Visita guiada: apartamento com estilo escandinavo decorado para o Natal

01-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natal

A blogueira de design de interiores Svenja Bruecker divide com o namorado um apartamento com aproximadamente 120 metros quadrados em um prédio antigo no coração de Viena, Áustria.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
02-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalEles se apaixonaram pelo piso espinha de peixe em todos os ambientes, pelas paredes com 4 metros de altura e pelas grandes portas e janelas com maçanetas originais de bronze.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
03-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalTodo branco e banhado por luz natural, o apartamento tem um décor com inspiração escandinava.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
04-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalA moradora mesclou peças vintage, clássicos do design e elementos boho divertidos.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
05-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalUma bancada de trabalho antiga, por exemplo, é usada como mesa no cantinho do café.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
06-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalA mesa de jantar, que os moradores também usam como mesa de trabalho, foi pintada de branco.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
07-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalOutro projeto de faça você mesmo é o sofá de pallets ao lado da lareira.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
08-apartamento-com-estilo-escandinavo-decorado-para-o-natalA moradora fotografou o apartamento decorado para o Natal, para o site Apartment Therapy.

Reprodução | Svenja Bruecker | Apartment Therapy
Anúncios

A dupla da Public School sai da DKNY

21216-dkny-redes-550x374

Maxwell Osborne e Dao-Yi Chow saem da DKNY
A DKNY já havia passado pra outras mãos: do LVMH pra G-III (da Calvin Klein e Levi’s, entre outras) em julho desse ano. E quando isso aconteceu, ninguém sabia se a dupla Maxwell Osborne e Dao-Yi Chow, que também possuem uma marca própria chamada Public School, seguiria no comando criativo. Resposta: não, eles saíram. “Após a venda da companhia e a subsequente mudança de estratégia, decidimos sair e focar no nosso próprio negócio Public School. Trabalhar lado a lado com as pessoas maravilhosas da DKNY tem sido uma inacreditável experiência, especialmente com o incrível time de estilo e ateliê. Desejamos sucesso no futuro pra empresa”, eles disseram em e-mail enviado pra imprensa. Caroline Brown, CEO da Donna Karan, também sai. Ainda não foi anunciado um substituto pro cargo de estilista principal – aguardemos! [Lilian Pacce]

Escritório ganha estilo industrial sofisticado após reforma

escritorio-mesa-iluminacao-tubos-de-cobre
As paredes da sala foram revestidas com cimento queimado pela TopSeal. A mesa e o móvel preto foram desenhados pela equipe da Elmor Arquitetura. Para complementar, poltronas da Inove. Iluminação em canos de cobre desenvolvida pelo designer Alberth Diego e arquiteto Jorge Elmor (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)

Quando a equipe do estúdio Elmor Arquitetura recebeu a demanda de renovar esse escritório no centro financeiro de Curitiba já sabia que seria preciso integrar urbanidade e sofisticação ao espaço de 60 m². A reforma durou três meses e cumpriu o desejado. A escolha certo dos revestimentos e um toque especial no projeto de iluminação fizeram toda a diferença no projeto. [Julyana Oliveira]

Espaços
As salas do escritório estão localizadas ao lado da estrutura de vidro do prédio. Todas as mesas ganharam apoios laterais, sejam eles fechados para o armazenamento de pastas e papéis, sejam prateleiras abertas para exposição de peças específicas.

Revestimentos e cores
Outro ponto de destaque no projeto são os revestimentos escolhidos que transitam entre a rusticidade de materiais crus e despojados como o cimento queimado e o refinamento de superfícies acetinadas e polidas. Os tons de cobre que aparecem no sistema de iluminação são complementados por um tom de azul acinzentado que ressalta a urbanidade do projeto.

Iluminação
Em parceria com Alberth Diego, designer curitibano, a composição luminotécnica buscou referências nas instalações elétricas aparentes de espaços industriais. O designer, que já produz peças autorais em cobre, trabalhou junto à equipe da Elmor para desenvolver um projeto de iluminação que tem a função extra de amarrar os espaços e torná-los coesos a uma mesma proposta: contemporânea, urbana e autoral, de acordo com os profissionais da Elmor Arquitetura.

Abajur assinado por Alberth Diego, à venda na Klaxon, sobre a mesa lateral da Inove. Cortina da Uniflex (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)Abajur assinado por Alberth Diego, à venda na Klaxon, sobre a mesa lateral da Inove. Cortina da Uniflex (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)
O lavabo ganhou bancada e cuba esculpidas em Silestone, executadas pela Elf. Torneira e sanitário da Deca (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)O lavabo ganhou bancada e cuba esculpidas em Silestone, executadas pela Elf. Torneira e sanitário da Deca (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)
Armários e mesa desenhados pela Equipe Elmor Arquitetura. Cadeiras, poltronas e relógio em formato de sol, modelo Vitre, da Inove (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)Armários e mesa desenhados pela Equipe Elmor Arquitetura. Cadeiras, poltronas e relógio em formato de sol, modelo Vitre, da Inove (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)
A sala de reunião tem rack e armários desenhados pela equipe Elmor Arquitetura. Mesa e cadeiras da Tecnoflex. Vaso à venda na Casa das Plantas (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)A sala de reunião tem rack e armários desenhados pela equipe da Elmor Arquitetura. Mesa e cadeiras da Tecnoflex. Vaso à venda na Casa das Plantas (Foto: Rodrigo Ramirez/Divulgação)

FFW apresenta sua primeira coleção de roupas

captura-de-tela-2016-12-03-as-103152-1200x630.png

Em parceria com a Cotton Project e os fotógrafos Eudes de Santana, Hick Duarte e Marcelo Gomes, o FFW, plataforma de conteúdo de moda, comportamento e cultura, lança sua primeira coleção de roupas. “Estamos sempre observando os movimentos comportamentais que estão rolando pelo mundo, principalmente criativo, e começamos a pensar em porque não ampliar a nossa atuação, além do conteúdo editorial, levando o nosso olhar e credibilidade para o desenvolvimento de uma coleção que se conectasse com a nossa audiência, ampliando a experiência da marca”, disse Augusto Mariotti, editor chefe e diretor criativo da plataforma FFW, em nota oficial.

A novidade, que é composta por camisetas – que custam R$ 159 –, jaquetas jeans, parka e bomber – por R$ 459 – e bolsas tote – no valor de R$ 69 –, recebe o nome de C1 16, fazendo referência coleção um do ano de 2016. Além disso, os produtos são estampados por uma seleção de imagens curadas pelos profissionais do FFW, presentes no portfólio dos três fotógrafos, e por frases com pedaços de músicas e grafismo que servem como referência ao Brasil.

“A Cotton busca trabalhar sempre com amigos, ou pessoas criativas com um olhar parecido com o da marca. A FFW é uma plataforma que gostamos, admiramos, com um contéudo incrível e ainda temos amigos trabalhando lá, então a ideia dessa conexão veio justamente de toda essa sinergia”, acrescentou Rafael Varandas, diretor criativo da Cotton Project, em comunicado à imprensa. [M&M]

Cotton Project: Rua da Consolação, 3453 – Jardins – São Paulo
Horário de funcionamento: das 12h as 20h.
www.cottonproject.com.br

Escritório em Seattle se divide entre espaços de trabalho e de lazer

01-escritorio-em-seattle-se-divide-entre-espacos-de-trabalho-e-de-lazer

Equilibrar os interiores e a área externa de uma forma harmoniosa foi um ponto importante na repaginação do espaço que agora é o escritório do Tectonic, um estúdio de experiência digital em Seattle, Estados Unidos.

02-escritorio-em-seattle-se-divide-entre-espacos-de-trabalho-e-de-lazerProjetado pelo Graham Baba Architects, o escritório de cerca de 254 metros quadrados atende às necessidades de um espaço de trabalho, mas também conta com ambientes para relaxar e se divertir.

03-escritorio-em-seattle-se-divide-entre-espacos-de-trabalho-e-de-lazerUma das salas de reunião fica junto às mesas de trabalho, enquanto a segunda fica em um ambiente separado e oferece mais privacidade

04-escritorio-em-seattle-se-divide-entre-espacos-de-trabalho-e-de-lazerJá a área de lazer inclui a cozinha – que também funciona como bar –, sofá e cadeiras para relaxar, e acesso ao pátio

05-escritorio-em-seattle-se-divide-entre-espacos-de-trabalho-e-de-lazerDo lado de fora, as cadeiras, sofás e mesas criam vários cantinhos para dar uma pausa no trabalho e aproveitar o ar livre.06-escritorio-em-seattle-se-divide-entre-espacos-de-trabalho-e-de-lazerFonte: Designboom

Tom Ford é mais um estilista que se recusa a vestir a 1ª dama dos EUA

Vestir ou não Melania Trump é a polêmica da vez no mundo da moda. E Tom Ford é o novo estilista a se posicionar ao lado da estilista Sophie Theallet, porta-voz do boicote à futura primeira dama dos Estados Unidos e dizer que não vai vesti-la. A revelação foi feita durante entrevista ao programa “The View” nessa quarta-feira.

Quando Joy Behar, apresentadora do programa, sugeriu que a “bela e magra” futura primeira dama ficaria ótima em suas criações, o estilista respondeu: “Não sei, fui procurado para vesti-la anos atrás e declinei. Ela não é necessariamente a minha imagem.”

Tom Ford salientou que votou em Hillary Clinton e que está “muito triste e decepcionado que ela não está no cargo”. Sobre não vestir Melania, concluiu que acha que uma primeira dama não deve usar roupas que o povo americano não pode usar, dizendo que “mesmo se Hillary tivesse ganho, ela não deveria usar minhas roupas. Elas são muito caras”.

Vale lembrar que Michelle Obama, ao longo do mandato de seu marido Barack Obama, sempre mesclou looks acessíveis com peças caras assinadas por marcas e estilistas predominantemente americanos, entre eles Jason Wu, Christian Siriano, Michael Kors, Reed Krakoff, Naaem Khan, Thom Browne, J. Crew, Prabal Gurung, Sophie Theallet e Talbots.

Entre os poucos estilistas que disseram que vão sim vestir Melania Trump nos próximos quatro anos, está Tommy Hilfiger e Ralph Lauren, que enviou para ela o macacão branco usado no discurso de vitória de Trump.

Amazon inaugura supermercado físico onde as pessoas saem sem pagar

amazon-go

Nesta segunda-feira (05), a Amazon anunciou a inauguração de uma grande novidade: um supermercado físico. Porém, mais interessante do que o lançamento da loja é a forma como tudo funciona por lá, uma vez que não existem caixas para pagamento dos produtos adquiridos. Os compradores entram no supermercado usando uma tecnologia proprietária da Amazon, que usa um QR Code pessoal para identificar o usuário. Em seguida, basta pegar o que quiser e sair da loja, sem a necessidade de se estressar com caixas lentos e longas filas para pagar suas compras. O pagamento é feito automaticamente por meio do cartão de crédito ou débito cadastrado pelo consumidor no aplicativo chamado Amazon Go. O sistema funciona graças a uma combinação entre visão computacional, sensores e aprendizado de máquina. É realmente impressionante, pois o Amazon Go é capaz de detectar quando você retira algo da prateleira e coloca em seu carrinho de compras. No entanto, ele também consegue identificar quando você coloca um produto de volta.

A primeira loja do Amazon Go fica em Seatlle, nos Estados Unidos, onde a Amazon está sediada. Por enquanto, a novidade está aberta apenas para funcionários da empresa, mas espera-se que ele seja aberto ao público em 2017. A Amazon explica que o supermercado vai vender refeições e lanches prontos para comer feitos por chefs no local ou por padarias que ficam nas redondezas. Ele também vai vender itens essenciais como pão e leite de marcas conhecidas, além de chocolates e queijos. Via The Next Web