Twitter nomeia terceiro diretor de produtos em menos de um ano

Twitter HQ_960.pngO Twitter nomeou Keith Coleman, fundador da startup Yes, diretor da sua equipe de produtos. Ele será o terceiro executivo indicado para a divisão em menos de um ano.

A rede social informou nesta quinta-feira, 1, ter adquirido a Yes, criadora de aplicativos como o Frenzy e o WYD-What you doing, que permitem aos usuários se conectar com amigos. Os detalhes financeiros do acordo não foram revelados.

“Sim! Keith e equipe estão se juntando ao Twitter para ajudar a liderar e fortalecer nossos serviços”, escreveu o presidente Jack Dorsey em sua conta no Twitter na quinta-feira.

Jeff Seibert, que recentemente liderou a equipe de produtos, ocupou a posição por cerca de cinco meses antes de renunciar em junho. Kevin Weil, que agora dirige a divisão de produtos do Instagram no Facebook, ficou no cargo por mais de cinco anos e foi vice-presidente de desenvolvimento de produtos antes de Seibert. [Reuters]

Fones de ouvido da JBL/Under Armour são sem fio e à prova de suor

São Paulo – Os novos fones de ouvido da JBL são voltados para quem pega pesado nos exercícios físicos. Criado em parceria com a empresa de itens esportivos Under Armour, o dispositivo se conecta via Bluetooth a iPhones e Androids. No entanto, diferentemente dos fones de ouvido sem fio da Apple e da Samsung, as pontas do gadget da JBL são conectadas por um fio. Por isso, eles têm menos chances de cair das orelhas e, consequentemente, de serem perdidos.

Outra característica bacana do gadget é a sua classificação IPX5, que protege os fones de ouvido do suor. O dispositivo ainda vem equipado com microfone de três botões, que possibilita que o usuário controle o volume das músicas e atenda às chamadas. Segundo a JBL, os fones de ouvido são capazes de reproduzir oito horas de músicas seguidas com uma carga.

Os fones de ouvido da JBL/Under Armour têm preço sugerido de 699 reais no site da JBL. Na compra do gadget, o usuário ganha a assinatura de um ano do MapMyFitness, um app que permite o monitoramento das atividades físicas. Marina Demartini

Apple contrata diretor de design da WIRED, Billy Sorrentino e a jornalista do The Wall Street Journal na China, Wei Gu

download.pngPriscila Klopper
Como nós sabemos, por trás dos grandes produtos e serviços estão pessoas competentes que doam o que tem de melhor para as empresas. A Apple sabe disso e faz questão de sempre procurar os profissionais capazes de fazer a diferença.

Pois agora, o time de design da Maçã acaba de ganhar mais um integrante: o diretor criativo da revista WIRED, Billy Sorrentino. Na revista, ele trabalhava desde 2013 e era encarregado pelos “quatro departamentos de criação: design, foto, vídeo e produção”, como conta o Recode. Além disso, ele também era responsável pela presença da marca em outros canais como impresso, edições digitais, mídias sociais, varejo e eventos ao vivo. Isso quer dizer que ele realmente estava presente em quase tudo o que a WIRED fazia.

Como se já não bastasse, Sorrentino também já trabalhou como diretor de design no Grupo Editorial de Desenvolvimento da Condé Nast, no Museu de Arte Moderna, na Sony Records, na Adobe, na American Express, na Vogue, na Vanity Fair e na GQ. Ele também já foi nomeado por dois anos seguidos pelo American Society of Magazine Editors.

O 9to5Mac aposta que o trabalho de Sorrentino na Apple será mais ligado a software do que hardware; de qualquer maneira, parece que a Maçã pegou um “peixe grande”.

Outra contratação feita pela Apple, agora mirando o mercado chinês, foi a da colunista de finanças do The Wall Street Journal, Wei Gu. Pelo que relata o TechCrunch, Gu iniciará o trabalho este mês na Maçã e fará parte do departamento de relações públicas em Xangai. Como jornalista há 18 anos, ela já trabalhou em grandes veículos como a CNN e a Reuters.wei-gu

Essa contratação pode revelar mais uma manobra da Apple a fim de conquistar a China. Com certeza, Gu será grande aliada nesse processo. [MacMagazine]

Netflix libera download de filmes e séries

netflix logo.jpeg

Um dos principais recursos que usuários pediam para o serviço de streaming Netflix era a possibilidade de fazer download dos filmes e  séries da plataforma para assistir quando o sinal de internet estivesse fraco. Agora, este antigo sonho dos usuários está realizado: a Netflix anunciou nesta quarta-feira, 30, o recurso que permite download de filmes e séries para que usuários os assistam depois, sem interrupções.

Para realizar o download, que já está disponível, basta clicar no símbolo de download na página de detalhes de um filme ou série para assisti-lo mais tarde, sem conexão à internet.

Por enquanto, o recurso está disponível apenas para algumas produções da plataforma, como Narcos, Orange is The New Black The Crown. “Há mais [filmes e séries] a caminho”, afirma a empresa por meio de comunicado.

 O novo recurso está incluso em todos os planos e disponível para telefones e tablets Android e iOS e já pode ser encontrado na última atualização do aplicativo.

Com Messenger, Facebook tenta conquistar mercado de jogos móveis

facebook-1

Facebook: o grupo americano atrai há tempos os fãs dos jogos chamados “sociais”, com títulos muito populares como o “FarmVille” e o “MafiaWars” (Facebook/Divulgação)
O Facebook espera se estabelecer no mercado dos jogos móveis com uma nova plataforma que permite jogar diretamente do aplicativo de mensagem instantânea móvel Messenger ou da conta do Facebook.
“Instant Game” foi lançado nesta terça-feira em cerca de 30 países com 17 títulos, por enquanto, entre os quais alguns clásicos como “Pac-Man” e “Space Invaders”, além de criações mais recentes como “Words with Friends” e “Shuffle Cats Mini”.
O grupo americano atrai há tempos os fãs dos jogos chamados “sociais”, com títulos muito populares como o “FarmVille” e o “MafiaWars”, mas desta vez se concentra sobretudo naqueles que são jogados pelos smartphones.
“É a primeira vez que o Facebook põe jogos diretamente nos dispositivos móveis”, disse à AFP Leo Olebe, responsável em Facebook das associações mundiais com os jogos. Segundo ele, espera-se que “as pessoas interajam com o Instant Games através do Messenger, sobretudo no início”.
Com a impossibilidade de aumentar indefinidamente as receitas com publicidade móvel, o Facebook deve encontrar fontes de crescimento. Assim, a firma multiplicou os serviços incorporados ao Messenger, que conta com mais de 1 bilhão de membros.
De acordo com Olebe, essa é a primeira vez que uma verdadeira plataforma de jogos é integrada a um aplicativo de mensagem móvel.
Ele garante que o objetivo agora é aumentar o compromisso dos usuários com os serviços do grupo, e não gerar receitas.
“Ainda estamos no início do processo, a monetização virá mais tarde”, disse Leo Olebe.
Além disso, promete “controles” aos usuários para evitar que eles sejam invadidos por convite de amigos, assegurando que “os jogos não foram projetados para premiar quem convence um número cada vez maior de pessoas a jogar”. [AFP]

Sob pressão, Samsung vai avaliar cisão de grupo e criação de holding

samsung-2016-11-08t025632z_425199248_s1aeulopiuaa_rtrmadp_3_southkorea-politics-e1478599763112

Por Agências – Reuters
Após o fracasso do Galaxy Note 7, que foi descontinuado, a empresa sul-coreana amargou queda de 16,8% em seu lucro no terceiro trimestre de 2016, para US$ 4.6 bilhões. Os smartphones da Samsung renderam a menor receita desde o lançamento do primeiro celular da linha Galaxy, em 2009, caindo 96%, para US$ 88 milhões.

A gigante da tecnologia Samsung, sob pressão dos acionistas para melhorar o retorno aos investidores, disse nesta terça-feira, 29, que considera criar uma holding, no que seria o maior movimento de reestruturação em seus 47 anos de história.
As mudanças e um plano para elevar dividendos vêm após o fundo de investidores Elliott Management pedir em outubro que a empresa sul-coreana se divida em uma holding e uma empresa operacional.

Mas a maior fabricante mundial de smartphones, chips de computador e televisores, disse ser absolutamente neutra sobre o processo e deu poucos detalhes sobre a potencial reestruturação.
“A revisão não indica direção ou intenção do conselho para um ou outro caminho”, disse a empresa, que contratou consultores externos para uma revisão que deve levar ao menos seis meses.

A Samsung, avaliada em cerca de US$ 224 bilhões, viu suas ações fecharem estáveis. O aumento de dividendos de 2016 ficou aquém de algumas previsões, com a incerteza sobre a reestruturação mantendo investidores cautelosos, disseram analistas.
A Samsung não mencionou diretamente a Elliott em sua declaração, mas a empresa sul-coreana prometeu responder sobre as propostas do fundo até o fim de novembro.
A Samsung prometeu retornar 50% do fluxo de caixa livre aos acionistas entre 2016 e 2017, ficando aquém do pedido de Elliott de 75% e para pagar um dividendo especial de US$ 26 bilhões.
Executivos da Samsung não comentaram sobre a reestruturação nesta terça-feira.

Mastercard lança aplicativo para você pagar compras com selfies

Por Marina Demartini
São Paulo – A Mastercard anunciou hoje a chegada de um aplicativo no Brasil que promete deixar suas compras online mais seguras e, de quebra, substituir as senhas. Chamada de Identity Check Mobile, a solução verifica se foi o usuário do cartão que fez um pagamento a partir de uma selfie ou de uma impressão digital.

O app funciona da seguinte forma: o cliente coloca os dados do cartão na hora da compra. Antes de finalizar o pagamento, ele recebe uma notificação de verificação no smartphone. Para autorizar a compra, ele precisa tirar uma selfie com a câmera do smartphone ou usar o leitor de impressões digitais do aparelho. Caso opte pelo reconhecimento facial, basta ligar a câmera e piscar para que a identificação seja feita.

A transação com a verificação pelo app poderá ser feita com cartões de débito, crédito e pré-pago da Mastercard. Tanto usuários físicos quanto jurídicos poderão utilizar a solução.

No anúncio da novidade, Valério Murta, vicepresidente de produtos e soluções da Mastercard Brasil e Cone Sul, afirmou que a empresa pretende liberar o app para os consumidores brasileiros no primeiro semestre de 2017. Segundo ele, a Mastercard já está trabalhando com emissores de cartões e bancos para que a solução seja implantada.

O Identity Check Mobile já está disponível em 14 países na Europa e da América do Norte desde outubro desse ano.
Veja como a solução funciona no vídeo (em inglês) abaixo: