Debbie Reynolds, atriz e mãe de Carrie Fisher, morre aos 84 anos

obit-carrie-fisher-fran

Debbie Reynolds e Carrie Fisher (Foto: Foto AP/Jill Connelly)
Debbie Reynolds, atriz, cantora e mãe de Carrie Fisher, morreu nesta quarta-feira (28) na Califórnia, nos Estados Unidos, aos 84 anos de idade. Reynolds sofreu um derrame quando estava na casa do filho, Todd Fisher, organizando o funeral da filha, que havia falecido no dia anterior.

Reynolds foi levada às pressas para um hospital mas não sobreviveu. Seu filho Todd disse, falando com a Variety sobre as últimas palavras da mãe, que Debbie “queria ficar com Carrie.”

Aos 16 anos, quando estudava em Burbank, Reynolds ganhou um concurso de beleza, e um contrato com a Warner Bros., e adquiriu um novo prenome. Após ganhar um contrato com a Warner Bros, ela obteve apenas um papel secundário em June Bride de 1948, seu filme de estreia.

Reynolds encontro o estrelato em 1952, quando ela fez o papel de Kathy em Cantando na Chuva (Singin’ in the Rain), onde contracenou com Gene Kelly, co-diretor e protagonista do musical. Já em 1955, ela atuou com outro nome grande – Frank Sinatra em Armadilha Amorosa.

Já seu trabalho como a protagonista Molly Brown em A Inconquistável Molly, de 1964, rendeu sua primeira e única indicação ao Oscar. Em 2016, Reynolds foi a vencedora do Jean Hersholt Humanitarian Award, prêmio da Academia para personalidades com contribuições excepcionais em causas humanitárias.

A morte de Reynolds gerou uma enorme reação de Hollywood. A apresentadora e dubladora Ellen DeGeneres (Procurando Nemo, Procurando Dory) enviou uma mensagem de carinho para a família de Debbie e Carrie, falando que não consegue imaginar o que eles estão enfrentando.

elk

O cineasta e autor Albert Brooks disse que Reynolds foi sua “mãe de filmes” e afirmou que seu coração está com Billie Lourd, filha de Carrie Fisher e neta de Debbie.

ejk

Já Grant Gustin, ator que vive Barry Allen em The Flash, falou que a atuação de Reynolds em Cantando na Chuva acendeu sua paixão por atuar. “Descanse com Carrie, Debbie,” disse Gustin.

ejk1

No último sábado, Carrie Fisher sofreu um ataque cardíaco em avião que ia do Reino Unido para Los Angeles. A atriz de 60 anos foi levada por paramédicos quando a aeronave chegou em Los Angeles. Os paramédicos precisaram de 15 minutos até recuperar a pulsação da atriz. [Guilherme Jacobs]

Anúncios

Jennifer Lawrence diz que não vai mais tirar selfies com fãs: “Tenho sido rude com as pessoas”

jennifer-lawrence-photo-shoot-for-dior-2016-8.jpg

Jennifer Lawrence está cansada de atender aos pedidos dos fãs. Em entrevista ao Daily Telegraph, a atriz revelou que percebeu não estar tratando bem as pessoas que a abordam na rua com pedidos de fotos e autógrafos.

“Comecei a ficar muito rude com as pessoas”, confessou a atriz. “Acho que as pessoas pensam que já somos amigos porque sou famosa e eles sentem que me conhecem –, mas não os conheço”.

Apesar de querer fazer passeios mais tranquilos, a atriz de 26 anos  não deverá se afastar totalmente dos fãs. Afinal, Jennifer frequentemente é vista visitando crianças em hospitais em sua cidade natal, Louisville, no Kentucky (EUA). Lá, a atriz costuma posar para fotos ao lado das crianças, familiares e funcionários do local.

Carrie Fisher teve recaída em álcool e drogas no feriado de Ação de Graças, diz ‘Radar Online’

cfisher1
A atriz Carrie Fisher com o cãozinho Gary (Foto: Twitter)

Uma fonte do site Radar Online afirmou à publicação que a atriz Carrie Fisher (1956-2016) teve uma recaída com álcool e drogas algumas semanas antes de sua morte. De acordo com o site, a atriz teria demonstrado sinais explícitos de embriaguez durante uma festa no feriado do Dia de Ação de Graças, pouco antes de sua mais recente ida à Europa, há cerca de um mês. Em uma das últimas imagens publicadas por Fisher nas redes sociais, junto com o cãozinho Garry, é possível ver em uma mesa ao fundo com o seriam duas garrafas de cerveja.

“Eu a vi muito dispersa recentemente, ela teve uma recaída no Dia de Ações de Graças”, diz a fonte do Radar Online. Apesar das afirmações, a família da atriz diz que ela estava completamente sóbria e mantinha todos seus vícios sob controle. Ao longo dos anos a atriz nunca teve problemas em expor seus problemas passados com álcool e drogas como LSD, cocaína e heroína. A artista inclusive já havia admitido ter filmado grande parte de suas cenas no clássico ‘Star Wars: Episódio V – O Império Contra-ataca’ (1983) sob o efeito de cocaína.

A morte da atriz foi confirmada na tarde de ontem por seus representantes. Carrie Fisher morreu aos 60 anos alguns dias após sofrer um ataque cardíaco dentro de um avião que havia saído de Londres com destino a Los Angeles.

Ask Isabeli Fontana: confira as respostas da top às suas perguntas

isabeli_fontana-37734Isabeli Fontana veste Dolce&Gabbana na Vogue de dezembro (Foto: Arquivo Vogue)

Isabeli Fontana responde às 15 perguntas enviadas pelos leitores da Vogue através do Facebook. De curiosidades sobre sua carreira aos planos para o fim de ano, confira a entrevista feita por vocês a seguir:

#1 Além do seu trabalho, de ser uma das mais reconhecidas modelos do mundo, possuir uma beleza atemporal e versatilidade, você também é famosa por ser uma mãezona, você teve que abrir mão de muita coisa na carreira pra poder ser tão presente na vida dos seus filhos? (Vinicius Souza Campos)
Com certeza! A vida te dá muitas escolhas, eu escolhi ser mãe muito jovem, esse foi o caminho que tracei e me encontrei, e claro tive escolhas dificílimas de fazer entre família e supertrabalhos poderosos. Muitas vezes tive de escolher entre família/supertrabalho, outras tive de escolher supertrabalhos, algumas muitas vezes tive de desmarcar muitas coisas pessoais para então fazer grandes campanhas! É assim que sempre foi e ainda é! São decisões dificílimas a tomar. Por isso escolhi viver o presente e perceber o que eu realmente preciso naquele momento! Senão ia ser aquela pessoa frustrada só pensando no futuro e não vivendo nada ao presente!!!

#2 Isabeli, o que não pode faltar DE JEITO NENHUM na sua bolsa (além do celular e chaves)? E qual a gafe que nunca se pode cometer em um jantar ou evento? (Paula S Flores)
Claro que sou casada com meu protetor solar – uso o toque seco fator 30 da L’Oréal Paris. Acho a pior gafe que a pessoa possa dar é aquela quando a mesma está alcoolizada, não há coisa pior quando se perde a percepção por causa do álcool!!!

Isabeli Fontana veste Dolce & Gabbana (Foto: Zee Nunes)#3 O que você acha da relação da moda e mídias com as mulheres acima do peso? Tem alguma modelo plus size que você admira? (Ju Colto)
Acredito que o mais importante é vc aceitar quem realmente é, e amar-se acima de tudo, porque a moda é momentânea, nos duramos um pouco mais que isso rsrs. Tive poucos momentos com a Sophie Dahl e ela sempre foi charmosa e linda do jeito que é, depois de um tempo ela quis emagrecer bastante, mas sempre fez mais sucesso ao natural dela!

#4 Qual a maior dificuldade que você enfrentou/enfrenta na carreira? (Perla Cardoso)
Realmente nada é eterno e nem nós somos! Rsrs. Dificuldades são importantes para que cresçamos! Enfrentamos dificuldades diariamente em tudo, mas isto faz parte e é necessário para que nunca pensemos que somos insubstituíveis. Para então aprender a humildade. Precisamos das dificuldades e também da vontade de lutar para melhorar a cada dia. Acredito que a maior dificuldade é sentir-se firme quando não te desprezam, ou te julgam de forma rotulada (esse tipo de dificuldades passamos todos os dias) e devemos aprender a nos fortalecer sempre.

#5 Isabeli, você já passou por uma saia justa na passarela durante o desfile? Você é linda, admiro você e seu trabalho. (Ezequiel Pereira)
Claro! Passamos por muitos apertos né?! Na hora H, andando na passarela, já paguei peitinho, já perdi sapato, já escorreguei, já caí, já perdi brinco e por aí vai… Saia justa mesmo foi quando uma menina que sentia muito ciúmes me trombou na passarela e me machucou – eu quase caí!

Isabeli Fontana na Vogue de dezembro (Foto: Zee Nunes)#6 Isabeli, qual é o item #querojá para o seu Natal? E ser mãe mudou o seu jeito de enxergar o mundo da moda? (Matheus Avelino P. Cunha)
Tento não me apegar em “coisas e mais coisas”. Então não vejo nada que queira já neste Natal, o mais importante é estar em paz consigo! #queroja minha paz, minha espiritualidade! Ser mãe não fez mudar o jeito que vejo a moda não! Me fez melhorar como enxergo a vida, e me fez interessar por algo maior como por exemplo: o que vem depois?!

#7 Isabeli, qual a sua rotina de cuidados com o corpo, pele, cabelo, beleza em geral? E qual o “pecado” (em relação aos cuidados) que você costuma cometer? (Vinicius Souza Campos)
Cuido sempre da minha pele, do meu corpo do meu rosto, não porque sou Modelo, mas porque sou Mulher. Meus pecados ainda são o que eu como, porque sou da terra e então gosto muito de porcarias como chocolates, que sei bem que contribuem muito para as celulites, e gosto sim de tomar vinho, que também não contribui muito ao meu corpo, mas não deixo de fazer o que gosto só para pensar em beleza. Acredito que a beleza maior é aquela que vem de dentro e reflete fora.

Rotina de beleza com produtos do coração:
– tirar a maquiagem com água micelar
– usar protetor solar expertise com cor SPF 30 L’Oréal Paris (toque seco) diariamente
– usar hidratante facial “dermalogica” para pele mista
– usar protetor corporal Sublime Sun SPF 20
– usar o Sublime Glow para um dourado no corpo com a ajuda solar
– usar o hidratante corporal Cetaphil (para pele seca)
– lavar os cabelos comshampoo Furterer para dar volume
– hidratar os fios com o L’Oréal Evercreme diário para pontas secas
– limpar o rosto com o gel para limpeza da La Roche Posay

Isabeli Fontana na Vogue de dezembro (Foto: Zee Nunes)#8 Você já viajou o mundo todo e conhece vários lugares. Tem algum lugar que você ainda não visitou e sonhar em visitar? Porque? (Arthur Gleydson)
Sim, o Havaí por amar tanto a beleza da natureza!

#9 Você fez parte do cast do vídeo da Fergie, M.I.L.F. $ (Mother I’d Like to Follow) (mãe que eu gostaria de seguir)… Sobre empoderar as mulheres que fazem tudo. Como foi fazer parte deste trabalho? Você gostou? Você se considera uma M.I.L.F.? (Roberto O. Alves)
Eu amei e me senti muito honrada por ter sido escolhida, foi muito divertido !!! Com certeza me considero uma MILF.

#10 Qual foi a época mais difícil de sua carreira? E como ela superou? (Patricia Damian)
A época  mais difícil foi quando via uns 100 clientes por semana e nenhum era confirmado!

#11 Dentre tantos desfiles qual foi o mais marcante? E por quê? (Paulo Marinho)
Tive vários desfiles marcantes, como Versace, Gucci, Jeremy Scott, Dolce & Gabbana…

#12 Qual a atitude correta para um fashionista ser reconhecido no mundo da moda? (Cassio Medicis Medicis)
O fashionismo pode estar em várias situações, numa editora de moda, numa blogueira numa modelo bem sucedida… Não existe um segredo, existe a forma que cada um se relaciona e os contatos no mundo fashion.

Isabeli Fontana (Foto: Divulgação).#13 O que você acha dessa nova geração de modelos, as instamodels? (Marinho_luci)
Acho legal, porem é algo novo e que não tem como se comparar com a nossa história na moda. Eu tenho 20 anos de carreira, e isso ninguém pode negar ou tirar de mim. O mundo da moda  passa por uma fase de perfis de temporada. Acredito que seja uma fase. O que fica é a história é a biografia de cada um.

#14  Você já trabalhou para as maiores marcas mundiais e nacionais. Nos dois casos, quais delas se encaixam no teu gosto pessoal? Quais tendências você gosta de seguir e quais marcas que te agradam? (Vinicius Souza Campos)
Eu sempre me identifico com as marcas [com que trabalho], não tem como não amar os designs interessantes que criam! Eu adoro por exemplo os nada convencionais ! Os designs mais diversos e diferentes me agradam! Toda mulher é mutante, gosta de variar com diversos modelos, depende do momento de cada uma!

#15  Como é o preconceito com o trabalho das modelos com relação à intelectualidade (por trabalharem com o corpo) e como lida(m) com isso? (João Victor Miranda)
O mundo vive julgando nossa capacidade de pensar! Acreditam que nossa vida é mais fácil por termos que largar tudo e viver como uma cigana de um lado para o outro sem parar. Acho este preconceito ridículo! Quem disse que ter um belo diploma significa que é mais ou menos inteligente?! Ninguém deveria menosprezar a intelectualidade alheia! Porque a cada qual cabe ao seu aprendizado !! Já ouviu falar em espírito? Estamos aqui nesta escola da vida, passando por aquilo que nossa alma precisa. Viemos aprender!!!! Nós, como modelos, somos muito criticadas por não termos um diploma convencional. Começamos a trabalhar muito jovens, às vezes quando ainda somos crianças – que foi o meu caso. Aos 13 anos de idade iniciei minha carreira, e é assim que é. Somos fontes inspiradoras para o mundo fashion, e também para o não fashion. Viramos musas ainda muito jovens, aprendemos muito mais na prática, porque a VIDA é uma escola por sí só!!!

Jolie está evitando “de todas as maneiras” se encontrar com Brad Pitt, diz site ‘Hollywood Life”

jolie-2df637c100000578-3297310-image-m-15_1446270933306

A atriz Angelina Jolie está empenhada em evitar a qualquer custo um encontro pessoal com seu marido e pai de seus filhos, o ator Brad Pitt. Segundo uma fonte do site Hollywood Life próxima às duas celebridades, os dois não teriam mais se visto após a separação. Sempre que a atriz levou os filhos para encontrar o pai, as crianças foram entregues a Pitt por seguranças e terapeutas contratados por Jolie.

“Ele não tem qualquer problema em encontrar com ela e acha a situação meio ridícula”, afirmou o contato do site. “Ela está em modo de guerra enquanto a batalha pela guarda das crianças estiver em andamento, a última coisa que ela quer é um confronto pessoal com ele”, disse a fonte.

De acordo com outra fonte do Hollywood Life, Jolie teria ficado extremamente irritada após o ex conseguir autorização para encontrar com os seis filhos na noite de Natal. “Ela ficou furiosa e não consegue acreditar que perdeu essa luta, ela fez o máximo para que esse encontro acontecesse na casa dela, mas não nos termos que ele impôs”, revelou o contato.

Meghan Markle, namorada do príncipe Harry encara o frio e faz ioga com a mãe no Canadá

meghan-markle.jpgMeghan Markle, a namorada do príncipe Harry, encarou o frio em Toronto para fazer ioga e contou com a companhia de sua mãe, Doria, que é instrutora de ioga. As duas circularam bem agasalhadas e de braços dados.

Em novembro, o Palácio de Kensington divulgou um comunicado no qual Harry confirmava o namoro com a atriz e se dizia decepcionado com o assédio feito a Meghan.

“Na semana passada, uma linha foi cruzada. Sua namorada, Meghan Markle, te
m sido alvo de uma onda de abusos e assédios. Parte disso tem sido muito público — uma mancha na primeira página de um jornal nacional, as conotações raciais em comentários, o sexismo e o racismo nas mídias sociais e comentários de artigos na internet”, explicava a mensagem.

“Outra parte vem sendo escondida do público — as batalhas judiciais à noite para manter histórias difamatórias fora dos jornais, a mãe de Meghan ter de forçar o caminho até a porta de sua casa pelos fotógrafos, as tentativas de repórteres e fotógrafos de entrarem ilegalmente em sua casa e as subsequentes ligações para a polícia, os subornos oferecidos ao ex-namorado pela imprensa, o bombardeio em quase todos os amigos, colegas de trabalhos e pessoas queridas em sua vida”, continuava o comunicado.Meghan Markle e a mãe (Foto: The Grosby Group)

Quem são as it-girls da Coreia do Sul

Quem pensa que a Coreia do Sul é só de BB creams, CC creams e cosméticos milagrosos se engana. Seul é mesmo a capital mundial da cirurgia plástica e é de enlouquecer a oferta de produtos em cada esquina que prometem salvar a sua pele e rejuvenescer 20 anos em uma noite. Mas, além de suas infinitas opções de beleza, o país passa por um momento de ascensão fashion que vem influenciando também o universo da moda internacional.

Seul é uma metrópole tecnológica, com a internet mais rápida do mundo, prédios gigantescos e pessoas conectadas 24 horas por dia, olhando fixamente para seus celulares. É o cenário ideal para jovens que amam comprar e andam em grupos por Hongdae, Apgujeong e Sinsa-dong, bairros trendy, cheios de lojas e cafés. Os looks são perfeitos para uma chuva de likes no Instagram – ou views no Snapchat – e a quantidade de sacolas que eles carregam é de invejar. A verdade é que é díficil andar pela cidade sem ter uma sacola nas mãos: para ter vontade de comprar algo na Coreia do Sul, basta pisar nela.

Parte desses jovens está ali só para isso e vem de outros lugares da Ásia, especialmente da China. Só em 2016, o país recebeu 8 milhões de visitantes chineses. Desde abril desse ano, estrangeiros que decidirem fazer um procedimento estético na Coreia do Sul ganham regalias de tax free nas compras durante a estadia e a recuperação pós-cirúrgica. Uma cena comum no aeroporto são grupos cheios de sacolas e com o rosto ainda enfaixado.

Mas não são apenas as compras e cirurgias plásticas que atraem tanta gente. A cultura pop sul-coreana é uma poderosa máquina de fazer ídolos, que influenciam milhões de fãs pelo mundo. Imagine um país com seus próprios Justin Bieber e atores tão famosos como estrelas de Hollywood. Provavelmente perto do K-Pop e do K-Drama, como são chamados o estilo de música e as novelas locais, até as Kardashians ficariam meio ofuscadas.

Com toda essa atenção, as marcas internacionais têm se aproximado muito da Coreia do Sul e de seus ídolos. Você pode nunca ter ouvido falar de G-Dragon, mas o integrante da banda Big Bang, que tem mais de 11 milhões de seguidores no Instagram, sempre está na fila A da Chanel, assim como seu colega Taeyang, a atriz Park Shin Hye e a cantora Im Yoon-ah. Os astros sul-coreanos amam a marca francesa, e é recíproco. Além de já ter realizado um desfile da maison em Seul, Karl Lagerfeld faz questão de sempre ter suas K-stars preferidas na fila A.

Graças à internet, outras celebridades e influenciadores começam a ganhar reconhecimento e muitas marcas fazem de tudo para acompanhar. Atriz de novelas e filmes, Doona Bae virou um fenômeno mundial com a série do Netflix Sense8 e no começo deste ano foi escolhida por Nicolas Ghesquière para ser embaixadora da Louis Vuitton. Ela estrelou a campanha de primavera 2016 e esteve no Brasil em maio no desfile resort da marca no Rio de Janeiro.

Na última semana de moda de Nova York, em setembro, Alexander Wang chamou a rapper CL para se apresentar em sua after-party e a incluiu em sua nova campanha. Em julho, a Gucci lançou o projeto #24HourAce e convidou a skatista Hyo Joo Ko para criar um vídeo com o Ace Sneaker. A modelo Soo Joo Park, queridinha de Karl Lagerfeld e Carine Roitfeld, também se destaca como o rosto da L’Oréal Paris e da Redken. E a it-girl Irene Kim foi anunciada embaixadora da Estée Lauder recentemente.

FASHION POWER
A Coreia pode não ter a fama do Japão no design de moda, mas a influência de suas celebs faz as marcas locais crescerem na região para depois atingir o resto do globo. A Gentle Monster é o maior exemplo desse movimento. A marca de eyewear virou uma gigante na Ásia, criada no hábitat mais digital possível. Seu fundador e diretor criativo, Hankook Kim, apostou em uma experiência de arte que precisa de lojas físicas para ser entendida. Não existem óculos na vitrine da grife, suas boutiques contam com instalações de artistas, algumas até com salas de cinema para exibir os filmes artsy da campanha do momento. O resultado são lojas lotadas, turistas enlouquecidos e selfies por todos os lados. Em fevereiro, a Gentle Monster abriu sua primeira loja fora da Ásia, no Soho, em Nova York, e já existem colaborações com marcas como Hood by Air e Opening Ceremony. No guarda-roupa das celebs K-Pop, Kye é a marca da vez. Fundada pela estilista Kathleen Kye, conquistou fãs como Rihanna, Kylie Jenner e Rita Ora, além de assinar uma linha para a Shu Uemura.

Com uma pegada mais cult, Sunyuul Yie, da Yuul Yie, cria bolsas e sapatos em um showroom descolado, longe do circuito da moda, em um bairro de fábricas de calçados e lojas de couro em Seul. Sua grife frequenta os pés das it-girls e K-Stars sul-coreanas e fez uma collab com Rejina Pyo este ano.

Influenciada por Madonna, Kylie Minogue e Cindy Lauper, Jei Kim criou a Fleamadonna, uma marca quase incomum para o estilo das sul-coreanas por ter um pezinho no básico casual. Mas suas criações são zero comportadas e podem ser encontradas em multimarcas e até na Urban Outfitters. Claro que a vibe diferentona conquistou as estrelas pop sul-coreanas e o resultado você já sabe: outra fórmula de sucesso! Algo que o país está se tornando expert em exportar. [Jana Rosa]