Taylor Hill, Alicia Burke, Sora Choi, Jessie Bloemendaal & Boo Winchester – Another Magazine #19 Spring/Summer 2017

another-mag-springsummer-2017-04Edit Of The Season
Another Magazine #19
Spring/Summer 2017
www.anothermag.com
Photography: Roe Ethridge
Model: Taylor Hill, Alicia Burke, Sora Choi, Jessie Bloemendaal & Boo Winchester(The Dog)
Styling: Katie Shillingford
Hair: Tamara McNaughton
Make-Up: Susie Sobol
Set Design: Andy Harman
Manicure: Maki Sakamoto
Creative Direction: Laura Genninger

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Agora você pode publicar álbuns com até 10 fotos e vídeos no Instagram

instagram-album-app.jpgO Instagram anunciou nesta quarta-feira (22) uma ferramenta que deixará o feed menos abarrotado de publicações repetitivas dos seus amigos sem noção que postam quase uma dezena de fotos de um mesmo evento. A partir de agora, é possível enviar até 10 fotos ou vídeos e juntá-los num álbum.

Filtros e marcações de usuários podem ser feitos individualmente, mas também é possível fazer edições em massa. No entanto, a legenda e marcação de localização valem para o álbum todo.

Além de amenizar a sequência de fotos de festas, o post no blog do Instagram sugere que os álbuns podem ser muito úteis para tutoriais. A plataforma tem diversos perfis que postam fotos de comida e, com os álbuns, pode se tornar uma ferramenta interessante para marcas realizarem vídeos de passo a passo com receitas, por exemplo.

No feed, esse tipo de publicação será indicada por bolinhas abaixo da primeira imagem – é só deslizar para os lados para ver tudo. Dentro dos perfis, um pequeno ícone quadrado irá identificar que se trata de um álbum.

instagram-albuns-feed

A novidade está disponível na versão 10.9 do aplicativo para iOS e Android, bastando atualizá-lo. []

[Instagram]

Imagem do topo: Instagram/Vimeo

Ícone do pop art, Andy Warhol segue presente

andy-loa01_people-andywarhol-_0423_11O mundo da arte lembra do excêntrico Andy Warhol, criador de algumas das imagens mais icônicas do século 20, com exposições que homenageiam sua vida e obra no aniversário de sua morte, que completa 30 anos nesta quarta-feira, 22.

Museus por todo o mundo exibem nos próximos dias algumas de suas obras mais cultuadas e vários livros recontam os 58 anos do artista e diretor norte-americano, ícone do pop art que ajudam a traçar o percurso artístico durante várias décadas do século passado.

Por causa do aniversário de sua morte, que ocorreu em 22 de fevereiro de 1987, também se analisa a influência do mítico estúdio nova-iorquino de Warhol, a “Factory”. Enquanto isso, novos retratos do artista, como o pintado por Lincoln Townely e que será exibido em Mayfair, em Londres, ganham as principais galerias mundiais.

Warhol conseguiu criar imagens que seguem presentes na vida cotidiana décadas depois de serem lançadas, como a série de quadros policromáticos dedicada a Marilyn Monroe pouco depois da morte da atriz, em 1962.

Também estão gravadas na memória de meio mundo as famosas “Latas de Sopa Campbell”, 32 pinturas sobre tela, também de 1962, que centenas de pessoas seguem admirando diariamente no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA).

Nascido Andrew Warhola em Pittsburght, em 1928, o artista era filho de uma família de classe operária de origem eslovaca. Desde criança, Warhol se destacou por sua habilidades artísticas que conseguiu desenvolver, em parte, durante os longos períodos que passava doente em seu próprio quarto.

Apesar de sua frágil saúde, Warhol se formou em Belas Artes em Pittsburgh em 1949, mesmo ano em que se mudou para Nova York e deu início à meteórica carreira. Começou desenhando capas de discos para a RCA Records na década de 1950, mas, pouco depois, seu talento foi reconhecido e ele passou a expor suas obras de artes em várias galerias da cidade nos anos 1960.

Destacavam-se nessa época seus retratos de Marilyn Monroe, Elvis Presley, Marlon Brando, Elizabeth Taylor e do boxeador Muhammad Ali, que, no entanto, também foram criticados pelo claro caráter comercial, classificado como superficial.

O artista, mesmo assim, não só ganhou relevância por suas obras de arte, mas também por ser um dos epicentros da vida cultural norte-americana e por definir as tendências dos anos 1960.

Em seu estúdio, Warhol reunia um amplo leque de artistas, músicos, escritores e celebridades da cultura alternativa até quando foi alvo de uma tentativa de homicídio em 1968. O reforço da segurança na lendária “Factory” levou ao seu declive.

Com o tempo, o artista continuou recebendo críticas negativas pelo caráter mercantil de suas obras, mas seguiu relevante pelas conexões com personalidades altamente influentes – e ricas -, como Mick Jagger, Liza Minnelli, John Lennon, Brigitte Bardot e até o xá do Irã na época, Mohammed Reza Pahlevi.

Nos anos 1980, os últimos de sua vida, Warhol melhorou sua imagem graças à amizade e promoção de importantes artistas emergentes, como Jean-Michel Basquiat e Enzo Cucchi. Sua inesperada morte no Hospital de Nova York causou um forte impacto. O anúncio oficial disse que ela ocorreu por causa de um ataque cardíaco durante uma operação rotineira da vesícula biliar do artista.

No entanto, 30 anos depois, a versão foi questionada por alguns médicos. Eles apontam que a intervenção cirúrgica de Warhol não era rotineira, mas sim uma operação complicada em uma pessoa gravemente doente.

“Era uma operação muito, muito grave – e não de rotina – em uma pessoa muito doente”, disse no último domingo o cirurgião aposentado e historiador John Ryan, segundo revelou ontem uma matéria do jornal “The New York Times” de Blake Gopnik, que prepara uma biografia de Warhol.

Acredita-se que a aversão que ele sentia pelos hospitais, um sentimento herdado de uma infância repleta de consultas médicas, fez com que o artista ignorasse uma evidente deterioração de sua saúde, o que resultou em sua morte prematura. O Estado de S.Paulo

Google Assistant no Google Home agora pode fazer compras

google-home-1O Google anunciou que os proprietários de dispositivos Google Home agora podem utilizar o assistente virtual Google Assistant para fazer compras usando somente a voz.

“Para ajudá-lo a se manter com sua agenda lotada e comprar as coisas que você precisa, nós estamos introduzindo o recurso de shopping no Google Assistant”, publicou o Google. “A partir de hoje, você pode comprar coisas essenciais — desde toalhas de papel a vitaminas”.

Para tirar proveito da novidade, basta dizer o comando: “Ok Google, como posso fazer compras?” ou “Ok Google, encomende toalhas de papel” e o assistente irá se encarregar de realizar o processo.

Até 30 de abril de 2017, o Google informa que não irá cobrar nenhuma taxa ou assinatura para a ativação do serviço. Mais de 50 varejistas locais já trabalham para entregar os pedidos em até, no máximo, 2 dias. [Renê Fraga]google-home-shopping-e1487791316897

 

Entenda o que faz de Jay-Z um dos mais ricos do mundo da música

jay-z-be1eb157-92e5-418f-a0e4-814aa58d49b0A recente venda de 33% do Tidal para a gigante americana Sprint parece ter animado Jay-Z, um dos donos do aplicativo de streaming. Em uma nova sociedade com o executivo Jay Brown, presidente da gravadora dele, a Roc Nation, e com o investidor Shervin Pishevar, o rapper está lançando um fundo de capital de risco para investir em start-ups. O fundo será controlado pela Sherpa Capital, a empresa de investimentos de Pishevar.

Com a venda de uma fatia do Tidal, anunciada em janeiro, Jay-Z teve um lucro espetacular: a transação deu ao aplicativo um valor de mercado de US$ 600 milhões (R$ 1,85 bilhão), mais de dez vezes a soma desembolsada por ele no início de 2015 quando comprou a Aspiro, a empresa sueca por trás do Tidal. Não é à toa que o marido de Beyoncé é considerado um dos músicos mais ricos do mundo. (Por Anderson Antunes)

Sheron Menezzes diz se inspirar em Taís Araújo: “referência para mim”

sheronSheron Menezzes 32 anos, atriz (Foto: J.R. Duran)


Quase todo mundo tem alguém na vida que serviu de inspiração para esocolher qual profissão seguir. Taís Araújo, uma das atrizes negras de maior destaque na TV brasileira, foi esta pessoa na vida de Sheron Menezzes.

tais“Eu vi essa foto (acima) da Taís Araújo e fiquei sem ar… Eu acho ela linda. Maravilhosa. Ela é referência pra mim. Eu sempre ficava feliz quando me diziam que eu parecia com ela. Quando me confundem com ela eu penso: como ainda não fizemos papel de irmãs?
Ela é sagitariana como eu”, declarou-se Sheron ao falar da colega de profissão em uma publicação no Instagram na tarde desta quarta-feira (22). [Marie Claire]