Melodie Vaxelaire na Elle US Fevereiro 2017 by David Vandewal

elle-usa-february-2017-210
The Happiness Project
Elle US Fevereiro 2017
www.elle.com
Fotografia: David Bellemere
Model: Melodie Vaxelaire
Styling: David Vandewal
Hair: Rita Marmor
Make-Up: Rie Omoto
Manicure: Gina Viviano

De olho na Copa de 2018 na Rússia, Adidas faz colab com Gosha Rubchinskiy

gosha.pngConforme o FFW adiantou, o russo Gosha Rubchinskiy voltou a desfilar em seu País natal. Aconteceu hoje o desfile de seu Inverno 17/18 em Kaliningrado, cidade que fica à beira do Mar Báltico, entre a Polônia e a Lituânia. A coleção foi cercada de muito mistério, desde a escolha por mostrar na Rússia, fora de uma semana de moda, até a expectativa por novas parcerias. O mistério acabou hoje. O Business of Fashion divulgou o grande motivo para a mudança de locação do desfile: o estilista fechou parceria com a linha de futebol da  Adidas, uma das mais lucrativas do grupo – só em 2015, a marca gerou 16.9 bilhões de euros.

Algumas peças da colaboração – que inclui casacos, calças track (as famosas calças esportivas da Adidas, com as três listras na lateral), moletons, tênis e acessórios, como bonés e mochilas –  já puderam ser vistas no desfile de hoje. Porém, é uma parceria a longo prazo com foco na Copa do Mundo de 2018, que terá patrocínio da Adidas e será na Rússia. Em três temporadas, com mais dois desfiles que acontecerão nas cidades que hospedarão a Copa e outros projetos que vão além das roupas, ainda pouco se sabe o que vem por aí. “É uma fase inicial, por isso ainda não temos certeza do que virá”, explica Adrian Joffe ao BoF, presidente da Comme des Garçons, que detém as operações da marca de Gosha. “Haverá um livro. Também pode haver uma coleção cápsula da Copa do Mundo. Em geral, o grande evento será a Copa”.gosha-rubchinskiy-2017-fall-winter-runway-show-3.jpgUm dos looks da parceria desfilados nesta terça. Foto: Reprodução

Algo que se sabe é que a Adidas não irá distribuir a coleção. Segundo Joffe, a ideia foi fazer algo especial, a fim de proteger o nome e a identidade de Gosha: não será uma coleção separada, pertencerá integralmente ao universo do estilista. Por isso, a distribuição será limitada à 120 pontos de venda exclusivos, incluindo a Dover Street Market, multimarcas da Comme des Garçons. Além disso, os preços prometem não ser estratosféricos, cerca de 20 a 30% a mais que os preços dos produtos da linha de futebol da Adidas.

Agora, sabe-se que a escolha do russo para realizar o seu desfile em Kaliningrado não foi por acaso. Antes da Segunda Guerra Mundial, a cidade pertencia à Alemanha. Gosha afirmou que, um dos motivos pela escolha da cidade, foi o respeito que tem pela marca alemã das três listras. “Na Rússia e na [extinta] União Soviética, os times de esporte sempre usaram os uniformes da Adidas. Então, historicamente, a marca significa algo para o povo russo”.

Notícia ruim para nós: é pouco provável que as peças da coleção sejam vendidas no Brasil. [FFW]

American Crime Story | Lady Gaga não será Donatella Versace na 3ª temporada, diz Ryan Murphy

Lady-Gaga-Donatella-Versace-were-pretty-much-identical-during.jpg

A terceira temporada de American Crime Story não terá mais Lady Gaga no papel de Donatella Versace, segundo o criador Ryan Murphy durante o TCA, apresentação das emissoras para a Associação de Críticos Televisivos dos EUA. A informação é do Hollywood Reporter.

Gianni Versace, fundador da grife Versace que produzia acessórios e perfumes, foi assassinado com dois tiros na nuca durante uma noite de 1997 em Miami. Apesar do responsável ter sido identificado como Andrew Cunanan, a polícia não soube apontar as motivações envolvidas no crime que tirou a vida do estilista de 50 anos, quinta vítima do serial killer. É possível que o seriado de Ryan Murphy (American Horror Story) procure entender tal incógnita.

A terceira temporada se chama oficialmente Versace/Cunanan: American Crime Story, terá dez episódios e será roteirizada pelo autor britânico Tom Rob Smith (London Spy). A previsão de estreia é “entre 6-7 meses após a segunda temporada“, que chega em 2018. [Arthur Eloi]

Casa em Búzios foi inspirada no glamour náutico dos Hamptons

1-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptons-sala (1).jpgAs vilas de luxo localizadas em Nova York serviram de inspiração para o décor desta casa de praia no Rio de Janeiro

O destino de férias da alta sociedade e das celebridades de Nova York, os Hamptons, foi a fonte de inspiração da arquiteta Babi Teixeira no projeto desta casa de 142 m² em Búzios (RJ). [Mariana Conte]

2-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptons-salaA paleta de cores da casa é clara. Há branco em abundância e uso de madeiras claras em alguns móveis feitos em marcenaria sob medida. A arquiteta optou por usar peças atemporais e neutras no mobiliário.3-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptons-cozinhaTanto na cozinha quanto nos outros ambientes, o azul marinho foi escolhido para dar um ar navy ao décor.4-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptons-sala-de-jantarA sala de jantar fica ao lado da cozinha e há um balcão dividindo os ambientes que pode ser completamente fechado.5-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptons-quartoNo quarto, tons de azul também se fazem presentes e quadros com temas náuticos decoram o ambiente.6-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptonsEm cada detalhe da casa, fica claro o tom elegante e ao mesmo tempo despretensioso que a arquiteta quis dar ao projeto.7-casa-em-buzios-foi-inspirada-no-glamour-nautico-dos-hamptons-banheiroNo banheiro, novamente o branco e o azul formam a paleta de cores. Peças com materiais naturais, como vime e madeira, fazem parte do décor praiano.