Décor do dia: hall de entrada étnico e moderno

erika_vianaO luxo e a simplicidade se encontram neste hall de entrada criado pela belo-horizontina Erika Viana para a Mostra Modernos e Eternos BH, que vai até o dia 9 de outubro. Como pano de fundo para essa composição high-low, optou-se por um profundo tom de cinza, cor que cai muito bem em salas e quartos contemporâneos. Sobre o aparador Ideograma, criado por Cláudia Moreira Sales, foram reunidos vários exemplares de bonecas Dona Izabel, da Orlando Lemos Galeria. Sobre o tapete geométrico e multicolorido, descansa a icônica poltrona Bola Dourada, de Lina Bo Bardi. O encontro entre o artesanal e o consagrado fica ainda mais interessante com uma dupla de luminárias modernistas: uma escultórica no teto e uma minimalista na parede. Foto Gustavo Xavier

Modernos e Eternos BH
Data: até 9 de outubro
Endereço: Rua Sinval de Sá, 350 – Bairro Cidade Jardim – BH – MG
Horário: de terça a sexta, das 16h às 22h; sábado das 13h às 22h e domingo das 13h às 19h
Preço: R$50 (R$25 meia entrada)

Anúncios

No Borders for Design: showroom com marcas brasileiras premium abre em Miami

cv372-antena-news-28O desejo de romper fronteiras moveu o trio Andre Poli, Roberta Queiroz e Soninha Vilela a criar o showroom No Borders for Design, no Miami Design District, bairro que concentra tendências mundiais da área, além de arte, moda e gastronomia.
O grupo apresenta, a partir desta quarta-feira (5/10), o bom desenho made in Brazil, por meio de nomes como Luhome, Empório Beraldin, Vermeil Móveis, Mac Móveis, Oliver Móveis, Santa Mônica Tapetes, Sao Casa Export, Silvia Heringer, Studio Poli e Effyis Design.
“Escolhe
mos marcas de luxo e reconhecidas no Brasil por ter história e potencial para conquistar o mercado exterior”, afirma Roberta. E os planos não param por aí: a ideia éabrir novas frentes também na Europa e na Ásia.
No Borders for Design
E
ndereço: 4040 NE 2nd Ave Suite 314 – Design District, Miami

Kanye West demite todo staff depois de desfile-desastre em Nova York

 

 

kanye-west-jonathan-ross-show-tthumb.pngDifícil esquecer o episódio causado por Kanye West durante a última temporada de moda de Nova York. A marca dele, Yeezy, armou uma apresentação ao ar livre na Ilha Roosevelt, com temperaturas beirando os 40 graus e atraso de quase duas horas. O atraso foi tão sério que algumas modelos desmaiaram no backstage por conta do calor e da desidratação. Isso tudo aliado a críticas pesadas da imprensa à coleção. O resultado? Demissão em massa!

Segundo o site “Page Six”, Kanye ordenou que seu agente demitisse 30 pessoas logo depois do fim da apresentação, e jogou fora o próprio celular para que as pessoas só pudessem entrar em contato com ele por e-mail. Para quem viu a cena de perto, Kanye teria tido um colapso nervoso e foi isso que desencadeou o acesso de fúria.

As criticas do desfile foram de “totalmente miserável” a “francamente horrível”, e foi isso que afetou o cantor-estilista. Para amigos, ele ficou muito desapontado e está mais determinado do que nunca a fazer uma apresentação melhor e mais organizada na próxima temporada. Lembrando que o rapper abandonou o show que fazia em Nova York nesta semana depois de saber que sua mulher, Kim Kardashian, havia sido roubada. Que fase…

Emma Watson diz que sofreu ameaças de morte após começar campanha por igualdade de gêneros

emma-wat

Embaixadora da Organização das Nações Unidas em prol dos direitos das mulheres, a atriz Emma Watson revelou ter sido ameaçada de morte após começar sua campanha por igualdade entre os gêneros. Durante um discurso recente realizado durante um evento no Canadá, a intérprete da bruxa Hermione Granger nos filmes da série ‘Harry Potter’ expôs os momentos tensos vivdos por ela: “Fiquei bastante nervosa. Todo os meus medos e esperanças chegaram juntos de uma vez só. Fui tanto ovacionada quanto criticada de forma que nunca havia vivido antes”.

A atriz Emma Watson (Foto: Instagram)

A artista de 26 anos falou sobre as intimidações recebidas por ela: “Foram várias ameaças. Nos últimos dois anos eu aprendi muito e também tive muito medo no início”. A atriz explicou que seus sentimentos foram bastante conflitantes no início de sua campanha: “No começo eu estava eufórica, mas logo depois me senti muito triste por tudo que estava acontecendo”.

Em 2017 Watson será a estrela de suas produção: o drama ‘O Círculo’, ainda sem data de estreia anunciada, e a versão em live action para o desenho animado ‘A Bela e a Fera’ (1991). Previsto para chegar aos cinemas brasileiros dia 30 de março de 2017, o filme da Disney está sendo dirigido pelo cineasta Bill Condon.

Febre entre os jovens, Snapchat mostra o lado divertido da vida real

1475353574559.jpg

Giovanni Perestrelo, usuário do aplicativo Snapchat, fotografado na avenida Paulista.
Aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos que desaparecem em até 24 horas, Snapchat virou queridinho do público por manter adultos fora do ‘clube’ e permitir que as pessoas sejam quem são; rede social já tem primeiras celebridades no País

No coração da Avenida Paulista, em São Paulo, um jovem assiste animado, com o celular na mão, a um cover de Elvis Presley cantando ‘Jailhouse Rock’. Ali por perto, uma garota tira fotos rapidamente na faixa de pedestre, enquanto um rapaz que acaba de sair do cursinho checa o celular encostado na mureta de um prédio. Além da pouca idade e do lugar, o que eles têm em comum é o Snapchat, misto de rede social e aplicativo de fotos e vídeos, que já ganhou um espaço cativo nos celulares dos jovens.
Nos últimos dias, a reportagem do Estado percorreu alguns pontos da cidade de São Paulo para entender qual o papel do Snapchat na vida das pessoas. Na maior parte do tempo, o brilho que sai dos smartphones têm o azul do Facebook ou o verde do WhatsApp, usados com mais frequência e por mais tempo para falar com os amigos e acompanhar notícias.
O amarelo do Snapchat aparece nas telas de repente – seja para registrar um momento inusitado ou para saber o que o amigo, a paquera ou a celebridade favorita está fazendo. A instantaneidade faz as pessoas usarem muito o aplicativo, mas em pequenos intervalos de tempo. Segundo a consultoria Nielsen, 60% dos 35 milhões de usuários do Snapchat nos Estados Unidos abrem o app pelo menos uma vez por hora. No total, o app acumula mais de 150 milhões de usuários no mundo.

Visão. Como outras redes sociais de sucesso, o Snapchat nasceu dentro de um quarto de universidade. Isso aconteceu em Stanford em 2011, onde moravam os cofundadores da rede: Evan Spiegel, Bobby Murphy e Reggie Brown.

Desde então, o aplicativo já recebeu ofertas de gigantes como Facebook (US$ 3 bilhões, no final de 2013) e Google (US$ 4 bilhões, em 2014), mas Spiegel – que é o presidente executivo da startup – as recusou em prol de manter a independência do serviço, que já mostrava seu potencial. Hoje, o Snapchat tem valor de mercado estimado em US$ 19,3 bilhões.

Na última semana, a empresa deu seu passo estratégico mais importante até o momento. A empresa mudou de nome – tornou-se apenas Snap – e revelou os Spectacles, par de óculos escuros com design “fashion” capazes de gravar vídeos curtos. Com unidades limitadas, o acessório chegará ao mercado até o final do ano, por US$ 130. Mais que um vestível, os óculos mostram a nova visão da empresa: ser uma referência em vídeos em qualquer plataforma.

“É uma estratégia contemporânea, à moda do Uber e Airbnb”, diz José Calazans, analista da consultoria Nielsen. “Quem oferece um produto ou serviço pode ficar ultrapassado.” A Ford adotou estratégia semelhante. Nos últimos meses, o presidente executivo Mark Fields a define como uma empresa de mobilidade – e não mais como uma montadora.

Para Fabro Steibel, diretor executivo do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS-Rio), o reposicionamento mostra o paradoxo vivido pelo Snapchat hoje. O fato de não salvar mensagens, ser imediato e exigir conhecimento em gravação de vídeos fazem com que o app atinja um nicho: os jovens.

“O Facebook é fácil de usar, mas tem todo mundo. Nem sempre falar com muita gente – incluindo pais e avós – é legal”, diz Steibel. Para se tornar rentável, porém, o app precisa ampliar sua base de usuários. Só assim poderá entrar na guerra de publicidade com Google e Facebook.

‘Brilho Eterno’. Não é só por ser um clube da juventude que o Snapchat conquista usuários. Giovanni Perestrelo, o garoto sentado na mureta da Avenida Paulista, viu na volatilidade do app uma forma de não ter mais seu coração partido.
Em 2014, ele terminou um namoro e, desiludido, apagou todas as fotos que tinha com a ex-namorada no Facebook. “Um amigo me viu fazendo isso e indicou o Snapchat”, diz Perestrelo, de 19 anos. “Ele disse que lá eu não teria problemas de apagar as fotos antigas, já que elas somem depois de 24 horas.”
Apesar do atrativo inicial, o que fisgou o estudante foi o potencial criativo do app. “Você tira a foto de um lago e pode desenhar um pato ou colocar uma imagem sua flutuando, nadando, tudo de forma fácil.”
A sensação de proximidade que o Snapchat gera entre usuários é um de seus chamarizes. Rebecca Lyria – a garota que tirava fotos na faixa de pedestres – é de Ribeirão Preto e registrou a chegada a São Paulo com uma foto “produzida” no Facebook. “Aquela foto vai ficar marcada no meu perfil”, afirma a jovem. O resto da viagem, porém, vai para outro app. “No Snap, estou descabelada, suada de tanto andar. É a Rebecca de verdade que as pessoas conhecem.”
Para muitos usuários, alguns momentos são apenas entretenimento instantâneo. É o caso de Anderson Alves, o estudante de administração que parou para ver o cover de Elvis.
Na mesma hora em que o homem de topete, óculos Ray-Ban e roupas brilhantes começou a tocar Jailhouse Rock, o rapaz de 22 anos sacou o celular do bolso, entrou no Snapchat e começou a filmar a apresentação. Mas por quê?
“Não quero que o Elvis da Paulista fique registrado na minha vida”, afirma o rapaz, em tom de obviedade. “Daqui a 24 horas, não vou ter mais relação com ele. Se eu tivesse postado no Face, não seria assim.”
Diz o ditado que tudo que vem rápido também pode ir embora rápido. O sucesso do Snapchat corre esse risco, especialmente porque o público do aplicativo é formado por jovens, que trocam de app como de roupa. O desafio da empresa é provar que seus atuais 150 milhões de usuários não estão errados.

Pose ‘superstar’ de Spiegel é oposta à de Zuckerberg
A rivalidade entre Snapchat e Facebook vai muito além de recursos e estratégia: seus criadores também são muito diferentes. Ao contrário do minimalismo de Mark Zuckerberg – que parece estar sempre com a mesma camiseta e calça jeans, seguindo a tendência de Steve Jobs –, Evan Spiegel se projeta como um ícone de estilo, é noivo de uma supermodelo e posa como um astro de cinema dos anos 1960. “As fotos dele no ensaio que revelou os óculos do Snapchat mostram essa postura de ‘superstar’”, diz José Calazans, analista da Nielsen. “A impressão é que depois da monotonia de Jobs e Zuckerberg, ele quer atrair pelo colorido.”
O local da sede do Snapchat é outro diferencial: Venice Beach, em Los Angeles – perto de Hollywood e mais de 600 km distante do Vale do Silício. “O Snapchat quer ser um app de estilo, não voltado para o nerd”, diz Fabro Steibel, diretor executivo do ITS-Rio, que lembra a presença do app em eventos, como o festival de música Coachella. Por Matheus Mans e Bruno Capelas – O Estado de S. Paulo

Halle Berry arrasa com vestido sexy em evento nos Estados Unidos

gettyimages-610715634A atriz Halle Berry arrasou com vestido sexy em evento beneficente de combate ao câncer de mama nos Estados Unidos. As cantoras Jennifer Hudson e Ciara e as atrizes Courteney Cox e Cindy Crawford também estiveram em festa realizada nesta terça-feira, 27, em Los Angeles.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Decoração de apartamento pequeno: móveis coloridos se destacam em projeto com cimento queimado

sala-de-estar-armario-cortina-tapete-rack-mesa-de-centro-sofa-tv-banco
Sala | A base neutra ganhou toques de cor com os bancos azuis, a mesa de centro, o rack e as prateleiras. Todos foram desenhados pela arquiteta Adriana Pierantoni e executados pela Marcenaria Maple. Tapete à venda na Oppa. Os pendentes ao lado da TV e os trilhos de iluminação são da Belaluz. Cortina persiana, modelo romana, da marca Criativa, à venda na loja Alfadecor (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)

Um ninho com a sua cara e do jeito que ela sempre quis. Esse foi o desafio da arquiteta e moradora Adriana Pierantoni ao planejar o projeto do seu apartamento. Recém-casada, a profissional buscou otimizar o espaço do lar e adaptá-lo ao seu jeito de morar. Para isso, o espaço ganhou uma área para receber bem os amigos e muitos armários.

O apartamento de 70 m² no bairro Panamby, em São Paulo, foi entregue com piso de cimento queimado.  Adriana, logo, se apaixonou. “Sempre gostei do visual do material e tinha a vantagem de não ter de comprar um novo piso”, contou.

O que parecia solução, virou um grande imprevisto. Quando a resina foi aplicada para deixar o material selado, apareceram diversas manchas.Todo o revestimento precisaria ser refeito, mas com o alto custo do cimento queimado e a falta de tempo para terminar, foi necessário providenciar um piso de rápida instalação e bonito. A escolha da moradora foi pelo vinílico, linha Paglia, da Interfloor.

O resultado final é um ninho personalizado, ousado e criativo. “Não sou a favor de projetos iguais onde as pessoas não se identificam no próprio ambiente. Casa tem que ser chamada de lar e o morador precisa se reconhecer ali”, completa Adriana.

SALA
O espaço mais dinâmico do lar foi projetado para receber bem as visitas e também serve de escritório para o casal. Para auxiliar na tarefa, foram instalados um armário e uma adega, ambos embutidos.

A parede que divide o living da área intima ganhou papel de parede que imita tijolo branco. “Chama atenção dos visitantes. Muitos colocam a mão pensando que é de verdade”, conta Adriana. O móvel cereja que funciona como rack traz um pouco de cor para o ambiente. E o tapete estampado garante a ousadia e diversão que faltava no espaço.

COZINHA
Já existia na cozinha uma bancada em granito São Gabriel que recebeu um complemento do mesmo material para se integrar visualmente com a lavanderia. Além disso, foram instalados armários por todos os lados do ambiente. A parte superior ganhou tom azul escuro para destacar do branco inferior. A parede da área molhada foi revestida de pastilha Portobello 5×5, cor nude. A grande paixão desse espaço foi o papel de parede aplicado que imita a linha do metrô de Nova York.O armário auxilia no dia a dia e também recebe materiais de trabalho do casal, já que o escritório fica integrado ao living. O móvel desenhado pela arquiteta, foi executado pela Marcenaria Maple. O quadro que expõe a coleção de rolhas de vinho do casal também foi criado por Adriana e desenvolvido pela Moldura Minuto (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)O armário auxilia no dia a dia e também recebe materiais de trabalho do casal, já que o escritório fica integrado ao living. O móvel desenhado pela arquiteta foi executado pela Marcenaria Maple. O quadro que expõe a coleção de rolhas de vinho do casal também foi criado por Adriana e desenvolvido pela Moldura Minuto (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)

Sofá da Bassi, e almofadas à venda na RValentim completam a sala de estar. O espaço para o home office, instalado logo atrás do living, ganhou mesa desenhada pela arquiteta e executada pela marcenaria Maple. Papel de parede da que imita tijolinhos brancos (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)Sofá, da Bassi, e almofadas, à venda na RValentim, completam a sala de estar. O espaço para o home office, instalado logo atrás do living, ganhou mesa desenhada pela arquiteta e executada pela marcenaria Maple. Papel de parede da que imita tijolinhos brancos da Alfa Decor. Quadro do artista LOBO finaliza a decoração com estilo (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)
O casal logo se apaixonou pelo pilar estrutural exposto no apartamento e optaram por manter assim na sala de jantar. Mesa de resina e cadeiras à venda na Bazzi. Pendente cromado da Belaluz (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)O casal logo se apaixonou pelo pilar estrutural exposto na sala de jantar. Mesa de resina e cadeiras à venda na Bazzi. Pendente cromado da Belaluz. O espaço do corredor foi aproveitado para receber uma galeria com fotos que contam a história do casal. Para os quadros não ficarem soltos, um painel em MDF pintado em laca branca foi instalado no centro da parede. A parte inferior e superior foi revestida com espelho para trazer sofisticação ao espaço e refletir a luz que entra pela área de serviço (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)
A cozinha recebeu armários executados pela Marcenaria Maple. E papel de parede que imita linha de metrô de Nova York, à venda na Alfa Decor (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)A cozinha recebeu armários executados pela Marcenaria Maple. E papel de parede que reproduz a linha de metrô de Nova York, à venda na Alfa Decor (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)
O banheiro recebeu piso mineral, cor off white, da Portobello.  Gabinete em laca amarela executado pela Marcenaria Maple. Torneira da Deca (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)O banheiro recebeu piso mineral, cor off white, da Portobello. Gabinete em laca amarela executado pela Marcenaria Maple. Torneira da Deca (Foto: Gustavo Awad/Divulgação)