Você vai desejar a nova bolsa de palha da vez. O detalhe? Ela é micro!

A primavera mal começou no hemisfério Norte, mas fashionistas e celebridades parecem já ter escolhido a bolsa de palha do verão – e ela é de Jacquemus!

A nova bolsa de palha da Jacquemus (Foto: Imaxtree)

O modelo da Jacquemus já mora no closet de Dua Lipa e Sabrina Sato e nosso diretor de moda Pedro Sales dá a dica de como usar a peça

Depois de dominar o verão 2018 com seu enorme chapéu La Bamba, o estilista francês emplaca mais um acessório desejo para a estação deste ano com sua Le Baci. Embora ela tenha chamado atenção na passarela de verão 2019 de sua marca em sua versão ultramaxi, é a versão micro da peça (R$ 1.818) que já está invadindo o street style e closets de celebridades, como Dua Lipa, que posou com a sua no Instagram esta semana.

Dua Lipa usa a nova bolsa de palha da Jacquemus (Foto: Instagram Dua Lipa/ Reprodução)

Aqui no Brasil, quem já tem sua Le Baci é Sabrina Sato, que combinou a bolsa com um look total Jacquemus e bem fresquinho. Pedro Sales, nosso diretor de moda e stylist de Sabrina, porém, avisa a quem já quer a sua: “Ela é micro!”, conta, rindo. “O modelo funciona mais como um enfeite, uma bijoux que complementa o look.” 

O truque perfeito para driblar o tamaninho

da Le Baci? “As calças cargo, forte tendência da temporada. Dá para usar os bolsos para carregar tudo o que não cabe na bolsa!”, encerra Pedro. Queremos já!

Sabrina Sato usa a nova bolsa de palha da Jacquemus (Foto: Instagram Sabrina Sato/ Reprodução)
Anúncios

Estúdio Campana apresenta nova coleção na Carpenters Workshop Gallery

Entre 22 de março e 17 de maio, a coleção Hibridismo, com 13 peças que combinam formas animais, mix de materiais e texturas, com um toque surrealista, serão apresentadas na galeria londrina
POR MARIANA CONTE | FOTOS FERNANDO LASZLO

Banco Noé, do Estúdio Campana

Fernando e Humberto Campana voltam à Londres para apresentar sua primeira mostra solo na Carpenters Workshop Gallery. Entre 22 de março e 17 de maio, a coleção Hibridismo, com 13 peças recém-lançadas, entre móveis, objetos e esculturas, ocuparão a galeria que valoriza a pesquisa e produção de obras de edição limitada, e aposta em itens que tenham relevância artística e histórica e quebrem as fronteiras entre arte e design.

Mesa Noé, do Estúdio Campana

A coleção dos irmãos Campana combina formas animais, antropomórficas e texturas naturais. A mitologia também inspirou as criações. A arca de Noé influenciou a criação de banco e mesa, com formas surrealistas, e pretende despertar para a preservação da fauna. O estofado combina alumínio e bronze e assento feito de um tramado com tiras grossas de tecido usando uma técnica que a dupla desenvolveu com têxteis especiais, resultado de uma intensa pesquisa sobre materiais multidisciplinares e meio de produção. A espreguiçadeira Sereia Pirarucu faz alusão ao mito da sereia e também combina diferentes matérias-primas.

Humberto Campana em processo de produção das peças da coleção Hibridismo

Para Humberto Campana, a exposição na Carpenters sinaliza o crescimento do trabalho da dupla. “O hibridismo faz parte do nosso processo de concepção que envolve uma mistura de materiais com diferentes formas, texturas, origens e técnicas para criar um objeto. No passado, usamos discretamente essas técnicas, que sempre foram o centro do nosso processo. É um reflexo do mundo distópico em que vivemos e essa distopia nos move. A exposição vai mostrar a mistura da nossa alquimia contemporânea. O banco Noé é um bom exemplo disso”, diz.

Espreguiçadeira Sereia Pirarucu, do Estúdio Campana

A exposição mostra a evolução do Estúdio Campana, com sede em São Paulo, que busca trabalhar em parceria com comunidades locais, ONGs e fábricas, para criar peças que celebram as cores, as texturas, o artesanato e a cultura brasileira. Os irmãos possuem peças nas coleções permanentes do MoMA, em Nova York, do centro Georges Pompidou e do Museu Les Arts Décoratifs, ambos em Paris, no Vitra Design Museum, em Weil am Rhein, e no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Bufê Pirarucu, do Estúdio Campana

Amazon deve lançar anúncios em seu app para smartphone

Os anúncios em vídeo aparecerão no espaço em que são mostrados os resultados de uma pesquisa no aplicativo de compras

A Amazon é responsável por metade das vendas online nos Estados Unidos

A Amazon quer competir com Google e Facebook no mercado de anúncios digitais: a agência de notícias Bloomberg afirmou que a empresa deve começar a vender anúncios em vídeos no aplicativo de compras da Amazon para smartphone.

Segundo a reportagem, que conversou com fontes familiarizadas com o assunto, a gigante de tecnologia vem testando há meses os anúncios na plataforma iOS, da Apple. Além disso, um produto parecido deve ser lançado na plataforma Android, do Google, ainda este ano. 

Os anúncios aparecerão no espaço em que são mostrados os resultados de uma pesquisa no aplicativo de compras. O lugar é estratégico para atrair anunciantes, já que é mais certeiro atingir usuários que buscam comprar alguma coisa em um aplicativo do que atingir os usuários que navegam pelo Facebook e pelo YouTube. Os anunciantes terão que pagar US$ 35 mil para veicular os anúncios no aplicativo da Amazon por 60 dias.

De acordo com a Bloomberg, a Amazon é responsável por metade das vendas online nos Estados Unidos. A participação da empresa no mercado de anúncios digitais deve aumentar 2% em 2018, enquanto a do Google, líder do mercado deve diminuir 1%. 

A Amazon e o Google não comentaram o assunto. 

Atualmente, a Amazon reserva espaço do seu site para anúncios parecidos com outdoors, com logotipos de marcas e fotos dos produtos. A reportagem cita uma pesquisa da EMarketer que mostra que as marcas, no total, gastarão cerca de US$ 16 bilhões em anúncios em vídeos para smartphones este ano, um valor 23% maior do que gastaram em 2018. 

Emilia Clarke, de ‘Game of Thrones’, revela que teve dois aneurismas durante a série

Em artigo na The New Yorker, a atriz Emilia Clark, que interpreta Daenerys Targaryen em Game of Thrones’, escreveu sobre os dois aneurismas que teve durante as filmagens da série baseada em livros de George R. R. Martin
AP

Emilia Clarke. Photograph by Carlota Guerrero for The New Yorker

Atriz de Game of ThronesEmilia Clarke revelou nesta quinta, 21, que ela teve dois aneurismas, e duas cirurgias no cérebro, desde o início de Game of Thrones. Desconhecida antes desse papel, Emilia Clark tinha acabado de filmar sua primeira temporada como Daenerys Targaryen, a “Mãe dos Dragões”, na série da HBO,quando teve o primeiroaneurisma, em 2011, aos 24 anos, numa academia de ginástica em Londres. O segundo aneurisma foi em 2013, após a terceira temporada.

“Quando todos os meus sonhos de infâncias pareciam estar se tornando realidade, eu quase perdi minha mente e a minha vida”, escreveu em primeira pessoa no artigo publicado na The New Yorker. “Eu nunca contei essa história publicamente, mas agora é a hora.” Emilia Clarke disse que teve uma vida saudável, mas que estava sofrendo de estresse quando uma artéria estourou em seu cérebro. Muito disso veio de constantes perguntas em entrevistas coletivas sobre a nudez de sua personagem no primeiro episódio. “Eu sempre ouvia a mesma pergunta: ‘Você interpreta uma mulher tão forte, e ainda assim você tira a roupa. Por quê?”, ela escreve. “Na minha cabeça, eu respondia: ‘Quantos homens eu preciso matar para me provar?”

Ela disse que teve uma hemorragia subaracnoidea, que poderia facilmente ter sido fatal.  Ela não podia dizer seu nome completo por semanas depois do ocorrido. A segunda cirurgia, ainda mais invasiva e que envolveu abrir seu crânio, foi realizada após as filmagens da terceira temporada de Game of Thrones. “Parecia que eu tinha estado numa guerra ainda mais horrível que a de Daenerys”, ela escreveu.

“Deixei a cirurgia com um dreno saindo da minha cabeça. Partes do meu crânio foram substituídas por titânio. Hoje não dá para ver a cicatriz, mas eu não soube, naquela hora, que ela não seria visível.” E ela completa falando sobre a “preocupação constante de ter alguma perda sensorial ou cognitiva.” Emilia Clark se recuperou totalmente.

Courteney Cox grava vídeo em frente ao apartamento de ‘Friends’

‘Aluguel subiu 12 mil dólares’, brincou a atriz que interpretou Monica Geller no seriado

A atriz Courteney Cox, que interpreta Monica em ‘Friends’. Foto: Instagram/@courteneycoxofficial

Quase 15 anos após o fim de Friends, o seriado continua fazendo sucesso. Nesta quinta-feira, 21, os fãs se animaram ao ver uma publicação de Courteney Cox no Instagram. A atriz interpretou a personagem Monica Geller e gravou um vídeo em frente ao clássico apartamento onde morava na série.

Nas imagens, ela diz “boa noite, pessoal, estou indo para casa” e aparece em frente ao prédio de Nova York onde se passa todos os episódios. “Aquele em que meu aluguel subiu 12 mil dólares”, brinca sobre o aumento nos valores do local após o sucesso de Friends. Além disso, começa a frase com “aquele em que”, termo que inicia os nomes dos episódios.