Puma traz ao Brasil modelo evoKNIT

the_weeknd_2
The Weeknd veste o modelo (Foto: Divulgação)

APuma traz ao Brasil o modelo evoKNIT, que tem como embaixador The Weeknd, um dos nomes mais quentes do pop internacional. Muito mais que um modelo de alta performance, o novo tênis da marca – disponível nas cores preta e branca – é também perfeito para compor o visual sporty que anda em alta nas passarelas e galerias de street style.

À venda a partir de 02.11 por R$ 699, o modelo poderá ser encontrado nas lojas Centauro e Authentic Feet, além do e-commerce próprio da marca.

 

Anúncios

Fantasia de Halloween de Heidi Klum com ‘clones’ custou 32 milhões de reais

hei gettyimages-619596576.jpg
A modelo Heidi Klum e seus cinco ‘clones’ no Halloween (Foto: Getty Images)

A fantasia utilizada pela modelo e apresentadora Heidi Klum no Halloween custou o equivalente a mais de 32 milhões de reais. A celebridade foi ousada, contratou cinco modelos, as vestiu de forma semelhante a ela e foi a uma festa de Halloween em Nova York acompanhada de seus ‘clones’. Chamado para auxiliar na produção da fantasia, o maquiador e designer Mike Marino falou sobre o projeto: “Foi um trabalho interminável, precisei de mais sete pessoas para finalizar o conceito a tempo”.

A modelo Heidi Klum e seus cinco 'clones' no Halloween (Foto: Getty Images)A modelo Heidi Klum e seus cinco ‘clones’ no Halloween (Foto: Getty Images)

De acordo com o responsável pela obra, o dinheiro investido foi gasto não apenas nas vestimentas das modelos participantes da brincadeira, mas também em perucas, máscaras e maquiagens para que as sósias ficassem ainda mais parecidas com a Heidi Klum original.

A modelo Heidi Klum e seus cinco 'clones' no Halloween (Foto: Getty Images)A modelo Heidi Klum e seus cinco ‘clones’ no Halloween (Foto: Getty Images)

“Com aquelas máscaras qualquer um pode ser a Heidi. A original vai ser identificada apenas pelos olhos”, explicou o artista. “A partir do momento que a Heidi colocou essa ideia na cabeça, nada iria fazer com que ela fosse fantasiada de outra forma. É o que mais gosto quando trabalho com ela, a Heidi sabe o que quer de forma muito clara”, afirmou o maquiador em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

A modelo Heidi Klum e seus cinco 'clones' no Halloween (Foto: Getty Images)A modelo Heidi Klum e seus cinco ‘clones’ no Halloween (Foto: Getty Images)

“Apenas 5% da publicidade empodera as mulheres”, diz estudo

publicidade
Só 1% das mulheres retratadas nos comerciais de TV tem cabelo crespo (Foto: Thinkstock)

A grande mobilização na web e nas ruas pelo empoderamento feminino parece não ter surtido muito efeito ainda na publicidade brasileira. Um estudo recente realizado pela agência Heads Propaganda concluiu que apenas 5,13% dos comerciais empoderam mulheres. Isso significa que cerca de 21 milhões de reais do investimento em mídia são gastos com peças que reforçam estereótipos de gênero.

Não à toa, 65% das brasileiras não se sentem representadas na publicidade, como já mostrou pesquisas do Instituto Patrícia Galvão. “O que estamos construindo além de inseguranças?”, questiona Patrícia Moura, que integra o time de Planejamento Estratégico da agência. A publicidade ainda tem projetado padrões inalcançáveis.

O levantamento foi feito a partir de 8.051 comerciais de TV de 207 marcas e de 889 posts de Facebook de 127 marcas. E o que se vê é ainda decepcionante. Na televisão, só 26% das protagonistas são mulheres, sendo 84% brancas, 12% negras e 4% diversas. Quando a pesquisa se volta aos coadjuvantes, os índices são ainda mais baixos: só 7% são mulheres, sendo 77% brancas, 6% negras e 17% diversas.

E se as redes sociais se transformaram em um ótimo veículo de propagação de ideias feministas, não é para este fim que muitas marcas têm as usado. No Facebook, só 9% das protagonistas das peças publicitárias são mulheres, sendo 82% brancas, 12% negras e 6% diversas. Quanto aos coadjuvantes, só 1% é do gênero feminino.

É a representação de uma sociedade predominantemente branca, apesar de 54% da população brasileira se identificar como preta ou parda. “Apesar de não terem sido identificadas ofensas explícitas nos comerciais durante os períodos analisados, a ausência de representação consiste em uma violência simbólica e, por isso, já é uma forma de racismo, por exemplo”, conta Carla Alzamora, diretora de Planejamento da Heads.

Outros dados problemáticos apontados pelo estudo é o de que 87% das mulheres presentes na publicidade são jovens e adultas, e 1% das que são retratadas possui cabelo crespo.  De maneira geral, a mulher segue sendo relacionada com mais frequência aos cuidados com a casa e a família, assim como com padrões de beleza. “A figura feminina ainda é relacionado ao chilique, à histeria, e a do homem à sanidade mental”, mostra o estudo.

Mas apesar de o cenário ainda ser preocupante, é possível notar um aumento de inserções que não utilizam estereótipos de gênero e uma pequena queda no último ano daquelas que ainda os reforçam – de 36% para 26%. [Daniela Carasco]

Antiga fábrica de móveis é transformada na casa de um carpinteiro

antiga-fabrica-de-moveis-e-transformada-na-casa-de-um-carpinteiro.jpeg

Uma antiga fábrica de móveis feitos sob encomenda, na cidade japonesa de Okayama, foi transformada em uma casa, mas sem perder a sua essência. Isso porque o projeto do TT Architects dividiu a construção de 250 metros quadrados entre o lar de um carpinteiro e sua família, no andar de cima, e a oficina de trabalho do morador, no térreo.

Reprodução | Kei Sugino | Dezeen
03-antiga-fabrica-de-moveis-e-transformada-na-casa-de-um-carpinteiroPara simplificar a forma da casa, os arquitetos removeram as extensões da antiga fábrica. Nos interiores, os pilares de madeira e as vigas de aço foram preservadas. Madeira de cipreste japonês e pinheiro reforçam a estrutura da casa, enquanto o piso e as portas são feitos de carvalho. O teto ganhou um revestimento de cedro e as paredes foram pintadas de branco.

Reprodução | Kei Sugino | Dezeen
02-antiga-fabrica-de-moveis-e-transformada-na-casa-de-um-carpinteiroJá a fachada mistura aço cinza na metade mais alta e placas de cedro.

Reprodução | Kei Sugino | Dezeen
04-antiga-fabrica-de-moveis-e-transformada-na-casa-de-um-carpinteiroNo primeiro andar, o quarto principal e três quartos de criança cercam o estar e a cozinha integrados.

Reprodução | Kei Sugino | Dezeen
05-antiga-fabrica-de-moveis-e-transformada-na-casa-de-um-carpinteiroO cantinho da lareira é demarcado pela estrutura preta.

Reprodução | Kei Sugino | Dezeen
06-antiga-fabrica-de-moveis-e-transformada-na-casa-de-um-carpinteiroFonte: Dezeen

Cinema I Ghost in the Shell | “Cabe ao público decidir se sou a atriz certa para o papel”, diz Scarlett Johansson

A principal controvérsia em torno de Ghost in the Shell gira em torno da escolha de Scarlett Johansson, uma atriz americana, para estrelar a adaptação do mangá no papel de uma personagem asiática, a major Motoko Kusanagi.

Perguntada pelo Collider sobre o fato de ter sido escolhida para o papel, Johansson respondeu: “Não sei se sou a pessoa certa, mas acredito que o (diretor) Rupert Sanders e eu compartilhamos a mesma visão do personagem. Logo de cara, quando tivemos essa mesma conversa, acho que cabe ao público decidir se sou a pessoa certa para o papel.”

Em seguida, Johansson passou a argumentar a favor de si. “Acho que posso ser desafiada, e tentar fazer isso. Acredito que tenho algo a contribuir. E acho que, nesse caso, minha simpatia pela experiência desta personagem me fez sentir capaz de interpretar o papel”, explica a atriz.

“E claro, adoro fazer a parte física. É sempre divertido para mim, é desafiador, e me ajuda como uma outra maneira de aprender habilidades que aprimoram o meu trabalho. Ghost in the Shell vai tornar as gravações de Vingadores 3 e 4 mais fáceis para mim”, argumenta.

A trama de Ghost In The Shell deve seguir a linha do mangá, chamado Fantasma do Futuro no Brasil, em que a major Motoko Kusanagi (Scarlett Johansson), uma policial cibernética, luta para levar justiça às ruas de sua megacidade japonesa, em um futuro distópico. Ex-executivo da Marvel, Avi Arad é um dos produtores. O elenco contam também com Michael Pitt (Kuze), Juliette Binoche (Dra. Ouelet), Pilou Asbæk (Batou), Takeshi KitanoKaori MomoiChin Han e outros.
Ghost in the Shell estreia em 31 de março de 2017.

Celebs I Jessica Biel e Justin Timberlake são fotografados aos beijos

justin2

Justin Timberlake foi recebido aos beijos pela mulher, a atriz Jessica Biel, ao visitá-la no set de filmagem em Nova Orleans, EUA, na terça-feira (1).
A atriz de 34 anos, que roda o drama Shock And Awe, demonstrou felicidade ao encontrar o marido e depois os dois seguiram para o trailer dela.
Enquanto isso, Justin, de 35, está ocupado com as filmagens do novo longa de Woody Allen, ainda sem nome.
Justin e Jessica se casaram em outubro de 2012 e são pais de Silas, que fez 1 ano em abril.

Kesha faz gesto obsceno e posa sexy para mostrar novas tatuagens

kes1.png
A cantora Kesha mostra a tatuagem no dedo (Foto: Instagram)

A cantora Kesha foi ousada ao revelar suas novas tatuagens nas redes sociais. A primeira delas, um narval ilustrado em sua coxa, chamou atenção pela sensualidade da pose da artista. Já a emoticon de um bonequinho sorrindo em um de seus dedos surpreendeu pelo gesto obsceno escolhido pela cantora para expor a arte.

A cantora Kesha mostra a tatuagem na perna (Foto: Instagram)A cantora Kesha mostra a tatuagem na perna (Foto: Instagram)

“Haaaaaaaaaaay, precisei imortalizar na noite passada”, escreveu a artista de 29 anos na legenda da imagem em que divulgou a arte em sua perna. Depois, ao mostrar a obra em seu dedo, ela escreveu: “Filhos da p**a não podem estragar a minha felicidade. Boom”. Depois ela agradeceu o tatuador responsável pelas ilustrações.

A cantora Kesha fantasiada no Halloween (Foto: Instagram)A cantora Kesha fantasiada no Halloween (Foto: Instagram)

A baleia na coxa da artista também serviu de inspiração para a fantasia de Kesha no Halloween. Antes de expor a vestimenta utilizada por ela durante a celebração do Dia das Bruxas, a cantora havia afirmado em entrevista a uma rádio que ainda tinha dúvidas em relação à sua fantasia: “Estou entre OVNI ou alien, tenho certeza que eles existem, amo ETs e sei que sou de outra galáxia”.

A cantora Kesha (Foto: Instagram)A cantora Kesha (Foto: Instagram)
A cantora Kesha fantasiada no Halloween (Foto: Instagram)A cantora Kesha fantasiada no Halloween (Foto: Instagram)