar, caso você não conheça, é descrito como “uma experiência um a um”, na qual convidados simulam um passeio/caminhada compartilhando histórias inspiradoras — cujas imagens aparecem no Apple Watch em pontos-chave da narrativa.


Jay Blahnik, diretor sênior de tecnologias de fitness da Apple, comentou as novidades:

O Apple Fitness+ é integrado ao Apple Watch com o objetivo de ajudar as pessoas a viver um dia melhor, sendo mais ativas. Com mais opções para começar e manter-se ativo e saudável durante a gravidez, bem como em qualquer idade ou nível de condicionamento físico, esperamos que ainda mais pessoas se inspirem a continuar em movimento com a nossa incrível equipe de treinadores apaixonados.

Também estamos incrivelmente empolgados em receber Jonelle Lewis na equipe de treinadores, e mal podemos esperar para que nossos usuários experimentem novos treinos HIIT com Anja Garcia. Reunimos uma equipe incrivelmente diversificada e inclusiva de treinadores no Fitness+, e adoramos ver nossa equipe crescer, oferecendo aos nossos usuários ainda mais opções para encontrar o melhor treino para eles.

Os novos treinos, as novas professoras e os conteúdos de Jane Fonda estrearão no Apple Fitness+ a partir do dia 19 de abril.

O serviço está disponível na Austrália, no Canadá, nos Estados Unidos, na Irlanda, na Nova Zelândia e no Reino Unido; nos EUA, ele custa US$10 por mês ou US$80 por ano e pode ser compartilhado entre até seis membros da família.

O Apple Fitness+ requer o iOS/iPadOS 14.3, o watchOS 7.2 e o tvOS 14.3 — ou sistemas mais recentes, obviamente. [MacMagazine]

Em clima de despedida, CEO Jeff Bezos quer que Amazon cuide melhor de seus funcionários

Em carta para seus acionistas, Jeff Bezos recomendou que a empresa continue olhando para seus clientes, mas que não se esqueçam dos funcionários

Como membro da diretoria, Bezos afirmou que cuidar de seus funcionários será uma das prioridades no futuro

Em uma carta de despedida para acionistas da Amazon divulgada nesta quinta-feira, 15, o fundador Jeff Bezos afirmou que a empresa precisa olhar mais para seus funcionários no futuro e que a companhia deve manter a sua “obsessão” pelos clientes. Bezos anunciou a sua saída da presidência da Amazon em fevereiro deste ano. 

A fala do fundador tem ligação direta com a recente votação de funcionários do Alabama para uma possível sindicalização. Segundo eles, alguns depósitos da Amazon não respeitavam os horários de pausa para almoço e descanso, e exerciam pressão para que os trabalhadores ficassem muitas horas trabalhando sem parar. 

“Embora os resultados da votação tenham sido desequilibrados e nosso relacionamento direto com os funcionários seja forte, está claro para mim que precisamos de uma visão melhor de como criamos valor para os funcionários — uma visão para seu sucesso”, disse Bezos.

Bezos também afirmou que deixa como comprometimento da empresa uma ação mais próxima desses trabalhadores, afirmando que quer tornar a empresa centrada no cliente, mas também em um lugar melhor para seus funcionários. Como membro da diretoria, o executivo afirmou que essa será uma das suas prioridades no futuro. 

“Em minha próxima função, vou me concentrar em novas iniciativas. Estou animado para trabalhar ao lado da grande equipe de pessoas apaixonadas que temos em operações e ajudar a inventar nesta arena de ‘Melhor Empregador da Terra’ e ‘Lugar Mais Seguro para Trabalhar na Terra’. Nos detalhes, nós da Amazon somos sempre flexíveis, mas em questões de visão somos teimosos e implacáveis. Nunca falhamos quando colocamos nossas mentes em algo, e também não vamos falhar nisso”, afirmou na carta.

As declarações de Bezos também foram uma medida para acalmar os acionistas e prevenir um possível questionamento sobre as ações da empresa, uma vez que os conflitos com funcionários tiveram grande repercussão na mídia. 

De saída da Amazon no final do segundo trimestre, Bezos deixa o cargo de presidente para Andy Jassy, funcionário da empresa desde 1997 e líder da divisão de serviços em nuvem da empresa. 

Bom momento

Ao sair da presidência da Amazon em agosto, Bezos entrega a empresa com indicadores altos para Jassy, em faturamento e crescimento de seus serviços. Na carta, o executivo afirmou que a companhia chegou aos 200 milhões de clientes do Amazon Prime, o serviço de assinatura que oferece vantagens como entregas gratuitas, o streaming de vídeo Prime Vídeo e serviços de música. 

Ainda, Bezos revelou que a Amazon teve em 2020 um lucro líquido de US$ 21,3 bilhões em 2020, ante US$ 11,6 bilhões no ano anterior — alta de 84% na comparação. Já no último trimestre de 2020, o lucro ficou em US$ 7,2 bilhões, ante US$ 3,3 bilhões no mesmo período de 2019.

Huawei investe US$ 1 bi em tecnologia automotiva e diz superar Tesla

A gigante chinesa das telecomunicações está saindo do pior ano já registrado pela empresa
E-INVESTIDOR
einvestidor@estadao.com

(WP Bloomberg) – A Huawei Technologies Co. investirá US$ 1 bilhão em pesquisa para a criação de tecnologias para carros autônomos e elétricos, acelerando seus planos de concorrer com a Tesla Inc. e a Xiaomi Corp. no maior mercado de veículos do mundo.

A tecnologia de direção autônoma da Huawei já superou a da Tesla em alguns aspectos, ao permitir por exemplo que os carros percorram mais de mil quilômetros sem nenhum tipo de intervenção humana, disse a analistas o presidente rotativo da empresa, Eric Xu, em Shenzhen, na segunda-feira (12).

Inicialmente, a gigante chinesa das telecomunicações estabelecerá parcerias com três empresas automotivas para a fabricação de carros que carregarão o nome da Huawei como uma submarca, afirmou Xu, um dos três executivos que se revezam na presidência da empresa.

A Huawei manterá seu círculo de parcerias restrito e colocará seu logotipo — mais ou menos como faz a Intel Corp. para chamar atenção para seus microprocessadores em computadores pessoais — nos carros que adotarem sua tecnologia de direção autônoma, acrescentou ele. Até agora, a gigante da telefonia celular concordou em unir esforços com BAIC Group, Chongqing Changan Automobile Co. e Guangzhou Automobile Group Co.

“A unidade para negócios com carros inteligentes recebe um dos mais altos investimentos na Huawei. Investiremos mais de US$ 1 bilhão no desenvolvimento de componentes automotivos este ano”, afirmou Xu. “A China fabrica 30 milhões de carros ao ano, e este número está crescendo. Mesmo que não tenhamos muita participação nesse mercado fora da China, se conseguirmos ganhar uma média de 10 mil yuans com cada carro vendido na China, isso já significa um grande negócio para a Huawei.”

Em novo teste, Instagram voltará a mostrar número de curtidas

A empresa afirmou que um teste vai dar a opção de esconder ou mostrar a quantidade de curtidas de uma publicação depois de feedback “misto” dos usuários

No teste, o Instagram vai deixar o usuário escolher como quer gerenciar as curtidas em suas publicações 

A opção de mostrar o número de curtidas da sua foto no Instagram está de volta — se você quiser. A plataforma anunciou nesta quarta-feira, 14, que vai iniciar testes em que o usuário vai poder optar em compartilhar ou não o número de likes em uma publicação, além da possibilidade de também visualizar o número de curtidas de outras contas. 

Segundo o Instagram, o feedback recebido depois que decidiu ocultar o número de interações no feed, em 2019, foi “misto”, mostrando que o público estava dividido entre gostar ou não da atualização. A empresa afirmou que muitos usuários se sentiram mais à vontade com a rede social sem expor quantas curtidas existia na publicação, mas uma parcela do público disse que se sentiu afetada na hora de contabilizar métricas e de engajar com sua comunidade.

Assim, a saída encontrada pela plataforma foi deixar à critério do usuário decidir como será a melhor maneira de configurar a sua conta. Entre as opções, será possível esconder o número de likes, mostrar o dado ou impedir que as curtidas de outras pessoas apareçam para você.  

A empresa informou ainda que está trabalhando em um alaternativa semelhante para o Facebook e que os testes serão feitos em todo o mundo, mas para apenas alguns usuários selecionadas, enquanto continua a recolher o feedback sobre a ferramenta. 

Grab é avaliada em US$40 bi após maior fusão do tipo no mundo

A startup de entregas foi avaliada em cerca de US$ 16 bilhões no ano passado e vê um salto em sua avaliação de mercado com a fusão
Por Agências – Reuters

O acordo da Grab com a spac da Altimeter Capital inclui investimento privado de mais de US$ 4 bilhões por investidores



Grab Holdings, maior empresa de transporte urbano e de entregas por aplicativo do sudeste da Ásia, anunciou nesta terça-feira, 13,  acordo para uma fusão com a empresa de propósito específico Altimeter Growth Corp, assegurando uma avaliação de quase US$ 40 bilhões que abre caminho para uma listagem nos Estados Unidos.

A fusão, o maior acordo com uma empresa de aquisição de propósito específico (SPAC, na sigla em inglês) da história, ressalta o frenesi em Wall Street em torno da sigla, já que as “spacs” levantaram US$99 bilhões nos EUA até agora este ano, após um recorde de US$ 83 bilhões em 2020.

O acordo da Grab com a spac da Altimeter Capital inclui investimento privado de mais de US$ 4 bilhões por investidores que incluem BlackRock, Fidelity International, Janus Henderson Investors e Temasek Holdings. O investimento será liderado por fundos administrados pela Altimeter Capital, que vão aportar US$ 750 milhões de dólares. As transações proporcionarão à Grab cerca de US$ 4,5 bilhões em dinheiro.

A Grab disse que sua decisão de se tornar uma empresa pública foi impulsionada por um forte desempenho financeiro em 2020, apesar da pandemia. O anúncio marca uma grande vitória para os primeiros investidores da Grab, que incluem o SoftBank e a rival chinesa Didi Chuxing, dona da 99. A Grab foi avaliada em pouco mais de US$ 16 bilhões no ano passado.

O aumento no valor da empresa valida a estratégia do cofundador da Grab, Anthony Tan, de explorar agressivamente o crescimento em novos setores e aumentar a participação de mercado ao injetar bilhões de dólares para localizar seus serviços e investir em economias de alto crescimento.

Com operações em oito países e 398 cidades, Grab é a startup mais valiosa do Sudeste Asiático. A empresa, cuja receita líquida cresceu 70% no ano passado, ainda não se tornou lucrativa. Mas a companhia espera que seu maior segmento — entregas de comida — se equilibre até o final de 2021, à medida que mais consumidores adotem o delivery de refeições após a pandemia.

A empresa teve receita líquida ajustada de US$ 1,6 bilhão em 2020 e prevê alta para US$ 4,5 bilhões em 2023. A companhia espera ter lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em 2023.

Uber Eats junta-se com Instagram e restaurantes poderão publicar stories na plataforma

Estabelecimentos de comida poderão desfrutar do aspecto ‘instagramável’ da rede social
Por Guilherme Guerra – O Estado de S. Paulo

Restaurantes parceiros do Uber Eats poderão usar recursos do Instagram para atrair cliente na plataforma de delivery

Uber Eats anuncia nesta terça-feira, 13, que os restaurantes parceiros poderão integrar suas contas do Instagram à plataforma de delivery, dando um aspecto mais “instagramável” ao perfil do estabelecimento. A novidade entra em vigor em todo o mundo.

Além disso, também é lançada a função de “stories” (fotos que se autodeletam em 24 horas, geralmente) da rede social de Zuckerberg para permitir que os restaurantes criem conteúdo diretamente no Uber Eats, comunicando-se com o público sobre mudanças no cardápio, horário de funcionamento e promoções sazonais, por exemplo. Para desfrutar da novidade, os parceiros terão de se cadastrar para utilizar o recurso. 

O objetivo do Uber Eats é que a integração evite que o usuário saia do aplicativo para ir até o Instagram ver os pratos no feed de fotos, por exemplo. A expectativa, é claro, é aumentar a venda dos estabelecimentos ao reter o cliente no app. De acordo com os testes da plataforma, 13% dos usuários que clicaram nos stories de um restaurante realizaram um pedido nesse mesmo estabelecimento em uma mesma sessão.

“As novas narrativas que estamos lançando geram ainda mais benefícios aos nossos parceiros, uma vez que permitem que o usuário conheça melhor aquele restaurante onde está pedindo e crie uma relação com ele por meio desse conteúdo”, afirma em nota Rafael Pereira, chefe de Operações de Restaurantes do Uber Eats no Brasil.

Apple confirma evento em 20 de abril e deve apresentar novo iPad Pro

Depois do “Spoiler” dado pela assistente de voz Siri nesta terça-feira, 13, a empresa californiana confirmou o evento da próxima semana
Por Agências – Reuters

A Siri, assistente virtual da Apple, deu com a língua nos dentes ao dizer aos usuários nesta terça-feira, 13, que a fabricante do iPhone sediará evento especial em 20 de abril. Após a informação, a empresa de Tim Cook confirmou o evento, que pode lançar novos modelos de iPad Pro no mercado.

Quando questionada por repórteres da agência de notícias Reuters sobre o próximo evento da Apple, Siri respondeu exibindo uma mensagem que dizia: “o evento especial é na terça-feira, 20 de abril, no Apple Park, em Cupertino, CA (Califórnia). Você pode obter todos os detalhes na Apple.com”. O site, porém, não traz informações sobre a novidade. A revelação da Siri foi relatada pela primeira vez pelo site de notícias de tecnologia MacRumors.

Mesmo assim, a empresa já confirmou que o evento vai mesmo acontecer na próxima terça-feira, diretamente da sede da Apple, com transmissão pelo site da marca, às 14h. Os rumores são que novos modelos de iPad serão apresentados ao público, juntamente com a atualização da linha de iPad mini, lançados no ano passado — a imagem oficial do evento, semelhante a um desenho de Apple Pencil, dá a dica sobre o que pode surgir na empresa.

A Apple normalmente lança um novo hardware em um evento em março. Este ano, a empresa não teve um evento de lançamento de produto e sites de notícias de tecnologia especularam que ela lançará novos modelos de iPad Pro e outros produtos antes de sua conferência anual de desenvolvedores em junho.

Conhecida por lançamentos espetaculares com centenas de jornalistas em seu amplo campus, a Apple se voltou para eventos virtuais desde o ano passado por causa da pandemia de covid-19.